Você está na página 1de 4

Teste de cancelamento

 13/08/2009
 por Ana Leite

O teste de atenção por cancelamento foi desenvolvido


por Montiel e Capovilla (2007) e consiste em 3 etapas
nas quais o examinado vai ter que assinalar os
estímulos iguais ao estímulo-alvo indicado em cada
fase.

Na primeira fase é avaliada a atenção seletiva,


responsável por permitir que um estímulo seja
reconhecido estando junto a outros. Nesta etapa, uma
figura é dada para que seja reconhecida dentre outros 6
tipos diferentes (círculo, quadrado, triângulo, cruz,
estrela e traço).
Segundo Tortella (2008), “os estímulos são de cor preta
em fundo branco, distribuídos em 18 linhas, sendo que
cada linha é composta por 20 figuras resultando na
apresentação de cada estímulo 60 vezes, dispostos em
uma freqüência de 15 estímulos por quadrante da folha
de resposta, totalizando 360 figuras“.
O exemplo acima mostra uma das sequências da
primeira parte do teste, como se os estímulos iguais ao
estímulo-alvo estivessem marcados. O tempo para
execução desta tarefa da primeira parte é de 1 minuto.

Na segunda parte do teste a atenção seletiva ainda é


avaliada, sendo que o grau de dificuldade aumenta,
pois o estímulo-alvo é composto por duas figuras, que
só devem ser marcadas se estiverem juntas e na
mesma posição, como mostra a figura abaixo.

O tempo para execução é o mesmo, 1 minuto.


Tortela (2008) afirma que nesta etapa “A configuração
estrutural da matriz não se modifica, sendo composta
por 18 linhas com 20 figuras em cada linha, totalizando
360 figuras distribuídas em ordem diferente da parte
anterior, onde o estímulo-alvo ocorre 12 vezes, sendo
três vezes em cada quadrante da folha de resposta.”

Na terceira e última etapa, o tipo de atenção avaliado é


outro, a atenção alternada ou dividida. Este tipo de
atenção consiste na capacidade do indivíduo mudar o
foco. O tempo de realização e o número de tipos
diferentes de estímulos, de números de linhas e de
figuras é o mesmo das etapas anteriores, a diferença é
que o estímulo-alvo muda a cada linha, aparecendo no
mínimo duas e no máximo 6 vezes. Para Tortella (2008)
o teste é realizado “de modo que os estímulos se
encontrem distribuídos com uma freqüência de 15
estímulos por quadrante da folha de resposta”, como
nas fases anteriores.

Um exemplo da terceira etapa retirado da autora


supracitada:
Em relação aos escores, o primeiro corresponde ao
número total de acertos (itens marcados
adequadamente), o segundo diz respeito ao número de
erros (itens marcados inadequadamente) e o terceiro
escore corresponde ao número de ausências, ou seja, o
número de itens que deveriam ter sido marcados, mas
não o foram.

Interesses relacionados