Você está na página 1de 31

NBR 6118:2014

 Vigas são “elementos lineares em que a flexão é


preponderante.” (NBR 6118, 14.4.1.1). Elemento
linear é aquele em que o comprimento
longitudinal supera em pelo menos três vezes a
maior dimensão da seção transversal, sendo
também denominado “barra”.
 Calculado pela expressão:
 A largura das vigas deve ser escolhida em função da
espessura final da parede;
 A altura das vigas depende de diversos fatores, sendo os
mais importantes o vão, o carregamento e a resistência do
concreto;
 A altura deve ser suficiente para proporcionar resistência
mecânica e baixa deformabilidade (flecha);
 Para concretos do tipo C20 e C25 e construções de
pequeno porte, uma indicação prática para a estimativa da
altura das vigas de Concreto Armado é dividir o vão efetivo
por doze
provenientes de paredes, de lajes, de outras
vigas, de pilares e, sempre o peso próprio da
viga
1. Peso Próprio:
provenientes de paredes, de lajes, de outras
vigas, de pilares e, sempre o peso próprio da
viga
2. Paredes:
provenientes de paredes, de lajes, de outras
vigas, de pilares e, sempre o peso próprio da
viga
3. Lajes:
Verificar se uma ou duas lajes descarregam a
sua carga sobre a viga.
4. Outras Vigas:
Quando é possível definir claramente qual viga
serve de apoio e qual viga está apoiada em outra, a
carga concentrada na viga que serve de apoio é
igual a reação de apoio daquela que está apoiada.
 No item 18.3 refere-se às vigas isostáticas
com relação l/h ≥ 2,0 e às vigas contínuas
com relação l/h ≥ 3,0, em que l é o
comprimento do vão efetivo (ou o dobro do
comprimento efetivo, no caso de balanço) e h
é a altura total da viga. Vigas com relações
l/h menores devem ser tratadas como vigas-
parede.
 “A armadura mínima de tração, em elementos
estruturais armados ou protendidos deve ser
determinada pelo dimensionamento da seção a
um momento fletor mínimo dado pela expressão
a seguir, respeitada a taxa mínima absoluta 0,15
%” (NBR 6118, 17.3.5.2.1):
 “A soma das armaduras de tração e de
compressão (As + A’s) não pode ter valor
maior que 4 % Ac , calculada na região fora
da zona de emendas, devendo ser garantidas
as condições de ductilidade requeridas em
14.6.4.3.”
 Segundo a NBR 6118 (17.3.5.2.3), nas vigas
com h > 60 cm deve ser colocada uma
armadura lateral, chamada armadura de pele,
composta por barras de CA-50 ou CA-60,
com espaçamento não maior que 20 cm e
devidamente ancorada nos apoios, com área
mínima em cada face da alma da viga igual a:
 Em vigas com altura igual ou inferior a 60 cm, pode
ser dispensada a utilização da armadura de pele. As
armaduras principais de tração e de compressão não
podem ser computadas no cálculo da armadura de
pele. O e  20 cm na seção transversal de vigas com h
> 60 cm.
 As seções transversais permanecem planas após
a deformação;
 A deformação em cada barra de aço é a mesma
do concreto no seu entorno;
 No estado-limite último (ELU) despreza-se
obrigatoriamente a resistência do concreto à
tração;
 o ELU é caracterizado segundo os domínios de
deformação;
 o alongamento máximo permitido ao longo da
armadura de tração é de 10 ‰;
 a distribuição de tensões de compressão no
concreto é feita de acordo com o diagrama
tensão-deformação parábola-retângulo
 Define-se viga com armadura simples a seção
que necessita apenas de uma armadura
longitudinal resistente tracionada
 Rcc = Rst . Rcc = σcd. A’c
 Considerando a área de concreto comprimido (A’c)
correspondente ao diagrama retangular
simplificado com altura 0,8x fica:
 Msolic = Mresist = Md
 As forças resistentes internas, proporcionadas
pelo concreto comprimido e pela armadura
tracionada, formam um binário oposto ao
momento fletor solicitante.
Para a viga indicada na figura calcular a área de
armadura longitudinal de flexão e as deformações
na fibra de concreto mais comprimida e na
armadura de flexão tracionada. São conhecidos: