Você está na página 1de 6

Universidade de Brasília

Departamento de Antropologia
Disciplina: 135402 (Tópicos Especiais em Antropologia 1 –
Direitos Humanos e Segurança Pública)
Profa. Rita Laura Segato
2/2007

Programa

Setembro
D S T Q Q S S
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30

4/09
Apresentação dos temas que serão abordados durante o semestre.

6/6
Apresentação dos membros da turma e de seus interesses com
relação à matéria.

11/09
Apresentação dos membros da turma e de seus interesses com
relação à matéria.

13/09
Dia de protesto e paralização

18/09
Apresentando o pensamento da professora: Segurança Pública
e a questão racial:
Segato, Rita Laura: “El color de la cárcel en América Latina. Apuntes
sobre la colonialidad de la justicia en un continente en
desconstrucción”. Revista Nueva Sociedad N° 208, marzo-abril de
2007. http://www.nuso.org/revista.php?n=208

20/09
Continuação do debate sobre Segurança Pública e racismo.

25/09
A cargo de prof. substituto: Exibição do Filme “Tropa de Elite”

27/09
A cargo de prof. substituto: Exibição do filme “Sonho Assassino” da
TV Canadense sobre o processo de um assassinato pela justiça
étnica.

Outubro
D S T Q Q S S
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31

2/10
Criminologia Crítica, um breve panorama histórico:
Ribeira Beiras, Iñaki: Constitucionalismo Social y Política. In Iñaki
Ribeira Beiras (Coord.): Política Criminal y Sistema Penal. Viejas y
nuevas racionalidades punitivas. Barcelona: Anthropos, 2005.
Ribeira Beiras, Iñaki e Gemma Nicolas Lazo: “La crisis del welfare y
sus reprercusiones en la cultura política europea” e Zysman Quirós,
Diego: “La crisis del welfare y sus reprercusiones en la cultura política
anglosajona” In Ibidem

4/10
A questão carcerária - irracionalidade do sistema:
Segato, Rita Laura: “O sistema penal como pedagogia da
irresponsabilidade”. In Allende Serra, Mônica (ed.): Diversidade
cultural e desenvolvimento urbano. São Paulo: Iluminuras, 2005
9/10
Criminologia crítica - Justiça e Racismo:
Piza Duarte, Evandro Charles: Criminologia e Racismo. Introdução à
Criminologia Brasileira. Curitiba: Juruá Editora, 2002. Capítulos 3.
“As matrizes teóricas e a construção do saber criminológico racista
colonialista – Segunda parte: O surgimento do discurso criminológico
científico”.

11/10
Piza Duarte, Evandro Charles: Criminologia e Racismo. Introdução à
Criminologia Brasileira. Curitiba: Juruá Editora, 2002.4. “O processo
de recepção da criminologia positivista no Brasil – Primeira parte: As
transformações no controle do delito e as populações negras”; 5.
“Processo de recepção da criminologia positivista no Brasil – Segunda
Parte: As primeiras visões criminológicas I; e 6. Processo de recepção
da criminologia positivista no Brasil – Terceira parte: As primeiras
visões criminológicas II.

16/10
Wacquant, Loïc: As Prisões da Miséria. Rio de Janeiro: Jorge Zahar,
2001 (1999)

18/10
______________: _____________: “De la esclavitud al
encarcelamiento masivo”. New Left Review. N 13, enero-febrero,
2002. http://www.newleftreview.org/?getpdf=NLR24703&pdflang=es

23/10
A questão carcerária:
Christie, Nils: Los límites del dolor. México: Fondo de Cultura
Económica, 1984
Capítulos 1 a 6

25/10
Christie, Nils: Los límites del dolor. México: Fondo de Cultura
Económica, 1984.
Capítulos 7 a 12.

30/10
Lemgruber, Julita: “Controle da criminalidade: mitos e fatos”. Revista
Think Tank. Instituto Liberal do Rio de Janeiro. São Paulo, 2001
_____________: “Verdades e mentiras sobre o Sistema de Justiça
Criminal” Revista do Centro de Estudos Judiciários do Conselho da
Justiça Federal (RCJ). Brasília, n. 15, p. 12-29, set./dez., 2001

Novembro
D S T Q Q S S
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30

1/11
Lemgruber, Julita: “O Sistema Penitenciário Brasileiro”. I° Encontro
do Fórum de Debates : Criminalidade, Violência e Segurança Pública
no Brasil. Rio de Janeiro: CESeC/UCAM, Julho de 2000.

6/11
Cultura policial, masculinidade e terror de Estado em tempos
de Democracia:
Castresana, Carlos: “La tortura como mal mayor”. In Subirats,
Eduardo, Pilar Calveiro, Carlos Castresana, Rita Laura Segato y
Margarita Serje: Contra la Tortura. Monterrey, México: FINEO, 2006

8/11
Sirimarco, Mariana: “Marcas de género, cuerpos de poder. Discursos
de producción de masculinidad en la conformación del sujeto policial.
Cuadernos de Antropologia Social N° 20, 2004

13/11
Huggins, Martha: “Heranças do autoritarismo: reformulação da
memória de torturadores e assassinos. Brasileiros”. In Cancelli,
Elizabeth (org.): Histórias de Violência, Crime e Lei no Brasil. Brasília:
EdUnB, 2004

20/11
Huggins, Martha G., Mika Haritos-Fatouros e Philip G. Zimbardo:
Operários da Violência. Policiais torturadores e assassinos
reconstroem as atrocidades brasileiras. Brasília: EdUnB, 2006 (2002).
Capítulos 9. “A Modelagem das identidades e da obediência” e 10.
“O mundo secreto e fechado dos torturadores e dos executores em
série”.

22/11
Huggins, Martha G., Mika Haritos-Fatouros e Philip G. Zimbardo:
Operários da Violência. Policiais torturadores e assassinos
reconstroem as atrocidades brasileiras. Brasília: EdUnB, 2006 (2002).
Capítulos 11. “O universo moral dos torturadores e dos assassinos”;
12 “Abandonados e esquecido” e “Conclusão”.

27/11
Polícia, modelos de policiamento e Direitos Humanos.
Rolim, Marcos: a syndrome da rainha vermelha. Policiamento e
Segurança Pública no Seculo XXI. Rio de Janeiro: Jorge Zahar e
Centre for Brazilian Studies - University of Oxford, 2006. Capítulos 1.
“A síndrome da rainha vermelha” e 5. “A mídia e o crime”

29/11
Rolim, Marcos: a syndrome da rainha vermelha. Policiamento e
Segurança Pública no Seculo XXI. Rio de Janeiro: Jorge Zahar e
Centre for Brazilian Studies - University of Oxford, 2006. Capítulos 6.
“É possível resbilitar presos com comportamento violento?” e 7.
“Justiça Restaurativa”

Dezembro
D S T Q Q S S
1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31

4/12
Afonso Medeiros, Mateus e Arthur Costa: “A desmilitarização das
Polícias: Polícias, Soldados e Democracia” In Afonso Medeiros,
Mateus: Direitos Humanos, Uma Paixão Refletida. Belo Horizonte:
Rede de Cidadania Mateus Afonso Medeiros – RECIMAM, 2006.
6/12
Soares, Luiz Eduardo: Novas políticas de segurança pública. Revista
de Estudos Avançados, vol.17, n. 47, 2003.

11/12
Cerqueira, Carlos Magno Nazareth: “A Polícia e os Direitos Humanos:
Estratégias de Ação”. IPRI – Instituto de Pesquisas de Relações
Internacionais. Seminário Direitos Humanos no Século XXI, Rio de
Janeiro, 1998.

de Lima, Kant: “Direitos civis, estado de direito e ‘cultura policial’: A


formação policial em questão”.
http://www.segurancacidada.org.br/biblioteca/texto.htm

13/12
Revisão da material: seus temas e categorias mais importantes.

18/12
Comentário sobre os ensaios para a avaliação.

Obras de Referência Geral:

3° Relatório Nacional sobre Direitos Humanos no Brasil 2002-2005.


São Paulo: USP, Núcleo de Estudos da Violência, 2007.
http://www.nevusp.org/downloads/down099.pdf

de Rover, Cees: Para Servir e Proteger - Manual para Instrutores. Direitos


Humanos e Direito Internacional Humanitário para Forças Policiais e
de Segurança. Comité Internacional da Cruz Vermelha, 1998
http://www.icrc.org/Web/por/sitepor0.nsf/html/servireproteger

Avaliação Final:
A avaliação da disciplina resultará da media extraída das
seguintes menções:

1. Participação em sala de aula evidenciando a leitura dos


textos correspondentes.

2. Um ensaio sobre tema do interesse da/o aluna/o


examinado à luz de pelo menos quatro obras lidas
durante o semestre (4 páginas)