Você está na página 1de 8

ATIVIDADES PRÁTICAS

SUPERVISIONADAS

Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica

4ª Série
Desenho Técnico

A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensino-


aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto de atividades
programadas e supervisionadas e que tem por objetivos:
 Favorecer a aprendizagem.
 Estimular a co-responsabilidade do aluno pelo aprendizado eficiente e
eficaz.
 Promover o estudo, a convivência e o trabalho em grupo.
 Desenvolver os estudos independentes, sistemáticos e o autoaprendizado.
 Oferecer diferenciados ambientes de aprendizagem.
 Auxiliar no desenvolvimento das competências requeridas pelas Diretrizes
Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação.
 Promover a aplicação da teoria e conceitos para a solução de problemas
relativos à profissão.
 Direcionar o estudante para a emancipação intelectual.
Para atingir estes objetivos as atividades foram organizadas na forma de
um desafio, que será solucionado por etapas ao longo do semestre letivo.
Participar ativamente deste desafio é essencial para o desenvolvimento das
competências e habilidades requeridas na sua atuação no mercado de trabalho.
Aproveite esta oportunidade de estudar e aprender com desafios da vida
profissional.

AUTORES:
Paulo Luiz da Silva Barros – Faculdade Anhanguera de Jundiaí
Marcos Alberto Carvalho Freire – Faculdade Anhanguera de Jundiaí
Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES

Ao concluir as etapas propostas neste desafio, você terá desenvolvido as competências


e habilidades descritas a seguir:

 Capacidade de expressar graficamente os elementos fundamentais do desenho.


 Capacidade de utilizar instrumentos técnicos e de elaborar desenhos à mão livre em
perspectivas e em projeções ortogonais.
 Capacidade de utilizar o desenho técnico como linguagem técnica de comunicação
conforme as normas da ABNT.
 Habilidade para elaborar desenhos em escala, cotados em perspectivas isométricas e
em projeção ortogonal.

DESAFIO

O aluno ao final do desafio deverá apresentar um desenho técnico em escala e em formato de


papel compatível, contendo um desenho de conjunto e seus detalhes em projeção ortogonal e
totalmente cotados.
No desenho deverá conter uma legenda padronizada contendo o nome da faculdade, o nome
da peça (“Furador de anéis”), nome do aluno, registro acadêmico, diedro desenhado, lista de
peças e seus respectivos materiais e dimensões.

2 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire


Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

ETAPA № 1

 Aula-tema: Desenho técnico como forma de comunicação

Esta atividade é importante para que você possa distinguir entre desenho técnico e desenho
artístico; reconhecer a necessidade de aprender desenho como forma de comunicação;
reconhecer a necessidade das normas na aplicação de desenho técnico.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSO

Passo 1 - Leia o capítulo 1 do PLT e responda às seguintes questões relacionadas à disciplina


de desenho técnico:

1) Defina qual é a principal característica do desenho técnico em relação ao desenho


artístico.

2) Descreva quais são os modos de representação dos desenhos técnicos mais utilizados.

3) Para que o desenho técnico seja universalmente entendido sem ambigüidades, é


necessário que obedeça a determinadas regras e convenções, de forma que todos os
implicados no processo de desenho "falem a mesma Língua". Especifique qual é a norma ou
órgão que serve como referência para maioria das normas individuais de cada país.

ETAPA № 2

 Aula-tema: Aspectos gerais do desenho técnico

Esta atividade é importante para que você possa escolher adequadamente o formato e
orientação da folha de papel; dobrar corretamente os desenhos e identificar um desenho
através da legenda; utilizar a escrita e os tipos de linhas adequadas para cada tipo de aresta
do desenho.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSO

Passo 1 - Leia o capítulo 3 do PLT e responda aos questionamentos pertinentes a esse


capítulo:

1) Descreva qual é o principal objetivo da utilização da escrita normalizada em


desenho técnico.

2) A norma ISO 128:1982 define 10 tipos de linhas e respectivas espessuras.


Especifique quais são os tipos de linhas que utilizamos para representar as arestas de
contorno visível e invisível.

3 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire


Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

3) A utilização crescente de programas de CAD 3D e das suas interfaces com


equipamentos de produção e fabricação, leva a uma utilização cada vez menor de
desenhos em papel. Contudo, a impressão e reprodução de desenhos continuam a
desempenhar uma função importante na documentação técnica do produto. Justifique
por que o uso do desenho em papel ainda não foi abolido.

4) Sempre que possível, as peças devem ser representadas nos desenhos em escala
real, ou seja, escala 1:1. Na prática, verifica-se que, para a maioria das peças, isso não é
possível. Explique quando devemos utilizar escalas de ampliação e redução
normalizadas nos desenhos técnicos.

PASSO

Passo 1 - Utilize o formato A4 em branco para traçar as margens e legenda conforme as


normas estudadas e, dentro desse formato, trace todos os tipos de linhas utilizadas em
desenho técnico, colocando um exemplo do tipo de linha e onde se aplica. Por último,
escreva o texto abaixo utilizando caligrafia técnica.

Texto – “O desenho técnico é por vezes menosprezado como uma área dentro da engenharia.
De fato, o desenho é uma ferramenta imprescindível para o nosso dia-a-dia, quer sejamos
engenheiros, arquitetos, jornalistas, futebolistas ou médicos”.

ETAPA № 3

 Aula-tema: Construções geométricas

Esta atividade é importante para que você possa entender a importância do conhecimento de
desenho linear geométrico; aplicar os conceitos de desenho geométrico na construção de
desenho técnico; utilizar ferramentas como régua, esquadros e compasso na construção
geométrica.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Passo 1 - Faça a leitura do anexo A do PLT e responda corretamente as questões abaixo:

1) O estudo do desenho técnico não deve começar sem que o aluno tenha um bom
conhecimento de desenho linear geométrico. Com base na leitura do livro-texto, defina
o quê são retas perpendiculares.

2) Defina o quê são retas paralelas.

3) Defina o quê são polígonos.

4) Defina o quê são polígonos regulares e como eles podem ser em relação à
circunferência que os criam.

4 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire


Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

Passo 2 - Reproduza o desenho abaixo em um formato A4 com as devidas margens em


escala 1:1.

ETAPA № 4

 Aula-tema: Perspectivas

Esta atividade é importante para que você possa representar planos inclinados e círculos em
perspectivas isométricas; desenhar a perspectiva de um objeto partindo da sua representação
em vistas múltiplas; esboçar à mão livre a perspectiva de um objeto.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Passo 1 - Leia o capítulo 6 do PLT e:

1) Compare os diferentes tipos de perspectivas ortogonais axonométricas.

2) Defina quais as características da projeção cilíndrica de projetantes oblíquas


(perspectiva cavaleira).

3) Explique por que as perspectivas cônicas são muito utilizadas na arquitetura.

Passo 2 - Copie o desenho que está em perspectiva cavaleira passando-o para perspectiva
isométrica, utilizando como referência o pontilhado da folha. Observe que no exercício, o
mesmo desenho deverá ser feito duas vezes, mudando a referência dos eixos.

5 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire


Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

ETAPA № 5

 Aula-tema: Projeção ortogonal

Esta atividade é importante para que você possa distinguir os sistemas de representações
existentes; efetuar representação gráfica usando projeções ortogonais; detalhar objetos
tridimensionais, com todos os seus detalhes construtivos, a partir de desenhos
bidimensionais (planificados).
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Passo 1 - Estude o capítulo 4 que traz informações importantes sobre projeção ortogonal e
responda as questões abaixo:

1) Existem dois métodos para representação de peças em Projeções ortogonais. Defina


quais são esses métodos de representação, de que região eles se originam e qual é o
adotado pela ABNT?

2) Defina qual é o objetivo principal da representação do desenho técnico através de


projeções.

3) A representação de peças no Desenho Técnico é feita principalmente com projeções


ortogonais paralelas de múltipla vistas. Comente e exemplifique quantas vistas são
necessárias para representar um desenho técnico.

6 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire


Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

4) Quando existem detalhes a serem projetados que não são paralelos (oblíquos) aos
planos de projeção, são usados, obrigatoriamente, planos de projeções paralelos a
esses detalhes, de modo a representá-los na sua verdadeira grandeza. Explique a
alternativa do uso de vistas auxiliares.

Passo 2 - Comece a preparar os desenhos para a conclusão do desafio proposto inicialmente.


Execute os detalhes das peças em separado em formato A4 com as devidas margens e a
legenda. O desenho deverá conter apenas as projeções. As cotas serão colocadas em outra
etapa.

ETAPA № 6

 Aula-tema: Cotagem

Esta atividade é importante para que você possa usar a cotagem para indicar a forma e a
localização dos elementos de uma peça; selecionar criteriosamente as cotas a serem inscritas
no desenho; escolher adequadamente a vista onde a cota deve ser inscrita; cotar desenhos
com representações e aplica
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSO

Passo 1 - Leia atentamente o capítulo 7, onde são mostrados os detalhes de cotagem, e


responda aos questionamentos abaixo:

1) A cotagem requer a aprendizagem de um conjunto de regras e princípios, os quais, ,


permitem uma fácil e correta interpretação da peça, sendo imprescindível para sua
definição, fabricação e controle. Quais são os elementos de uma cotagem?

2) Qual é a regra a ser seguida quanto à orientação das cotas?

7 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire


Engenharia de Controle e Automação / Mecatrônica - 4ª. Série – Desenho Técnico

3) A organização das cotas em um desenho está intimamente ligada à finalidade do


desenho e aos métodos de fabricação e controle utilizados. Cite os tipos de cotagens
relacionados no capítulo estudado.

Treine as cotagens dos elementos já desenhados na Etapa 5.

ETAPA № 7

 Aula-tema: Cortes e secções

Esta atividade é importante para que você possa decidir sobre a necessidade de recorrer a
cortes ou seções para representar completamente uma peça em projeções ortogonais;
selecionar o corte mais adequado; efetuar corretamente a representação gráfica de cortes e
secções.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSOS

Passo 1 - Estude o capítulo 7, que trata de todas as nuanças do modo como se corta um
desenho, e:

1) Resuma com suas palavras, quando se faz necessário o uso do corte no desenho
técnico.

2) Explique o corte por planos paralelos ou concorrentes.

Passo 2 - Treine o desenho do conjunto montado com todos os itens e em corte, onde será
possível visualizar todos os detalhes da montagem. Desenhe em um formato A4 o conjunto
em escala compatível para treinar a execução do trabalho final que será em um formato
maior e que contenha todas as informações necessárias para uma perfeita interpretação do
conjunto.

ETAPA № 8

 Aula-tema: Desenho de conjunto

Esta atividade é importante para que você possa ler e interpretar desenhos técnicos e
visualizar todos os detalhes dos seus componentes; executar desenhos utilizando
equipamentos técnicos.
Para realizá-la, é importante seguir os passos descritos.

PASSO

Passo 1 - Conclua o desafio proposto, executando o desenho do conjunto e seus detalhes em


formato padronizado, contendo todos os detalhes para que o produto possa ser construído.

8 Paulo Luiz da Silva Barros e Marcos Alberto Carvalho Freire