Você está na página 1de 18

POSICIONADOR

FY301

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

TECNOLOGIA SMAR
Uma Família Completa de Instrumentos de Campo

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

O que é um Posicionador FY ?

Família FY Posicionadores Digitais


São instrumentos microprocessados que
convertem Sinais de Corrente, Fieldbus ou
Profibus para posição.
Somada a essa função de converter um sinal
de entrada para uma posição de saída, o
posicionador FY, usando o protocolo de
comunicação Hart ou Fieldbus, fornece fácil
acesso a informações críticas da operação do
processo.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

1
O velho modo de
feedback de posição
Eixo da Válvula Potenciômetro (dentro do
posicionador)
Yoke
Pino
O O

C Através do C
eixo e selo

Feedback
Braço (fora do posicionador)
• O movimento do eixo da válvula era mecanicamente transmitido
para o potenciômetro usando um braço deslizando sobre o pino.
• Vibrações são transmitidas causando falha do potenciômetro.
• Folgas e imprecisões causam erros na posição.
• Furos na carcaça estão sujeitos a entrada de umidade.
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Recursos Inovadores

Processamento Digital
Permite auto setup e fácil ajuste de
parâmetros de calibração.Facilidade de
configuração e uso dos ajustes.

Display
Facilita a visualização da posição da válvula,
permitindo a simplificação do ajuste do
instrumento.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Recursos Inovadores
Realimentação Sem Contato Físico
O sensor efeito hall elimina as
complicações e as dificuldades criadas
pelo tradicional sistema de realimentação
com braço mecânico.

Design Revolucionário
- Universal (atuador linear ou rotativo,
simples ou dupla ação).
- Compacto (também para pequenos
atuadores)
- Parâmetros configuráveis.
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

2
Recursos Inovadores
Certificação
À prova de explosão e intrinsecamente
seguro. (inclusive para aplicações com
gás natural)

Acordo com fabricantes de válvulas


- Pode ser montado em qualquer atuador
de válvula do mercado.
- Smar é um fabricante independente de
posicionador, não é um competidor dos
fabricantes de válvula.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Características Gerais

Curso
Movimento Linear: 10 a 100mm;
Movimento Rotativo: ângulo de 30o a 120o
Pressão de Alimentação
Mínima : 1,4 Kgf/cm2 ( 20 PSI );
Máxima : 7 Kgf/cm2 ( 100 PSI ).
Montagem
Diretamente à válvula;
Com o uso do suporte universal a montagem;
pode ser feita em diversas posições.
Compensação de Temperatura
Circuito eletrônico incorporado.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Características Gerais

Suporte
Atende as Normas internacionais
Rotativo - VDI/VDE 3845.
Linear - IEC534-6 (NAMUR).
Vibração
De acordo com SAMA PMC 31.1 - 1980, Sec. 5.3,
Condition 3, Steady State.
Interferência Eletromagnética (RFI)
De acordo com IEC 801, EN 50081 e EN 50082.
Temperatura (Operação e Armazenagem)
-40oC até 85oC.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

3
A Linha FY de Posicionadores

FY-301
POSICIONADOR
4-20mA + HART

FY-302 PROCESS FIELD BUS


®
FY-303
POSICIONADOR POSICIONADOR
FIELDBUS PROFIBUS

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Diagrama de Bloco Eletrônico

• FY301 Diagrama de Bloco


Placa Principal Placa Analógica
ENTRADA
AJUSTE
E MEMÓRIA
LOCAL
ALIMENTAÇÃO EEPROM

DRIVER
PIEZO
CPU PIEZO
CONVERSOR
CONVERSOR HART* D/A
A/D MODEM EEPROM
SAÍDA 1
MEMÓRIA VÁLVULA
RAM CARRETEL
MEMÓRIA SAÍDA 2
TEMP HALL
PROM

CONTROLADOR SUPRIMENTO
DISPLAY DISPLAY
DE AR

Placa do Display
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Módulo do Transdutor do FY

ESTÁGIO CARCAÇA PRINCIPAL


- Placa Principal
- Borneira
- Display
ESTÁGIO PILOTO + SERVO
- Bico Palheta
- Diafragma
ESTÁGIO VÁLVULA CARRETEL

ESTÁGIO SENSOR
EFEITO HALL
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

4
Sensor HALL

Determina a posição atual do atuador e


faz a realimentação para o controle, sem
contato mecânico.
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Sensor Efeito Hall


Imãs
Eixo da Válvula
(Barras)
Yoke da Válvula

O O
N

S
C C

Sensor de
posição

• Posição relativa do imã em relação ao sensor


efeito hall quando a válvula está nas posições
fechada (esquerda) e aberta (direita).

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posicionador FY
O sensor efeito hall elimina as complicações e as
dificuldades criadas pelo tradicional sistema de
realimentação com braço mecânico.

Saída
Tensão
N S

N
Curso
S N S

Imãs
Vista de
2 a 4 mm

cima

Hall
Hall

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

5
Princípio Sensor Efeito
Hall - Rotativo
Eixo da Válvula

I Aberto
Atuador
Imã
Imãs
Sensor Hall
Válvula
I Fechado

Saída
Um imã pode ser
usado para qualquer
Ângulo
atuador rotativo de
1/4 de volta.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Princípio Sensor Efeito Hall -


Linear Eixo da
Imãs Yoke
Válvula
Vista de cima Eixo da
Válvula
O
O
Imã N C
S C
Sensor Hall
(no posicionador)
Para atuadores lineares existem
três tamanhos disponíveis
dependendo do tamanho do
curso:
•curso até 15 mm - imã menor;
•curso até 50 mm - imã médio;
•curso até 100 mm - imã maior.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Bico Palheta com Piezo

PIEZO

RESTRIÇÃO

ESCAPE PARA
A ATMOSFERA

PRESSÃO PILOTO ALIMENTAÇÃO


20 A 100 PSI

Converte o movimento do piezoelétrico num


sinal pneumático para pressão de controle na
câmara piloto.
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

6
Posicionador FY
Bloco Pneumático

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posicionador FY
Bloco Pneumático

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posicionador FY
Tampa de Ligação
Composto por
• Flat cable e Tampa resinada;
• Placa Analógica
9 Converte o sinal digital equivalente
a 4 a 20 mA em sinal de 0 a 100 V

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

7
Posicionador FY
Bloco Pneumático

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Válvula carretel

Controla a
liberação
de ar para as
saídas 1 e 2.
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Válvula Carretel

• Válvula Carretel
em repouso.

Vent 2
Saída 2 (Fechada)

Saida 1 (Fechada)
Vent 1

Caminho do ar de suprimento
Caminho do Vent
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

8
Válvula Carretel
• Quando a pressão piloto
aumenta, o diafragma
empurra o carretel contra a
mola.
• Posição de segurança (sem
energia).
Vent 2
Saída 2 (Aberto)

Saída 1 (Fechado)
Vent 1

Caminho do suprimento de ar
Caminho do vent
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Válvula Carretel

• Quando a pressão piloto diminui,


a mola empurra o carretel contra o
diafragma.

Vent 2
Saída 2 (Fechada)

Saída 1 (Aberta)
Vent 1

Caminho do suprimento de ar
Caminho do vent
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Instalação - Conexões
Pneumáticas

• Suprimento de ar para o posicionador deve ser ar


de instrumentação, ou seja, seco, limpo, e não
corrosivo;
• Referência a norma ISA (Instrument Society of
America Standard) chamada “Quality Standard
for Instrument Air” (ISA S7.3). Veja
“RECOMMENDATIONS FOR AN INSTRUMENT AIR
SYSTEM” na página 1.4;

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

9
Instalação - Conexões
Pneumáticas
• Nunca exceder a pressão máxima do atuador;
• Usar selantes nas roscas;
• Selantes como fita PTFE (Teflon) devem ser
evitados para não causar entrada de fragmentos
no interior do posicionador e eventual obstrução
das partes internas;
• Verifique se o suporte não está obstruindo as
saídas de exaustão do posicionador;

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posição de Segurança

• Dupla Ação, Ar para Abrir


SAÍDA2
SAÍDA1 ENTRADA

SAÍDA1 SAÍDA2

ABRE FECHA
• Falha - Fecha Atuador

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posição de Segurança

• Dupla Ação, Ar para Fechar


SAÍDA2
SAÍDA1 ENTRADA

SAÍDA1 SAÍDA2

• Falha - Abre ABRE FECHA

Atuador

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

10
Posição de Segurança

• Simples Ação, Ar para Abrir

SAÍDA1 ENTRADA

SAÍDA1

ABRE
• Falha - Fecha
• SAÍDA 2 deve estar
plugada Atuador

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posição de Segurança

• Simples Ação, Ar para Fechar


SAÍDA1 ENTRADA

SAÍDA1

• Falha - Abre FECHA

• SAÍDA 2 deve estar


plugada Atuador

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Instalação - Conexões
Elétricas
• É recomendado usar um par trançado (22 AWG ou maior).
• Evitar passar a fiação próximo de cabos de tensão ou máquinas
•deT:
solda.
• O FY é protegido contra polaridade invertida, e tensão DC de
até 60 Vdc sem danos.
• É recomendado aterrar a blindagem dos cabos blindados
somente a um ponto. O ponto não aterrado deve ser
cuidadosamente isolado.

TERRA

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

11
Rotação da Carcaça

Trava da Tampa
%

• Carcaça gira ± 90°


em relação ao transdutor
Trava da Rotação
da Carcaça

Parafuso de
Trava da Tampa

Parafuso de
Trava da Carcaça

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Rotação do Display

• Display gira em passos de 90° para


permitir diferentes posições de
montagem do posicionador.
%

% %

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Interligação

• O programador pode ser conectado ao


terminais de comunicação do FY ou em
qualquer ponto do sinal de alimentação usando
a interface IF3.

+ + ...#15

-
-
POWER
SUPPLY #1...
- +

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

12
Multidrop

• O programador pode ser conectado ao


terminais de comunicação do FY ou em
qualquer ponto do sinal de alimentação usando
a interface IF3.

+
-
+ #1 + #2 + #3

- - -
POWER
SUPPLY
+ #4... + ...#15

- -

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Instalação - Montagem do
Suporte Linear

ATUADORES
LINEARES

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Instalação - Montagem do
Suporte Rotativo

Atuadores
Rotativos

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

13
Instalação

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Display

• Indica que o
ajuste local
esta sendo
MD acessado
• Indica saída Fix
constante
• Campo de
%
varíavel
• Unidade em
porcentagem

• Indica
possibilidade • Campo de
de ajuste unidade e
função

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posicionador FY
Proteção da Configuração

Certifique-se de
que o FY está
apto a aceitar
escritas na sua
configuração.
Os jumpers
devem estar na
posição
habilitada.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

14
Programação usando
Ajuste Local

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Posicionador FY

FY301
FY301 ATUADOR
SINAL SINAL ATUADOR
4 a 20 mA PNEUMÁTICO
+ HART

É um posicionador para
atuação de uma válvula de
controle pneumática em um
sistema analógico de 4 a 20
mA, dotado das facilidades
proporcionadas pelo Protocolo
HART®.
O FY301 produz um sinal de
saída de pressão requerido
para posicionar a válvula de
controle de acordo com um
sinal de entrada proveniente de
um controlador 4 a 20 mA.
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

HPC301
O menor e mais leve configurador HART do mercado

• On-line
– Configuração, calibração,
monitoramento e diagnóstico. +
• Off-line -
– Configuração;
– Gerenciamento do
Instrumento.

9 BASEADO NA PLATAFORMA DO
PALM M 515
9 USADO ACOPLADO COM
INTERFACE HART
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

15
CONF401

Novo configurador
para toda a linha HART da
SMAR

Interface
HI311
Software CONF401

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Auto Setup
• Quando o auto setup é iniciado, o Posicão
posicionador procura Aberto
automaticamente e confere as
posições totalmente aberta e
fechada da válvula.
Fechado Pressão

Pinhão (eixo)
SAÍDA1 SAÍDA 2
totalmente
Cilindro aberto
Rack (pistão)
Rack (pistão)
Pinhão (eixo)
Pinhão (eixo)
totalmente
fechado
Rack (pistão)
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Manutenção Posicionador FY

Para calibrar o piezo elétrico utilize o dispositivo


FYCAL

Entrada
Pneumática
de 20 psi
Indicação
de 0 a 100 volt

Indicação Indicação
de alimentação de da saída
ar de 20 psi de 5,5 a 6,5 psi

Saída 4 à 20 mA Saída 0 à 100 Vdc

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

16
Equipamento Remoto
• FY e TP Remoto.
• É possível utilizar o posicionador FY ou TP montado
remotamente da válvula, com até 20 metros de
distância , através da montagem do sensor efeito hall
na válvula e o posicionador em um tubo de 2”.
• Principais aplicações em
montagem de válvulas:
- Difícil acesso na planta;
- Alta temperatura ambiente;
- Alta vibração.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Suporte para Cilindro

• Cursos lineares maiores que


100 mm até 1000 mm.
• Principais aplicações:
- cilindro de dampers;
- válvula de curso linear
maior que 100 mm.

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

Acessórios para Posicionador FY

Modelos
ACP – Acionador Cilíndrico Pneumático

Linear Rotativo
CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

17
FIM

CTS – © 1998 - 2007 Smar FY301

18