Você está na página 1de 28

As cidades, principais áreas

de fixação humana - II

Os problemas das cidades


e as possíveis soluções
A organização funcional das cidades
Os diferentes tipos de plantas e o
planeamento
Inter relação entre o espaço rural e o
espeço urbano
Manual – pág. 77-89
Os problemas das cidades – pág.77 e 78

Impactos do crescimento urbano 


Impactos ambientais

Poluição atmosférica

Poluição sonora

Resíduos urbanos
Poluição atmosférica urbana

Falta de espaços verdes


Impactos do crescimento urbano

Impactos sociais
A dependência de produtos agrícolas e
alimentares, de água e energia torna a
cidade vulnerável em caso de rutura do
abastecimento
Os transportes e o trânsito, com os
engarrafamentos, fazem desesperar quem
tem de fazer, diariamente, o percurso entre a
periferia e a cidade
Sobrelotação dos equipamentos coletivos
(escolas, creches, hospitais)
O desemprego, as más condições de vida nos
bairros de lata e a exclusão de certas minorias
(étnicas, políticas e culturais) dão origem à
marginalidade.
Os problemas da habitação manifestam-se na
Tráfego intenso
má conservação dos edifícios e na falta de
planeamento urbano (construção excessiva).

Soluções para as cidades

As soluções surgem através do planeamento
urbanístico, que estabelece:
• regras para o crescimento da cidade,
para a localização de espaços verdes e de
espaços de lazer;
• a substituição dos bairros de lata por Construção de espaços verdes
bairros sociais; como o Central Park em Nova
Iorque
• a definição de estratégias de combate à
poluição;
• a construção de vias rápidas de distribuição
do tráfego, como as circulares;
• a melhoria dos transportes públicos;
• a construção de parques de
estacionamento na entrada da cidade,
para criar cada vez mais cidades
sustentáveis. Melbourne cidade sustentável
pelas políticas que aplica
A organização funcional das cidades
pág. 79 
Funções das cidades
□ Política e administrativa (Bruxelas e Lisboa…)

□ Religiosa (Fátima e Santiago de Compostela…)

□ Cultural (Londres, Roma, Paris, Viena…)

□ Científica (Coimbra e Salamanca…)

□ Económica (Nova Iorque…)

 Militar/Defesa (Guimarães, Bragança…)

□ Residencial ( cidades dormitórios – Almada…)

□ Recreativa e turística (Funchal, Varadero…)

□ Industrial (Barreiro…)
Alguns exemplos…

Lisboa
Bruxelas - Bélgica

Hamburgo Barreiro
Oxford - Inglaterra Coimbra - Portugal

Vaticano - Itália Fátima - Portugal


Funchal- Portugal Varadero - Cuba

Guimarães- Portugal Foix - França


Funções das cidades

As cidades são compostas por áreas distintas, tendo cada


uma funções urbanas próprias.
A organização funcional das cidades
4. A área industrial
1. O centro, ou área de serviços tem vindo a deslocar-se
e comércio (baixa, ou CBD), é a para a periferia das
área de maior acessibilidade, o cidades, junto aos eixos
centro de negócios e de decisão. de circulação, devido ao
elevado preço dos
Aqui localizam-se atividades
terrenos no centro das
económicas, bancos, cidades.
seguradoras, finanças, além de
serviços que não se encontram em
cidades mais pequenas (serviços
raros). 5. As áreas de
2. O centro histórico lazer e recreio
(com monumentos e (jardins e parques).
locais de interesse
turístico) é o local mais
antigo da cidade.
6. As áreas suburbanas,
3. A área residencial áreas afastadas do centro
(que se diferencia por da cidade, (com grande
estratos acessibilidade, locais onde
socioeconómicos) ocupa habita a maioria da
As áreas funcionais da
a maior parte do espaço população que trabalha na
cidade de Lisboa cidade).
da cidade.
Novas centralidades

As baixas/centros históricos
têm vindo a conhecer um
declínio, devido à crise do
comércio tradicional, ao
aparecimento de novas formas
de comércio e serviços e ao
envelhecimento da sua
população.

Surgiram novas centralidades Parque das Nações em Lisboa


devido ao trânsito, à falta de
estacionamento e ao declínio
dos centros históricos.
Tipo
de
cidades
Os diferentes tipos de plantas das
cidades – pag. 83 
Planta irregular
• ruas irregulares, estreitas,
tortuosas que terminam, por
vezes, em becos, pátios e
escadas;
• ocupação do terreno feita ao
acaso;
• topografia do terreno muito
acidentado;
• este traçado é típico das cidades
antigas e cidades muçulmanas;
• Cidades portuguesas com este
traçado: Lisboa (bairros de
Alfama e Mouraria), Silves
e Moura.
Planta irregular - Túnis

Planta radio concêntrica
 ruas organizam-se a partir do
centro,
 eixos circulares ao centro
para maior mobilidade;
 planta típica das cidades
medievais (com castelo) e
topografia irregular;
 malha urbana desenvolve-se à
volta das muralhas do
castelo;
 Cidades Portuguesas com
este traçado: Évora, Faro e
Castelo Branco.

Planta radio concêntrica -Évora



Planta ortogonal
 as ruas cruzam-se em ângulos
retos, formando um “tabuleiro de
xadrez”;
 o carácter retilíneo das ruas torna-
as muito ventosas e dificulta a
orientação, dada a semelhança entre
elas;
 ▫ os edifícios agrupam-se em
quarteirões;
 ▫ resultam de planeamento e são
típicas das cidades norte-
americanas;
 Cidades Portuguesas com este
traçado: Lisboa (na Baixa
Pombalina), Chaves, Espinho ou
Angra do Heroísmo.
Planta ortogonal - Baixa de Lisboa
Fatores que influenciam as plantas das
cidades – pag. 83

 Fatores físico-geográficos
 Fatores histórico-políticos
 Fatores religiosos
 Fatores económicos
 Planeamento urbanístico
Inter-relação entre o espaço rural e o espaço
urbano – pág . 85

Espaço Urbano – Área (por vezes


Espaço rural – Espaço onde
difícil de delimitar) onde existe
continuam a predominar as
uma ou várias cidades que atuam
atividades primárias.
como polo de atração.
Espaço rural - Paisagem rural
“...noutros... o verde ainda é a cor dominante”
Espaço rural - paisagens rurais

 O campo/espaço rural
o baixa densidade populacional
o predomínio de habitações de 1 a 2
pisos
o principais atividades económicas:
- agricultura;
- pecuária;
- ligadas à Natureza;
- aproveitamento turístico de alguns
lugares;
o dispersão de algumas indústrias e
atividades ligadas aos serviços.
Espaço urbano - Paisagem urbana
“Nuns sítios... há muita gente, muitas casas, muitos automóveis...”
Espaço urbano - paisagens urbanas
Cidade/espaço urbano:

o elevada densidade populacional;

o predomínio da construção em altura;

o as atividades mais importantes são a


indústria, o comércio e os serviços;

o forte concentração e diversidade de


actividades o que permite uma grande
oferta de bens e serviços;

o ruas que se cruzam em várias


direcções/sentidos;

o intensa afluência de trânsito.


População urbana e rural

População rural – Número de População urbana –


habitantes que vivem em População que habita em
regiões onde predominam espaços urbanos, que se dedica
atividades rurais (agricultura, maioritariamente, a atividades
pecuária, silvicultura). comerciais e serviços.
Complementaridade entre espaço urbano e
rural
Espaço urbano fornece
Tecnologia;
Vias de comunicação;
Transportes;
Bens (calçado, vestuário,
máquinas agrícolas,
eletrodomésticos…);
Serviços (hospitais, ensino
superior, seguros…)

Espaço rural fornece


Produtos alimentares;
Áreas diversificadas de recreio e
lazer;
As relações recíprocas de
Madeira complementaridade entre
Contacto com o ambiente a cidade e o campo.
natural;
Disponibilidade de mão de obra.
Glossário
 Áreas funcionais – área urbana onde se localiza, de uma forma
dominante, determinada função urbana. Por exemplo baixa e área
residencial.
 Aglomeração urbana – É o centro urbano, independentemente
dos limites administrativos. Engloba a cidade e os arredores.
 Área metropolitana – Região urbanizada resultante da junção de
vários aglomerados urbanos, onde existe uma elevada inter-relação
económica, social, cultural e política.
 Centro urbano – Aglomerado populacional com número variável
de habitantes, onde predominam atividades secundárias e terciárias
que têm um papel polarizador sobre o espaço envolvente.
 Cidades sustentáveis - Cidades que adotam uma série de práticas
eficientes, com o objetivo de reduzir os impactos socio ambientais
(visam a melhoria da qualidade de vida da população).
Respeitam e cuidam dos recursos naturais para as gerações futuras.
 Conurbação – Extensa área urbana formada pela ligação entre
cidades inicialmente separadas mas geograficamente próximas.
Glossário
 Função urbana – atividade económica, político administrativa
ou outra que se desenvolve num centro urbano.
 Megalópoles – Extensa área urbanizada, constituída por várias
cidades independentes, mas aglutinadas pelos seus subúrbios.
 Metrópole – Cidade de grandes dimensões, com elevado
número de habitantes.
 Morfologia urbana – traçado das ruas e praças que configuram
a área urbana.
 Periferia - Território que circunda a cidade.
 Planeamento urbano – conjunto de ações relacionadas com a
gestão do espaço urbano.
 Planta urbana – mapa de grande escala que representa as ruas d
e uma cidade ou parte dela.
 População urbana – conjunto de habitantes das áreas urbanas.
Glossário
 Suburbanização – processo de crescimento do espaço urbano,
que consiste na ocupação das áreas rurais envolventes, aos
limites das cidades.
 Subúrbios - Periferia das cidades.
 Taxa de urbanização (TU) – percentagem de população urbana
em relação à população total do território.
 Urbanização – Fenómeno de concentração da população em
lugares considerados urbanos.