Você está na página 1de 27

Disciplina Imunologia (MORFO0020)

Departamento de Morfologia
Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
Universidade Federal de Sergipe

Sistema Complemento

Profa. Dra. Nalu Teixeira de Aguiar Peres


Sistema Complemento (SC)
Conjunto de proteínas séricas e de superfície que
reagem em cascata, com amplificação, de uma maneira
altamente regulada.

Nomenclatura
 Proteínas do complemento C1 a C9, seguindo a ordem de sua
descoberta. Ex: C1, C2.
 Outras proteínas: fator B, fator D, fator H, fator I, MASP1,
MASP2 e properdina.
 Complexo ativo: C3 convertase, C5 convertase.
 Produtos da clivagem: C3a, C3b; C5a, C5b....
SC – três vias de ativação
1. Via Clássica:
 Dependente da reação antígeno-anticorpo
 Envolve as classes IgM e IgG

2. Via Alternativa:
 Independente da reação antígeno-anticorpo
 Envolve endotoxinas, proteínas de envelopes virais, etc.

3. Via lectina:
 Independente da reação antígeno-anticorpo
 Ativada pela proteína ligadora de manose
SC – Via clássica
Primeira a ser descoberta

Ativação por Anticorpos ligados aos antígenos (IgG e IgM)

Primeiro complexo multimérico a ligar: C1q (ligação a Ig),


C1r e C1s (proteases)
2 IgG 1 IgM
SC – Via clássica
ATIVAÇÃO DE C1

C1qrs

IgG

Membrana bacteriana
SC – Via clássica
CLIVAGEM DE C4

C4a

C4

C1

C4b
Membrana bacteriana
SC – Via clássica
CLIVAGEM DE C2

C2b

C2

C1

IgG

C4b C2a
Membrana bacteriana C3 convertase (C4b2a)
SC – Via clássica
CLIVAGEM DE C3

C3a

C1
C3
IgG

C4b C2a C4b C2a C3b


C3 convertase (C4b2a) C5 convertase (C4b2a3b)
Membrana bacteriana
SC – Via clássica
CLIVAGEM DE C5

C5a

C5

C4b C2a C3b C5b


C5 convertase (C4b2a3b)
SC – Via clássica
FORMAÇÃO DO COMPLEXO C5b6789

MAC: Complexo de ataque a membrana

C4b C2a C3b C5b C6 C7 C8 C9 MAC (C5b6789)


C5 convertase (C4b2a3b)

C-classical path.mov
SC – Via da lectina
Ligação de lectinas circulantes a polisacarídeos de
microrganismos (MBL)
MBL (Proteína ligadora de manose) é estruturalmente semelhante a C1q

(MASP: C1r e C1s)

Mecanismo de ativação
diferente, o restante da via é
igual ao da via clássica.
Vertebrados possuem ácido siálico recobrindo os açúcares
SC – Via alternativa
H2O H2O

C3

C3 H2O Fator D
Mg+

+
Continuamente
C3(H2O) Fator B
clivado no plasma
H2O

Hidrólise C3(H2O)Bb
C3
espontânea C3 convertase

C3a
Alça de Properdina
Fator D
Amplificação de C3 Mg+ C3
C3bBb
C3 convertase
C3b B C3b
SC – Via alternativa
FORMAÇÃO DE C5 E MAC

C5a

C5

C3b Bb C3b C5b C6 C7 C8 C9 MAC (C5b6789)


C5 convertase (C3bBb3b)
SC – Via alternativa
Componentes moleculares do sistema imune inato
Proteínas efetoras
Sistema Complemento
Propriedades biológicas (funções) do SC

 Citólise mediada pelo complemento

 Opsonização e fagocitose

 Estimulação das respostas inflamatórias


SC – opsonização e fagocitose
C3b, C4b
Outras opsoninas:
 Proteína ligante de
manose (MBP)
 Proteína C reativa
 Galectinas

Receptor Fc Célula fagocitada


Célula
opsonizada

Fagócito
Receptor
de C3b Fagocitose
Ativação do complemento
SC – fragmentos menores são anafilatoxinas

C3a, C5a
 Anafilotoxinas Núcleo
 Agentes Quimiotáticos
Grânulo
(principalmente neutrófilos)

Histamina e
leucotrienos

Tecido

Inflamação
Quimiotaxia
SC – lise celular
Visão Geral das Vias de Ativação do Sistema Complemento

Via Clássica Via lectina Via alternativa

Anticorpo Anticorpo
dependente Independente

Geração de C3 e C5
convertase

Ativação do C5

Complexo de ataque à membrana


Visão Geral das Vias de Ativação do Sistema Complemento
Regulação do SC
Reguladores da Atividade do Complemento
 Proteínas inibitórias que atuam em diversas
etapas das vias de ativação do SC, impedindo e
regulando sua ativação.
Regulação do SC
Componentes da imunidade inata

Reconhecimento do patógeno Fagocitose

Sistema complemento Inflamação


Bibliografia recomendada

 Abbas AK, Lichtman AH. Imunologia Celular e Molecular. 7 ed.


Elsevier, 2012 – Cap 4 e Cap. 14.

 Janeway Junior CA, Shlomchik MJ, Travers P, Walport M.


Imunobiologia de Janeway. 7 ed. Artmed, 2010 – Cap 2 (2.1 a
2.22).
Estudo dirigido

1. O que é e quais as funções do sistema complemento?


2. Quais são as vias de ativação do Sistema Complemento, e o que as
difere?
3. Como se forma e qual a função do complexo de ataque à membrana?
4. Qual (is) a(s) função(ões) das subunidades C4a, C2b, C3a e C5a?
5. Correlacione resposta inflamatória, fagocitose e sistema complemento.