Você está na página 1de 3

Breve Estudo a respeito da equação da calorimetria

Por: prof. Rafael Pinheiro

Considere o problema abaixo, como ponto de partida:

Mistura 20 g de café a 80 °C com 80 g de leite a 20 °C. Admitindo que não haja troca de
calor com o recipiente e que os líquidos têm o mesmo calor específico, determine a
temperatura final do sistema (café + leite).
Considere:
ccafé = 0,5 cal/g °C;
cleite = 0,6 cal/g °C;

Desconhecendo a relação matemática que rege essa troca de calor, geralmente os


estudantes se deparam executando a média aritmética entre as duas temperaturas,
obtendo:

TOcafé + TOleite 80 + 20
= = 50ºC
2 2

Certamente, esse resultado em uma atividade de múltipla escolha satisfará o


estudante que desconhece a relação apropriada.

É preciso dizer que a média aritmética das temperaturas somente é solução para os
casos em que as substâncias em contato têm o mesmo calor específico e massa (tal
qual o caso de água fria e água quente em iguais quantidades).

Pra tal caso, e de forma geral, é preciso ter como ponto de partida o raciocínio de que
a quantidade (módulo) de calor trocado entre dois corpos isolados é a mesma:

QSeite = Qcafé

Um aspecto importante, é que a energia flui do corpo de maior temperatura para o de


menor temperatura. Dessa forma, o sinal negativo (-) deve compor a equação do café,
indicando que o mesmo está perdendo energia:

QSeite(ganha) = − Qcafé (perde)

Desenvolvendo a igualdade:

mSeite cSeite ∆TSeite = − mcafé ccafé ∆Tcafé

80 . 0,6 (TfinaS − TOleite ) = −20 .0,5 (TfinaS − TOcafé )


80 . 0,6 (TfinaS − 20) = −20 .0,5 (TfinaS − 80)

48 (TfinaS − TOleite ) = −10 (TfinaS − TOcafé )

48TfinaS − 960 = −10TfinaS + 800

58TfinaS = 1760

O resultado aproximado da temperatura de equilíbrio térmico será:

T†inal = 30 °C

Exercício

1) Dois corpos A e B, termicamente isolados do resto do ambiente e inicialmente a


diferentes temperaturas tA e tB, respectivamente, são colocados em contato até que
atinjam o equilíbrio térmico à temperatura tf 40 °C. O gráfico representa a variação do
calor recebido pelo corpo A como função de sua temperatura. Se o corpo B tem massa
mB = 2,0 g e temperatura inicial tB = 60 °C, determine o valor de seu calor específico em
unidades de 10-2 cal/g °C.

2) Um corpo, de massa 10 kg e calor específico 0,60 cal/g °C, se encontra à


temperatura de 40 °C, no interior de um recipiente termicamente isolado. Para resfriá-
lo, introduzimos no recipiente uma certa massa de água (calor específico 1,00 cal/g °C)
inicialmente à temperatura de 25 °C.
Desprezando as perdas de calor para o ambiente e a capacidade térmica do recipiente:

a) Qual a massa de água que deve ser usada para que a temperatura de equilíbrio seja
de 37 °C?

b) Se a água estivesse inicialmente a 20 °C, qual seria a massa necessária?

c) Compare as respostas dos itens a e b e interprete seus resultados.


3) Os cinco corpos, apresentados na tabela, estavam à temperatura ambiente de 15 °C
quando foram, simultaneamente, colocados num recipiente que continha água a 60 °C.

Ao atingirem o equilíbrio térmico, o corpo que recebeu maior quantidade de calor foi o
de:

a) alumínio c) cobre e) latão


b) chumbo d) ferro

4) Um cozinheiro coloca um litro de água gelada (à temperatura de 0 °C) em uma


panela que contém água à temperatura de 80 °C. A temperatura final da mistura é 60
°C. A quantidade de água quente que havia na panela, não levando em conta a troca
de calor da panela com a água, era, em litros:

a) 2 b) 3 c) 4 d) 5 e) 6

5) Num calorímetro com 200 g de água a 20 °C adicionam-se 50 g de gelo a 0 °C. Os


calores específicos da água e do gelo são, respectivamente, 1,0 cal/g °C e 0,5 cal/g °C, e
o calor latente de fusão do gelo, 80 cal/g.

Após as trocas de calor, haverá

a) uma mistura de água e gelo a 0 °C


b) uma mistura de água e gelo a 5 °C
c) apenas água a 0 °C
d) apenas gelo a 0 °C
e) uma mistura de água e gelo a _5 °C