Você está na página 1de 5

Os quatro elementos e as funções psicológicas

A quaternidade, afirma Carl Jung, é a condição lógica para qualquer


julgamento geral. Qualquer um que tente formar este tipo de julgamento descobrirá
que deve ter um aspecto quádruplo . Por exemplo, quem deseja descrever a
totalidade de horizonte nomeia os pontos cardeais . A totalidade ideal é o círculo ,
mas sua divisão mínima natural , é a divisão em quatro.
Além dos quatro pontos cardeais , temos as quatro estações do ano , que por
sua característica cíclica também ofereceu uma influência sobre a formação
astropsicológica do ser humano.Outra analogia possível é a relação dos quatro
estados físicos da materia, sólido, Líquido, gasoso e o plasma , com os quatro
elementos astrológicos sendo o estado sólido equivalente ao elemento terra; o
estado líquido à água ; o gasoso ao ar eo o plasma ao fogo.
Os quatro elementos, por seu material simbólico de interpretação psicológica,
podem ser considerados juntos como a estrutura básica da astrologia.Dentro da
perspectiva psicológica de C. Jung as quatro funções : intuição percepção,
pensamento e sentimento são a base da formação da estrutura de personalidade do
indivíduo e junto com os dois tipos psicológicos : introvertido e extrovertido formam
os oito tipos psicológicos .
Tratarei agora das semelhanças de abordagem entre os quatro elementos
astrológicos e as quatro funções psicológicas na tentativa de esclarecer mais a
maneira pela qual o indivíduo orienta-se em relação ao meio , ou seja ,todos nós
temos um modo relativamente constante de nos orientar, agir e reagir em relação à
vida e seus acontecimentos , ou ainda , uma atitude mental essencial. Podemos
orientarmo-nos através de uma destas quatro maneiras:
Percepção: perceber é equivalente a determinar a presença material de algo
ou um fato concreto, nada é julgado ou analisado apenas percebido tal como é ,
confiando nas observações feitas pelos sentidos.
Pensamento: podemos orientar a nossa realidade de uma maneira abstrata ,
ou seja , podemos adaptar o que percebemos de acordo com o nosso próprio quadro
mental e construir a nossa própria realidade interna a nível de pensamento.
Intuição: intuir significa quase "acreditar que ", confiando na intuição
acreditamos , de uma maneira não racional , saber o fluxo das coisas . Conseguir
olhar além das aparências externas dos fatos.
Sentimento: é quando prestamos atenção e analisamos de uma forma
subjetiva o que os sentidos nos trazem e nos decidimos por este ou aquele fato ,
este ou aquele comportamento a partir desta abordagem subjetiva.
As funções como forma de orientação
Muito embora o ser humano esteja apto a exercer estas quatro funções que o
permitem orientar-se no universo de relações e fatos diários tanto quanto latitude e
longitude nos permitem orientarmo-nos no espaço geográfico, geralmente
predomina uma destas como função superior . É sobre esta base que ajustaremos a
nossa realidade, ou ainda , é esta função que acessaremos de um forma mais
consciente , ficando outras duas em segundo plano e a quarta função que só
acessamos de forma inconsciente ou ainda , que ela nos trás elementos de nosso
incosciente quando é permitido ou não é possível impedíla de vir a tona.
Os quatro elementos e as funções psicológicas
Fogo e intuição: O tipo fogo , tem por palavra chave identidade e com ele
estão relacionados os signos de Áries , Leão e Sagitário.
O tipo fogo é muito orientado em direção a si próprio , dai sua relação com
identidade, muito espontâneo trava sua relação com o mundo cheio de entusiasmo
e confiança. Possuidor de uma grande fonte de energia e muito dirigido à expressão
criativa o tipo fogo está muito orientado ao futuro e ele o persegue cheio de confiança
e expectativas com um senso de noção do perigo quase infantil , dada a certeza em
seus insights periga subestimar os fatos concretos e não conceber bem a realidade.
Sente-se realmente feliz quando põem-se a perseguir sonhos grandiosos que
podem causar bem a todos e fortificar o seu sentido de identidade, muito embora
tais sonhos possam ser quichotescos e impraticáveis . Positivamente é possuidor de
uma mente brilhante e muito original no sentido de que está buscando algo que
reflita a sua identidade e esteja orientado para o futuro e com muita autoconfiaça
em seu destino.
O tipo intuitivo assim como fogo possui uma compreensão instintiva do que
está acontecendo (doravante quando falar tipo refiro-me aos dois ) , o conhecimento
instintivo/ intuitivo é formado por imagens e conceitos de uma forma não abstraida
, quase simbólica na sua origem e portanto virtualmente inconsciente e difícil de
ser traduzida em palavras.
As pessoas que cercam este tipo exercem um papel secundário em sua vida -
as vezes ele próprio - ficando em primeiro plano suas metas , aspirações e inspirações
em uma submição voluntária aos poderes destas . Pode haver um hiato, uma falha
na conecção entre os seus insights eo próprio indivíduo.
Segue uma citação de Jung que ilustra bastante este tipo:
A notável diferença do tipo intuitivo extrovertido aos objetos externos corresponde à diferença
do introvertido aos objetos internos . Assim como o tipo intuitivo extrovertido constantemente fareja novas
possibilidades e as persegue sem consideração pelo seu próprio bem-estar ou o dos outros , menospreza
ponderações humanas e derruba o que acabou de ser construido em sua eterna busca de mudanças, o
introvertidovoa de uma imagem para outra buscando todas as potencialidades no interior do inconciente
sem estabelecer a conecção entre fenomenos mentais e ele mesmo

Ar e o pensamento: os signos de elemento ar : Gemeos , Libra , Aquário


tratam da "experiência na sua preocupação com as relações teóricas".No tipo Ar
predomina o pensamento em forma de teorias , idéias , conceitos e tudo que
tratar da realidade em sua forma abstrata com uma vivacidade mental e uma
objetividade realçada para tudo de que tratar desta área da experiência.
O tipo ar é eminentemente social e sendo o mundo das idéias o seu reino
necessita comunicar esta idéia da melhor maneira possível o que faz com que seja
natural que este tipo possua o dom da linguagem para exercer esta faceta
indispensável de sua vida : a comunicação com os outros.
O tipo pensamento orienta as suas ações a partir de conclusões intelectuais e
modelos teóricos e tenta levá-las a cabo seguindo fórmulas de conduta
abstratamente contruidas . Muito embora tenha necessidade de pessoas para
comunicar o seu mundo dogmático , geralmente, dá a impressão de frieza e falta de
emoção , assim como os signos de elemento Ar, pois procura testar tudo pelas leis
da lógica e encontrar conecções logicas entre os fatos , o que ,muitas vezes o leva
à impessoalidade.
Sendo o pensamento um aglomerado organizado de idéias e teorias que
tornan-se ultrapassadas com novas informações adicionadas, logo , são revisadas e
sua visão de mundo modifica-se o que esclarece as características do tipo Ar tais
como inconstância e mutabilidade.
Outra citação de Jung tirada do livro de Karen Hamaker-Zondag
Astropsicologia, ilustra bem este tipo como conclusão: Esse é alguém ( se for um
representante genuíno de seu tipo ) que luta para chegar a conclusões compreensíveis acerca de todas
suas experiências de vida, conclusões que, afinal , são novamente orientadas na direção de fenômenos
objetivos tanto na forma de fatos concretos como de idéias gerais.
Terra e percepção: Os tipo Terra : Touro, Virgem , Capricórnio, estão
ocupados com o mundo material e a realidade concreta . Só acham confiável o que
podem tocar ; o que os órgãos do sentido podem perceber como realidade imediata
; e os conceitos que podem ser usados prática e concretamente na construção de
algo útil.
Esse tipo é prático , sólido , paciente , lento , controlado e confiável por ser
mais dado à manutenção do que à transformação das estruturas,conceitos e a
matéria a sua volta (matéria essa que é seu reino natural) .
A busca de uma sólida e segura posição e a aquisição de bens e utilidades
que possam lhe oferecer um domínio da situação são fatores básicos para seu senso
de segurança.
Assim como o tipo Terra , o tipo Perceptivo por ser de uma função não
racional aborda a realidade como ela lhe chega sem formulações ou teorizações , ou
seja , ele é um tipo extremamente realista , possui um bem desenvolvido senso
objetivo para fatos e eventos que ocorrem à sua volta sempre abordando estes de
forma a tirar-lhes a sua impressão imediata e experimentável a nível dos sentidos.
O indivíduo Terra / Perceptivo uma vez que está extremamente ligado ao reino
dos sentidos está disposto a sacrificar-se , quer a nível das limitações autoimpostas
, quer a nível de suportar um trabalho fatigante e massante , mas que tenha um bom
retorno material , com o fito de manter as aparências , ou seja a sua exterioridade
que pode ser percebida pelos outros a nível dos sentidos.
Ainda falando da relação dos tipo Terra / Perceptivo com os sentidos os
estímulos exteriores tais como vestuários , boa comida, boa bebida , gostos
refinados e confortos em geral são fundamentais para seu sentimento de segurança
e bem estar.

Água e Sentimento: O reino dos signos de elemento água : Câncer ,


Escorpião e Peixes é o reino dos sentimentos e emoções profundas e onde
predomina a incerteza e a instabilidade. O próprio elemento Água é assim , similar
aos sentimentos , quanto mais vamos entrando mais ele vai ficando incerto , escuro
e instável.
Por estarem intimamente ligados aos sentimentos possuem uma recptividade
e uma plasticidade muito grande na esfera dos sentimentos , podendo captar e / ou
absorver os sentimentos de alguém com quem tenham compartilhado
momentos próximos e ainda penetrar nos sentimentos dos outros.
Em oposição ao tipo Ar / Pensamento é extremamente difícil para os tipo Água
/ Sentimento abordar a vida de uma maneira lógica e objetiva e sim captá-la através
de suas nuances de subjetividade , busca entender o meio analisando as mudanças
de sentimentos com referenciais de afeição ou aversão os estímulos que este meio
lhe oferece.
A personalidade tende a estar envolvida em emoções decorrentes de conteúdos
do inconsciente e sentimentos relacionados com experiências anteriores o que ilustra
mais uma característica do tipo Água / Sentimento que é sua relação muito forte com
o passado e emoções retornantes .
Nenhum outro tipo tem tamanha capacidade de compreender e sentir o que se
passa no interior alheio , provavelmente venha dai a forte necessidade destes
individuos se envolverem en atividades de caráter cultural , social e filantrópico
talvez numa tentativa de tranformar a vida deixando-a mais harmoniosa e agradável.
Dada a tamanha importância que esse tipo dá aos sentimentos e o quão
envolvido diretamente está com estes que muitas vezes é difícil comunicá-los
externamente .

Os elementos na psicologia do indivíduo


Os elementos , sem dúvida , tem marcada influência na formação psicológica
do indivíduo , mas também não podemos incorrer no erro de um pensamento
exessivamente linear de que somente classificacão de dada pessoa por ênfase nos
elementos nos dará a capacidade de entendê-la ou o que é pior prever e controlar
o seu comportamento , eliminando o seu "livre" arbitrio.
Também existe esta visão preconceituosa em relação à Astrologia na qual esta
teria por objetivo prever os fatos e eventos que ocorreriam ao indivíduo.
É no mínimo muito ingênuo querer afirmar ou sequer pensar que , por
exemplo: o fato de alguém ter o sol no signo de Escorpião , ( na linguagem popular
dizer que ela "é " de Escorpião) , logo no elemento Água, seria uma pessoa que
abordaria a vida e seus eventos unicamente ou preponderantemente de uma
maneira sentimental e nada objetiva ou ainda que seria muita baixa a sua percepção
da realidade. A Astrologia é muito complexa , com vários fatores que nos fornecem
informações sobre a estrutura psicológica e necessidades de expressão do indivíduo
, assim como a própria estrutura psicológica do indivíduo é muito complexa com
vários fatores contribuindo para sua formação.
O que foi tratado aqui é apenas uma tentativa de aproximar , de uma forma
mais concreta, duas maneiras de tentar entender o ser humano na sua complexidade
, porém de uma maneira simples e unificada ( talvez demasiado sintética ) . Buscando
na natureza , em seus ciclos de troca , a sabedoria radical (que tem origem na raiz),
como faziam os grandes pensadores da antiguidade sobre os quais a história nos
traz notícia e complementando-a com a evolução sadia de nosso pensamento
(ocidental e oriental), talvez possamos construir um saber psicológico mais
humanista e voltado para um autoconhecimento meditativo.

Referências bibliográficas:

# Astrologia da personalidade - Dane Rudhyar


# Astropsicologia - Karen Hamaker-Zondag
# A prática da Astrologia – Dane Rudhyar
# Astrologia e a psique moderna - Dane Rudhyar
# Tipos psicológicos- Carl G. Jung
# O Homen e seus símbolos - C . G . Jung

Você também pode gostar