Você está na página 1de 5

Receita para fazer um herói

“ Tome-se um homem feito de nada


Como nós em tamanho natural
Embeba-se lhe a carne
Lentamente
De uma certeza aguda, irracional
Intensa como o ódio, ou como a fome.
Depois perto do fim
Agite-se um pendão
E toque-se o clarim.
Serve-se morto.”
(Apud LAJOLO, Marisa. O que é literatura. São Paulo: Brasiliense.)

1- Que elementos do texto fazem lembrar um “receita”, como diz o texto?


______________________________________________________________________________________________
______________________________________________

2- Segundo o eu lírico, qual é o “ingrediente” que pode transformar um ser humano em herói? Por quê?
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________

3- Você concorda com essa ideia? Acha que é assim mesmo que fazem ”heróis”?
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________

Mulher assassinada
Policiais que faziam a ronda no centro da cidade encontraram, na madrugada de ontem, perto da Praça da Sé, o corpo
de uma mulher aparentando 30 anos de idade. Segundo depoimentos de pessoas que trabalhavam nos bares
próximos, trata-se de uma prostituta conhecida por Nenê. Ela foi assassinada a golpes de facas. A polícia descarta a
hipótese de assalto, pois sua bolsa, com a carteira de dinheiro, foi encontrada junto ao corpo. O caso está sendo
investigado pelo delegado do 2º Distrito Policial. Jornal a Cidade 04 de Setembro de 2004.

1- Essa noticia de jornal informa-nos sobre um crime. Que detalhes ou informações presentes no texto nos permite
comprovar que esse episódio realmente aconteceu? Que informações dadas pelo texto poderiam ser efetivamente
pesquisadas para se saber se a noticia é verídica ou não?
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

2- Que características da linguagem predomina no texto: conotação ou denotação? Por quê?


______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

3- O autor do texto revela algum envolvimento emocional com os fatos narrados? Justifique sua resposta.
______________________________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________________________

TESTE RESOLVIDO SOBRE SEMÂNTICA

1. Sobre a tira acima é correto o que se afirma em todas as opções, exceto:


a. No último quadrinho a palavra circulação apresenta uma dupla interpretação.
b. A secretária imagina que a aliança esteja muito apertada e possa prejudicar a circulação de sangue no local.
c. Pela resposta do general, no último quadrinho fica evidente que ele está se referindo à sua liberdade.
d. A palavra circulação nas duas ocorrências oferece a mesma interpretação.
3. Observe o uso da palavra cabeça nas orações abaixo
Ele é o cabeça de uma organização criminosa.
Estou com aquele garoto na cabeça desde o dia que o vi.
Depois da queda vi que a cabeça do menino estava machucada.

A multiplicidade de sentidos que uma mesma palavra pode apresentar, em diferentes contextos de uso chama-se:
a. Hiperonímia
b. Polissemia
c. Hiponímia
d. Ambiguidade

3. Assinale a alternativa correta, considerando que à direita de cada palavra há um sinônimo.


a) emergir = vir à tona; imergir = mergulhar
b) emigrar = entrar (no país); imigrar = sair (do país)
c) delatar = expandir; dilatar = denunciar
d) deferir = diferenciar; diferir = conceder
e) dispensa = cômodo; despensa = desobrigação

5. No ______ do violoncelista ______ havia muitas pessoas, pois era uma ______ beneficente.
a) conserto - eminente - sessão
b) concerto - iminente - seção
c) conserto - iminente - seção
d) concerto - eminente - sessão

USANDO OS PORQUES.
1. Cheguei tarde _________ perdi a carona.
2. Quero saber o _________ de tudo isso.
3. _________ você não estava lá?
4. Você não estava lá _________ ?
5. Diga-me _________ está assim?
6. _________ tudo está assim?
7. Ele se zangou _________ não achou um lugar na sala.
8. _________ me atrasei, perdi o início da aula.
9. Tem de haver um _________.

Aponte as figuras de linguagem presentes nos trechos abaixo

01. Assinale a figura de linguagem encontrada em:


"Minha cidade toda se enfeitou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor”."
a) silepse b) catacrese c) prosopopeia d) metonímia

02. A figura resultante de uma translação de sentido pela suavização da ideia recebe o nome de:
a) eufemismo b) pleonasmo c) anáfora d) ironia

03. Nos versos:


“Bomba atômica que aterra
Pomba atômica da paz
Pomba tonta, bomba atômica...”

A repetição de determinados elementos fônicos é um recurso estilístico denominado:


a) hipérbole b) onomatopeia c) aliteração d) metonímia

04. No trecho: "Uma palavra branca e fria", encontramos a figura denominada:


a) sinestesia b) eufemismo c) pleonasmo d) antonomásia

05. “Os cupins comeram os pés do armário.”


a) metáfora b) catacrese c) ironia d) antítese

06. “Vozes veladas, veludosas vozes...”


a) comparação b) anáfora c) prosopopeia d) aliteração

07. Nos trechos: "O pavão é um arco-íris de plumas" e "... de tudo que ele suscita e esplende e estremece e delira..."
enquanto procedimento estilístico, temos, respectivamente:
a) metáfora e polissíndeto b) comparação e repetição c) metonímia e aliteração d) hipérbole e metáfora

09. Apesar dos esforços, o país ainda continua analfabeto.


b) Comparação b) metáfora c) metonímia d) catacrese

10. “Você ri da minha roupa/ Você ri do meu cabelo/ Você ri da minha pele/ Você ri do meu sorriso. (Sandra de
Sá).
a) metáfora b) metonímia c) eufemismo d) anáfora

3) (UFRN) a obra de Gregório de Matos — autor que se destaca na literatura barroca brasileira — compreende:
a) Poesia épico-amorosa e obras dramáticas.
b) Poesia satírica e contos burlescos.
c) Poesia lírica, de caráter religioso e amoroso, e poesia satírica.
d) Poesia confessional e autos religiosos.
e) Poesia lírica e teatro de costumes.

6) (UFPI-PI) A partir de duas figuras proeminentes do Barroco brasileiro, identifique a que autor se refere cada
uma das afirmações a seguir:
1- Gregório de Matos 2- Pe. Antônio Vieira

( ) Satirizando a sociedade da época, este advogado/poeta baiano do século XVII abordou também em sua poesia
temas sacros e líricos.

( ) Orador sacro famoso na Bahia do século XVII, foi também conselheiro do rei de Portugal. Em seus sermões,
defendeu os índios e criticou os costumes dos colonos.

( ) Com retórica bem trabalhada, usava uma linguagem rebuscada, com silogismos e figuras de linguagem, tendo
sido predominantemente conceptista, abordando questões morais e políticas.

( ) foi denominado Boca do Inferno devido a seu humor cáustico e contundente, expresso nos poemas satíricos.

A seqüência correta é:
a) 1,2,2,1 b) 2,2,1,1 c) 1,1,2,2 d) 2,1,1,2 e) 1,2,1,2

Texto para as questões 01, 02, 03 e 04:

“Nasce o Sol, e não dura mais que um dia,


Depois da Luz se segue a noite escura,
Em tristes sombras morre a formosura,
Em contínuas tristezas a alegria.

Porém se acaba o Sol, por que nascia?


Se é tão formosa a Luz, por que não dura?
Como a beleza assim se transfigura?
Como o gosto da pena assim se fia?

Mas no Sol, e na Luz falte a firmeza,


Na formosura não se dê constância,
E na alegria sinta-se tristeza.

Começa o mundo enfim pela ignorância,


E tem qualquer dos bens por natureza
A firmeza somente na inconstância.”

01. A ideia central do texto é:


a) a duração efêmera de todas as realidades do mundo;
b) a grandeza de Deus e a pequenez humana;
c) os contrastes da vida;
d) a falsidade das aparências;
e) a duração prolongada do sofrimento.

02. A preocupação com a brevidade da vida induz o poeta barroco a assumir uma atitude que:
a) descrê da misericórdia divina e contesta os valores da religião;
b) desiste de lutar contra o tempo, menosprezando a mocidade e a beleza;
c) se deixa subjugar pelo desânimo e pela apatia dos céticos;
d) se revolta contra os insondáveis desígnios de Deus;
e) quer gozar ao máximo seus dias, enquanto a mocidade dura.

04. No texto predominaram as imagens:


a) táteis
b) olfativas
c) auditivas
d) visuais
e) gustativas

Responda as perguntas 9 e 10 com base no texto a seguir.

"O trigo que semeou o pregador evangélico, diz Cristo que é a palavra de Deus. Os espinhos, as pedras, o caminho e a
terra boa, em que o trigo caiu, são os diversos corações dos homens. Os espinhos são os corações embaraçados com
cuidados, com riquezas, com delícias; e nestes afoga-se a palavra de Deus. As pedras são os corações duros e
obstinados; e nestes seca-se a palavra de Deus, e se nasce, não cria raízes. Os caminhos são os corações inquietos e
perturbados com a passagem e tropel e das coisas do Mundo, uma que vão, outras que vêm, outras que atravessam -
e todas passam; e nestes é pisada a palavra de Deus, porque a desatendem ou a desprezam. Finalmente, a terra boa
são os corações bons ou os homens de bom coração; e nestes prende e frutifica a palavra divina, com tanta
fecundidade e abundância, que se colhe cento por um..." (Pe. Antônio Vieira)

9. Assinale a metáfora mal explicada.


a)trigo semeado - palavra de Deus.
b)Espinhos - corações ligados aos bens materiais.
c)Pedras - corações de homens sem amor.
d)Caminhos - corações dos que seguem as palavras de Deus.
e)Terra boa - é a da palavra que frutifica.

10.Na frase "e todas passam", está clara a ideia de que:


a) a vida terrena é muito valiosa;
b) o mundo material deve ser muito valorizado
c) os bens da terra não perdem seu valor
d) a existência humana não é perene
e) a vida terrena é a que realmente conta.

Nos exercícios 13 e 14, complete as frases com as formas pronominais adequadas:

13. ME / MIM / EU
a) Convidaram ______ para ir à festa de sábado.
b) Foi difícil para _______ saber a verdade.
c) Ofereceram o trabalho a ________.
d) Ela pediu para ________fazer o trabalho o quanto antes.

14. ELE / LHE / O


a) Ontem à noite, vi _______ no cinema.
b) Não emprestaram o livro a ________.
c) Digam ______ que não venha.

9. Complete as frases a seguir, utilizando os pronomes demonstrativos Este ou Esse.


a) __________ carro que está comigo é azul.
b)__________ carro que está com você é cinza.

4. (ADM POSTAL CORREIOS) "Não sabemos qual será nossa reação, quando .......... a chegada do adversário”.
a) vemos
b) vimos
c) veremos
d) virmos
e) vermos

Texto para a questão 08:


Você desmaia
Quando vê sangue?
Tem gente que morre
Porque não vê.
Doe sangue. Não dói nada
E ajuda e tirar a dor de
Muitas pessoas

08. Os elementos coesivos “quando” e “porque”, no anúncio acima, assumem respectivamente o valor semântico de:

a) condição, causa
b) concessão, explicação
c) confirmação, conclusão
d) tempo, causa
e) causa, modo

Você também pode gostar