Você está na página 1de 32

Ondas – Conceitos e definições

01-(UFG) As ondas eletromagnéticas foram previstas por Maxwell e comprovadas


experimentalmente por Hertz (final do século XlX). Essa descoberta revolucionou o mundo
moderno. Sobre as ondas eletromagnéticas são feitas as afirmações:

I. Ondas eletromagnéticas são ondas longitudinais que se propagam no vácuo com


velocidade constante c = 3,0 × 108 m/s.

II. Variações no campo magnético produzem campos elétricos variáveis que, por sua vez,
produzem campos magnéticos também dependentes do tempo e assim por diante, permitindo
que energia e informações sejam transmitidas a grandes distâncias.

III. São exemplos de ondas eletromagnéticas muito freqüentes no cotidiano: ondas de rádio,
sonoras, microondas e raios X.

Está correto o que se afirma em:

a) I, apenas.

b) II, apenas.

c) I e II, apenas.

d) I e III, apenas.

e) II e III, apenas.

02- (UFMG) Enquanto brinca, Gabriela produz uma onda transversal em uma corda esticada.
Em certo instante, parte dessa corda tem a forma mostrada na figura a seguir.

A direção de propagação da onda na corda também está indicada na figura.

Assinale a alternativa em que estão representados CORRETAMENTE a direção e o sentido do


deslocamento do ponto P da corda, no instante mostrado.
03-(UFSM) Quando o badalo bate num sino e o faz vibrar comprimindo e rarefazendo o ar
nas suas proximidades, produz-se uma onda sonora. As ondas sonoras no ar são
_______________ e ________________. A velocidade das ondas sonoras em outro meio é
_______________.

Selecione a alternativa que preenche corretamente as lacunas.

a) eletromagnéticas – transversais – igual

b) mecânicas – longitudinais – igual

c) mecânicas – transversais – diferente

d) eletromagnéticas – longitudinais – igual

e) mecânicas – longitudinais – diferente

04-(UFPEL) Recentemente o físico Marcos Pontes se tornou o primeiro astronauta brasileiro


a ultrapassar a atmosfera terrestre.

Diariamente existiam contatos entre Marcos e a base, e alguns deles eram transmitidos
através dos meios de comunicação.

Com base no texto e em seus conhecimentos, é correto afirmar que conseguíamos ―ouvir‖ e
―falar‖ com Marcos porque, para essa conversa, estavam envolvidas

a) apenas ondas mecânicas – transversais – já que estas se propagam, tanto no vácuo como
no ar.

b) apenas ondas eletromagnéticas – longitudinais – já que estas se propagam, tanto no vácuo


como no ar.

c) ondas eletromagnéticas – transversais – que apresentam as mesmas freqüências,


velocidade e comprimento de onda, ao passar de um meio para outro.

d) ondas mecânicas – transversais – que apresentam as mesmas freqüências, velocidade e


comprimento de onda, ao passar de um meio para outro.

e) tanto ondas eletromagnéticas – transversais – que se propagam no vácuo, como ondas


mecânicas – longitudinais – que necessitam de um meio material para a sua propagação.

05-(UFRS) São exemplos de ondas os raios X, os raios gama, as ondas de rádio, as ondas
sonoras e as ondas de luz. Cada um desses cinco tipos de onda difere, de algum modo, dos
demais.
Qual das alternativas apresenta uma afirmação que diferencia corretamente o tipo de onda
referido das demais ondas acima citadas?

a) Raios X são as únicas ondas que não são visíveis.

b) Raios gama são as únicas ondas transversais.

c) Ondas de rádio são as únicas ondas que transportam energia.

d) Ondas sonoras são as únicas ondas longitudinais.

e) Ondas de luz são as únicas ondas que se propagam no vácuo com velocidade de 300000
km/s.

06-(UFSCAR-SP) A diferença entre ondas mecânicas, como o som, e eletromagnéticas, como


a luz, consiste no fato de que

a) a velocidade de propagação, calculada pelo produto do comprimento de onda pela


freqüência, só é assim obtida para ondas eletromagnéticas.

b) as ondas eletromagnéticas podem assumir uma configuração mista de propagação


transversal e longitudinal.

c) apenas as ondas eletromagnéticas, em especial a luz, sofrem o fenômeno denominado


difração.

d) somente as ondas eletromagnéticas podem propagar-se em meios materiais ou não


materiais.

e) a interferência é um fenômeno que ocorre apenas com as ondas eletromagnéticas.

07-(UNESP-SP)

I. Uma onda transporta partículas do meio pelo qual passa.

II. As ondas sonoras são perturbações que não podem se propagar no vácuo.

III. Quando uma onda mecânica periódica se propaga em um meio, as partículas do meio não
são transportadas pela onda.

IV. Uma onda é transversal quando sua direção de propagação é perpendicular à direção de
vibração

Das afirmações acima, são verdadeiras:

a) somente I e II

b) somente II e III
c) somente III e IV

d) somente II, III e IV

e) todas

08-(UNICAMP-SP) A figura I representa um pulso transversal propagando-se da esquerda


para a

direita numa corda ideal, longa e esticada.. Num dado instante to, os pontos A, B e C da corda
encontram-se nas posições indicadas na figura II. Quais devem ser a direção e o sentido da
velocidade de cada um dos pontos
A, B e C no instante to?

09-(CESGRANRIO-RJ) O pulso
triangular, dado abaixo, se
movimenta para a direita ao longo de uma corda ideal.

Desenhe, no instante considerado, as velocidades dos pontos M e N da corda.

10-(UFCE) A figura a seguir representa uma


corda harmônica que se propaga, para a direita,
em uma corda homogênea. No instante
representado1, 2, 3, 4 e 5.

Assinale a alternativa correta:

a) os pontos 1 e 3 tem velocidade nula

b) os pontos 2 e 5 tem velocidade máxima

c) o ponto 4 tem velocidade maior que o ponto 1

d) o ponto 2 tem velocidade maior que o ponto 3

e) os pontos 1 e 3 tem velocidade máxima

11-(UFRJ) A figura representa a fotografia, em um determinado instante, de uma corda na


qual se
propaga um pulso assimétrico para a direita. Seja tA o intervalo de tempo necessário para que
o ponto A da corda retorne à sua posição horizontal de equilíbrio; seja t B o intervalo de tempo
necessário para que o
ponto B da corda retorne à
sua posição horizontal de
equilíbrio. Tendo em conta
as distância indicadas na
figura, calcule a razão
tA/tB.

12-(FUVEST-SP)

A figura representa , nos


instantes t=0 e t=2s, as configurações de uma corda sob tensão constante, na qual se propaga
um pulso cuja forma não
varia.

a) Qual é a velocidade de
propagação do pulso?

b) Indique, na figura, a
direção e o sentido das
velocidades dos pontos
materiais A e B no instante
t=0.

13-(FGV-SP)

A figura mostra dois pulsos que se movimentam em sentidos contrários, um em direção ao


outro sobre a mesma corda, que pode ser considerada ideal.

No momento em que houver sobreposição total, a disposição esperada para os pontos da


corda estará melhor indicada por:

14- (UEPB-PB)
O SONAR (sound navigation and ranging) é um dispositivo que, instalado em navios e
submarinos, permite medir profundidades oceânicas e detectar a presença de obstáculos.
Originalmente foi desenvolvido com finalidades bélicas durante a Segunda Guerra Mundial
(1939- 1945). para permitir a localização de submarinos e outras embarcações do inimigo, O
seu princípio é bastante simples,
encontrando-se ilustrado na figura abaixo.

lnicialmente é emitido um impulso sonoro


por um dispositivo instalado no navio, A sua
frequência dominante é

normalmente de 10 kHz a 40kHz. O sinal


sonoro propaga-se na água em todas as
direções até encontrar um obstáculo. O sinal sonoro é então refletido (eco) dirigindo-se uma
parte da energia de volta para o navio onde é detectado por um hidrofone.

Acerca do assunto tratado no texto analise a seguinte situação-problema:

Um submarino é equipado com um aparelho denominado sonar, que emite ondas sonoras de
frequéncia 4.0.l04 Hz. A velocidade de propagação do som na água é de l,60.103m/s. Esse
submarino, quando em repouso na superfície, emite um sinal na direção vertical através do
oceano e o eco é recebido após 0,80s. A profundidade do oceano nesse local e o comprimento
de ondas do som na água. em metros, são, respectivamente:

a) 640 e 4.10-2

b) 620 e 4.10-2

c) 630 e 4,5.10-2

d) 610 e 3,5.10-2

e) 600 e 3.10-2

15-(UNEMAT-MT)
Na natureza existem diversas formas de radiação, ionizantes e não ionizantes. As ionizantes
possuem energia capaz de ionizar células; dentre elas destacam-se os raios gama, raios-x,
partículas alfa e partículas beta. As radiações não ionizantes não possuem energia suficiente
para ionizar células. Dentre elas, podemos citar infravermelho, radiação ultravioleta, micro-
ondas.

Das aplicações tecnológicas abaixo, assinale aquela que corresponde ao uso de ondas
mecânicas em sua finalidade.

a. Radioterapia, usada para tratamento de câncer.

b. Ultra-sonografia, bastante usada para observar o feto no útero materno.

c. Tomografia computadorizada, usada para ver os detalhes do corpo em múltiplas


imagens, ―fatias‖.

d. Pantomografia, requisitada pelos ortodontistas antes de se colocar o ―aparelho‖ nos


dentes.

e. Bronzeamento artificial, usado nas clinicas de estética.

16-(UNEMAT-MT)

No passado, durante uma tempestade, as pessoas costumavam dizer que um raio havia caído
distante, se o trovão correspondente fosse ouvido muito
tempo depois; ou que teria caído perto, caso acontecesse
o contrario.

Do ponto de vista da Física, essa afirmação está


fundamentada no fato de, no ar, a velocidade do som:

a. variar como uma função da velocidade da


luz.
b. ser muito maior que a da luz.

c. ser a mesma que a da luz.

d. variar com o inverso do quadrado da distancia.

e. ser muito menor que a da luz.

17-(UNIOESTE-PR)

m/s. A figura representa parte de uma


onda que se propaga sobre uma
corda para a direita com velocidade
igual a 120/π m/s.

Um dado ponto da corda possui uma


aceleração máxima igual a

A. 1440 m/s2.

B. 200 m/s2.

C. 3600 m/s2.

D. 6000 m/s2.

E. 1440/π2.

18-(PUC-GO)
Sabe-se que o ouvido humano só
consegue detectar sons cuja
frequência está entre 20 Hz e 20000
Hz. Sendo a velocidade do

som no ar igual a 340 m/s, a faixa de


comprimento de onda sonora audível
estaria (marque a alternativa correta)

A ( ) entre 0,017 cm e 17 cm.

B ( ) acima de 17 m.

C ( ) abaixo de 0,017 m e acima de 17 m.

D ( ) entre 0,017m e 17 m.

19-(UFSM-RS)

A presença e a abrangência dos meios de comunicação na sociedade contemporânea vêm


introduzindo elementos novos na relação entre as pessoas e entre elas e o seu contexto.

Radio, televisão e
telefone celular são
meios de comunicação
que utilizam ondas
eletromagnéticas, as
quais tem a(s)
seguinte(s)

propriedade(s):

I – propagação no vácuo.

II – existência de campos elétricos variáveis perpendiculares a campos magnéticos variáveis.

III – transporte de energia e não de matéria.

Esta(ao) correta(s)
a) apenas I.

b) apenas II.

c) apenas III.

d) apenas I e II.

e) I, II e III.

20-(FGV-SP)

Analise as afirmações.

I. Massa, carga elétrica, temperatura e densidade são algumas das várias grandezas físicas
escalares que dispensam as noções de direção e sentido.

II. Campos gravitacional, elétrico e magnético são grandezas vetoriais que caracterizam
determinada propriedade física dos pontos de uma região.

III. O estudo das ondas em Física pode ser feito dispensando a aplicação de grandezas
vetoriais.

É correto apenas o que se afirma em

Resolução comentada dos exercícios de vestibulares sobre

Ondas – Conceitos e definições

01-

I – Errada – são ondas transversais

II – Verdadeira – vide você deve saber

III – Errada – ondas sonoras são ondas mecânicas

R: B

02- B
03- E

04- E

05- D

06- D

07- D

08-

09-

10- E

11- Para retornar ao equilíbrio o ponto B deverá se deslocar de ΔSB = 60cm = 0,6m — V =
ΔSB/Δt — V = 0,6/tB.

Para retornar ao equilíbrio o ponto A deverá se deslocar de ΔSA = 80cm = 0,8m — V= ΔSA
/tA —

V= 0,8/tA.

Como a velocidade é a mesma para os dois pontos — 0,6/tB = 0,8/tA — tA/tB = 4/3

12- a) Deslocamento do pulso em 2s — DS=20cm=0,2m — V=DS/Dt — V=0,2/2 — V=0,1m/s


ou V=10cm/s

b)
13-

Observe a figura onde está representado o instante em que as


ondas estão totalmente sobrepostas — haverá interferência
construtiva na metade esquerda do intervalo e destrutiva na metade
direita do mesmo intervalo.

R- C

14- Como o som vai e volta ele percorre ∆S=2h — V=∆S/∆t —1,6.103 = 2h/0,8 —
h=1,6.103.0,4 — h=640m.

Equação fundamental da ondulatória — V=λ.f — 1,6.103= λ.4.104 — λ=1,6.103/4.104 —


λ=0,4.

10-1=4.10-2m.

R- A.

15-(UNEMAT-MT)

A ultra-sonografia é uma técnica de diagnóstico baseada em imagens, que utiliza ultra-som


(onda mecânica longitudinal) para visualizar músculos e órgãos internos, seu tamanho,
estrutura e possíveis patologias ou lesões — é

comumente usada da obstetrícia e durante a gravidez — existe uma vasta gama de usos
diagnósticos para a ultra-sonografia —

R- B.

16- Raio, relâmpago e trovão são fenômenos atmosféricos que ocorrem antes ou durante
tempestades, causados por descargas elétricas entre nuvens ( relâmpago ) ou entre uma
nuvem e o solo ( raio ), acompanhados de um estrondo ( trovão ) — o raio ocorre quando
uma nuvem, carregada de eletricidade estática, atinge um potencial eletrostático tão elevado
que a camada de ar existente entre ela e o solo deixa de ser isolante, tornando-se condutor,
permitindo a movimentação das cargas elétricas até o solo — com o relâmpago ocorre a
mesma coisa só que é entre as nuvens — essas descargas elétricas produzem uma grande
luminosidade devido ao aquecimento do ar, que pode ser vista bem distante — o trovão é o
som que acompanha a violenta expansão do ar quando é rapidamente aquecido — devido à
diferença de velocidades da luz e do som (luz, 3.108m/s e som, 340m/s), quando o raio ou
relâmpago ocorre a grande distância do local de observação, o trovão é ouvido alguns
segundos depois do clarão — R- E.

17-

Observe na figura que o comprimento de onda λ vale λ=60 + 60=120cm=1,2m e que a


amplitude A é de A=30/2 — A=15cm — A=0,15m — cálculo do período T da onda —
equação fundamental da ondulatória — V=
λ.f — 120/π = 0,12.f — f=100/πHz — T=1/f —
T=1/(100/π) — T=π/100 s — velocidade
angular — W=2π/T —

W=2π/(100/π) — W=200 rad/s — esse


movimento pode ser considerado um
movimento harmônico simples (MHS), com
velocidade angular W e amplitude A e, cuja
aceleração máxima é fornecida por (veja fisicaevestibular.com.br – mecânica – dinâmica –
MHS) — amáx=W2.A=2002.0,15=40000×0,15 — amáx=6000m/s2 — R- D.

18- Frequência de 20Hz — V=γf — 340=γ.20 — γ=17m — frequência de 20.000Hz —


γ=340/20.000=0,017m — R- D

19- I. Correta — por exemplo, a luz é uma onda eletromagnética (não precisa de meio
material para se propagar) transversal (direção de propagação é perpendicular à direção de
oscilação).

II. Correta — variações no campo magnético produzem campos elétricos variáveis que, por
sua vez, produzem campos magnéticos também variáveis e assim por diante, permitindo que
energia e informações sejam transmitidas a grandes distâncias através das ondas
eletromagnéticas que se propagam no vácuo com velocidade constante de 3,0.108m/s,,
inclusive a luz

III. Correta — Onda não transporta matéria, apenas energia.

R- E

20- I. Correta — essas três grandezas são escalares, pois ficam perfeitamente caracterizadas
apenas pela intensidade acrescida de unidade, não precisando nem de direção e nem de
sentido.
II. Correta — O valor do campo gravitacional g não depende da massa m do corpo, mas
apenas de sua posição r em relação ao centro planeta e da massa M do planeta — você pode
fazer analogia do campo gravitacional com os campos magnético e elétrico..

III. Falsa — no estudo das ondas entra a grandeza velocidade que é uma grandeza vetorial,
pois além de intensidade com unidade, possui também direção e sentido.

R- C

Exercícios de vestibulares com resoluções comentadas


sobre

Difração e Dispersão de ondas


01-(UFMG-MG) O muro de uma casa separa Laila de sua gatinha. Laila ouve o miado da gata,
embora não consiga enxergá-la.

Nessa situação, Laila pode ouvir, mas não pode ver sua gata, PORQUE

a) a onda sonora é uma onda longitudinal e a luz é uma onda transversal.

b) a velocidade da onda sonora é menor que a velocidade da luz.

c) a freqüência da onda sonora é maior que a freqüência da luz visível.

d) o comprimento de onda do som é maior que o comprimento de onda da luz visível.

02-(UNESP-SP) A figura representa esquematicamente as frentes de onda de uma onda reta


na superfície da água, propagando-se da região 1 para a região 2. Essas regiões são idênticas
e separadas por uma barreira com abertura.

A configuração das frentes de onda observada na região 2, que mostra o que aconteceu com a
onda incidente ao passar pela abertura, caracteriza o fenômeno da

a) absorção.

b) difração.

c) dispersão.

d) polarização.

e) refração.

03-(UFG) Um funcionário de um banco surpreende-se ao ver a porta da caixa-forte


entreaberta e, mesmo sem poder ver os assaltantes no seu interior, ouve a conversa deles. A
escuta é possível graças à combinação dos fenômenos físicos da:

a) interferência e reflexão.
b) refração e dispersão.

c) difração e reflexão.

d) interferência e dispersão.

e) difração e refração.

04-(UFRS) Um trem de ondas planas de comprimento de onda —, que se propaga para a


direita em uma cuba com água, incide em um obstáculo que apresenta uma fenda de largura
F. Ao passar pela fenda, o trem de ondas muda sua forma, como se vê na fotografia a seguir.

Qual é o fenômeno físico que ocorre com a onda quando ela


passa pela fenda?

a) Difração.

b) Dispersão.

c) Interferência.

d) Reflexão.

e) Refração.

05-(UECE-CE) Na figura a seguir, C é um anteparo e So, S1 e S2 são fendas nos obstáculos A


e B.

Assinale a alternativa que contém os


fenômenos ópticos esquematizados na figura.

a) Reflexão e difração

b) Difração e interferência

c) Polarização e interferência

d) Reflexão e interferência

06-(UFSCAR-SP) Você já sabe que as ondas sonoras têm origem mecânica. Sobre essas
ondas, é certo afirmar que:

a) em meio ao ar, todas as ondas sonoras têm igual comprimento de onda.

b) a velocidade da onda sonora no ar é próxima a da velocidade da luz nesse meio.

c) por resultarem de vibrações do meio na direção de sua propagação, são chamadas


transversais.

d) assim como as ondas eletromagnéticas, as sonoras propagam-se no vácuo.

e) assim como as ondas eletromagnéticas, as sonoras também sofrem difração.


07-(UFRN-RN) Na óptica geométrica , utiliza-se o conceito da propagação do raio de luz em
linha reta. Isso é o que ocorre, por exemplo, no estudo das leis da refração. Esse conceito é
válido:

a) sempre, independentemente de a superfície refletora ser ou não compatível com a lei de


Snell-Descartes.

b) sempre, independentemente da relação entre a dimensão relevante do objeto (obstáculo ou


fenda) e o comprimento de onda da luz.

c) somente para espelhos cujas superfícies refletoras sejam compatíveis com a lei de Snell-
Descartes.

d) somente para objetos (obstáculos ou fendas) cujas dimensões relevantes sejam muito
maiores que o comprimento de onda da luz.

08-(UFRN-RN) Paulo está trabalhando no alto de


um barranco e pede uma ferramenta a Pedro, que
está na parte de baixo (figura).

Além do barranco, não existe, nas proximidades,


nenhum outro obstáculo. Do local onde está, Pedro
não vê Paulo, mas escuta-o muito bem porque, ao
atingirem a quina do barranco, as ondas sonoras
sofrem:

a) convecção

b) reflexão

c) polarização

d) difração

09- (UNIRIO-RJ) Um movimento ondulatório propaga-se para a direita e encontra o


obstáculo AB, onde ocorre o fenômeno representado na figura, que é o de:

a) difração b) difusão c) dispersão e) refração e) polarização

10-(UNESP-SP) Um feixe de luz composto pelas cores vermelha (V) e azul (A), propagando-
se no ar, incide num prisma de vidro perpendicularmente a uma de suas faces. Após
atravessar o prisma, o feixe impressiona um filme colorido, orientado conforme a figura. A
direção inicial do feixe incidente é identificada pela posição O no filme.

Sabendo-se que o índice de refração do vidro é maior para a luz azul do que para a vermelha,
a figura que melhor representa o filme depois de revelado é

11-(UFPR-PR) O índice de refração de meios transparentes depende do comprimento de


onda da luz. Essa dependência é chamada de dispersão e é responsável pela decomposição
da luz branca por um prisma e pela formação do arco-íris. Geralmente o índice de refração
diminui com o aumento do comprimento de onda. Considere um feixe I de luz branca
incidindo sobre um ponto P de um prisma triangular de vidro imerso no ar, onde N é a reta
normal no ponto de incidência, como ilustra a figura abaixo.

Com base nisso, avalie as seguintes afirmativas:

I-O ângulo de refração da componente violeta dentro do


prisma é maior que o ângulo de refração da componente
vermelha.

II. Na figura, a cor vermelha fica na parte superior do feixe


transmitido, e a violeta na parte inferior.

III. O feixe sofre uma decomposição ao penetrar no prisma e outra ao sair dele, o que resulta
em uma maior separação das cores.

Assinale a alternativa correta.

a)Somente a afirmativa I é verdadeira.

b) Somente a afirmativa II é verdadeira.

c) Somente as afirmativas II e III


são verdadeiras.

d) Somente a afirmativa III é


verdadeira.

e) Somente as afirmativas I e II
são verdadeiras.

12-(UNIFESP-SP) ―Eu peguei


outro prisma igual ao primeiro e
o coloquei de maneira que a luz
fosse refratada de modos opostos ao passar através de ambos e, assim, ao final, voltaria a ser
como era antes do primeiro prisma tê-la dispersado.‖

Assim Newton descreve a proposta do experimento que lhe permitiu descartar a influência do
vidro do prisma como causa da dispersão da luz branca. Considerando que a fonte de luz era
o orifício O da janela do quarto de Newton, assinale a alternativa que esquematiza
corretamente a montagem sugerida por ele para essa experiência.

13- (UFRGS) Selecione a alternativa que substitui corretamente os números entre


parênteses no parágrafo abaixo, na ordem em que eles aparecem. As cores que compõem a
luz branca podem ser visualizadas quando um feixe de luz, ao atravessar um prisma de vidro,
sofre (1), separando-se nas cores do espectro visível. A luz de cor (2) é a menos desviada na
sua direção de incidência, e a de cor (3) é a mais desviada de sua direção de incidência.

(1) (2) (3)

a) dispersão vermelha violeta

b) dispersão violeta vermelha

c) difração violeta vermelha

d) reflexão vermelha violeta

e) reflexão violeta vermelha

14-(UFMG) Um feixe de luz do Sol é decomposto ao passar por um prisma de vidro. O feixe
de luz visível resultante é composto de ondas como:

a) apenas sete frequências que correspondem às cores vermelha, alaranjada, amarela, verde,
azul, anil e violeta.

b) apenas três frequências que correspodem às core vermelha, amarela e


azul.

c) apenas três frequências que correspondem às cores vermelha, verde e


azul.

d) uma infinidade de frequências que correspondem a cores desde a vermelha até a violeta.

15-(VUNESP)

A figura representa, esquematicamente, a trajetória de um feixe de luz


branca atravessando uma gota de água. É dessa forma que se origina o
arco-íris.

a) Que fenômenos ópticos ocorrem nos pontos 1, 2 e 3?

b) Em que ponto, ou pontos, a luz branca se decompõe, e por que isso


ocorre?
c) Em que posição, em relação ao Sol deve estar o observador para que ele veja o arco-íris?

16-(UNIFESP-SP) O arco-íris resulta da dispersão da luz do Sol quando incide nas gotas
praticamente esféricas da água da chuva. Assinale a alternativa que melhor representa a
trajetória de um raio de luz em uma gota de água na condição em que ocorre o arco-íris (I
indica o raio incidente, vindo do Sol, o círculo representa a gota e O indica a posição do
observador).

17-(UFMG-MG) Rafael e Joana observam que, após atravessar um aquário cheio de água, um
feixe de luz do Sol se decompõe em várias cores, que são vistas num anteparo que intercepta
o feixe.

Tentando explicar esse fenômeno, cada um deles faz uma afirmativa:

- Rafael: ―Isso acontece porque, ao atravessar o aquário, a freqüência da luz é alterada.‖

- Joana: ―Isso acontece porque, na água, a velocidade da luz depende da freqüência.‖

Considerando-se essas informações, é CORRETO afirmar que

a) ambas as afirmativas estão certas.

b) apenas a afirmativa de Rafael está certa.

c) ambas as afirmativas estão erradas.

d) apenas a afirmativa de Joana está certa.

18-(UFG-GO) Uma estação de rádio


emite ondas médias na faixa de 1 MHz
com comprimento de onda de 300 m.
Essa radiação contorna

facilmente obstáculos como casas,


carros, árvores etc. devido ao fenômeno
físico da

a) difração.

b) refração.

c) reflexão.
d)interferência.

e) difusão

19- (UFAL-AL) Alex encontra-se dentro de uma sala, cujas paredes laterais e superior
possuem isolamento acústico. A porta da sala para o
exterior está aberta. Alex chama Bruno, que está fora
da sala (ver figura).

Pode-se afirmar que Bruno escuta Alex porque, ao


passar pela porta, a onda sonora emitida por este
sofre:

a) polarização.

b) regularização.

c) fissão.

d) refração.

e) difração.

20-(UEM-PR)

Em exames de ultrassonografia, ondas sonoras com frequências da ordem de 10 6 Hz se


propagam no corpo humano e são refletidas nos diferentes tecidos de seus órgãos internos.
O som refletido é interpretado eletronicamente para formar imagens que são utilizadas em
análise e diagnóstico médico e, também, no acompanhamento do desenvolvimento do feto.
Com relação às ondas sonoras, assinale o que for correto.

01) Ondas ultrassônicas são ondas transversais polarizáveis, que podem se propagar em
meios materiais.

02) A velocidade propagação e o comprimento de onda das ondas sonoras independem do


meio em que essas ondas se propagam.

04) As ondas sonoras, ao se propagarem de um meio material a outro, sofrem refração.

08) Em sólidos com módulos de elasticidade volumar similares, a velocidade de propagação


do som será maior para os sólidos de menor densidade.

16) A difração de ondas sonoras reflete a habilidade dessas ondas em contornar obstáculos.
21-(ENEM-MEC)

Ao diminuir o tamanho de um orifício atravessado por um feixe de luz, passa menos luz por
intervalo de tempo, e próximo da situação de completo fechamento do orifício, verifica-se que
a luz apresenta um comportamento como o ilustrado nas figuras.

Sabe-se que o som, dentro de suas particularidades, também pode se comportar dessa forma.

Em qual das situações a seguir está representado o fenômeno descrito no texto?

A. Ao se esconder atrás de um muro, um menino ouve a conversa de seus colegas.

B. Ao gritar diante de um desfiladeiro, uma pessoa ouve a repetição do seu próprio grito.

C. Ao encostar o ouvido no chão, um homem percebe o som de uma locomotiva antes de


ouvi-lo pelo ar.

D. Ao ouvir uma ambulância se aproximando, uma pessoa percebe o som mais agudo do que
quando aquela se afasta.

E. Ao emitir uma nota musical muito aguda, uma cantora de ópera faz com que uma taça de
cristal se despedace.

Resolução comentada dos exercícios de vestibulares sobre

Difração e Dispersão de ondas


01- D

02- B

03- C
O4- A

05- B

06- E

07- D

08- D

A difração é explicada pelo Princípio de Huygens que afirma que: quando


os pontos de um objeto (quina do barranco), são atingidos pela frente de
onda eles tornam-se fontes de ondas secundárias que mudam a direção
de propagação da onda principal, contornando o obstáculo

09- A

10- D. Como a incidência é normal, o raio de luz não sofre desvio ao


penetrar no prisma. O desvio é para cima, pois o raio incidente e o raio
refratado estão sempre em quadrantes opostos àqueles determinados pela normal e o
vermelho sofre menor desvio que o azul.

11- I – Falsa. Quem sofre menor desvio (vermelho), tem maior ângulo de refração. Vide figura
abaixo.

II- Verdadeira

III- Falsa. A decomposição do feixe ocorre somente no interior do prisma.


R- B

12- A. Vide figura

13- A

14- D

15- a) refração, reflexão e refração

b) A dispersão ocorre entre 1 e 2 e entre 2 e 3 e sua causa é o fato de o índice de refração


absoluto da água ser diferente para cada frequência (cor) de luz, o que provoca desvios
diferentes.

C) com o Sol em suas costas.

16- E

17- D

18- A difração acontece quando uma onda contorna um obstáculo ou atravessa fendas — ela
é mais acentuada quando as dimensões do obstáculo têm a mesma ordem de grandeza do
comprimento de onda — a difração é um fenômeno exclusivamente ondulatório — R- A

19- O fenômeno descrito de passagem de ondas sonoras através de aberturas, fendas,


interstícios, etc., corresponde à difração —

R- E

20-

-01. Falsa — o ultra-som é uma onda mecânica longitudinal, não-audível, com freqüência
acima de 20KHz — as ondas sonoras são uma série de compressões e rarefações mecânicas
na direção do trajeto da onda, e por isso são chamadas de ondas longitudinais — elas
podem ocorrer nos meios sólido, liquido ou gasoso e devem-se à compressão e à separação
regular de moléculas.

02- Falsa — a maioria dos sons chega ao ouvido transmitido pelo ar, (meio de transmissão),
que, quanto mais denso é melhor transmissor, pois as moléculas estão mais próximas
transmitindo melhor a energia de umas para as outras — por esse motivo, a velocidade do
som nos sólidos é maior do que nos líquidos que por sua vez é maior que nos gases.

04. Correta — A refração do som ocorre quando ela passa de um meio para outro com índice
de refração diferente, ocorrendo, dessa forma, a variação da velocidade de propagação e a
variação do comprimento de onda — nunca ocorre a variação da frequência, pois se trata de
uma característica da fonte que está emitindo a onda.

08. Correta — Veja 02.

16. Correta — difração é fenômeno que permite com que uma onda atravesse fendas ou
contorne obstáculos, atingindo regiões onde, segundo a propagação retilínea da luz, não
conseguiria chegar.

Corretas:04, 08 e 16 — Soma=28.

21- O fenômeno descrito no exercício é a difração da luz que também ocorre com o som, veja
teoria abaixo:

Difração – fenômeno que permite com que uma onda atravesse fendas ou contorne
obstáculos, atingindo regiões onde, segundo a propagação retilínea da luz, não conseguiria
chegar.

* A difração é explicada pelo Princípio de Huygens que afirma que: quando os pontos de uma
abertura ou de um obstáculo são atingidos pela frente de onda eles tornam-se fontes de
ondas secundárias que mudam a direção de propagação da onda principal, atravessando a
abertura e contornando o obstáculo

* As ondas (sonoras ou luminosas) são fortemente difratadas quando o comprimento de


onda λ tem aproximadamente o mesmo tamanho do objeto (obstáculo ou fenda).

* Se a fonte é a mesma, a frequência da onda não se altera antes e depois da difração. Se,
após a barreira, o meio for o mesmo, a velocidade de propagação da onda também será a
mesma.

Assim, o
comprimento de
onda também
permanece o
mesmo, mas, a onda,
após sofrer difração
chega a regiões que não seriam atingidas caso se considerasse apenas a propagação retilínea
da luz.

A difração acontece facilmente nas ondas sonoras, pois são ondas com comprimento de onda
grande (variam de 2cm a 20m). Assim, conseguimos ouvir sons mesmo que não possamos ver
a fonte, pois as ondas sonoras contornam esquinas, muros, atravessam portas, janelas e
quaisquer obstáculos que tenham dimensões compreendidas entre 2cm e 20m.
Polarização e Ressonância de ondas
01-(UFRGS-RS) A principal diferença entre o comportamento de ondas transversais e de
ondas longitudinais consiste no fato de que estas:

a) não produzem efeitos de interferência

b) não se refletem

c) não se refratam

d) não se difratam

e) não podem ser polarizadas

02-(UNICAP-PE) O som é uma onda longitudinal porque não apresenta:

03-(PUC-RS) Pode-se afirmar que a luz é uma onda transversal porque pode ser:

04-(UFRS-RS) As figuras abaixo ilustram um experimento muito simples que consiste em


fazer um pulso transversal que se propaga ao longo de uma mola fina e muito longa, ao
passar por uma fenda estreita.

As figuras A, B e C procuram mostrar o seguinte:


A- Se a direção do plano de oscilação do pulso for paralela à fenda, o pulso passa por ela.

B- Se a direção do plano de oscilação do pulso for perpendicular à fenda, o pulso não passa
pela fenda e, em vez disso, reflete-se nela.

C- Se a direção do plano de oscilação do pulso for oblíqua à fenda, o pulso passará


parcialmente por ela.

Pode-se afirmar que, nesse experimento, está sendo demonstrado o fenômeno ondulatório da:

05-(UFRN-RN) As fotografias 1 e 2, mostradas a seguir, foram tiradas da mesma cena. A


fotografia 1 permite ver, além dos objetos dentro da vitrine, outros objetos que estão fora dela
(como, por exemplo, os automóveis), que são vistos devido à luz proveniente destes refletida
pelo vidro comum da vitrine. Na fotografia 2, a luz refletida foi eliminada por um filtro
polarizador colocado na frente da lente da câmera fotográfica.

Comparando-se as duas fotos, pode-se afirmar que

a) a luz proveniente dos objetos dentro da vitrine não está polarizada e a luz refletida pelo
vidro não está polarizada.

b) a luz proveniente dos objetos dentro da vitrine está polarizada e a luz refletida pelo vidro
não está polarizada.

c) a luz proveniente dos objetos dentro da vitrine não está polarizada e a luz refletida pelo
vidro está polarizada.

d) a luz proveniente dos objetos dentro da vitrine está polarizada e a luz refletida pelo vidro
está polarizada.
06-(UEG) Alguns instrumentos de corda (tal como a cítara da Índia) possuem cordas duplas.
Quando uma dessas cordas é tocada a
outra começa a vibrar com a mesma
freqüência, embora ela não tenha sido
tocada.

Esse fenômeno é possível por causa da

a) ressonância.

b) interferência.

c) intensidade.

d) difração.

07-(UEG) Em 1940, quatro meses depois de ser construída, a ponte de Tacoma Narrows, no
estado de Washington, nos EUA, foi destruída por uma ressonância gerada pelo vento. Um
vento que soprava moderadamente produziu uma força irregular que variava com a mesma
freqüência natural da ponte e fez com que ela entrasse
em colapso.

Com relação aos fenômenos ondulatórios, analise a


validade das afirmações a seguir.

I. A superposição de duas ondas transversais idênticas


em fase produz uma onda com amplitude aumentada.

II. A superposição de duas ondas longitudinais idênticas fora de fase produz o cancelamento
mútuo.

III. Quando a freqüência de vibração forçada de um objeto se iguala à sua freqüência natural
ocorre um dramático aumento da amplitude. Esse fenômeno é denominado ressonância.

Assinale a alternativa CORRETA:

a) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras.

b) Apenas as afirmações I e III são verdadeiras.

c) Apenas as afirmações II e III são verdadeiras.

d) Todas as afirmações são verdadeiras.

08-(UFRS) Quando você anda em um velho ônibus urbano, é fácil perceber que, dependendo
da freqüência do giro do motor,diferentes componentes do ônibus entram em vibração.
O fenômeno físico que está se produzindo nesse caso é
conhecido como:

a) eco

b) dispersão

c) refração

d) ressonância

e) polarização

09-(UFMG-MG) Para que um corpo vibre em ressonância com um outro é preciso que:

a) seja feito de mesmo material que o outro

b) vibre com a maior amplitude possível

c) tenha uma frequência natural próxima da freqüência natural do outro.

d) vibre com a maior freqüência possível

e) vibre com a menor freqüência possível

10-(UFG) As ondas eletromagnéticas geradas pela fonte de um forno de microondas têm uma
freqüência bem característica, e, ao serem refletidas pelas paredes internas do forno, criam
um ambiente de ondas estacionárias. O cozimento (ou esquentamento) ocorre devido ao fato
de as moléculas constituintes do alimento, sendo a de água a principal delas, absorverem
energia dessas ondas e passarem a vibrar com a mesma freqüência das ondas emitidas pelo
tubo gerador do forno. O fenômeno físico que explica o funcionamento do forno de
microondas é a

a) ressonância.

b) interferência.

c) difração.

d) polarização.

e) absorção.

11-(UEL-PR) Há algum tempo um repórter de televisão noticiou uma marcha em algum lugar
do Brasil. Em dado momento, citou que os integrantes pararam de marchar quando estavam
passando sobre uma ponte, com medo de que pudesse cair. Na ocasião, o repórter atribuiu tal
receio a ―crendices populares‖. Com base nos conceitos de Física, é correto afirmar que os
integrantes da marcha agiram corretamente, pois a ponte poderia cair devido ao fenômeno
da(o):

12-(UNIFESP-SP) Se você colocar sua mão em forma de concha em um de seus ouvidos, é


provável que ouça um leve ruído. È um ruído semelhante ao que se ouve quando se coloca
junto ao ouvido qualquer objeto que tenha cavidade, como uma concha do mar ou um canudo.
A fonte sonora que dá origem a esse ruído:

a) é o próprio ruído do ambiente, e a freqüência do som depende do material de que é feita a


cavidade.

b) são as partículas do ar chocando-se com as paredes no interior da cavidade, e a freqüência


do som depende da abertura dessa cavidade.

c)é o próprio ruído do ambiente, e a freqüência do som depende da área da abertura dessa
cavidade.

d) são as partículas do ar chocando-se com as paredes no interior da cavidade, e a freqüência


do som depende da forma geométrica da cavidade.

e) é o próprio ruído do ambiente, e a freqüência do som depende da forma geométrica da


cavidade.

13-(UEPB-PB)

Todo corpo capaz de vibrar ou oscilar tem frequência natural de oscilação, quer seja ele uma
lâmina de aço, um copo de vidro, um automóvel, quer seja uma ponte. Se uma fonte oscilante
tiver a mesma frequência que a frequência natural de um corpo, este pode atingir o colapso.
Foi o que aconteceu com a ponte de Tacoma em 1940 nos Estados Unidos, levando-a quebrar-
se, conforme ilustrado nas figuras abaixo.
Sobre este fenômeno, é correto afirmar:

a) Não há relação alguma entre as frequências da fonte oscilante e a frequência natural do


corpo, que possa ocasionar o colapso.

b) É devido à superposição de ondas que a frequência da fonte oscilante pode atingir a


freqüência natural do corpo, e este entrar em colapso.

c) É devido à interferência das ondas que a frequência da fonte oscilante pode atingir a
frequência natural do corpo, e este entrar em colapso.

d) Quando a fonte oscilante tem frequência igual à frequência natural do corpo, este entra em
ressonância.

e) O colapso acontece devido ao efeito Doppler.

14-(UFT-TO)

Um campo elétrico de amplitude máxima A se propaga no ar na direção y, na velocidade da luz


(c = 3 x 108 m/s). A figura abaixo ilustra a curva da intensidade do campo elétrico, em função
de y, que se situa no plano yz. Qual das afirmações está correta:

a) A frequência de oscilação do campo é f = 50 MHz e a sua polarização é vertical na direção


z.

b) A frequência de oscilação do campo é f = 5 GHz e a sua polarização é horizontal na direção


x.
c) A frequência de oscilação do campo é f = 50 MHz e a sua polarização é circular.

d) A frequência de oscilação do campo é f = 5 GHz e a sua polarização é vertical na direção


z.

e) A frequência de oscilação do campo é f = 10 GHz e a sua polarização é circular.

15-(UEPG-PR)

Os fenômenos sonoros estão relacionados com a vibração de corpos materiais, portanto,


sempre que se escuta um som, há um corpo material vibrando. Sobre as ondas sonoras,
assinale o que for correto.

01) O som audível se localiza numa escala entre infrassom e o ultrassom.

02) A característica de uma onda sonora que a classifica como calma ou barulhenta é
chamada de amplitude.

04) Uma onda sonora de baixa frequência é um som grave.

08) O efeito doppler é uma característica observada nas ondas sonoras de modo geral, ele
ocorre devido à alteração de frequência da onda, em razão do movimento da fonte ou do
observador.

16) Reverberação é a confusão de sons que chegam aos nossos ouvidos em tempos
diferentes, em virtude de que cada frequência de onda apresenta velocidades diferentes.

Resolução comentada dos exercícios de vestibulares sobre

Polarização e Ressonância de ondas


01- E

02- B

03- D

05- R: C. A luz, ao sofrer reflexão em placas de vidro ou poças de água, fica polarizada. Os
filtros polaróides das máquinas fotográficas não permitem a passagem da luz refletida
polarizada eliminando assim, os reflexos. Portanto, foi eliminada a luz refletida pelo vidro, que
está polarizada.

06- A

07- D

08- D

09- C

10- A

11- C

12- E

13- R- D — veja teoria

14- Observe na figura que λ/2=3 — λ=6m — equação fundamental da ondulatória —


V=c= λf — 3.108=6f — f=0,5.108Hz — f=50.106Hz — f=50MHz — observe que a
polarização ocorre no plano YZ, ou seja, é vertical — R- A

15- Justificativa da falsa que é a 16) — reverberação é a confusão de sons que chegam aos
nossos ouvidos em tempos diferentes, (essa afirmação está correta) em virtude de que cada
frequência de onda apresenta velocidades diferentes.

(essa justificativa está errada) — a confusão ocorre porque os


sons foram emitidos em tempos diferentes, ou porque percorreram
trajetórias diferentes, porém com a mesma velocidade, porque se
propagam no mesmo meio.

R- (01 + 02 + 04 + 08) = 15