Você está na página 1de 44

DNA  T A C A G A G T T A A A C C C A C C T T T A C T

RNA 

PROTEÍNA 
Gregor Mendel - Áustria
Primeira Lei de Mendel

Dois alelos para um caractere herdável se separam durante a formação dos gametas, e
terminam em gametas diferentes.

Cada característica é determinada por um par de fatores que são separados na formação
dos gametas, ficando cada um em dose simples.
Regra do “e”/ “ou”

Probabilidade de um casal não-albino heterozigoto ter uma filha albina?


Regra do “e”/ “ou”

Probabilidade de um casal ter um menino e uma menina nos dois primeiros nascimentos.
Considerando a condição de albinismo, qual o genótipo dos integrantes dessa família?
(UFLA) A ausência de chifres em bovinos é condicionada pelo alelo dominante M e a presença de
chifres, pelo alelo recessivo m. No acasalamento entre animais mochos (sem chifres) e
heterozigóticos, espera-se que a porcentagem de descendentes mochos seja de:

a) 12,5%.

b) 75%.
c
c) 25%.

d) 50%.
e
e) 0%.
FUVEST) Um gato preto (A) foi cruzado com duas gatas (B e C) também pretas. O cruzamento do
(
gato A com a gata B produziu 8 filhotes, todos pretos; o cruzamento do gato A com a gata C
produziu 6 filhotes pretos e 2 amarelos. A análise desses resultados permite concluir que:

a) A cor preta é dominante, A e C são homozigotos.

b) A cor preta é dominante, A e B são homozigotos.

c) A cor preta é dominante, A e C são heterozigotos.

d) A cor preta é recessiva, A e C são homozigotos.

e) A cor preta é recessiva, B e C são heterozigotos.


Segunda Lei de Mendel

Em um cruzamento que estejam envolvidos duas ou mais características, os fatores que


determinam cada um se separam de forma independente durante a formação dos
gametas, se recombinam ao acaso e formam todas as combinações possíveis.
Sabendo-se que a miopia e o lóbulo da orelha preso são causados por genes
autossômicos recessivos, calcule a probabilidade de uma mulher sem miopia e
com o lóbulo da orelha solto, heterozigótica para ambos os fenótipos, casada
com um homem sem miopia e com o lóbulo da orelha solto, também
heterozigótico para os dois fenótipos, ter uma criança com visão normal e com
lóbulo da orelha solto?
1. Em um experimento, preparou-se um conjunto de plantas por
técnica de clonagem a partir de uma planta original que
apresentava folhas verdes. Esse conjunto foi dividido em dois
grupos, que foram tratados de maneira idêntica, com exceção das
condições de iluminação, sendo um grupo exposto a ciclos de
iluminação solar natural e outro mantido no escuro. Após alguns
dias, observou-se que o grupo exposto à luz apresentava folhas
verdes como a planta original e o grupo cultivado no escuro
apresentava folhas amareladas. Ao final do experimento, os dois
grupos de plantas apresentaram:

a) os genótipos e os fenótipos idênticos.


b) os genótipos idênticos e os fenótipos diferentes.
c) diferenças nos genótipos e fenótipos.
d) o mesmo fenótipo e apenas dois genótipos diferentes.
e) o mesmo fenótipo e grande variedade de genótipos.
2. Mendel cruzou plantas puras de ervilha com flores
vermelhas e plantas puras com flores brancas, e observou
que todos os descendentes tinham flores vermelhas. Nesse
caso, Mendel chamou a cor vermelha de dominante e a cor
branca de recessiva. A explicação oferecida por ele para
esses resultados era a de que plantas de flores vermelhas
da geração inicial (P) possuíam dois fatores dominantes
iguais para essa característica (VV), e as plantas de flores
brancas possuíam dois fatores recessivos iguais (vv). Todos
os descendentes desse cruzamento, a primeira geração de
filhos (F1), tinham um fator de cada progenitor e eram Vv,
combinação que assegura a cor vermelha nas flores.
Tomando-se um grupo de plantas cujas flores são
vermelhas, como distinguir aquelas que são VV das que são
Vv?
a) Cruzando-as entre si, é possível identificar as plantas que têm o
fator v na sua composição pela análise de características
exteriores dos gametas masculinas, os grãos de pólen.
b) Cruzando-as com plantas recessivas, de flores brancas. As plantas
VV produzirão apenas descendentes de flores vermelhas,
enquanto as plantas Vv podem produzir descendentes de flores
brancas.
c) Cruzando-as com plantas de flores vermelhas da geração P. Os
cruzamentos com plantas Vv produzirão descendentes de flores
brancas.
d) Cruzando-as entre si, é possível que surjam plantas de flores
brancas. As plantas Vv cruzadas com outras Vv produzirão apenas
descendentes vermelhas, portanto as demais serão VV.
e) Cruzando-as com plantas recessivas e analisando as características
do ambiente onde se dão os cruzamentos, é possível identificar
aquelas que possuem apenas fatores V.
3. Além da cor das flores, Mendel também observou que
outras características das plantas de ervilha que eram
definidas geneticamente. Plantas poderiam ter o caule
longo (C_) ou curto (cc). Além disso, as sementes poderiam
ser lisas (R_) ou rugosas (rr).

Calcule a probabilidade de, no cruzamento entre duas


plantas de ervilha heterozigotas para as três características
(cor da flor, altura do caule e formato da semente), surgir
uma planta com o mesmo fenótipo dos pais dela.

Obs: Os genes que definem cada uma dessas condições


estão localizados em cromossomos diferentes
Dominância Incompleta
Codominância
Alelos Múltiplos
(UFSM) Para os grupos sanguíneos do sistema ABO, existem três alelos comuns na
população humana. Dois (alelos A e B) são codominantes entre si e o outro (alelo O) é
recessivo em relação aos outros dois.

De acordo com essas informações, pode-se afirmar:

I. Se os pais são do grupo sanguíneo O, os filhos também serão do grupo


sanguíneo O.
II. Se um dos pais é do grupo sanguíneo A e o outro é do grupo sanguíneo B,
todos os filhos serão do grupo sanguíneo AB.
III. Se os pais são do grupo sanguíneo A, os filhos poderão ser do grupo
sanguíneo A ou O.

Está(ão) correta(s):
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Apenas III
d) Apenas I e III
e) I, II e III
Fator Rh
Epistasia
Herança Poligênica
Heredograma
Herança ligada ao sexo
Herança restrita ao sexo
Alelos Letais
Acondroplasia

Letal dominante
Fibrose Cística

Letal recessiva
Doença de Tay-Sachs

Letal recessiva
Testes e Aconselhamento Genéticos
Anemia Falciforme
1. FUVEST A acondroplasia é um tipo de nanismo determinado geneticamente pelo
alelo D autossômico dominante que interfere no crescimento dos ossos durante o
desenvolvimento. A princípio, pensou-se que o fenótipo anão seria expresso pelo
genótipo D/D ou D/d. Entretanto, foi considerado que a severidade do alelo, quando em
dose dupla, produz efeito letal durante o desenvolvimento embrionário, provocando
aborto precoce. Considere um casal de anões acondroplásicos, para responder às
seguintes questões:

a) Quais são os genótipos de cada indivíduo do referido casal?


b) Caso a mulher deste casal venha dar à luz uma criança, qual é a probabilidade dela
nascer geneticamente com a acondroplasia?
c) Como o casal já tem três crianças com a acondroplasia, qual é a probabilidade de,
em um eventual quarto nascimento, a criança nascer também afetada?
d) Se o casal tem planos para ter uma menina normal em relação a esta condição,
qual é a probabilidade que se espera para este evento?
2. (Enem – 2009) Anemia Falciforme é uma das doenças hereditárias mais prevalentes no
Brasil, sobretudo nas regiões que receberam maciços contingentes de escravos africanos. É
uma alteração genética, caracterizada por um tipo de hemoglobina mutante designada por
hemoglobina S. indivíduos com essa doença apresentam eritrócitos com formato de foice,
daí o seu nome. Se uma pessoa recebe um gene do pai e outro da mãe para produzir a
hemoglobina S ela nasce com um par de genes SS e assim terá a Anemia Falciforme. Se
receber de um dos pais o gene para hemoglobina S e do outro o gene para hemoglobina A
ela não terá doença, apenas o Traço Falciforme (AS), e não precisará de tratamento
especializado. Entretanto, deverá saber que se vier a ter filhos com uma pessoa que também
herdou o traço, eles poderão desenvolver a doença. Dois casais, ambos membros
heterozigotos do tipo AS para o gene da hemoglobina, querem ter um filho cada. Dado que
um casal é composto por pessoas negras e o outro por pessoas brancas, a probabilidade de
ambos os casais terem filhos (um para cada casal) com Anemia Falciforme é igual a:

a) 5,05%.
b) 6,25%.
c) 10,25%.
d) 18,05%.
e) 25,00%
A- B- A- AB-

O - B-

B- B- ?