Você está na página 1de 3

ANDERSON ROGÉRIO GRAHL

ADVOGADO
_____________________________________________________________
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA ÚNICA
DA COMARCA DE PORTO ESPERIDIÃO - MT

PROCESSO-CRIME Nº 184-77.2017.811.0098 – CÓDIGO 59.771

NILSON DOS REIS DE JESUS, já devidamente


qualificado neste autos, por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante
procurador(a), vem mui respeitosamente, neste autos que lhe move o
MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO MATO GROSSO, pela suposta prática
do previsto no ARTIGO 16, DA LEI 10.826/2006, à presença de Vossa
Excelência apresentar

ALEGAÇÕES FINAIS

pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

1 – DOS FATOS
O acusado encontra-se recolhido desde o dia
08.02.2017 em razão de prisão preventiva decretada pelo Juízo da Vara Única
da comarca de Porto Esperidião - MT, por ter praticado a conduta tipificada
pelo Art. 16 da lei de armas.

O acusado confessou a pratica do


delito acima descrito.

Rua: Marechal Rondon, nº 403, Centro, Porto Esperidião-MT CEP. 78240-000


Fone: (65) 9968-5599
E-mail: andersongral@hotmail.com
ANDERSON ROGÉRIO GRAHL
ADVOGADO
_____________________________________________________________
Esclarecemos que o acusado não
possui qualquer condenação transitada em julgado, sendo
portanto tecnicamente primário.

2 - DA PRÁTICA DO CRIME PREVISTO NO ARTIGO 16

O acusado confessou a pratica do delito, colaborou


em sua prisão e não trouxe qualquer empecilho as investigações e a
tramitação processual.
Desta forma todas as diminuições possíveis devem
ser lhe concedidas.

3 - ATENUANTES DA PENA

A) ARTIGO 65, III, “D” DO CÓDIGO PENAL


A ré em seu depoimento confessou
espontaneamente o delito que lhe é imputado, em razão disso inegável ser ele
beneficiado da alínea “d”, do inciso III, do artigo 65 do CP, a fim de atenuar a
pena do crime cometido, diminuindo-a ou absolvendo-o.

A JURISPRUDÊNCIA CONSIDERA A CONFISSÃO ATENUANTE DE PRIMEIRA


GRANDEZA, SENÃO VEJAMOS:
É atenuante de primeira grandeza, pois confere ao
julgador a certeza moral de que a condenação é justa (TACrSP, Julgados
86/339).
Por ter o acusado confessado espontaneamente o
delito, goza ele do prestígio moral, cujo caráter deve ser ressaltado no ato do
julgamento.

B) ART. 66 DO CÓDIGO PENAL

Além das atenuantes acima invocadas, é necessário


destacar quanto a sua primariedade, uma vez que não possui condenação
Rua: Marechal Rondon, nº 403, Centro, Porto Esperidião-MT CEP. 78240-000
Fone: (65) 9968-5599
E-mail: andersongral@hotmail.com
ANDERSON ROGÉRIO GRAHL
ADVOGADO
_____________________________________________________________
transitada em julgado e os processos pelos quais responde o acusado
desconhece e mostrará sua inocência, assim sendo, goza ele de idoneidade
moral perante a sociedade e este juízo, pois houve confissão espontânea do
crime quanto ao porte de arma.
Presentes as atenuantes, a pena a ser cominada ao
acusado deve ser a mínima legal, sendo assim, faz jus ao beneficio de que trata
o artigo 33, do Código Penal devendo a pena ser cumprida em regime aberto,
bem como os benefícios do art. 44 do Código Penal.

4 - DOS PEDIDOS

Portanto, Excelência, na espécie, não houve


violência, ameaça, ou qualquer conduta que possa levar a dizer que o acusado
é perigoso ou praticou qualquer tipo de crime com uso da arma, motivo
suficiente para levar a sua absolvição.
Ad cautelam, se, na espécie, o acusado é primário, e
estar presentes as circunstâncias atenuantes, a pena imposta contra ele deve
ser aplicada no mínimo legal juntamente com os benefícios do art. 33 e 44 do
Código Penal, como ato de justiça, com regime de cumprimento de pena sendo
o aberto por medida de justiça, ainda mais se levarmos em conta as
condenação com regime aberto dada ao “maiores ladrões e criminosos do país
os políticos”.
Nesses termos, pede deferimento.
Porto Esperidião, MT, 13 de julho de 2.017.

_____________________________________

ANDERSON ROGÉRIO GRAHL

OAB/MT N°.10565

Rua: Marechal Rondon, nº 403, Centro, Porto Esperidião-MT CEP. 78240-000


Fone: (65) 9968-5599
E-mail: andersongral@hotmail.com

Você também pode gostar