Você está na página 1de 20

“A Criança no Pré-escolar”

Reunião de pais
Objectivos
1. Partilhar experiências, preocupações e vivências;

2. Entender o desenvolvimento da criança no período


pré-escolar;

3. O Papel dos Pais: reflectir acerca das estratégias que


podem utilizar na educação dos filhos.
Introdução
• Devido às inúmeras exigências da sociedade
actual, os pais têm cada vez menos tempo para
seus filhos.

• Contudo, a interacção entre pais e filhos é de


extrema importância.
Introdução
• Na educação são importantes:

Paciência Acordo

Firmeza Sacrifício
Perseverança

Objectivos
Conhecimento
Experiências, Preocupações...
• “O meu filho tomou as rédeas da minha casa:
não há maneira de o deitar a horas
convenientes, deixa os seus brinquedos
espalhados por toda a casa, só come aquilo que
gosta, e até conseguir o que quer, não pára”
Experiências, Preocupações...
• “O meu filho está constantemente a chorar e a
fazer birra, por qualquer motivo e em
qualquer lugar”

• “O que vamos fazer com esta criança? Quanto


mais é castigado, mais ele se porta mal”
O Desenvolvimento da Criança
• Com três anos, as crianças ficam facilmente
frustradas e surgem as birras.
• Piaget - capacidade para imaginar o que
desejam, mas ainda não conseguem pensar
acerca dos vários aspectos de uma situação.
• Na sua cabeça, é melhor obter
atenção, ainda que de uma forma
desagradável, do que sentir-se
ignorado.
O Desenvolvimento da Criança
• As crianças vêem facilmente uma situação
como sendo a base para outra situação que
ocorre mais ou menos na mesma altura
• Exemplo:
– A criança sente-se culpada pelo divórcio dos pais
(“Eu hoje portei-me mal. A mãe e o pai já não
gostam mais um do outro. Eu fiz com que
eles já não gostassem mais um do outro. ”)
O Desenvolvimento da Criança
• Linguagem
– Muitos estudos demonstram que as competências
ao nível da linguagem se desenvolvem rapidamente
na criança em idade pré-escolar.

– As crianças têm maior probabilidade de se


tornarem bons leitores e escreverem bem
se os pais comunicarem com os filhos
acerca do seu dia e lhes lerem histórias.
O Desenvolvimento da Criança
• A aprendizagem por imitação:
– Tanto na brincadeira como na vida real, a criança
imita o adulto na maioria das condutas.
– Assim, os pais funcionam como importantes
modelos.

Para reflectir:
Como pode a criança desenvolver o gosto
pelos livros se nunca vê os seus pais a ler?
O Papel dos Pais
• Estabelecer uma rotina (hora do almoço ou preparar
para ir para a cama):

– Ensinar às crianças os comportamentos positivos e a seguir


instruções para atingir um objectivo. (Ex: hora das limpezas ou
colocarem-se em fila na escola)

– Através dela, os pais comunicam e transmitem as expectativas,


os valores, as crenças e a cultura da família.
(Ex: ler todas noites antes de deitar)
O Papel dos Pais

– Através de cumprimentos, despedidas e


interacções com os outros, as crianças aprendem
competências sociais de grande importância e
também desenvolvem as competências
comunicacionais e linguísticas.
O Papel dos Pais

• Lidar com as Birras:


– Observá-las atentamente e começar a habituarmo-
nos às suas birras;
– Tentar distrair a criança;
– Rodeá-la de amor e carinho quando se está a
portar bem.
O Papel dos Pais
• Tornar explícitos os deveres e os direitos dos
filhos:

Reforço Punição

As crianças aprendem mais se forem reforçadas pelos


comportamentos adequados
O Papel dos Pais
• Punição (utilizada com moderação):
– O intervalo de tempo entre o comportamento
inadequado e a punição deve ser o mais curto
possível
– É mais eficaz quando acompanhada de uma
explicação simples e curta
– É mais eficaz quanto mais consistente
for a sua aplicação
– É mais eficaz quanto melhor for a
relação entre o adulto que pune e a
criança
O Papel dos Pais
• Reforço:
A criança deve percebê-lo como compensador
e deve recebê-lo de forma consistente após
mostrar o comportamento desejado

Tipos de reforço – doces, brinquedos, elogio,


sorriso, atenção extra, abraço
O Papel dos Pais
• Disciplina:

– Evitar atitudes super protectoras ou permissivas


– Evitar as atitudes severas
– Evitar as críticas, acusações, suspeitas e
comparações
– Utilizar a firmeza e a compreensão
O Papel dos Pais
• Supervisionar as diversas actividades dos
filhos;
• Dosear adequadamente protecção e incentivo à
independência;
• Estabelecer interacções positivas;
• Demonstrar afecto;
• Interessar-se pela vida dos filhos.
O Papel dos Pais

Quanto mais cedo recorrer a estas estratégias


mais fácil será o processo de educação e de
aprendizagem da criança dentro e fora da escola

A criança nesta idade aprende imenso por imitação

Seja um exemplo
Obrigada pela vossa
presença!