Você está na página 1de 6

12º Ano (1 cc)

1. Refira as três caraterísticas que um agente patogénico pode apresentar.


1-ultrapassar as barreiras do organismo e penetrar nos tecidos, 2- resistir ao sistema imunitário
e multiplicar-se; 3- destruir diferentes tecidos do hospedeiro.
2. Bactérias e vírus são dois exemplos de agentes patogénicos. Distinga estas duas entidades.
Vírus – acelulares, sem ribossomas, sem metabolismo e reprodução autónoma; bactérias - …
3. Comente a seguinte afirmação: “Os vírus são parasitas obrigatórios que estão dependentes da
“maquinaria metabólica” da célula hospedeira”.
Concordo, porque não apresentam ribossomas e outras estruturas que fundamentais para que haja metabolismo e
dependem de um hospedeiro e da sua estrutura celular para se reproduzirem
4. Transcreva a letra da opção que completa correctamente cada uma das seguintes afirmações.
4.1. Uma molécula que é reconhecida pelas células do sistema imunitário como estranha
chama-se...
(A) imunoglobulina. (B) anticorpo. (C) antigénio. (D) interferão. (E) histamina.

4.2. Um antigénio é...


(A) uma bactéria ou um vírus patogénico.
(B) uma proteína específica da resposta imunitária.
(C) qualquer elemento estranho ao organismo.
(D) qualquer elemento susceptível de desencadear uma resposta imunitária.

4.3. Qual das seguintes opções não faz parte da resposta imunitária não específica?
(A) Resposta inflamatória.
(B) Anticorpos.
(C) Fagocitose realizada por macrófagos.
(D) Acção do interferão.

4.4. Os macrófagos derivam de leucócitos precursores denominados...


(A) basófilos.
(B) neutrófilos.
(C) monócitos.
(D) eosinófilos.

4.5. As secreções gástricas...


(A) são uma barreira física, pertencendo, aos mecanismos de defesa não específicos.
(B) são uma barreira química, pertencendo, aos mecanismos de defesa não específicos.
(C) são produzidas por células do sistema imunitário, pertencendo, à imunidade humoral.
(D) são produzidas por células do sistema imunitário, pertencendo, à imunidade mediada por células .

4.6. As mucosas...
(A) são uma barreira física, pertencendo, aos mecanismos de defesa não específicos.
(B) são uma barreira química, pertencendo, aos mecanismos de defesa não específicos.
(C) são produzidas por células do sistema imunitário, pertencendo, à imunidade humoral.
(D) são produzidas por células do sistema imunitário, pertencendo, à imunidade mediada
por células.

4.7. As células-memória...
(A) são inatas, isto é, estão formadas à nascença do indivíduo.
(B) são produzidas através da divisão de todos os leucócitos.
(C) são responsáveis por uma resposta secundária muito mais rápida e eficaz.
(D) não são específicas, havendo apenas um grupo de células para todos os tipos de
antiqénios.
4.8. Os linfócitos T...
(A) estimulam as células B a produzir anticorpos.
(B) originam plasmócitos.
(C) os receptores das suas membranas não são específicos.
(D) resultam da diferenciação de linfócitos B.

1
4.9. Se um indivíduo que nasceu com um timo não funcional for atacado por bactérias, pode
afirmar-se que...
(A) tem especificidade imunológica, mas não apresenta imunidade humoral.
(B) tem especificidade imunológica, mas não apresenta imunidade mediada por células.
(C) não tem especificidade imunológica, mas apresenta imunidade humoral.
(D) não tem especificidade imunológica, mas apresenta imunidade mediada por células.

4.10. Um anticorpo é...


(A) capaz de se combinar apenas com antigénios solúveis.
(B) capaz de se combinar com todos os antigénios.
(C) específico para um único antigénio ou determinante antigénico.
(D) qualquer elemento do sistema imunitário que se ligue a um agente patogénico.

4.11. A resposta imunitária não específica inclui a ...


(A) formação de complexos anticorpo-antigénio.
(B) produção de interferão e células T.
(C) activação de células T.
(D) inflamação.

4.12. Os leucócitos podem ser classificados em:


(A) glóbulos vermelhos e glóbulos brancos.
(B) granulares e hialinos.
(C) agranulares e trombócitos
(D) anticorpos e antigénios.

5. Estabelece a correspondência possível entre os números que identificam as afirmações da


Coluna II e as respectivas designações da Coluna I.
Coluna I Coluna II
1. Produzido por células infectadas por vírus, previne a expansão da
A. Linfócitos T 5
infecção. E
B. Neutrófilos 2 2. Realizam a fagocitose na fase inicial da fagocitose. B
3. Estimula a vasodilatação e o aumento da permeabilidade dos vasos
C. Linfócitos B 7
sanguíneos que ocorrem durante a reacção inflamatória. F
4. Moléculas proteicas pertencentes à classe das imunoglobulinas e com
D. Anticorpos 4
funções na imunidade humoral. D
E. Interferão 8 5. Sofrem maturação no timo e actuam na imunidade celular. A
F. Histamina 3 6. Proteína anti-microbiana presente na saliva e nas lágrimas.
7. Produzidos na medula óssea, actuam na imunidade humoral. C

6. Os factos listados de A a E referem-se a um mecanismo de defesa.


Factos:
A– Diapedese de fagócitos
B– Diferenciação de monócitos
C– Vasodilatação
D– Produção de histamina
E– Fagocitose

6.1. Ordena os factos de acordo com a sequência em que ocorrem.


D-C-A-B-E
6.2. Classifica o tipo e o mecanismo de defesa a que se referem estes factos.
Mecanismo de defesa não específica do tipo resposta inflamatória
7. Classifica cada uma das seguintes afirmações, relativas a reação inflamatória, como
verdadeira (V) ou falsa (F).

(A) As substâncias químicas libertadas pelas células lesadas estimulam a vasoconstrição dos
capilares sanguíneos. f
2
(B) Os basófilos e monócitos são as principais células com actividade fagocítica. f
(C) O aumento da permeabilidade dos vasos sanguíneos provoca edema. v
(D) Os fagócitos são atraídos por quimiotaxia. v
(E) A febre moderada, que acompanha uma reacção inflamatória sistémica, estimula a
actividade dos fagócitos. v
(F) A rapidez e eficácia da reacção inflamatória aumentam num segundo contacto com o
mesmo agente patogénico.
(G) É uma sequência complexa de acontecimentos que ocorre quando agentes patogénicos
conseguem ultrapassar as barreiras físicas do organismo. v
(H) É um tipo de defesa específica. f

8. A Figura 1 ilustra uma seção de um dedo da mão onde tem início uma reacção inflamatória.

8.1. Refere duas alterações visíveis que surgirão no local


representado na Figura 1, na sequência da resposta
inflamatória. Edema e rubor

8.2. Explica como os organismos que atingiram o local


representado na Figura 1 serão eliminados. Fagocitose

8.3. Recordando que a figura 1 representa parte de um dedo da


mão, identifique uma estrutura que pertença à primeira linha
de defesa do mecanismo de defesa não específica.
pele

Figura 1

9. Explique no que consiste o determinante antigénico.


São regiões localizadas na superfície de um antigénio que são identificados pelos anticorpos

10. Classifica cada uma das seguintes afirmações como verdadeira (V) ou falsa (F).

(A) Os eosinófilos são um tipo de linfócitos. f


(B) A imunidade inata é desenvolvida quando os mecanismos de defesa não específicos não
conseguem conter o avanço dos agentes patogénicos. f
(C) Os neutrófilos realizam fagocitose. v
(D) A quimiotaxia consiste na activação dos interferões. f
(E) As imunoglobulinas são substâncias produzidas pelas células T. f
(F) Os linfócitos B estão na base da resposta humoral. v
(G) As alergias resultam de uma hipersensibilidade do sistema imunitário. v
(H) Para se multiplicarem, os vírus têm que introduzir o seu material genético numa célula. v
(I) O risco para a saúde de um determinado agente patogénico deriva sobretudo da sua
transmissibilidade e não tanto da sua virulência.
(J) Substâncias como a lisozima, a mucina e os sucos gástricos, constituem uma parte
da primeira linha de
defesa do organismo
contra agentes
patogénicos.

11. As curvas dos gráficos I e


II da figura 2 representam

3
os níveis de anticorpos produzidos em respostas imunitárias. O esquema III representa um
anticorpo.

11.1.Identifique qual das curvas corresponde a:


11.1.1. uma resposta primária. I

11.1.2. uma resposta secundária. II

11.2.Os dados dos gráficos permitem concluir que antigénio... (Transcreva a letra da opção correcta)
(A) em I é uma bactéria e em II é um vírus.
(B) em II já tinha contactado com o organismo.
(C) em II é mais patogénico que em I.
(D) provocou uma resposta imunitária que em I foi localizada e em II sistémica.

11.3. Em qual das situações (I ou II), em regra, a doença não chega a desenvolver-se?
II
11.4. Os elementos do sistema imunitário responsáveis pela imunidade adquirida são...
(Transcreva a letra da opção correcta)
(A) os linfócitos B e T e respectivas células de memória
(B) os macrófagos e os neutrófilos
(C) a pele, as mucosas, as enzimas e secreções
(D) todos os anteriores

12. Classifica cada uma das seguintes afirmações como verdadeira (V) ou falsa (F).

(A) Os macrófagos resultam da diferenciação de basófilos que migram para os tecidos


infectados. f
(B) Os anticorpos produzidos como resposta a uma infecção por um determinado antigénio são
policlonais. v
(C) As alergias resultam de uma reacção de hipersensibilidade do sistema imunitário.
(D) A infecção do organismo por um agente patogénico, seguida da sua destruição pelo
sistema imunitário, conduz ao desenvolvimento de imunidade natural passiva. F
(E) A ligação dos anticorpos aos antigénios provoca a lise celular e a consequente destruição
dos antigénios. f
(F) As células de memória são as responsáveis pelo aumento da velocidade e intensidade da
resposta imunitária secundária. v
(G) A imunidade mediada por células é desencadeada por antigénios ligados a marcadores
superficiais de certas células do organismo invasor, promovendo directamente a
aglutinação de células invasoras. f
(H) A imunidade humoral engloba a acção de linfócitos B que, após activação, se dividem em
células de memória e macrófagos. f

13. Explica a relação que existe entre a imunidade celular (mediada pelos linfócitos T) e a
imunidade humoral.

14. Analise com atenção os documentos 1, 2 e 3 de modo a responder às questões seguintes.

4
Evolução da concentração de
leucócitos numa área ferida.

14.1. Transcreva a alternativa que completa correctamente as afirmações seguintes.

14.1.1 - “Dos tipos de leucócitos representados no documento 1, o assinalado com o número ____
apresenta valores fora dos parâmetros normais, na análise apresentada no documento 2. Este
leucócito denomina-se _____.”
A. 1 […] neutrófilo
B. 2 […] monócito x
C. 1 […] linfócito
D. 2 […] basófilo

14.1.2 - Os Monócitos referenciados no documento 2, quando sofrem _____, adquirem capacidade


fagocítica e passam a designar-se _____.
A. exocitose […] macrófagos
B. exocitose […] mastócitos
C. diapedese […] macrófagos x
D. diapedese […] mastócitos

14.1.3 - As concentrações de leucócitos a que se referem as curvas X, Y e Z do Documento 3


reportam, respectivamente a ___. Os leucócitos representados pela curva Z integram a imunidade
___.
A. monócitos, neutrófilos e linfócitos […] específica.
B. neutrófilos, monócitos e linfócitos […] específica. x
C. neutrófilos, monócitos e linfócitos […] não específica.
D. linfócitos, neutrófilos e monócitos […] não específica.

5
15. Identifique o tipo de sangue que um indivíduo tem que ter para ser classificado como dador
universal.
0Rh-
15.1. Refira o(s) tipo(s) de aglutinogénio(s) presentes na suas hemácias ou glóbulos
vermelhos.
Nenhum
16. Refira qual o grupo sanguíneo de uma pessoa X cujas hemácias aglutinam com o soro anti-A,
mas não com soro anti-B e que apresentam aglutinogénios referentes ao sistema Rhesus.
ARh+
17.1. Identifique, fundamentando, de que grupos sanguíneos pode o indivíduo X receber uma
transfusão de sangue. ARh+, ARh-, 0Rh+ e 0Rh-

17. Uma das principais funções da imunidade mediada por células é reconhecer e destruir células
anormais, como por exemplo, células cancerosas.
Explique como atua o sistema imunitário.