Você está na página 1de 3

Fonte variável 1-30 volts Como fazer

ATHOS ELECTRONICS COMENTE! ELETRÔNICA

Montar uma fonte de tensão variável é muito simples, e pode ser muito útil para
utilizar em sua bancada. Com ela, você pode selecionar exatamente a tensão que
deseja, por meio de um potenciômetro. Nesse tutorial, será construída uma simples
e poderosa fonte variável.

Os componentes para a montagem da fonte são poucos e fáceis de encontrar. A


fonte trabalha na faixa de 1,5 volts a 30 volts, com corrente de 1 ampere.

Como proteção, a fonte tem um simples fusível de 1A, mas você pode trabalhar em
um circuito mais eficiente para proteção.

Esquema elétrico e componentes


Abaixo você pode ver o diagrama do circuito da fonte variável:

Os componentes são os seguintes:


 B1: Ponte retificadora para mais de 1A
 IC1: LM317, conectado a um dissipador
 C1: Capacitor Eletrolítico 2200uFx50v
 C2: Capacitor Poliéster 100nF
 C3: Capacitor Eletrolítico 1uFx50v
 R1: Potenciômetro 10k
 R2: Resistor 220 ohms 1/4w
 Conectado ao V+ V-: Transformador Isolador Entrada: 110+110v Saída: 24v

Nas saídas VCC e GND utilizei dois bornes para pino banana, que são de minha
preferencia para construção de fontes. São muito úteis para ligar até mesmo fios
sem o plug, pois tem uma certa trava para fixa-los.

As saídas do transformador utilizado vão conectadas ao V+ e V-. O transformador


alimenta o circuito com 24 volts em corrente alternada. Ao ocorrer a conversão para
corrente continua, na ponte retificadora, ficamos com quase 34 volts. Você pode
entender como calcular isso no artigo sobre RMS.

Impressão da placa e soldagem


Para imprimir a placa de circuito, utilizei o método da transferência térmica.

O modelo da PCB utilizado foi o seguinte:

Você pode fazer o download do PDF para impressão clicando aqui.

O desenho da placa de circuito e do esquema elétrico da fonte variável foi feito


noEagleCad PCB Design.
Como você pode ver, estanhei todas as trilhas do circuito para aumentar a
durabilidade das trilhas, evitando a corrosão.

Montando a fonte variável


Para a montagem da fonte foram utilizadas duas chapas de acrílico cortadas em
retângulos de 18x6cm. Foram ligadas em L por meio de duas hastes de metal.

Preferi fazer a fonte assim para ficar com os circuitos expostos e poder mostrar aqui
no tutorial seu interior com facilidade. Para uso na bancada, recomendo que você
faça uma caixa fechada para os circuitos, deixando apenas aberturas para
ventilação.

Ao final da montagem, decidi adicionar um medidor de tensão para complementar a


fonte, porém isso não foi previamente planejado. Acabei colocando onde sobrou
espaço, em uma posição não muito agradável.

Abaixo veja um vídeo da fonte em funcionamento:

Construiu a fonte variável também? Deixe um comentário compartilhando a sua


experiencia