Você está na página 1de 29

O Viajante

Inteligente
o guia essencial para
VIAJAR GRÁTIS
sumário

➔ nômade digital (sobre o autor)


➔ mito, sonho ou realidade?
➔ 5 formas de viajar de avião
➔ como ser mais produtivo

2
nômade digital
(sobre o autor)
Cachoeira das Andorinhas

Cânion do Itaimbezinho, Cambará do Sul - RS

Maicon Santtos é Nômade Digital desde 2013,


CEO Fundador da Operadora de Excursões
Natural Transe e Criador do Projeto Vivendo de
Viagens e, quer ensinar você a realizar o sonho de
viver de viagem.

Atualmente, Maicon trabalha 100% online,


administrando excursões de São Paulo para o
Brasil e ajudando pessoas comuns a viverem pelo
mundo, viajando e trabalhando online de qualquer
lugar.

4
introdução:
mito, sonho ou
realidade?
Antes mesmo de iniciar qualquer tipo de estudo
relacionado às economias de viagem, você
precisa ter em mente que o mundo está mudando.

A todo momento surgem novas soluções e


produtos inovadores que ajudam desde pessoas
que não têm condição de pagar táxi e, opta pelo
Uber, até aqueles que acham os preços de hotéis
abusivos e preferem usar o Airbnb.

A inteligência artificial vem crescendo a cada dia,


o que transforma o cenário de crise em um
ambiente fértil para resoluções de problemas, que
consequentemente, proporcionam o surgimento
de novas profissões e fontes de renda extra.

6
O meu papel neste e-book não é falar sobre
tecnologia ou algo do tipo, mas acho importante
que você saiba que, o que era impossível há um
anos atrás, hoje não é só possível mas como
também já existe.

Viajar sem colocar a mão no bolso parece ser um


sonho de consumo daqueles loucos por viagem.
Mas é importante saber que, as pessoas que
desejam se aventurar devem ser desapegadas
aos bens materiais e pouco consumistas.

Sabemos que as maiores tentações de uma


viagem são as famosas comprinhas. Portato,
você deve riscar este item do seu check list agora
mesmo, antes que o seu dinheiro acabe.

O título deste e-book pode ser um tanto quanto

7
atrativo, e mesmo eu tendo certeza que é possível
SIM viajar sem dinheiro, eu recomendo que você
tenha uma pequena reserva para as emergências.
Mas não deixe a falta de dinheiro impedir você de
viajar.

Antes que eu apresente todas as dicas e


estratégias para você viver viajando sem gastar
dinheiro, vou lhe contar uma rápida e
emocionante história.

No início de 2017, depois que eu fui deportado do


México sem nenhuma justificativa jurídica,
resolvi voltar ao Brasil e se aventurar em mochilão
pelo sul. Conheci inúmeras cidades do Paraná,
Santa Catarina, Rio Grande do Sul e alguns
lugares na Argentina e Paraguai, mas no caminho,
eu conheci uma garota peruana que já estava
viajando há 3 anos.

8
Ela era uma pessoa humilde e já havia passado
por situações extremamente difíceis que talvez eu
não teria coragem de enfrentar. Como por
exemplo, não ter dinheiro para comer e precisar
pedir para as pessoas na rua ou não ter onde
dormir e passar noites pelo chão das rodoviárias.

Eu me toquei muito com a história dela, não pelo


sofrimento que ela passou, mas sim pela força
que ela tinha. Independente de tudo aquilo, ela
estava satisfeita com a vida que levava, e
segundo ela, a maior lição que ela aprendeu, é
que somos todos iguais.

Nunca devemos julgar um morador de rua apenas


porque ele não tem dinheiro ou lugar para morar.
Ninguém sabe de onde as pessoas vêm ou quem
elas realmente são.

9
No início, acreditei que ela era de família simples
e humilde, mas ao conhecê-la melhor, notei que a
sua família tinha boas condições financeiras, mas
segundo ela, a riqueza de seus pais não a
preenchia como Ser. Ela queria carinho, afeto,
calor humano…

A lição que eu tirei dessa história é que não


precisamos de dinheiro para ‘ser alguém’, mas
sim para ‘ter coisas’. O ‘ser’ enriquece a sua
humanidade, seus valores e suas habilidades.
Enquanto o ‘ter’, enriquece seu mundo material,
sua ganância e seu poder de guerra.

E você, quer SER ou TER?

Eu espero que essa introdução tenha aberto seus


olhos para o real mundo em que vivemos, e faça-o

10
acreditar que podemos chegar onde quisermos,
sem dinheiro, desde que tenhamos amor,
humildade e empatia.

Agora chega desse papo de auto ajuda, e vamos


para o próximo capítulo, onde você vai conhecer 5
formas de viajar de avião sem pagar nada, se
bobear até ganhar uma grana extra. É isso
mesmo que você leu! Não acredita? Então confira
o próximo capítulo.

11
5 formas de viajar
de avião sem
colocar a mão no
bolso
Tenho certeza que esse é o capítulo que vai te
gerar mais desconfiança, pois como você já sabe,
a passagem aérea é um dos custos mais altos de
um planejamento de viagem, não é mesmo?

Mas você já parou para pensar que podem existir


métodos e estratégias para viajar de avião sem
precisar pagar? Pois é isso que vou apresentar
agora. Confira 5 formas de não pagar passagens
aéreas.

1. voos gratuitos da força aérea

Esse é o ponto que as pessoas mais


desconhecem. É algo até surpreendente, saber
que todo cidadão brasileiro tem o direito de voar
gratuitamente nos aviões da Força Aérea
Brasileira.

13
E o melhor, não é preciso ser autoridade política
ou militar para aproveitar esse privilégio. Os
aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) viajam
diariamente para todo o Brasil com vários
assentos vagos, e você pode ocupar algum
desses assentos se surgir a oportunidade.

Para saber mais detalhes sobre esse


procedimento, clique aqui para acessar o site da
FAB. Mas é claro que as opções de viagem são
mais restritas e você não terá diversas opções de
horários para embarcar, mas se você tiver tempo
livre, e se o destino desejado estiver na lista da
FAB e houver assentos disponíveis, você pode
voar junto com eles, sem precisar pagar.

14
2. overbooking

Não é incomum que as companhias aéreas


vendem mais passagens do que o número de
assentos disponíveis no avião, já que elas não
querem sair no prejuízo. Cerca de 10% a 20% das
poltronas normalmente ficam vagas, por isso
ocorrem essas vendas extras.

Embora isso não seja algo regulamentado no


Brasil, e que ocorre o tempo todo, você pode se
beneficiar desta situação. Para tanto, é
necessário seguir alguns passos.

Primeiro, procure marcar os seus voos à tarde,


nos domingos e pela manhã, em dias de semana
– de preferência nos horários mais cheios e que
costumam lotar. Compre com antecedência, para
não pagar caro nesses horários mais cheios.

15
Chegue cedo ao aeroporto e, após fazer o
check-in, pergunte se o voo já está lotado. Se
houver overbooking, voluntarie-se para voar no
próximo voo, assim eles vão te recompensar com
um voucher para você usar no futuro.

Quase sempre, o voucher é concedido, e você


poderá voar de graça em outro momento. As
despesas com hotel e alimentação são pagas pela
companhia devido ao overbooking, então não há
necessidade de se preocupar.

É claro, o único problema aqui é que você não


pode ter pressa para chegar ao seu destino.
Também há opção de ser recompensado em
dinheiro, se preferir, e não com um voucher.

16
Observação: sempre fique atento às condições do
voucher e ao voo transferido, pois os benefícios
variam conforme as regras da companhia.

Pergunte qual o próximo voo disponível, se você


terá um assento confirmado, se todos os gastos
com o hotel serão reembolsados, se o voucher é
transferível, qual é a data de
expiração, etc. Depois é só correr pro abraço.

3. milhas

As boas e velhas milhas funcionam bem, e se


você não fizer questão de acumular milhas
utilizando o seu cartão de crédito, você está
perdendo tempo e dinheiro.

17
Sempre faça inscrição no programa de milhas da
companhia e de seus parceiros, já que o cadastro
pode até ajudá-lo a obter um upgrade para a
primeira classe, quando possível.

Além disso, os pontos acumulados ao pagar a


fatura do cartão de crédito podem ser
substituídos por milhas, o que é muito vantajoso.

Você também pode ganhar milhas de outros


modos, como ao comprar um produto no site do
programa ou ao adquirir passagens com o dobro
de qualificação de milhas, por isso fique de olho
nos e-mails promocionais desses programas.

18
4. descontos através de
parentesco/amizade com tripulantes

A quarta dica é um pouco mais restrita, mas não


deve ser descartada. Todos os tripulantes têm
alguns benefícios, como por exemplo, passagens
grátis ou descontos exclusivos para conceder as
pessoas indicadas.

Por isso, se você tem algum conhecido ou parente


que trabalhe nesse ramo, não hesite em perguntar
se é possível obter algum desses benefícios.

19
5. encomendas de produtos no
exterior

Você sabia que é possível faturar uma graninha


extra apenas viajando para o exterior e fazendo
compras? Parece maluco, mas algumas pessoas,
conhecidas como sacoleiras, costumam
programar uma viagem para fazer compras para
terceiros, e assim viajar sem ter despesas e até
ganhar um grana.

Primeiro você deve investir nas passagens, e


depois comunicar o maior número de pessoas
possível, dizendo que você vai para o exterior e
está disposto a fazer compras para os amigos. É
importante alertar que você irá cobrar um taxa
extra, para ajudar nas despesas que você terá
durante as compras. Mas mesmo assim o produto
ainda sairá muito mais barato que o preço
normal.
20
Outra opção também muito rentável é você
investir em compras para revendas. Neste caso
você vai comprar diversos itens que são fáceis de
ser vendidos aqui no Brasil, como celulares,
câmeras, relógios, e entre muitos outros itens
que são mais baratos e que são fáceis de trazer
na mala. Mas evite comprar notebooks, porque se
tiver lacrado, tudo indica que você será taxado
pela Alfândega.

Espero que essas dicas tenham te ajudado a


desfrutar ainda mais dos benefícios que essas
estratégias podem lhe proporcionar. Continue
lendo para descobrir como ser mais produtivo
enquanto viaja.

21
como permanecer
produtivo
enquanto viaja
Ser produtivo em uma viagem é encontrar
maneiras de criar seu próprio espaço de trabalho,
mesmo em meio ao caos. Seu voo atrasou?
Encontre uma tomada, conecte seu notebook,
sente-se no chão, coloque um fone de ouvido com
uma música relaxante, e imagine que você está no
seu escritório.

Já dizia Albert Einstein, "A imaginação é mais


importante que a ciência, porque a ciência é
limitada, ao passo que a imaginação abrange o
mundo inteiro."

Faça o melhor uso do momento. Se você está


tentando trabalhar em algo muito denso, e tem
algumas horas até embarcar, talvez tentar
continuar alguma tarefa não seja a melhor ideia,
em vez disso, use esse momento para ler um livro
ou limpar a caixa de e-mails.

23
planeje com antecedência

Não há nada pior do que você ligar seu notebook


para tentar trabalhar e notar que naquele lugar
não tem conexão com internet, sendo que você
poderia ter baixado alguns arquivos antes de sair
de casa e, assim trabalhar neles sem precisar de
acesso a internet.

A pior parte é você notar que esqueceu seu


carregador em casa, isso sim é o cúmulo.

Permanecer produtivo enquanto estiver viajando é


a arma secreta dos viajantes, pois são as
pequenas coisas que você faz que determinará o
sucesso da sua jornada.

24
comprometa-se ao trabalho

Quando você encontrar algum trabalho na sua


trajetória nômade, não seja egoísta a ponto de
trabalhar apenas para continuar viajando.
Entenda que a pessoa que te contratou precisa de
você, assim como você também precisa dela.
Então seja íntegro e honesto consigo mesmo,
dedique-se e entregue o seu melhor.

Algumas pessoas optam por não se comprometer


ao máximo em uma empresa porque acham que
ela não é bem vista ou que vai enriquecer alguém
que não a valoriza. Mas esqueça isso, porque o
fato de você estar se dedicando na sua tarefa não
vai determinar apenas o fator de enriquecimento
da empresa, mas também o seu. Pensei nisso.

25
se você não pode trabalhar, estude

Essa é a minha parte favorita, porque absorver


conhecimento é uma das atividades que mais
gosto de exercer. Saiba que ser produtivo nem
sempre está ligado a um trabalho remunerado.
Ser produtivo está diretamente ligado a algo que
lhe trará benefícios, independente se a curto ou
longo prazo.

Antes de iniciar a sua viagem, compre alguns


livros e revistas de seu interesse, baixe alguns
podcasts, audiobooks ou até mesmo
documentários do Youtube. Essa é uma das
formas mais úteis de você ocupar o seu tempo,
adquirindo conhecimento para se tornar ainda
mais capaz de seguir a sua jornada como um
nômade digital.

26
você gostou do
conhecimento que
absorveu até
agora?
Então passe adiante, não deixe de compartilhar
com aqueles amigos e familiares que também
podem gostar. Eu também quero te pedir uma
coisa, genuinamente, que você acompanhe o meu
projeto, Vivendo de Viagens, nas redes sociais,
onde eu compartilho sacadas, técnicas e
estratégias para você viver viajando, se tornar
um nômade digital e transformar a sua vida
através das experiências humanitárias que a
volta ao mundo pode lhe proporcionar.

Muito obrigado por ter chegado até aqui!

➔ Facebook
➔ Instagram
➔ Youtube
➔ Twitter

vivendodeviagens.com.br

28
“Para viajar basta
existir.”

~ Fernando Pessoa