Você está na página 1de 12

Soluções

Algumas definições importantes...

Solução
É uma mistura homogênea de duas ou mais substâncias.

Solvente
É a espécie presente em maior quantidade numa solução. A água é
um solvente muito comum, gerando soluções aquosas.

Soluto
É a espécie presente em menor quantidade numa solução.

Solução diluída
A quantidade de soluto é pequena em relação ao solvente.

Solução concentrada
A quantidade de soluto é grande em relação ao solvente.
2

1
O processo de dissolução
 A dissolução de um soluto em um solvente depende de três forças
atrativas (interações intermoleculares):
• Forças soluto-soluto;
• Forças solvente-solvente;
• Forças soluto-solvente.
 Quando, por exemplo, dissolvemos um soluto em solvente líquido, as
atrações soluto-soluto e solvente-solvente são substituídas por
atrações solvente-soluto.
 A dissolução ocorre quando as novas interações moleculares forem
semelhantes às originais: “Semelhante dissolve semelhante”.

Solventes polares dissolvem Solventes apolares dissolvem


solutos iônicos ou polares solutos apolares

Água + cloreto de sódio Hexano (C6H14) + CCl4 3

Água + acetona (CH3COCH3) Hexano + gasolina

O processo de dissolução
 O NaCl (soluto) dissolvendo-se em água (solvente):
• NaCl se dissocia em Na+ e Cl-:

NaCl (s) → Na+(aq) + Cl-(aq)

• Formam-se forças íon-dipolo:

 Interação entre soluto e solvente são chamadas de solvatação. 4


 Dizemos que os íons são solvatados pela água.
 Se água é o solvente, dizemos que os íons são hidratados.

2
O processo de dissolução
 Algumas substâncias dissolvem-se com desprendimento de calor (∆H
< 0) ou absorção de calor (∆H > 0). A entalpia envolvida em um processo
de dissolução é a entalpia de dissolução (ΔHdissol)
 O ΔHdissol pode ser positivo ou negativo, dependendo das forças
intermoleculares

Processos endotérmicos

Processo exotérmico
5

ΔHdissol = ΔH1 + ΔH2 + ΔH3

O processo de dissolução

MgSO4(s) (ΔHdissol = -91,2 KJ/mol) NH4NO3(s) (ΔHdissol = 26,4 KJ/mol)

 Se o ΔHdissol é demasiadamente endotérmico, não haverá a formação


de uma solução. 6
• Água em octano: a água tem ligações de H fortes. Não há forças
atrativas entre a água e o octano para compensar as ligações de H.

3
Substância solúvel
Dissolve-se em grande quantidade num determinado solvente

 Solubilidade (S) é a quantidade máxima de uma determinada


substância, a uma dada temperatura, que se consegue dissolver num
determinado volume de solvente.
 Exemplo: Na temperatura de 20 °C, é possível dissolver cerca de 36
gramas de cloreto de sódio em 100 mL de água. Logo, a solubilidade do
cloreto de sódio em água, a 20 °C, é 36 g/100 mL.

Solução saturada
Quando o solvente dissolve todo o soluto possível e ainda resta uma
quantidade de soluto não dissolvido. Soluto dissolvido está em equilíbrio
com soluto não dissolvido

Solução insaturada
A concentração do soluto é menor que numa solução saturada

Solução supersaturada 7
A concentração do soluto é maior que numa solução saturada. É instável e
o soluto tende a cristalizar.

Fatores que afetam a solubilidade - Interações soluto-


soluto-solvente
“Semelhante dissolve semelhante”
Solventes polares dissolvem Solventes apolares dissolvem
solutos iônicos ou polares solutos apolares

Água + cloreto de sódio Hexano (C6H14) + CCl4


Água + acetona (CH3COCH3) Hexano + gasolina

Miscíveis Mistura homogênea

Polar Água
Mistura +
+ Imiscíveis heterogênea gasolina
apolar

Quanto menos polar a molécula, mais dificilmente ela se dissolverá


em um solvente polar ...

4
Fatores que afetam a solubilidade - Interações soluto-
soluto-solvente

 Quanto mais átomos de C, menos solúvel em água.


 O número de grupos -OH dentro de uma molécula aumenta a
solubilidade em água.

•Vitaminas lipossolúveis:
solúveis em gordura.

•Vitaminas hidrossolúveis: 9
solúveis em água.

Fatores que afetam a solubilidade - Pressão


 As solubilidades de líquidos e sólidos não são consideravelmente
afetadas pela pressão.
 No caso de gases, o aumento da pressão resulta no aumento da
solubilidade

 Maior pressão → aumento da taxa de entrada das moléculas na


solução
 As bebidas carbonatadas são engarrafadas com uma pressão
parcial de CO2 > 1 atm. Ao abrirmos a garrafa, a pressão parcial de
CO2 diminui → a solubilidade do CO2 também diminui → as bolhas de
CO2 escapam da solução.

5
Fatores que afetam a solubilidade - Pressão
 No caso de gases, o aumento da pressão resulta no aumento da
solubilidade

Lei de Henry:
A solubilidade de um gás (Sg) está
diretamente relacionada com sua
pressão parcial (Pg)

S g = k Pg

 Onde k é a constante de Henry

11

Fatores que afetam a solubilidade - Temperatura


 A solubilidade dos gases diminui com o aumento da temperatura.
 A solubilidade da maioria dos sólidos aumenta com o aumento da
temperatura.

12

6
Concentrações químicas
 A concentração informa a quantidade de soluto contida em um
determinado volume ou massa de solução ou solvente.

Concentração em
massa/volume (g L-1)

Formas mais
comuns de Porcentagem em
Fração molar
expressar massa (% m/m)
concentração

Molalidade Molaridade
13

Sistema SI
 Alguns prefixos usados no sistema métrico.
Prefixo Abreviação Significado Exemplo
Quilo k 103 1 quilograma = 103 g (1 kg =103 g)
Deci d 10-1 1 decímetro = 10-1 m (1 dm =10-1 m)
Centi c 10-2 1 centímetro = 10-2 m (1 cm =10-2 m)
Mili m 10-3 1 milímetro =10-3 m (1 mm =10-3 m)
Micro µ 10-6 1 micrograma = 10-6 g (1 µg = 10-6 g)
Nano n 10-9 1 nanômetro = 10-9 m (1 nm =10-9 m)
Pico p 10-12 1 picômetro = 10-12 m (1 nm =10-12 m)

Lembrando que :
• 1 m3 = 1000 L
• 1 cm3 = 1 mL
14
• 1 L = 1dm3 = 1000 cm3

7
Apresentação de resultados - Algarismos significativos
 O número de algarismos significativos é o número mínimo de
algarismos necessários para escrever um determinado valor em notação
científica sem a perda de exatidão.

Ex: 1,42 = 3 algarismos significativos


6,302 x 10 -6 = 4 algarismos significativos (0,000006302)

O último algarismo significativo (à direita) numa


quantidade medida terá sempre uma incerteza
associada a si.

 O zero é um algarismo significativo, exceto quando ele é


o primeiro algarismo do número.

106 0,0106 0,106 0,1060

 Alguns números são exatos. Para calcular a altura média de 4


pessoas, você deverá dividir a soma das alturas (a qual é uma 15
quantidade medida com alguma incerteza) pelo número inteiro 4. São
exatamente 4 pessoas, e não 4,000 ± 0,002 pessoas!!!!

Algarismos significativos – Adição e Subtração

 Se os números a serem adicionados ou subtraídos têm igual


número de algarismos significativos: resposta deve ficar com o
mesmo número de casas decimais do número individual

Ex: 5,345 + 6,728 = 12,073

 Se os números a serem adicionados ou subtraídos não


possuírem o mesmo número de algarismos significativos: limita-
se ao menor número de casas decimais.

Ex: 18,9984032 + 83,80 = 102,7984032 → 102,80

OBS: A soma ou diferença entre duas ou mais


quantidades não pode ter precisão maior do que a
da quantidade que tem a maior incerteza. 16

8
Algarismos significativos – Multiplicação e divisão

 Nas operações de multiplicação e divisão: Limita-se ao


número com menos algarismos significativos

Ex: 3,26 x 10-5 x 1,78 = 5,80 x 10-5


4,3179 x 1012 x 3,6 x 10-19 = 1,6 x 10-15
34,60 / 2,46287 = 14,05

 A potência de 10 não influencia o número de algarismos


significativos que devem ser mantidos.

Resumindo...
Operação Resultado
Adição Limita-se ao número com menos
Subtração casas decimais
Multiplicação Limita-se ao número com menos 17

Divisão algarismos significativos

Concentração em massa/volume massa (g)


É a massa de uma substância (g) C (g L-1 ) =
por litro de solução (g L-1). volume de solução (L)

Concentração em quantidade de matéria/volume (Molaridade)


É o número de mols (quantidade de matéria) de uma substância por litro
de solução (mol L-1).

massa
-1 n (mol) n=
C (mol L ) = MM
volume de solução (L)
Ex: a) A água do mar contém 2,70g de NaCl (58,5 g mol-1) por 100 mL de
água do mar. Qual a concentração de NaCl no oceano em g L-1 e mol L-1?
b) 400g de Na2SO4 (144 g mol-1) foram dissolvidos em água, obtendo-se
uma solução com concentração de 0,080 Kg L-1. Calcule o volume dessa
solução e o número de mols de Na2SO4.
c) O oceano possui uma concentração de MgCl2 de 0,054 mol L-1. Quantos
gramas de MgCl2, Mg (24,3 g mol-1) e Cl (35,5 g mol-1) estão presentes
18 em
25,0 mL de água do mar?
d) Qual o volume de solução de HCl 0,358 mol L-1 contém 2,55 mmol de HCl?

9
Molalidade
É o número de mols de uma n (mol)
m (mol Kg -1 ) =
substância por quilo de solvente massa de solvente (Kg)
(mol Kg-1).

Fração molar
É a relação entre o número de mols de um dos componentes de uma
solução e o número de mols total da solução (soma da quantidade de
matéria de todos os componentes)

nA nB nC
XA = XB = XC =
ntotal da solução ntotal da solução ntotal da solução

n total da solução = nA + nB + nC
Ex: Supondo uma solução contendo 3,65 g HCl e 144 g água, determine:
19
a) A molalidade do HCl na solução
b) As frações molares do HCl e da água.

Composição porcentual
A porcentagem de um componente em uma solução ou mistura é
usualmente expressa como porcentual massa/massa (%m/m).

massasoluto
%m/m = × 100
massatotal da solução
Ex: a) 15g de NaCl foram dissolvidos em 60 g de água. Determine a
porcentagem em massa de NaCl nessa solução.
b) Determine a massa e número de mols de NaCl presente em 30 g da
solução anterior.
c) Qual a massa de água que se deve adicionar a 35 g de MgCl2 a fim de
se obter uma solução contendo 15% em massa de MgCl2?
O porcentual em massa é freqüentemente empregado para expressar a
concentração de reagentes aquosos comerciais. Por exemplo, o ácido
nítrico é vendido como uma solução a 70%, o que significa que o reagente
contém 70 g de HNO3 por 100 g de solução 20

Ex: O HCl comercial está rotulado 37,0 % (m/m). Considerando que sua
densidade é 1,18 g mL-1, calcule a molaridade do HCl

10
ppm e ppb
ppm ppb

Partes por milhão Partes por bilhão

Gramas de soluto por milhão Gramas de soluto por bilhão


(106) de gramas de solução. (109) de gramas de solução.

1ppm = 1 µg g-1 1ppb = 1 ng g-1


1ppm = 1 µg mL-1 = 1 mg L-1 * 1ppb = 1 ng mL-1 = 1 µg L-1 *
21
*Considerando que a densidade da solução é 1g mL-1

Preparo de soluções
 Para prepararmos uma solução com uma concentração
desejada:
Transferimos
Pesamos Completamos
Dissolvemos quantitativamente
uma massa o volume do
no solvente para um balão
exata do balão até o
adequado volumétrico de
reagente menisco
volume desejado

massa ( g ) n massa( g )
C ( g.L−1 ) = C (mol.L−1 ) = =
volume( L) volume( L ) MM ( g ) × volume( L)
Ex: a) Quantos gramas de NaOH devem ser dissolvidos em 25,0 mL para
o preparo de uma solução que contenha 3,0 mol L-1 de NaOH ?
b) Calcule a massa de BaCl2.2H2O necessária para o preparo de 2,00 L
de solução BaCl2 55g L-1.

22

11
Diluição
Soluções diluídas são preparadas a partir de soluções concentradas
transferindo uma alíquota desta solução para um recipiente limpo e
diluindo para o volume final desejado.

O princípio básico da diluição é que o número de mol do soluto


é o mesmo na alíquota da solução concentrada e na solução
diluída → Uma vez que a adição de solvente a um dado volume
de solução não altera o número de mols do soluto da alíquota

Transferência de Completamos
uma alíquota o volume

n o de mol sol. conc. = n o de mol sol. dil.


Csol. conc. × Vsol. conc. = C sol. dil. × Vsol. dil.

Cconc. = n/Vconc. n = Cconc.xVconc. Cdil = n/Vdil

Quando um volume pequeno de uma solução (alíquota) é diluído até 23 um


volume maior, o número total de mols do soluto na solução não muda, mas a
concentração do soluto diminui...

Exemplos
a) Precisamos preparar 250,0 mL de uma solução de NaOH 1,25 x 10-3
mol/L a partir de uma solução estoque de NaOH de concentração
0,0380 mol/L. Calcule o volume da solução estoque necessário.
b) 5,00 mL de uma solução de H2SO4 1,35 x 10-2 mol/L foram
transferidos para um balão volumétrico de 25,0 mL e o volume
completado com água. Calcule a concentração de ácido sulfúrico nessa
solução.

24

12

Você também pode gostar