Você está na página 1de 2

HISTÓRIA – 2ª ANO – PROF.

VANDER DUARTE – EXERCÍCIOS IDADE MODERNA

01 - -"Após ter conseguido retirar da nobreza o poder político que ela detinha enquanto ordem, os soberanos a atraíram para a
corte e lhe atribuíram funções políticas e diplomáticas". Esta frase, extraída da obra de Max Weber, "POLÍTICA COMO
VOCAÇÃO", refere-se ao processo que, no Ocidente:

a) destruiu a dominação social da nobreza, na passagem da Idade Moderna para a Contemporânea.


b) estabeleceu a dominação social da nobreza, na passagem da Antiguidade para a Idade Média.
c) fez da nobreza uma ordem privilegiada, na passagem da Alta Idade Média para a Baixa Idade Média.
d) conservou o privilégios políticos da nobreza, na passagem do Antigo Regime para a Restauração.
e) permitiu ao Estado dominar politicamente a nobreza, na passagem da Idade Média para a Moderna.

02 - Dentre os itens constantes desta questão, um deles não faz parte dos acontecimentos importantes que assinalam a chegada
da Idade Moderna. O item é:
a) o Humanismo e o Renascimento.
b) os grandes descobrimentos e a expansão geográfica.
c) formação do Estado nacional.
d) a Reforma e a Contra-Reforma.
e) a Revolução Francesa.

03 - (FUVEST) No processo de formação dos estados Nacionais da França e da Inglaterra, podem ser identificados os seguintes
aspectos:
a) Fortalecimento do poder da nobreza e retardamento da formação do estado moderno.
b) Ampliação da dependência do rei em relação aos senhores feudais e à Igreja.
c) Desagregação do feudalismo e centralização política.
d) Diminuição do poder real e crise do capitalismo comercial.
e) Enfraquecimento da burguesia e equilíbrio entre o Estado e a Igreja.

04 - (Unitau-SP) São características do mercantilismo:

a) livre cambismo, fomento às indústrias, balança comercial favorável


b) fomento às indústrias, tarifas protecionistas, metalismo, leis de mercado
c) livre cambismo, pacto colonial, intervencionismo estatal
d) monopólio, livre cambismo, tarifas protecionistas, metalismo
e) balança comercial favorável, metalismo, tarifas protecionistas, intervencionismo estatal.

05 - (UFRN) O sistema de colonização objetivado pela política mercantilista tinha em mira:


a) criar condições para a implantação do absolutismo;
b) permitir à economia metropolitana o máximo de auto-suficiência e situá-la vantajosamente no comércio internacional, pela
criação de complementos à economia nacional;
c) evitar os conflitos internos, resultantes dos choques entre feudalismo e capitalismo, que entravavam o desenvolvimento dos
países europeus;
d) ganhar prestígio internacional
e) obter a garantia de acessos às fontes de matérias-primas e aos mercados consumidores no ultra-mar.

06 - (UFV-MG) A formação dos Estados Nacionais da Europa, durante a época moderna, embora tenha seguido uma dinâmica
própria em cada país, apresentou semelhanças em seu processo de constituição. Sobre essas semelhanças é INCORRETO afirmar
que:
a) Politicamente, o regime instituído é a monarquia absoluta, do qual, a França é o modelo clássico.
b) O Clero e a Nobreza tinha posição de prestígio assegurados pela posse de terras e estavam sempre juntos na defesa dos seus
interesses.
c) em termos sociais esse período se caracteriza pela lenta afirmação da burguesia, que estava a frente de quase todos os grandes
empreendimentos da época.
d) para fortalecer o Estado, os reis adotaram um conjunto de medidas para acumular riquezas e desenvolver a economia nacional,
denominado de mercantilismo.
e) a centralização do poder político na Itália ocorreu devido à crescente influência da burguesia mercantil de Gênova e de Veneza.

07 - UNESP) A fim de satisfazer as necessidades do castelo, os comerciantes começaram a afluir à frente da sua porta, perto da
ponte: mercadores, comerciantes de artigos caros e, depois, donos de cabaré e hoteleiros que alimentavam e hospedavam
todos aqueles que negociavam com o príncipe (...) Foram construídas assim casas e instalaram-se albergues onde eram alojados
os que não eram hóspedes do castelo (...) As habitações multiplicaram-se de tal sorte que foi logo criada uma grande cidade.
(Jean Long,cronista do século XIV.)

De acordo com o texto, o nascimento de algumas cidades da Europa resultou da

a) transformação do negociante sedentário em comerciante ambulante.


b) oposição dos senhores feudais à instituição do mercado no seu castelo.
c) atração exercida pelos pregadores religiosos sobre a população camponesa.
d) insegurança provocada pelas lutas entre nobres feudais sobre a atividade mercantil.
e) fixação crescente de uma população ligada às atividades mercantis.
08 - As práticas de intervenção estatal na economia durante a Idade Moderna ficaram conhecidas como mercantilismo,
caracterizado:

a) Pela limitação das atividades das companhias privadas, dados os privilégios concedidos às empresas estatais.
b) Pela preocupação com o enriquecimento da burguesia em detrimento da nobreza feudal, garantindo a aliança de burgueses de
vários.
c) Pelo monopólio metropolitano entre as colônias da América, que passou a estimular as disputas entre as empresas burguesas
dos mercados.
d) Pelas teorias metalistas, responsáveis por práticas protecionistas, que promoveram grande rivalidade entre as nações europeias.
e) Pelo controle exclusivo extenso, ou seja, metropolitano e, ao mesmo tempo, pela livre concorrência interna.