Você está na página 1de 2

Assine 0800 703 3000 SAC Bate-papo E-mail PagSeguro B

Assine 0800 703 3000 SAC Bate-papo E-mail PagSeguro B

Assine 0800 703 3000 SAC Bate-papo E-mail PagSeguro B

São Paulo, quarta-feira, 13 de abril de 2011

Próximo Texto | Índice | Comunicar Erros

Coreografias releem obra de Leonilson


A partir de hoje, Itaú Cultural exibe três trabalhos
inspirados na obra do artista plástico cearense (1957-
1993)

Peças serão encenadas em paralelo à exposição


retrospectiva "Sob o Peso dos Meus Amores", em cartaz
até 29/5

Paulo Amoreira/Divulgação

Cena da peça ‘O Tempo da Paixão ou O Desejo é um Lago Azul’, da Cia.


de Arte Andanças

AMANDA QUEIRÓS
DE SÃO PAULO

Delicadeza e intensidade se materializam na forma de


pinturas e bordados na obra do artista plástico cearense
Leonilson (1957-1993).
Em contato com os coreógrafos Marcos Sobrinho e Andréa
Bardawil, tais ingredientes se transformaram em movimento
e dança.
Foi sob inspiração desse trabalho, desenvolvido durante uma
carreira bruscamente interrompida pela Aids, que os dois
criaram peças que serão encenadas de hoje até 23/4 no Itaú
Cultural.
A programação complementa a retrospectiva "Sob o Peso dos
Meus Amores", em cartaz até 29/5 no mesmo espaço, que
reúne mais de 300 obras de Leonilson.
A mostra de dança abre com "Dedicate" e é seguida, no fim
de semana, por "El Puerto", ambos trabalhos de uma trilogia
de Sobrinho.
Segundo o coreógrafo, o que o atraiu na trajetória do artista
plástico foi a simplicidade. "Fiquei instigado pela forma
como ele faz uso de poucos elementos, da fragilidade que
está ali na última fase da doença e de como ele fazia do corpo
suporte para a própria obra", explica.
Outro elemento trazido à cena a partir daí é a mescla entre
palavra e imagem. "Sei que é perigoso trabalhar com esses
dois elementos, mas o Leonilson me motivou a me expor, a
me arriscar mais", afirma ele.
Para Andréa Bardawil, a inspiração veio na forma de
potência. "O que me impacta, mais do que a delicadeza, é a
violência presente ali, a força do desejo se colocando de uma
forma irrevogável mesmo quando ele já estava muito doente",
afirma.
Sob esse estímulo, ela criou "O Tempo da Paixão ou O
Desejo é um Lago Azul" com a Cia. de Arte Andanças, a qual
dirige há 20 anos.
"Na verdade, eu não procuro representar na cena a obra do
Leonilson. Ele foi a inspiração para que tratássemos dessa
dimensão do desejo como afirmação da vida", diz a
coreógrafa.
Por conta disso, o trabalho ganha uma dimensão fortemente
biográfica, com dramaturgia construída a partir da vida dos
bailarinos.
"O que ele não se preocupou em esconder é o que ele pede
para que não escondamos agora. Estamos todos igualmente
expostos aqui."

DEDICATE
QUANDO de hoje a sex., às 20h

EL PUERTO
QUANDO sáb. e dom., às 20h

O TEMPO DA PAIXÃO
QUANDO de 19 a 23/4, às 20h
ONDE Itaú Cultural (av. Paulista, 149; tel. 2168-1776)
QUANTO grátis (retirar ingressos meia hora antes)
CLASSIFICAÇÃO 14 anos

Próximo Texto: Teatro: Folha faz amanhã leitura de "Perfídia


Quase Perfeita"
Índice | Comunicar Erros

Copyright Empresa Folha da Manhã S/A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em
qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.

Interesses relacionados