Você está na página 1de 2

Questão 1

Um cientista alemão no inicio do século XX chamado Alfred Wegener observou


que as linhas de costa atlântica atuais da America do Sul e África se encaixariam, alem
disto ele enumerou algumas feições geomorfológicas como a cadeia de montanhas da
Serra do Cabo na África do Sul, de direção leste-oeste que seria a continuação da Serra
de La Ventana, na Argentina. Apresenta de fosseis de Glossopteris em regiões da África
e do Brasil, fosseis do Mesosaurus na America do Sul e África. Todas essas evidencias
explicadas na Deriva Continental.
Outro argumento seria a Expansão do Assoalho Oceânico, onde através do
mapeamento da Dorsal Mesoatlântica verificou-se que as placas se movem sobre uma
superfície terrestre, assim, os continentes poderiam viajar fixos em uma placa e em
algum outro local haveria consumo da crosta.

Questão 2
O relevo da terra esta em constantes transformações devido aos fenômenos
naturais.
Agentes de dinâmica interna são considerados como formadores de relevo, eles
acontecem no interior da terra e atingem a superfície. O tectonismo, vulcanismo,
terremotos e maremotos. Outros agentes são os externos, considerados como
modeladores de relevo, sendo vinculada a ação do clima. As águas (considerado o maior
agente externo de modelado de relevo) atuando no desgaste, transporte e deposição de
materiais. A dinâmica glacial através do avanço ou recuo de geleiras, os ventos sendo
um dos agentes mais atuantes da modelagem do relevo. O intemperismo atua nas
formas através do clima, a variação de clima estilhaça a rocha e a água altera a sua
composição, os ventos, as águas superficiais e rios deslocam esse material para bem
longe, causando o deposito em outro lugar.

Questão 3

O homem atua como agente modificador do relevo. Cada vez mais com recursos
o homem, acelera a erosão, sobretudo nas partes mais baixas, particularmente nos vales
fluviais, acelera o processo de assoreamento dos rios. A derrubada das matas em áreas
serranas aumenta o risco de deslizamento de rochas, podendo esse material chegar ate o
leito de rios. A derrubada de matas também pode favorecer a infiltração excessiva de
água no solo, cujos componentes passam a ser dissolvidos com mais intensidade. As
queimadas que acabam com os nutrientes do solo. A ocupação inadequada de áreas
serranas e o uso das áreas de cabeceira dos rios. Construção nas encostas, lixo nos rios,
todos esses processos podem alterar a velocidade das transformações do relevo.

Questão 4

O movimento das placas tectônicas que se deslocam sobre a astenosfera (parte


pastosa) interagindo ao longo do tempo entre si em um processo geodinâmico que tem
como conseqüência a origem das montanhas e bacias geológicas, provocando
terremotos, vulcanismo, magmatismo e outros eventos geológicos todos decorrentes
desses movimentos.
A instabilidade das placas tectônicas coincide com as bordas das mesmas, e os
efeitos estão relacionados ao tipo de movimento nessas bordas. No caso de movimentos
divergentes podem ocorrer vulcanismo, com formação de cadeias montanhosas e ilhas
oceânicas, grandes explosões destruidoras como as dos vulcões Vesúvio e Krakatoa.
No caso de movimentos convergentes podem ocorrer terremotos, maremotos causadores
de tsunamis e formações de montanhas principalmente.
No caso de movimentos tangenciais ocorrem grandes terremotos como o de São
Francisco na Califórnia e o de Anatólia na Turquia.
Questão 5
Agentes Endógenos são os processos internos como tectonismo (processo
causando falhas e dobramentos), vulcanismo, terremotos (movimentos através de
vibrações).
Agentes Exógenos são os processos externos atuantes como intemperismo,
erosão e decomposição. Os agentes geológicos endógenos referem-se à interação de
forças internas da Terra, tais como: aquecimento provocado por radioatividade;
variações de pressão e temperatura provocadas por reações e recristalizações minerais
para fases minerais mais ou menos densas com emissão ou absorção de calor o que leva
a desequilíbrios densitométricos e poderosas movimentações de massas rochosas,
magmas e fluidos no interior da terra.
Alguns exemplos processos endógenos:
- formação de magma e sua intrusão formando rochas plutônicas e hipabissais;
- tectonismo, dobramentos, falhamentos e metamorfismo em áreas orogênicas;
- subducção;
- geração de abalos sísmicos;
- soerguimentos e abatimentos da crosta.
Os agentes exógenos referem-se à interação de forças da natureza, envolvendo a
atmosfera, hidrosfera e a superfície terrestre com forte atuação da energia emitida pelo
sol e pela força da gravidade.
Alguns exemplos de processos exógenos:
- avalanches:
- intemperismo das rochas;
- erosão e transporte de sedimentos;
- denudação de cadeia de montanhas;
- ablação;
- corrosão.
Assim sendo, estes dois processos interferem diretamente na formação do relevo
existente.