Você está na página 1de 17

1

Fontes de energia - Conceito, o que é, Significado
Fontes de energia - Conceito, o que é, Significado

A energia é a propriedade que tem os corpos de gerar algum tipo de atividade, força ou movimento. A energia que se move é conhecida como cinética e a que armazena é denominada potencial. As forças de energia são os diversos elementos da natureza que precisamos para produzir energia a diferentes usos. Há fundamentalmente dois tipos de fontes de energia: As renováveis e não renováveis

As renováveis são aquelas geradas com facilidade e que existem em grandes quantidades, como mostra a água, o vento e o sol; enquanto isso as não renováveis são limitadas e se esgotam na medida em que são utilizadas (por exemplo, o urânio, carbono, gás natural e petróleo).

A ideia de fonte de energia não deve ser confundida com o tipo de energia. Assim, uma fonte seria o sol (aquele que produz um tipo de energia elétrica) ou o petróleo (que está associado a um tipo de energia mecânica ou térmica).

O consumo energético individual e coletivo não é algo neutro, mas que traz consequências ao meio-ambiente, portanto, há uma corrente de conscientização em relação às fontes de energia que causam menos impacto negativo no planeta. Recursos em nosso organismo

Para realizar as atividades cotidianas, nossas células necessitam de nutrientes através de uma série de alimentos com as quais atuam como fonte de energia imprescindível para a vida cotidiana.

2

2 O consumo de carboidratos é essencial para que tenhamos suficiente resistência física Os carboidratos se

O consumo de carboidratos é essencial para que tenhamos suficiente resistência física

Os carboidratos se transformam em glicogênio e são absorvidos pelo tecido muscular. Se em nossa alimentação houver falta de carboidratos (também conhecidos como hidrato de carbono) pode ocorrer uma série de sintomas desagradáveis, tais como a desidratação e falta de minerais.

Fontes-energia-corpo-humanoA gordura e a proteína são outras fontes de energia armazenadas no corpo humano. Desta maneira, as três substâncias mencionadas seriam nosso combustível, a fonte de energia que nos permite ter uma vida normal.

Nossa alimentação como fonte de energia deve ser adaptada às necessidades de cada indivíduo em função da sua idade, sexo ou tipo de atividade. Se uma pessoa pratica alguma atividade física de modo intenso, seguramente irá consumir maior quantidade de energia e, portanto, seu organismo deverá receber mais energia. Neste sentido, vale a pena lembrar que ao nos alimentar, apenas 25% da energia química que permanece nos músculos se transforma em energia cinética e o resto se convertido em calor, ou seja, em energia térmica.

2 O consumo de carboidratos é essencial para que tenhamos suficiente resistência física Os carboidratos se

3

Energia - Conceito, o que é, Significado
Energia - Conceito, o que é, Significado

Entende-se por energia ao fenômeno físico que possui grande envolvimento econômico devido à possibilidade que oferece de ser transformada em movimento. Assim, na atualidade, a energia de uso cotidiano é denominada energia elétrica, mas que teve sua origem em diferentes fontes seja renovável ou não renovável. Isto se deve basicamente a um principio da termodinâmica que remete ao fato de que a energia é transformada, mas nunca se perde. Então, a origem da energia utilizada diariamente pode ser encontrada no petróleo, no gás, no sol, no vento, etc. Por tudo isso, aprender como utilizá-la e extraí-la é muito importante devido ao seu profundo impacto que causa na atividade econômica.

No caso da energia extraída do petróleo, esta tem origem química. Na verdade, o petróleo é um hidrocarboneto que teve sua origem em algumas formas de vida que foram decompostas e expostas à ação da terra junto com suas pressões. Hoje, através do calor que oferece sua combustão é possível gerar eletricidade.

O caso do gás é similar ao do petróleo em relação a sua combustão. Sua utilidade em termos econômicos é observada tanto na geração de energia como na calefação doméstica. Existem algumas variantes renováveis como o metano, denominado gás dos pântanos, que pode ser obtido da decomposição da matéria orgânica.

O caso do sol é típico da utilização de painéis solares, que conseguem que parte da luz irradiada se transforme em eletricidade. Neste caso, ela é armazenada e em seguida distribuída de acordo com a demanda.

Finalmente, a energia do vento, ou seja, a energia eólica é extraída através do uso de hélices que são movidas pelo mesmo, gerando energia cinética que logo após se transforma em eletricidade. Esta é igual à energia do sol, que também constitui uma fonte renovável.

Os seres vivos em geral, sendo o homem em particular também são produtores de energia. Neste caso, são de origem química e devem ser geradas continuamente para a manutenção da vida. De fato, no caso dos seres humanos, a maior quantidade de energia utilizada é observada pelo simples processo do organismo, descartando o movimento que pode ser realizado.

4

Dada a importância que a energia tem sobre o lado produtivo da sociedade, a busca por novas fontes garantem um futuro para não atingir a atividade econômica. O desenvolvimento tecnológico sem dúvida pode gerar soluções valiosas a este respeito.

Energia Solar - Conceito, o que é, Significado
Energia Solar - Conceito, o que é, Significado
4 Dada a importância que a energia tem sobre o lado produtivo da sociedade, a busca

Precisamos de energia para tudo. Para mover-se, para esquentar nossos lares. A energia é, por tanto, o que faz funcionar as coisas. Sabemos que há muitas fontes de energia e, ao mesmo tempo, que algumas são poluentes e que prejudicam o planeta. Em todo caso, não devemos esquecer que a principal fonte de energia é o sol. Isso quer dizer que sem energia a vida desapareceria.

A energia solar oferece uma grande vantagem sobre as demais: não é poluente e é inesgotável. Acredita-se que o Sol tem combustível para apenas cinco milhões de anos, pois a sua característica de abundância não é cem por cento verdade.

Em sua superfície o Sol é encontrado a uma temperatura superior aos 5000 graus centígrados. Devido às complexas reações de perda de massa, é liberada a energia do Sol, a qual é transmitida ao exterior através da radiação solar. Esta energia atravessa uns 150 milhões de quilômetros através do espaço para chegar a Terra. O calor viaja na forma de raios (raios térmicos) e esta forma de energia é conhecida como radiação térmica. Isto significa que quanto mais raios térmicos sejam absorvidos por um corpo, maior será sua temperatura. Porém, nem todos os objetos aquecem por igual (os de cor preta aquecem mais que os brancos quando expostos ao Sol). Energia solar fotovoltaica

O sistema fotovoltaico é uma instalação que produz energia elétrica com módulos fotovoltaicos (painéis solares) transformando a energia térmica em elétrica. A luz solar é composto por partículas energéticas conhecidas como fótons, os quais são absorvidos por uma célula fotovoltaica que transporta sua energia a um elétron que acaba em um

5

circuito elétrico (neste momento se cumpre o princípio da transformação de energia). Existem dois tipos de instalações fotovoltaicas

1) Existem aquelas que são separadas da rede elétrica e são utilizadas quando a rede de distribuição elétrica está longe dos pontos de consumo. São utilizadas especialmente em algumas casas rurais ou em sistemas de comunicação remota.

2) E também as instalações conectadas à rede elétrica, pela qual a eletricidade limpa que é gerada é introduzida na rede das companhias elétricas ou são agrupadas nos módulos fotovoltaicos para gerar eletricidade em grande escala nas centrais fotovoltaicas.

As principais vantagens da energia solar através da tecnologia fotovoltaica são: a redução da dependência energética de fontes poluentes e a possibilidade de mudança do modelo energético global.

Energia Térmica - Conceito, o que é, Significado
Energia Térmica - Conceito, o que é, Significado
5 circuito elétrico (neste momento se cumpre o princípio da transformação de energia). Existem dois tipos

Energia-TermicaO termo energia térmica se refere à energia manifestada sob a forma de calor. Do ponto de vista da percepção humana remete inevitavelmente ao sentido do tato. No entanto, do ponto de vista físico é necessário compreender conceitualmente o processo que ocorre em sua manifestação: o calor mantém relação com o comportamento das partículas que compõem um determinado objeto, gás ou líquido. A partir desta observação, é fácil compreender alguns fenômenos relacionados.

Ao entrar em contato dois corpos, um quente e outro mais frio, observa-se que o mais frio se esquenta e vice-versa, o mais quente se esfria. O motivo deste acontecimento é que o calor se observa em função do movimento que demonstram as partículas que compõem o objeto em questão. Neste caso, o movimento das partículas próprio do objeto quente se interrompe gradualmente, enquanto que no corpo frio se produz o efeito ao contrário; claro que, este processo se evidencia a nível microscópico. Para estabelecer uma analogia, pode referir-se ao comportamento observado por duas bolas

6

de bilhar que se colidem, uma em repouso e outra em movimento; neste caso, a bola em movimento se move de modo mais lento, enquanto que a outra começa a mover-se.

O questionamento dos fenômenos energéticos em geral e da energia térmica em particular teve seu auge durante a revolução industrial. Na verdade, se buscava por todos os meios, melhorar a eficiência das máquinas, circunstância que foi conseguida em grande parte. A partir desta pesquisa, ficou estabelecido o desenvolvimento da termodinâmica como ciência, que estipula em uma de suas leis, que a energia não se perde e sim se transforma. Desta forma, esta circunstância faz com que a energia calórica possa ser utilizada para gerar movimento.

A descrição acima deixa claro que tanto o trabalho como a energia apresenta relação entre si. Isto explica a necessidade que o homem tem de criar fontes de energia para manter a atividade econômica. É por isso que é importante a busca por novas formas de energia calórica e que se transforme em energia elétrica. Uma boa opção é a energia solar, embora ainda falte muito para que a fabricação de painéis fotovoltaicos seja suficientemente barata para garantir a rentabilidade em sua utilização. De fato, a principal fonte de energia recebida pelo nosso planeta é a proveniente do sol e a responsável em grande parte pela proliferação da vida.

Energia Cinética - Conceito, o que é, Significado
Energia Cinética - Conceito, o que é, Significado
6 de bilhar que se colidem, uma em repouso e outra em movimento; neste caso, a

A energia cinética é aquela derivada do movimento. De fato, ao observar a experiência cotidiana é possível evidenciar facilmente quando um elemento em movimento entra em contato com outro e é capaz de afetá-lo de modo que modifique sua trajetória. Isto significa em outras palavras, que o movimento de um corpo qualquer, pelo simples fato de existir pode causar trabalho e mover-se para outro. Esta circunstância se deve por causa do corpo ser movido por uma força. Neste caso, a massa do corpo em movimento é um elemento de importância que também deve ser considerado. Assim, por exemplo, uma bola de futebol pode mover-se na mesma velocidade que uma bola de boliche, mas a segunda terá mais energia cinética pelo fato de ter uma massa superior.

7

Até agora, uma breve referência com o conceito de energia cinética. Podemos observar que ela está integramente ligada a outros conceitos próprios da física, tais como força, trabalho ou energia a seco. É importante considerar o respeito que todo corpo independentemente de suas circunstâncias possui energia, onde apenas pode ser catalogada como cinética quando se coloca em movimento. A energia é basicamente a possibilidade de que um trabalho seja realizado. Em relação à força, ela se refere à possibilidade que um corpo tem em afetar o outro, assim quando ela se aplica, existe uma mudança que se refere à existência de trabalho.

Se o movimento de um corpo significa energia e se segundo um dos princípios da termodinâmica a energia não se perde, mas se transforma, é possível utilizar este movimento para produzir outras formas de energia. Este raciocínio está presente em diversas formas de produção de energia que possibilitam em grande parte no desenvolvimento econômico das nações. Assim, é possível gerar energia elétrica graças à correta aplicação de técnicas que se transformam em energia cinética. Um caso típico é a chamada energia eólica que se obtém graças ao movimento de hélices por massas de ar para obter eletricidade; também pode ser citado o caso da energia hídrica, que utiliza o movimento da água para o mesmo fim.

No caso da utilização da energia cinética própria de elementos naturais para melhorar a produtividade econômica não é uma inovação de nossos dias. De fato, todos nós temos conhecimento dos famosos moinhos de vento utilizados para diferentes atividades, como por exemplo, moer trigo; este tipo de construção faz uso da energia cinética como meio para melhorar a economia há muito tempo.

Energia Maremotriz - Conceito, o que é, Significado
Energia Maremotriz - Conceito, o que é, Significado
7 Até agora, uma breve referência com o conceito de energia cinética. Podemos observar que ela

A água é um recurso imprescindível para a vida e, ao mesmo tempo, tem um potencial energético inquestionável. Por um lado, existem os tradicionais sistemas hidráulicos e, por outro, a força das ondas e das marés pode ser transformadas em energia, mias

8

particularmente em energia maremotriz. A força das marés e das ondas

Durante séculos, a água das marés e dos oceanos tem sido desperdiçada, mas nas últimas décadas os cientistas detectaram o potencial das subidas e descidas das marés e a capacidade das ondas para se tornar energia. Desta maneira surgem duas modalidades energéticas: a maremotriz (energia das marés) e a undimotriz (energia das ondas).

Como seu próprio nome indica a energia maremotriz se baseia no aproveitamento das marés, que ocorrem a partir da posição da Terra em relação à lua. Nesta modalidade, as massas de água são aproveitadas e as correntes produzidas entre a maré alta e maré baixa. Do ponto de vista técnico, são necessários grandes desníveis de maré ou fortes correntes para que estas técnicas possam ser aplicadas.

Atualmente, a maior usina de energia das marés do mundo está localizada na Coreia do Sul e tem um dique com mais de 12 km de comprimento.

A energia das ondas ou undimotriz é produzida pelo efeito do vento sobre a superfície do mar. Por exemplo, no Mar Cantábrico os ventos produzem ondas superiores aos três metros e este fenômeno tem um grande potencial energético. Neste sentido, esta energia pode estabelecer uma alternativa interessante. Sistemas de transformação de energia

Atualmente, existem várias formas de conseguir energia através das ondas e das marés. Existe um sistema captador atenuador que utiliza um dispositivo flutuante que se move entre as ondas e esse movimento ondulante que experimenta o dispositivo se torna energia elétrica. O sistema de realinhamento permite que a água das ondas não ultrapasse determinado nível e sejam capturados em um tanque, posteriormente, pode-se conseguir energia elétrica através de um dispositivo. O sistema captador pontual se baseia numa estrutura flutuante que absorve a energia que provém de todas as direções. No sistema de coluna de água oscilante se constrói uma parede na orla costeira e em seu interior há várias turbinas que aproveitam o impacto das ondas para gerar eletricidade. Vantagens e desvantagens da energia maremotriz e undimotriz

Como todas as fontes de energia, as que provêm das marés e das ondas têm suas vantagens e desvantagens. É positiva porque a água dos oceanos é uma fonte de energia inesgotável, limpa e renovável, além disso, as marés são um fenômeno totalmente previsível.

Alguns dos principais pontos negativos a serem citados são os seguintes: existem algumas dúvidas sobre o possível impacto no meio ambiente, a construção das usinas deve estar próximo das áreas costeiras e se trata de uma tecnologia com alto custo econômico.

8 particularmente em energia maremotriz. A força das marés e das ondas Durante séculos, a água

9

Energia Geotérmica - Conceito, o que é, Significado
Energia Geotérmica - Conceito, o que é, Significado
9 Energia Geotérmica - Conceito, o que é, Significado A energia geotérmica é obtida a

A energia geotérmica é obtida a partir da atividade vulcânica ou do movimento das placas terrestres. Destes locais é possível obter água quente perto da superfície e partir daí é possível gerar eletricidade.

A produção de eletricidade é realizada através de uma série de passos:

1) Extração do vapor ou da água quente que provém de uma reserva geométrica situada a cem metros abaixo da superfície terrestre;

2) O vapor chega à superfície por meio de uma turbina conectada a um gerador, da qual converte o vapor em eletricidade;

3) Após o vapor ter passado pela turbina, o mesmo esfria e se transforma em água, reutilizando a reserva geotérmica para que possa ser reiniciado novamente o mesmo ciclo. A energia geotérmica é aquela que a Terra transmite através de suas camadas internas até a parte mais externa da crosta terrestre

A medida que se aprofunda no interior da crosta terrestre a temperatura da Terra aumenta gradualmente e a manifestação da energia geotérmica é produzida de forma natural em forma de gêiseres, fumarolas, águas termais ou vulcões.

O objetivo desta fonte de energia é o aproveitamento da energia calorífica do interior da Terra. Para isso os reservatórios geotérmicos são explorados, ou seja, os espaços da crosta terrestre são aqueles que localizam os materiais permeáveis que retêm a água e transmitem seu calor.

A energia geotérmica é considerada uma energia renovável, como é o caso da energia

10

hidroelétrica, solar, eólica ou biomassa. Vantagens da energia geotérmica

Os projetos geotérmicos preservam o meio ambiente e proporcionam uma fonte local de eletricidade e de aquecimento em alguns lugares remotos. Uma planta geotérmica emprega uma extensão de terreno bem reduzida, de modo que gera um impacto menor sobre a paisagem. Por outro lado, estas plantas não emitem gases, apenas vapor de água.

Além disso, não é usado combustível para gerar eletricidade. Assim mesmo, não afetam as manifestações superficiais (como os gêiseres ou fumarolas), mas ajudam a identificar os recursos geotérmicos. Por último, deve-se destacar que os poços de produção previnem a contaminação nas águas subterrâneas. Exemplos da energia geotérmica no mundo

Um exemplo desta modalidade energética pode ser encontrado na Islândia, um país onde a maioria das casas é aquecida através da energia geotérmica. Na Europa e nos Estados Unidos esta energia é usada para o condicionamento de estufas durante o inverno. Em alguns países asiáticos, como no Japão, utiliza-se como uma alternativa para as centrais nucleares.

Energia Potencial - Conceito, o que é, Significado
Energia Potencial - Conceito, o que é, Significado
10 hidroelétrica, solar, eólica ou biomassa. Vantagens da energia geotérmica Os projetos geotérmicos preservam o meio

A energia potencial pode ser definida como a energia armazenada em um objeto como resultado de uma mudança em sua posição relativa. Isto quer dizer que embora a energia armazenada não se manifeste no momento atual, uma mudança em sua situação pode fazer com que a mesma produza um efeito real no mundo físico.

Uma maneira simples para explicar de forma prática esta definição é através do exemplo de um corpo que se situa a certa altura do chão. Neste caso o corpo possui

11

energia potencial, pois se deixar cair no chão significa que terá capacidade de movimento ou inclusive deformar tais objetos. Estes movimentos e deformações serão potenciais quanto maior a altura. Uma introdução da energia potencial

Seguindo o exemplo anterior, uma pedra suspensa por uma corda possui energia potencial como resultado de sua posição, já que a mesma pode realizar esse trabalho com sua queda. Embora, na realidade, qualquer corpo que se situe a certa altura poderá ter energia potencial. A diferença de energia vem da massa corporal e da altura situada.

Esta dependência de altura se encontra extremamente ligada à força gravitacional, o que leva o nome de energia potencial gravitacional. Desta forma, pode-se dizer que a energia potencial de um objeto depende tanto de sua massa como da força de atração exercida sobre a Terra.

Mesmo assim a energia potencial pode ser apresentada de diversas formas, como mostra o exemplo de uma bateria elétrica, assim como o disparo de um fuzil, uma vez que a energia potencial da pólvora é transformada pela energia cinética da bala. Assim, o que se deduz é que a energia potencial pode ser transformada em outros tipos de energia, como a cinética do exemplo anterior e a luz ou o calor no caso de um explosivo.

Como podemos calcular a energia potencial gravitacional?

11 energia potencial, pois se deixar cair no chão significa que terá capacidade de movimento ou

Energia-Potencial-2A maneira de expressar matematicamente o exemplo anterior é bem simples. Se a energia potencial (EP) de um objeto estiver diretamente relacionada com sua massa (m) e sua posição relativa ou altura (h), pode-se dizer que: EP = m.h

Mas esta fórmula estaria incompleta se não incluíssemos a constante força da gravidade (g).

Portanto, a real fórmula para calcular a energia potencial gravitacional é: EP = m.h.g.

12

Entalpia - Conceito, o que é, Significado
Entalpia - Conceito, o que é, Significado
12 Entalpia - Conceito, o que é, Significado A entalpia é um conceito ligado à termodinâmica

A entalpia é um conceito ligado à termodinâmica que serve para nomear a quantidade de energia que contém cada substância. Não há uma maneira de determinar o valor da entalpia de uma substância qualquer, normalmente, trabalha-se com o conceito de variação da entalpia nas reações e nas trocas de estado físico. O valor desta troca se deve à diferença entre a entalpia dos produtos e dos reagentes. Tipos de entalpia

Do mesmo modo que existem diferentes tipos de reações químicas e mudança de estado físico, também há vários tipos de entalpia. A partir disso podemos diferenciar os seguintes:

Entalpia de mudança de estado físico: como seu próprio nome diz, faz referência a quantidade de energia necessária para que um mol de substância, a pressão e a temperatura constante mude de estado físico. Dentro deste tipo de entalpia se encontram vários subtipos:

Entalpia de vaporização: energia que precisa ser consumida para vaporizar (passar do estado líquido para o gasoso) um mol de substância. Como a energia absorvida está em forma de calor, trata-se de um processo endotérmico e o valor da entalpia sempre será positivo.

Entalpia de fusão: energia necessária para conseguir que um mol de substância passe do estado sólido para o líquido. Neste caso, como no anterior, trata-se de um processo endotérmico, pois a entalpia terá valor positivo em todos os casos.

Entalpia de combustão: é a energia liberada durante a combustão completa de um mol de substância à pressão e de temperatura constante. Este tipo de reação que libera energia em forma de calor se trata de uma reação exotérmica e a variação da entalpia se torna negativa.

13

Entalpia de solidificação: quantidade de energia que precisa ser liberada para que um mol de substância, a temperatura e a pressão constante passe do estado líquido para o sólido. Este também se trata de um processo exotérmico e o valor da entalpia é negativo.

Entalpia de formação: é o calor liberado ou absorvido na formação de um mol de substância a partir dos seus elementos correspondentes, dos quais são substâncias simples, com pressão e temperatura constante e de entalpia igual ao zero.

Entalpia de dissolução: é a soma de entalpia reticular (absorve energia) e da entalpia de hidratação (libera energia). Ocorre quando se dissolve uma solução em água produzindo uma dissolução. Se o valor da variação dessa dissolução for negativo, então o processo é exotérmico; já se o valor for positivo, então é uma dissolução endotérmica.

Termodinâmica - Conceito, o que é, Significado
Termodinâmica - Conceito, o que é, Significado
13 Entalpia de solidificação: quantidade de energia que precisa ser liberada para que um mol de

A palavra termodinâmica significa a parte da física responsável pelo estudo dos fenômenos vinculados ao calor. Trata-se especialmente das propriedades macroscópicas da matéria, das formas de energia, enfatizando a temperatura. Também estuda as alterações da energia térmica entre diversos sistemas como também as consequências químicas e mecânicas destas mudanças. Isto é importante para compreender como a energia calórica se transforma em energia mecânica e vice-versa. Justamente, esta disciplina deve seu desenvolvimento à necessidade de melhorar a eficiência própria das máquinas de vapor e explica porque nem toda máquina pode ser eficiente.

A termodinâmica estuda os sistemas em equilíbrio. Isto significa que as diferentes propriedades a considerar em um sistema, como por exemplo, a pressão, o volume e a

14

massa permanecem constantes. O ponto de partida para entrar nesta disciplina é o conhecimento de suas leis: a lei zero da termodinâmica ou de equilíbrio térmico, a primeira lei da termodinâmica ou princípio de conservação da energia, a segunda lei da termodinâmica relacionada ao trabalho e ao calor, e a terceira lei da termodinâmica sobre a impossibilidade de chegar ao zero absoluto.

A lei zero estabelece que, se um sistema A e outro B têm a mesma temperatura e B tem a mesma temperatura que um sistema C, então A e C também tem a mesma temperatura. A primeira lei da termodinâmica afirma que a energia não pode ser criada nem destruída, apenas pode ser transformada; assim o calor é uma forma de energia que pode ser convertida em trabalho mecânico. Por outro lado, a segunda lei da termodinâmica destaca que é apenas possível a realização de um trabalho a partir da passagem do calor de um corpo com menor temperatura a um de maior temperatura; além disso, essa lei dá uma explicação do porque existe uma parte da energia que não pode ser convertida em trabalho. Finalmente, a terceira lei da termodinâmica estabelece que o zero absoluto é impossível de conseguir com um número finito de passos, embora seja possível aproximar-se indefinidamente.

A termodinâmica é uma das disciplinas mais importantes no desenvolvimento da ciência; sua fama se deve em parte às preocupações que despertaram a revolução industrial. No entanto, é oportuno ressaltar que suas leis são válidas unicamente para os sistemas macroscópicos, mas improcedentes a nível quântico.

Energética - Conceito, o que é, Significado
Energética - Conceito, o que é, Significado
14 massa permanecem constantes. O ponto de partida para entrar nesta disciplina é o conhecimento de

Etimologicamente a palavra energia vem do grego energeia e através dela se transmite a ideia de capacidade de ação ou força. Como se sabe, a energia não se cria nem se destrói, apenas se transforma. Assim, a eletricidade se transforma em frio, o calor em gás, o petróleo em movimento e até mesmo o que comemos se torna uma forma de energia.

15

Definir com precisão a ideia de energia é complexo, pois se trata de uma ideia abstrata. Pode-se dizer que se trata de uma medida que serve para explicar como ocorre algo, desde um simples movimento do corpo humano até a emissão de luz solar, passando por qualquer fenômeno da natureza.

Se focarmos na energética, podemos dizer que este é um conceito que apresenta inúmeros significados e sentidos. A energética é uma disciplina científica baseada nas leis da termodinâmica

Na natureza como um todo, interagem sistemas complexos na qual os gases, os sólidos e os ímãs têm participação. A termodinâmica procura prever como age a energia em todos os sistemas. Existem quatro princípios ou leis da termodinâmica

1) O primeiro princípio afirma que: quando dois sistemas se encontram em equilíbrio em relação a um terceiro sistema, o último também se encontra em equilíbrio.

2) A lei energética de calor afirma que se um sistema troca calor com outro, a energia interna do sistema isolado permanece constante e, portanto, o calor é a energia que precisa de um sistema para compensar as diferenças entre o trabalho e a energia interna .

3) A terceira lei se refere a entropia, que é uma magnitude física que mede a parte da energia que não pode ser usada para produzir força.

4) A quarta lei afirma que a temperatura de zero absoluto é um limite que não pode ser alcançado (o zero absoluto é a temperatura teórica mais baixa possível, isso significa que as partículas sujeitas a esta temperatura hipotética carecem de movimento). Eficiência energética

O consumo das diferentes fontes de energia não renovável, tais como o petróleo e seus derivados ou o carvão, permite os processos industriais e todo tipo de ação na vida cotidiana. No entanto, isto provoca um efeito poluente sobre o ambiente. Para reduzir este impacto negativo, deve-se reduzir o consumo de energia. As medidas adotadas se referem precisamente à eficiência energética. Psicologia energética

Trata-se de uma disciplina baseada nos princípios da medicina tradicional chinesa. Neste sentido, concebe ao ser humano como algo global. Assim, quando a energia física e mental não se canaliza corretamente ocorre um transtorno emocional. Em outras palavras, as várias emoções que sentimos são resultado de uma série de alterações energéticas.

16

Energias Limpas - Conceito, o que é, Significado
Energias Limpas - Conceito, o que é, Significado
16 Energias Limpas - Conceito, o que é, Significado Como sugerido pelo seu próprio nome,

Como sugerido pelo seu próprio nome, as energias limpas são aqueles que não poluem o meio ambiente. Deve-se destacar que o rótulo de energia limpa também é conhecido como energia renovável. Por outro lado, as fontes de energia opostas às limpas são poluentes e não renováveis, como o petróleo e o gás.

As fontes de energia limpas são baseadas no uso de recursos naturais, principalmente o sol, o vento, a água e a energia de provém do interior da terra ou da energia geotérmica. Energia solar

O sol gera energia que pode ser traduzido em calor e eletricidade. Os raios do sol são convertidos em energia térmica ou elétrica com a qual é possível aquecer os lares e proporcionar luz. Para que isso se torne possível são empregados vários sistemas fotovoltaicos e painéis solares. Energia eólica

O vento movimenta as pás de uma turbina eólica e a energia obtida por sua vez produz a eletricidade. Considera-se uma energia limpa porque o vento é um recurso inesgotável que não está associado a nenhuma agressão contra o meio ambiente. As turbinas começaram a ser desenvolvidas após a crise do petróleo, em 1973, quando se descobriu que o petróleo é uma fonte de energia não renovável, poluente e que pode gerar instabilidade econômica mundial. Energia geotérmica

17

Esta energia é obtida a partir do calor interno da Terra. Nela concentram-se os chamados reservatórios geotérmicos. Deve-se destacar que o centro da Terra é quase tão quente como o sol e o calor que vem do seu interior pode ser aproveitado. Para que isso se torne possível deve haver uma fonte de calor e um aquífero quente que possa ser atravessado pela água que provém das fontes naturais subterrâneas. Quando isso ocorre, os reservatórios geotérmicos transformar a energia da eletricidade para aquecer casas, estufas ou para secagem de madeira. Novas propostas de energias limpas

Nos últimos anos, houve vários avanços significativos na busca de alternativas energéticas não poluentes. Neste sentido, são muitas as propostas:

1) foram projetadas novas turbinas de vento para armazenar melhor a energia eólica;

2) a força das marés e das ondas são canalizadas na energia maremotriz;

3) as células solares são cada vez mais finas e isso favorece sua eficiência energética.

***
***