Você está na página 1de 4

ANO 42 | B | BRANCO LT.

5 | Nº 34 | 27/05/2018

SANTÍSSIMA TRINDADE nos santos mistérios que o Pai en- (Enquanto a assembleia é aspergi-
tregou o Filho por amor ao mundo da com água benta, canta-se: (H2,
na potência do Espírito Santo e, no p. 196)
mesmo Espírito Eterno, o ressus-
citou dos mortos para nossa sal- Banhados em Cristo, / somos uma
vação, a Solenidade de hoje é um nova criatura. / As coisas antigas já
modo que a Igreja encontra para se passaram / somos nascidos de
louvar e adorar o amor sem fim da novo. Aleluia, Aleluia, Aleluia! (bis)
Trindade Santa. Como batizados,
fomos envolvidos por esse amor P. Que Deus todo-poderoso nos pu-
e nossa vida está toda ela mer- rifique dos nossos pecados e, pela
gulhada neste mistério que agora celebração desta Eucaristia, nos
iremos celebrar. torne dignos da mesa do seu Reino.
T. Amém!

3 RITO DA ASPERSÃO
4 GLÓRIA
P. Irmãos e irmãs, invoquemos o
RITOS INICIAIS Senhor nosso Deus para que se dig- Glória a Deus nas alturas, / e paz
ne abençoar esta água que vai ser na terra aos homens por Ele ama-
1 CANTO DE ABERTURA aspergida sobre nós, recordando dos. / Senhor Deus, Rei dos céus,
(HL 2 p. 83 - Fx 15)
o nosso batismo. Que Ele se digne Deus Pai todo-poderoso: / nós vos
ajudar-nos para permanecermos fi- louvamos, nós vos bendizemos, /
1. Bendito sejas Tu, Senhor de nos-
éis ao Espírito que recebemos. nós vos adoramos, nós vos glorifi-
sos pais. És pródigo de graças, ó Se-
nhor. camos, / nós vos damos graças por
(silêncio) vossa imensa glória. / Senhor Jesus
Glória ao Senhor, Criador para P. Senhor nosso Deus, velai sobre o Cristo, Filho Unigênito, / Senhor
sempre! (bis) vosso povo e, ao celebramos a ma- Deus, Cordeiro de Deus, Filho de
2. Bendito sejas Tu, ó Verbo de ravilha da nossa criação e a maravi- Deus Pai. / Vós que tirais o pecado
Deus Pai; a morte que sofreste nos lha ainda maior de nossa redenção, do mundo, tende piedade de nós. /
deu vida. dignai-vos abençoar † esta água. Vós que tirais o pecado do mundo,
3. Bendito sejas Tu, Espírito de Fostes Vós que a criastes para fe- acolhei a nossa súplica. / Vós que
Deus, operas na Igreja a salvação. cundar a terra, para lavar nossos estais à direita do Pai, tende pieda-
corpos e refazer nossas forças. Tam- de de nós. / Só vós sois o Santo, só
2 SAUDAÇÃO bém a fizestes instrumento de vos- vós, o Senhor, / só vós o Altíssimo,
sa misericórdia: por ela libertastes Jesus Cristo, / com o Espírito Santo,
P. Em nome do Pai e do Filho e do na glória de Deus Pai. Amém.
Espírito Santo. o vosso povo do cativeiro e aplacas-
tes no deserto a sua sede; por ela os
T. Amém.
profetas anunciaram a nova aliança
P. A graça de Nosso Senhor Jesus que era vosso desejo concluir com 5 ORAÇÃO
Cristo, o amor do Pai e a comunhão
os seres humanos; por ela, final- P. Oremos (silêncio): Ó Deus, nosso
do Espírito Santo, estejam convosco!
mente, consagrada pelo Cristo no Pai, enviando ao mundo a Palavra
T. Bendito seja Deus que nos reu- Jordão, renovastes, pelo banho do da verdade e o Espírito santificador,
niu no amor de Cristo.
novo nascimento, a natureza peca- revelastes o vosso inefável mistério.
dora. Que esta água seja para nós Fazei que, professando a verdadeira
Anim. Tendo concluído o Tempo uma recordação do nosso batismo fé, reconheçamos a glória da Trin-
Pascal com a Solenidade de Pente- e nos faça participar da alegria dos dade e adoremos a Unidade onipo-
costes, a Igreja hoje celebra a San- que foram batizados na Páscoa. Por tente. Por N.S.J.C.
tíssima Trindade. Após proclamar
Cristo, nosso Senhor. T. Amém.
1
LITURGIA DA PALAVRA 4. No Senhor nós esperamos con- 11 PROFISSÃO DE FÉ
fiantes, / porque Ele é nosso auxí-
Anim. A Palavra que o Senhor agora lio e proteção! / Sobre nós venha, P. Creio em um só Deus, Pai todo-
irá nos dirigir é testemunho vivo e Senhor, a vossa graça, / da mesma -poderoso, / Criador do céu e da
atual do mistério do seu Amor e do forma que em vós nós esperamos! terra; de todas as coisas visíveis e
seu desejo de entrar em comunhão invisíveis. / Creio em um só Senhor,
conosco e nos guiar no caminho de 8 SEGUNDA LEITURA Jesus Cristo, / Filho Unigênito de
nossa santificação. Escutemos... (Rm 8,14-17) Deus, / nascido do Pai antes de to-
dos os séculos: / Deus de Deus, / luz
6 PRIMEIRA LEITURA Leitura da Carta de São Paulo aos da luz, / Deus verdadeiro de Deus
(Dt 4,32-34.39-40) Romanos. Irmãos: 14Todos aqueles verdadeiro, / gerado, não criado, /
que se deixam conduzir pelo Es- consubstancial ao Pai. / Por Ele to-
Leitura do Livro do Deuteronômio. pírito de Deus são filhos de Deus.
Moisés falou ao povo dizendo: 32“In- das as coisas foram feitas. / E por
15
De fato, vós não recebestes um nós, homens, e para nossa salva-
terroga os tempos antigos que te espírito de escravos, para recairdes
precederam, desde o dia em que ção, / desceu dos céus:
no medo, mas recebestes um espí-
Deus criou o homem sobre a terra, rito de filhos adotivos, no qual to- (Todos se inclinam)
e investiga de um extremo ao outro P. E se encarnou pelo Espírito Santo,
dos nós clamamos: Abá, ó Pai! 16O
dos céus, se houve jamais um acon- / no seio da Virgem Maria, / e se
próprio Espírito se une ao nosso
tecimento tão grande, ou se ouviu fez homem.
algo semelhante. 33Existe, porventu- espírito para nos atestar que somos
ra, algum povo que tenha ouvido a filhos de Deus. 17E, se somos filhos, (Retorna-se à posição anterior)
voz de Deus falando-lhe do meio do somos também herdeiros, herdei- T. Também por nós foi crucificado /
fogo, como tu ouviste, e tenha per- ros de Deus e co-herdeiros de Cris- sob Pôncio Pilatos; / padeceu e foi
manecido vivo? 34Ou terá jamais al- to; se realmente sofremos com ele, sepultado. / Ressuscitou ao tercei-
gum Deus vindo escolher para si um é para sermos também glorificados ro dia, / conforme as Escrituras, / e
povo entre as nações, por meio de com ele. – Palavra do Senhor. subiu aos céus, / onde está sentado
provações, de sinais e prodígios, por T. Graças a Deus. à direita do Pai. / E de novo há de
meio de combates, com mão forte e vir, em sua glória, / para julgar os
braço estendido, e por meio de gran- 9 ACLAMAÇÃO
vivos e os mortos; / e o seu reino
des terrores, como tudo o que por ti (Festas Lit. I Fx 3) (Cantando Salmos e Aclamações, p. 130)
não terá fim. / Creio no Espírito
o Senhor vosso Deus fez no Egito, Santo, / Senhor que dá a vida, / e
diante de teus próprios olhos? 39Re- Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! /
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia! procede do Pai e do Filho; / e com
conhece, pois, hoje, e grava-o em o Pai e o Filho é adorado e glorifi-
teu coração, que o Senhor é o Deus Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito cado: / ele que falou pelos profe-
lá em cima do céu e cá embaixo na Divino, / ao Deus que é, que era e tas. / Creio na Igreja, /una, santa,
terra, e que não há outro além dele. que vem, pelos séculos. Amém. católica e apostólica. / Professo um
40
Guarda suas leis e seus manda- só batismo / para remissão dos pe-
mentos que hoje te prescrevo, para
que sejas feliz, tu e teus filhos depois 10 EVANGELHO (Mt 28,16-20) cados. / E espero a ressurreição dos
mortos / e a vida do mundo que há
de ti, e vivas longos dias sobre a ter- P. O Senhor esteja convosco. de vir. Amém.
ra que o Senhor teu Deus te vai dar T. Ele está no meio de nós.
para sempre. – Palavra do Senhor. 12 ORAÇÃO DOS FIÉIS
P. Proclamação do Evangelho de Je-
T. Graças a Deus.
sus Cristo segundo Mateus P. Como batizados, movidos pelo
7 SALMO 32/33 T. Glória a vós, Senhor. Espírito que habita em nós, oremos
(Cantando Salmos e Aclamações p. 130) P. Naquele tempo, 16os onze dis- com confiança ao Pai, unindo-nos à
Feliz o povo que o Senhor / esco- cípulos foram para a Galileia, ao prece de Jesus, suplicando:
lheu por sua herança. monte que Jesus lhes tinha indi- T. Escutai-nos, Senhor, pelo vosso
cado. 17Quando viram Jesus, pros- imenso amor.
1. Reta é a palavra do Senhor, / e
tudo que Ele faz merece fé. / Deus traram-se diante dele. Ainda assim 1. Senhor, que estais presente em
ama o direito e a justiça, / transbor- alguns duvidaram. 18Então Jesus nossa história pela ação do Vosso
da em toda a terra a sua graça. aproximou-se e falou: “Toda a auto- Espírito; nós vos pedimos por nos-
2. A palavra do Senhor criou os ridade me foi dada no céu e sobre a sa Arquidiocese que está realizando
céus, / e o sopro de seus lábios, as terra. 19Portanto, ide e fazei discípu- seu Sínodo, para que seu testemu-
estrelas. / Ele falou e toda a terra foi los meus todos os povos, batizan- nho de solidariedade manifeste que
criada, / Ele ordenou e as coisas to- do-os em nome do Pai e do Filho e Deus habita esta cidade, oremos.
das existiram. do Espírito Santo, 20e ensinando-os 2. Senhor, vosso amor envolve todo
3. Mas o Senhor pousa o olhar sobre a observar tudo o que vos ordenei! o Universo; nós vos pedimos pelos
os que o temem, / e que confiam es- Eis que eu estarei convosco todos povos que sofrem consequências
perando em seu amor, / para da mor- os dias, até ao fim do mundo”. de conflitos internos e com outros
te libertar as suas vidas / e alimentá- – Palavra da salvação. povos, para que reine a paz e o en-
-los quando é tempo de penúria. T. Glória a vós, Senhor. tendimento, oremos.
2
3. Senhor, que nos concedeis partici- CP. Na verdade, vós sois santo, ó vida eterna com os vossos santos:
par de vossa comunhão pela filiação Deus do universo, e tudo o que a Virgem Maria, Mãe de Deus, São
divina, acompanhai nossa comunida- criastes proclama o vosso louvor, José, seu esposo, os vossos Apósto-
de e nossas famílias, para que a con- porque, por Jesus Cristo, vosso Fi- los e Mártires, São Paulo, patrono
vivência e o mútuo entendimento lho e Senhor nosso, e pela força do da nossa Arquidiocese, N. e todos
superem as diferenças e vivamos na Espírito Santo, dais vida e santidade os santos, que não cessam de inter-
alegria da unidade e da paz, oremos. a todas as coisas e não cessais de ceder por nós na vossa presença.
(outras preces da comunidade) reunir o vosso povo, para que vos T. Fazei de nós uma perfeita ofe-
ofereça em toda parte, do nascer ao renda!
P. Atendei, Senhor, as nossas preces pôr do sol, um sacrifício perfeito. 2C. E agora, nós vos suplicamos,
e guiai-nos em vossos caminhos, T. Santificai e reuni o vosso povo! ó Pai, que este sacrifício da nossa
Vós que reinais pelos séculos. CC. Por isso, nós vos suplicamos: reconciliação estenda a paz e a sal-
T. Amém. santificai pelo Espírito Santo as ofe- vação ao mundo inteiro. Confirmai
rendas que vos apresentamos para na fé e na caridade a vossa Igreja,
serem consagradas, a fim de que enquanto caminha neste mundo:
se tornem o Corpo e o Sangue de o vosso servo o Papa Francisco, o
13 APRESENTAÇÃO DAS Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso bispo Odilo, com os Bispos
OFERENDAS (Fx 19) nosso, que nos mandou celebrar do mundo inteiro, o clero e todo o
1. Ó Trindade imensa e una, vossa este mistério. povo que conquistastes.
força tudo cria; vossa mão que rege T. Santificai nossa oferenda, ó Se- T. Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!
os tempos, antes deles existia. nhor! Atendei às preces da vossa família,
2. Pai, da graça fonte viva, Luz da Na noite em que ia ser entregue, ele que está aqui, na vossa presença.
glória de Deus Pai, Santo Espírito da tomou o pão, deu graças, e o partiu Reuni em vós, Pai de misericórdia,
vida, que no amor os enlaçais. e deu a seus discípulos, dizendo: todos os vossos filhos e filhas dis-
3. Só por vós, Trindade Santa, suma TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O persos pelo mundo inteiro.
origem, todo bem, todo ser, toda MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE T. Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos
beleza, toda vida se mantém. POR VÓS. filhos!
Do mesmo modo, ao fim da ceia, 3C. Acolhei com bondade no vosso
4. Nós, os filhos adotivos, pela gra-
ele tomou o cálice em suas mãos, reino os nossos irmãos e irmãs que
ça consagrados, nos tornemos tem-
deu graças novamente, e o deu a partiram desta vida e todos os que
plos vivos, a vós sempre dedicados.
seus discípulos, dizendo: morreram na vossa amizade. Uni-
14 ORAÇÃO SOBRE AS TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O dos a eles, esperamos também nós
OFERENDAS CÁLICE DO MEU SANGUE, O SAN- saciar-nos eternamente da vossa
GUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, glória, por Cristo, Senhor nosso.
P. Senhor nosso Deus, pela invo-
QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS T. A todos saciai com vossa glória!
cação do vosso nome, santificai as
E POR TODOS PARA REMISSÃO Por ele dais ao mundo todo bem e
oferendas de vossos servos e ser-
DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM ME- toda graça.
vas, fazendo de nós uma oferenda
MÓRIA DE MIM. CP ou CC. Por Cristo, com Cristo
eterna. Por Cristo, nosso Senhor.
Eis o mistério da fé! e em Cristo, a vós, Deus Pai todo-
T. Amém.
T. Anunciamos, Senhor, a vossa -poderoso, na unidade do Espírito
morte e proclamamos a vossa res- Santo, toda a honra e toda a glória,
15 ORAÇÃO EUCARÍSTICA III surreição. Vinde, Senhor Jesus! agora e para sempre.
(Pref: O mistério da Santíssima Trindade)
CC. Celebrando agora, ó Pai, a memó- T. Amém.
P. Na verdade, é justo e necessário, ria do vosso Filho, da sua paixão que
é nosso dever e salvação dar-vos nos salva, da sua gloriosa ressurreição 16 RITO DA COMUNHÃO
graças, sempre e em todo o lugar, e da sua ascensão ao céu, e enquanto
Senhor, Pai Santo, Deus eterno e to- esperamos a sua nova vinda, nós vos 17 CANTO DE COMUNHÃO
do-poderoso. Com vosso Filho único oferecemos em ação de graças este (Festas Lit. I fx 20 - VC 578- CO 386)
e o Espírito Santo sois um só Deus e sacrifício de vida e santidade.
um só Senhor. Não uma única pes- T. Recebei, ó Senhor, a nossa oferta! 1. Deus eterno a Vós louvor! * Glória
soa, mas três pessoas num só Deus. Olhai com bondade a oferenda da à vossa Majestade! * Anjos e homens
Tudo o que revelastes e nós cremos vossa Igreja, reconhecei o sacrifício com fervor, * vos adoram, Deus Trin-
a respeito de vossa glória atribuímos que nos reconcilia convosco e con- dade. * // Cante a terra com amor!
igualmente ao Filho e ao Espírito cedei que, alimentando-nos com o Santo, Santo, é o Senhor. //
Santo. E, proclamando que sois o Corpo e o Sangue do vosso Filho, 2. Pai Eterno, a criação * que cha-
Deus eterno e verdadeiro, adoramos sejamos repletos do Espírito Santo mastes Vós do nada, * que susten-
cada uma das pessoas, na mesma e nos tornemos em Cristo um só ta vossa mão * com acorde imenso
natureza e igual majestade. Unidos à corpo e um só espírito. brada: // Quem me fez foi vosso
multidão dos anjos e dos santos, nós T. Fazei de nós um só corpo e um amor, * glória a Vós, Pai Criador. //
vos aclamamos, jubilosos, cantando só espírito! 3. Filho Eterno, nosso irmão, * vossa
(dizendo) a uma só voz. 1C. Que ele faça de nós uma ofe- morte deu-nos vida, * vosso Sangue
T. Santo,Santo, Santo... renda perfeita para alcançarmos a salvação, * toda a Igreja agradecida
3
* // exaltando a Vós, Jesus, * glórias 1. As maravilhas do poder de Deus, 3. Vem dar-nos, ó Senhor / fervor
cante à vossa Cruz! // por toda a terra, clamam para nós: de missionários / Envia teu Espírito
4. Deus Espírito sol de amor, * eis que ele é grande, onipotente! Lou- / e nos mostra o caminho / Conver-
vos louvam vossos santos, * qual de te-nos agora / e renova a Tua Igreja.
vado seja o Deus da criação!
um íris o fulgor * entoando eternos / Concede aos teus filhos / unidade,
cantos. * // Nós também, com grato 2. As maravilhas do amor de Deus, amor e fé.
ardor, * celebramos vosso amor. // por toda a história, clamam para nós:
09 de junho de 2018
que ele é bondade, misericórdia!
18 ORAÇÃO APÓS A Dia de São José de Anchieta
Louvado seja o Deus da Salvação!
COMUNHÃO
P. Oremos: Possa valer-nos, Senhor
nosso Deus, a comunhão no vosso
sacramento, ao proclamarmos nos- NINGUÉM JAMAIS VIU A DEUS
sa fé na Trindade eterna e santa, e
na sua indivisível Unidade. Por Cris- A festa solene da Santíssima Trin- Deus revelou-se de muitos mo-
to, nosso Senhor. dade nos convida a mergulhar- dos através dos profetas e santos,
T. Amém. mos no mistério do nosso Deus, antes de Cristo. Mas foi, acima de
que é o centro da nossa fé e da tudo, por meio do Filho único que
19 ORAÇÃO PELO SÍNODO vivência religiosa. Tudo tem sua o Pai eterno se revelou ao mundo.
ARQUIDIOCESANO origem em Deus. Tudo existe, gra- No início da Carta aos Hebreus, o
T. Divino Espírito Santo, vós sois a ças à sua providência onipotente. autor escreveu: “Muitas vezes, e
alma da Igreja / e renovais a face Tudo encontra o seu objetivo ple- de muitos modos, Deus falou no
da terra. / Vinde em nosso auxílio no em Deus. passado a nossos pais pelos pro-
/ na realização do primeiro Sínodo fetas. Nesses dias, porém, que
São Francisco de Assis entendeu
arquidiocesano de São Paulo. / Re- são os últimos, falou-nos por
novai em nós a fé, a esperança e a bem isso, ao exclamar: “Meu
meio do Filho” (Hb 1,1-2).
caridade; / animai-nos com um vivo Deus e meu tudo!” Deus é o su-
premo bem ao qual anseia nosso Quem deseja conhecer a Deus
ardor missionário / para o teste-
coração, a luz eterna que ilumina precisa conhecer o que Jesus
munho do Evangelho nesta Cidade
imensa. / Seguindo o exemplo de falou; Jesus Cristo tem conheci-
e mostra o sentido de cada coi-
Maria, Mãe da Igreja, / do apóstolo mento íntimo do Pai e do Espíri-
sa, a recompensa da alma que o
São Paulo, Patrono de nossa Arqui- to Santo, pois é o Filho de Deus.
busca com sede. Que o digam os
diocese, / de São José de Anchieta, Conhecer Deus através de Jesus
santos no céu!
Santa Paulina e Santo Antônio de Cristo nos leva a conhecer, nos
Santana Galvão, / dos bem-aven- Deus revelou ao mundo o seu limites de nossa capacidade hu-
turados Padre Mariano e Madre inefável mistério. O homem, está mana, algo da profundidade do
Assunta / e dos santos Padroeiros aberto a conhecer a Deus e é “ca- ser de Deus, que supera todo
de nossas Comunidades, / sejamos paz de Deus”, como diz a teologia. conhecimento. Mas já nos alegra
também nós ardorosos discípulos- Com sua inteligência, o homem imensamente e nos enche de es-
-missionários de Jesus Cristo / para busca Deus como “às apalpade- perança. Sobretudo, quando nos
que, nele, todos tenham vida em
abundância. / Divino Espírito San- las”, como escreveu São Paulo damos conta de que o Deus santo
to, iluminai-nos. Amém! (cf At 17,27). De fato, porém, só e altíssimo nos atrai a si, para ter-
Deus conhece a si mesmo e só Ele mos parte na sua glória.
RITOS FINAIS pode dar-se a conhecer a nós. O Que a festa da Santíssima Trinda-
evangelista São João diz isso de de nos ajude a buscarmos a Deus
20 BÊNÇÃO FINAL maneira preciosa já no início do de todo o coração, na alegria da
(Tempo Comum, IV)
seu Evangelho: “ninguém jamais fé, na força irresistível da espe-
viu a Deus. O Filho único, que é rança e na suavidade da caridade.
21 CANTO FINAL (HL3, p. 411 - CO 631)
Deus e está na intimidade do Pai,
Povos todos, louvai ao Senhor, foi Ele quem nô-lo deu a conhe- Cardeal Odilo P.Scherer
Exaltemos, juntos, seu nome e seu cer” (Jo 1,18). Arcebispo de São Paulo
louvor!
POVO DE DEUS EM SÃO PAULO
- SEMANÁRIO LITÚRGICO - Valorizar a água e somar esforços é a melhor maneira de cuidar bem
Publicação da Mitra Arquidiocesana de São Paulo
Av. Higienópolis, 890 - São Paulo - SP - 01238-000
TEL: 3660-3700 Água,
Redator: Pe. Luiz Eduardo P. Baronto | Administração: cuide bem desse bem.
Maria das Graças (Cássia) | Assinaturas: Ariane r.3724 porque cada gota vale muito.
| Diagramação: Rodrigo Campos | Ilustração de cabeçalho:
Cláudio Pastro | Ilustrador: Marco Funchal tel.: 5071-3808 A água não nasce na torneira
| povodedeus@arquidiocesedesaopaulo.org.br | Site: Ela percorre um longo caminho desde que é coletada
e tratada para chegar a sua casa própria para o consumo.
www.arquidiocesedesaopaulo.org.br | Impressão:
Atlântica Gráfica - 90.000 por celebração.

4 Atenção! As partituras dos cantos estão disponíveis em nosso portal: www.arquisp.org.br/liturgia/folheto-povo-de-deus