Você está na página 1de 3

Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Centro de Tecnologia
Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental
HDS 1000 Mecânica dos Fluidos
Professor: Leandro Conceição Pinto

Name:

Lista de exercícios - Unidade 1

1. (Peso = 1,0) O barômetro básico pode Chapa xa


ser usado para medir a altura de um prédio. Se as
leituras barométricas nas partes superior e inferior
de um prédio são de 730 mmHg e 755mmHg, res-
pectivamente, determine a altura do prédio. Con-
sidere a massa especíca do ar ρar = 1,18kg/m3 e
ρhg =13600kg/m3 .
Chapa móvel

Resp.: (a) hA =0, 60mm (b) F =1,62N

3. (Peso = 1,0) Considere um uido en-


tre duas placas paralelas xas e separadas de 5cm,
como mostrado na gura abaixo. A distribuição
de velocidades do escoamento é dada por u(y) =
120(0,05y−y 2 )m/s onde y está em metros. O uido
é água à 10◦ C (µ=1, 308 × 10−3 N.s/m2 ). Calcule
a magnitude das tensões cisalhantes que agem em
cada placa.

Resp.: h ∼
= 288m

2. (Peso = 1,0) Uma chapa plana na de di-


mensões 20 cm × 20 cm é puxada horizontalmente
com velocidade de 1 m/s sobre uma camada de óleo
de 3,6 mm de espessura entre duas chapas planas, Resp.: ∥τ ∥ = 7,848 × 10−3 N/m2
uma estacionária e a outra movendo-se com veloci-
dade constante de 0,3 m/s, como mostrado na gura 4. (Peso=2.0) A correia na Figura abaixo
abaixo. A viscosidade dinâmica do óleo é 0,027 Pa move-se a uma velocidade constante V e desliza na
· s. Considerando que a velocidade de cada camada parte superior de um tanque de óleo de viscosidade
de óleo varie linearmente, (a) trace o perl de velo- µ, como mostra a gura. Considerando um perl li-
cidade e determine o ponto em que a velocidade do near de velocidade no óleo, desenvolva uma fórmula
óleo seja nula e (b) determine a força que precisa ser simples para a potência P = F × V necessária para
aplicada sobre a chapa para manter o movimento. o acionamento da correia em função de (h,L,V ,b,µ).
Qual a potência necessária para o acionamento da abaixo, formando um ângulo de 45◦ com o solo em
correia se ela move-se a 2,5 m/s em óleo SAE30W ambos os lados. Cada lado tem 0,75 m de largura
a 20◦ C (µ = 0,29kg/ms), com L=2m, b=60cm e e as duas partes são mantidas unidas por cabos co-
h=3cm? locados a cada 6 m ao longo do comprimento da
calha. Calcule a tensão em cada cabo quando a
calha estiver cheia até a borda.

Resp.: P =µV 2 b L
h , P =73W

5. (Peso = 2,0) O sistema na gura abaixo


é usado para calcular a pressão em p1 no tanque
medindo-se a altura de líquido de 15cm no tubo de
1mm de diâmetro. Calcule a verdadeira altura do
líquido no tubo e o erro percentual devido a capila-
ridade se o uido é (a) água (γ =9640N/m3 ; θ ≈ 0; Resp.: T =11.022N
σ =0,0667N/m) ou (b) mercúrio (γ =132200N/m3 ;
θ ≈ 130◦ ; σ =0,47N/m). 8. (Peso = 2,0) O corpo uniforme A da gura
abaixo tem largura b e está em equilíbrio estático
quando pivotado sobre a articulação O. Qual a den-
sidade desse corpo se (a) h=0 e (b) h=R?
(Dados: Distância horizontal de O ao centróide do
quarto de círculo = 4R/3π )

Resp.: (a) hreal =12,23cm, Erro=22,65% (b)


hreal =15,91cm, Erro=5,83%

6. (Peso=2.0) Dois tanques de água estão


conectados entre si através de um manômetro de
mercúrio com tubos inclinados, como mostra a -
gura abaixo. Se a diferença de pressão entre os dois
tanques for de 20kPa, calcule ”a” e ”θ”.

Resp.: (a) d=3/2 (b) d=5/3

9.(Peso = 2,0) Um balão de ar elástico com


diâmetro de 30cm é xado à base de um contêiner
parcialmente preenchido com água, como mostra a
gura abaixo. Se a pressão do ar acima da água
aumentar gradualmente de 100kPa até 1,6MPa, a
força do cabo variará? Nesse caso, qual é a vari-
Resp.: a=7,50cm, θ =34 ◦ ação percentual da força? Suponha que a pressão
na superfície livre e o diâmetro do balão estejam
7. (Peso = 2,0) Dois lados de uma calha de relacionados por P = CD−2 , onde C é uma cons-
água em forma de V têm dobradiças na parte infe- tante. O peso do balão e do ar que há nele são
rior onde eles se encontram, como mostra a gura desprezíveis.
Resp.: FE1 =138,7N , V ar =98,4%