Você está na página 1de 2

...__ '---.

'..... -

1
'\".

~
&! ~ -

~
~
~ -

~ ~
~
~
~ ~
~
~ ~
<:::i
~
Q..
< ~ -::t:a.
-
~
Q .,

~
~

~ ~
0 -~
Q.. ~
~
~

>
Cl'l ~ ~
~
- ~
.....
Cl'l
~

~
Cl'l

2--· - ~

~-
·s;:
. . ~

~ ~
-~

-~
~
~ -

~
~
i
f:-
r SUMÁRIO '.f
}

APRES·ENTAÇ).O .........., .................................................................................... .. 01 ~ APRESENTAÇÃO


.,
. ,

1 POVOAMENTO .., 1
A introdução da disciplina "História de Mato Grosso" nos currículos
1.1 O ENCONTRO DO OURO ..................................................................... . 03 esco_lares e o crescente número de alunos que anualmente ingressam nos
l
! 1.2 A DIFÍCIL TAREFA DE POVOAR AS MINAS -DO CUIABÁ .......... .. 08 cursos de História ministrados nas instituições de ensino superior existentes
1.3 A ADMINISTRAÇÃO NAS MINAS no CUIABÁ ............................. .. 13
em Mato Grosso, exigem maior produção da historiografia local. Foi
i.4 MILITARIZAÇÃO ......................................................................;........... . 20
pensando, especialmente nessa clientela, que partimos para a produção dessa
_1.5 A CAPITANIA DE l'AATO GROSSO ...................................................... 24
obra, apresentada, inicialmente, como .projeto de pesquisa a ser desenvolvido
2SOCIEDADE
!
.,,
!'i
como atividade da Unidade de Ensino de História di, UNIVAG.

. ·:~

2.1 A ORGANIZAÇÃO DOS ESPAÇOS .................. ~ ........................... . 27 · Após alguns meses de pesquis;. no Arquivo Público do Estado, no
2.2 HOMENS BONS, MAUS PROCEDIDOS.........................................· 33 N_D IHR/UFMT, no Arquivo da Torre do Tombo e no Arquivo Ultramarino,
2.3 O PODER DA IGREJA..................................................................... .. 38 aproveitando minha estada em Lisboa,_concluí e expus o resultado aos órgãos
2.4 VAMOS FESTAR ............................................................:................ ., 47 competentes da UNIVAG, a qual fina~ciou parte da pesquisa e o custeio da
2.5 AS FESTAS RELIGIOSAS ~........ :....... .-......_.. :.................................... . 52 editoração. Agradeço essa colaboraç~o sem a qual não seria possível a
2.6 A POPULAÇÃO POBRE ...................._........... ~,.,;.. :............... ;........-.;.. . 58 concretização dessa publicação, especialmente, ao diretor geral dessa
2.7 AS DOENÇAS ..................................................................................... 62 inst ituição de ensino superior, dr. Dráuzio Antônio Medeiros.
A minha preocupação não é apenas a de ser mais um contribuinte à
3 ECONOMlA ....................................................................................................... . 65
produção historiográfica local, mas de apresentar um produto, fugindo da
3.1 O C0 l\.1ÉRCI0 .....................................................................:............. . 68
prática repetitiva, enveredando pelas interpretações dos fatos, com base, não
1 3.2 OS ENGENHOS ................................................................................. . 76
.s ó na bibliografia pertinente aos asslif)tos mas, sobretudo, em documentos,
3.3 OS ESCRAVOS ..................................................... ;............................. 79
3.4 OS ÍNDIOS ..................................................... ................................... . 85
muitos ainda inéditos, analisando os aspectos social, econômic() e cultural da
3.5 A PECUÁRIA ...................................................................................... . 91 vila
.
do Senhor Bom Jesus do Cuiabá. Delimitei a pesquisa ao período de .
1718
3.6 A AGRICULTURA ................ :.......................... ;....,........................·.. .. 93 a 18081 considerando como balizas o início do processo de colonização com a
3 7 A FÀLTA DE ALIMENTOS ................ :............................................ 96 chegada -de Pascoal Moreira Cabral, a .. Cuiabá e o término do período
colonial, com a transferência da familia· real para o Brasil. ·
4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ............................................................ . 98 Trabalhando com a documentação, em suas entre_linhas, percebe-se
como os vários agentes formadores da sociedade . cuiabana agiram e se
5..CRONOLOGIA ................, ...............:..........................................'. ....... ,............ . !02 organizaram, ora em benefício próprio, ora em benefício da Coroa
portuguesa, praticando as fraudes e V!Olências, controlando de for ma mais
rígida possível, o comércio, a mineração e fazendo prevalecer as práticas .

$.,;

Você também pode gostar