Você está na página 1de 38

ÍNDICES

HEMATIMÉTRICOS

Profa: Jéssica Bomfim de Almeida


Hemograma

 Avaliação quantitativa e qualitativa dos elementos do sangue

Eritrograma

Leucograma

Plaquetograma
Eritrograma

 Estuda as alterações nos eritrócitos, na hemoglobina, no hematócrito, nos índices globulares e


na morfologia eritrocitária.

Índices Hematimétricos
Índices Hematimétricos

 São úteis na
classificação das
anemias e quando
confrontados com os
achados
microscópicos
complementam o
estudo das hemácias.
Índices Hematimétricos
Índices Hematimétricos

RDW e
histograma •Subprodutos da medida eletrônica do volume da Hm;

 Curva de distribuição Gaussiana


 Valor normal: 11 e 15%;
 Valores baixos: homogênea;
 Valores elevados (base ampla):
heterogeneidade celular (anisocitose);
 Diferenciar as anemias; Ferropriva x
talassemia;
 Histogramas com dupla população

Fonte: Failace – 5° edição


Índices Hematimétricos

Fonte: Failace – 5° edição


MORFOLOGIA DA
SÉRIE VERMELHA
MORFOLOGIA DA SÉRIE VERMELHA

TAMANHO

COR

FORMA

INCLUSÕES
ERITRÓCITÁRIAS
MICROCITOSE
Alterações MACROCITOSE

no tamanho NORMOCITOSE
ANISOCITOSE
ALTERAÇÕES NO TAMANHO

 VCM ↑ (>100fl) = Eritrócitos predominantemente macrocíticos = macrocitose


 VCM ↓ (<80 fl)= Eritrócitos predominantemente microcíticos = microcitose
 VCM N (80-100fl) = Eritrócitos normocíticos = normocitose
ALTERAÇÕES DE TAMANHO
ALTERAÇÕES DE TAMANHO

 RDW ↑ (> 15%) = Anisocitose - População eritrocitária heterogênea, com mais de um


tamanho.
 RDW N (11-15%)= População de tamanho homogêneo.
 RDW ↓ = Sem significado clínico.
ALTERAÇÕES DE TAMANHO
HIPOCROMIA
Alterações na HIPERCROMIA

coloração NORMOCROMIA
POLICROMATOFILIA
ALTERAÇÕES NA COLORAÇÃO

 HCM ↓ (<26 pg) = Eritrócitos predominantemente hipocrômicos = hipocromia


 HCM N (26-34 pg)= Eritrócitos normocrômicos. Obs.: Avaliar valor da Hemoglobina.
 HCM ↑ (>34 fl)= Não indica hipercromia. Termo não utilizado.
ALTERAÇÕES NA COLORAÇÃO

 Hipocromia

 Refere-se à presença de
eritrócitos com coloração mais Normocrômica Hipocrômica
pálida que o normal (HCM <26
pg).

 Quando existe redução do


conteúdo de hemoglobina a 6
área de palidez central
aumenta.
ALTERAÇÕES NA COLORAÇÃO

Policromasia ou Policromatofilia

•Eritrócitos imaturos com coloração


róseo-azulada.

•Elas são liberadas durante estímulo


medular quando os altos níveis de
eritropoietina levam à liberação de
reticulócitos imaturos.
CODÓCITOS
ESFERÓCITOS

Alteração na
ACANTÓCITOS
EQUINÓCITOS

forma ELIPTOCITOS
DREPANÓCITOS
DACRIÓCITOS
ESTOMATÓCITOS
Alteração na Forma

Poiquilocitose ou Pecilocitose:

• Forma anormal Hm;


• As alterações morfológicas dos
eritrócitos decorrem de três
situações distintas:
envelhecimento da célula,
artefato técnico, patologias intra
ou extra eritrocitárias.
Codócitos(célulasem alvo) ou Leptócitos

• Distribuição anormal de hb resulta em célula


com mancha central de hb rodeada por uma
área de palidez, chamada célula em alvo ;
– excesso de membrana (excesso de colesterol -
LCAT) em relação ao volume do citoplasma

• Icterícia obstrutiva, hepatopatias graves,


talassemias, na deficiência de ferro, e em
algumas hemoglobinopatias.
Esferócitos

• Eritrócitos de forma esférica porque


perderam porções de membrana.
• conservam o mesmo conteúdo de Hb,
perdem a palidez central, parecendo
de de menor diâmetro e mais coradas.

• Ocorre em: Esferocitose hereditária,


anemias imuno-hemolíticas, (porções de
membrana com anticorpos são removidas
pelos macrófagos), anemias hemolíticas
microangiopáticas.
Eliptocitos e Ovalócitos

• São eritrócitos de formato oval, e em grande


quantidade podem indicar alterações hereditárias
do citoesqueleto (eliptocitose hereditária).

• Podem aparecer em várias condições


hereditárias e adquiridas. Quando muito
numerosos - eliptocitose hereditária.
Acantócito

• Caracterizam-se pela presença de 2 a 20


espículosaoredor doseritrócitos.

• Alteração no conteúdo lipídico da


membrana celular pela deficiência de
colesterol .

• Presente na abetalipoproteinemia hereditária, anemias


de doenças hepáticas mielodisplasias e deficiência de
vitamina E.
Equinócitos ou hemácias crenadas

• Presença de espículos ao redor do


eritrócito.

• Artefatos de técnica e estocagem de


sangue, mas pode ocorrer em
pacientes urêmicos e em pacientes
em estado crítico.
Drepanócitos ou células em foice

• Eritrócitos alongados com forma


semelhante a foice.

• Resultado da cristalização de
hemoglobinasanormais
- HbS

• Característica da anemia falciforme


Esquistócitos

• Fragmentos celulares – antes Esquisócitos

• Deve-se à tentativa dessas células em passar


pelos filamentos de fibrina, vasos alterados,
por impacto físico em próteses (válvulas
cardíacas), ou pela retirada de "pedaços" dos
eritrócitos pelos macrófagos do SER.

• Anemiahemolítica, válvulas, CIVD, PTT.


Estomatócitos

 Apresentam uma fenda semelhante a uma


boca na região central.

 Podem ocorrer de forma esporádica em


indivíduos normais, e em numerosas situações
clínicas.
 Hepatopatia alcoólica, estomatocitoses hereditárias
(doenças hereditárias da membrana da Hm
associadas a distúrbios de regulação de volume
alteração na permeabilidade de cátions.
Dacriócito (hemácias em lágrima)

 A deformação ocorre quando as células passam


nas fenestrações entre cordões e sinus medulares
do baço, sofrendo estiramento além dos limites da
elasticidade.

 Aparecem quando existe fibrose da medula óssea


ou diseritropoese grave. Podem ocorrer, também,
em algumas anemias hemolíticas e nas anemias
megaloblásticas.
CORPOS DE HEINZ

Inclusões CORPOS DE HOWELL-JOLLY


PONTILHADO BASÓFILO
eritrocitárias SIDEROSSOMAS
ANÉIS DE CABOT
Inclusões Eritrocitárias

Corpúsculos de Howell-Jolly:
 São remanescentes de material
nuclear (DNA).

 Eles são pequenos, basofílicos e


geralmente únicos.

 Presentes na anemia megaloblástica e


hemolíticas, hipoesplenismo,
esplenectomia, diseritropoese.
Inclusões Eritrocitárias

Anéis de Cabot
 Presença de restos do fuso mitótico
remanescentes de mitoses anômalas.

 Observados em anemias
megaloblásticas e outras causas de
eritropoiese anormal.
Inclusões Eritrocitárias

Corpos de Heinz:
 Hb desnaturada, coloração
supra-vital.

 Talassemias, Hb instáveis,
deficiências enzimáticas e uso de
drogas oxidativas;
Inclusões Eritrocitárias

Pontilhado Basófilo

 Agregado de ribossomos (RNA) que


formam pequenas inclusões de
coloração azul dispersas no citoplasma.
 Presente na talassemia, anemia
megaloblástica, intoxicação por
metais pesados(chumbo e mercúrio)
e deficiência enzimática da 5-
nucleotidase.
Inclusões Eritrocitárias

Siderocitos ou Corpos de Pappenheimermer


 São eritrócitos que possuem no seu
interior agregados de ferritina,
localizados próximosa membrana

 Apresentam coloração púrpura


(coloração de Perls) e são observados
na talassemia e após esplenectomia.
Avaliação das hemácias
Hematoscopia

 Avaliar 10 campos microscópicos (100x) em áreas diferentes da lâmina


 Os campos devem conter entre 97 – 162 células
 Quantificar as alterações eritrocitárias como discreta (+), moderada (++) ou intensa (+++)

 Poiquilocitose - Avaliar as alterações morfológicas individualmente e em conjunto.


 A intensidade da poiquilocitose será o resultado das alterações individuais somadas.

Nem todas as alterações de forma tem a mesma


importância clínica: Esquizócitos e esferócitos são
importantes mesmo em pequenas quantidades.
Hemácias em alvo e ovaladas só tem importância
em maior frequência.
Avaliação das hemácias
Hematoscopia
Padronização da microscopia