Você está na página 1de 9

Simulado – História – Extensivo – 3º Bimestre

1. O Imperialismo se tornou umas das dinâmicas mais importantes da política mundial


dos séculos XIX e XX. A dominação econômica e social ocorreu em vários países do
mundo, principalmente naqueles que foram colônias ou que se tornaram colônias a partir
dessa política. Sobre o Imperialismo na América Latina, é INCORRETO afirmar que:
a) A política do Big Stick foi caracterizada pelas intervenções militares na América
Latina principalmente em países como Cuba.
b) A Doutrina Monroe justificou a expansão estadunidense pela América ao afirmar
a ideologia da América para os americanos.
c) A construção do Canal do Panamá foi resultado dessa política, que ao auxiliar da
Independência do país, fez com que os EUA pudessem usufruir da região.
d) A Guerra de Secessão teve influência direta nesse processo, pois fortaleceu a
economia do país e possibilitou a expansão;
e) A intervenção que os EUA faziam nos países não afetava diretamente a cultura,
pois visava apenas às questões econômicas.

GABARITO: E
a) Correta. Cuba foi obrigada a assinar a Emenda Platt, que permitia a intervenção
estadunidense na ilha, um reflexo claro da política do Big Stick.
b) Correta. Uma das dimensões da dominação estadunidense sobre a América foi
a simbólico-ideológica. Nesse sentido, a Doutrina Monroe carregava a ideia de
“América para os americanos”.
c) Correta. A intervenção direta dos EUA nos negócios latino-americanos teve
como uma representação a construção do Canal do Panamá, no contexto da
política do Big Stick.
d) Correta. A Guerra de Secessão teve como um de seus efeitos o fortalecimento
das bases econômicas estadunidenses ao modernizar a agricultura.
e) Incorreta. A dominação imperialista buscava múltiplas formas de se instituir,
que estavam relacionadas entre si. Portanto, não se pode dizer que o imperialismo
estadunidense não afetava diretamente a cultura dos países sobre os quais incidia.
2. A China hoje é considerada uma das maiores economias mundiais, sendo responsável
por abrigar indústrias diversas, que produzem os mais variados tipos de produtos. Mesmo
adotando uma economia de inspiração socialista, o país se abriu ao mercado capitalista
estrangeiro. Assinale a alternativa que melhor caracteriza o processo citado:

a) Após a morte de Mao Tsé-Tung, o país passou por um processo de abertura total
ao capitalismo, sendo o socialismo apenas figurativo.
b) Mao Tsé-Tung era favorável à abertura política e facilitou os processos para que
pudesse ocorrer a integração econômica do país com o restante do mundo.
c) A cidade de Hong Kong foi a única cidade capitalista, e permanece sob o domínio
inglês atualmente.
d) Devido à política mista, houve a criação das ZEEs, que participaram do projeto
de abertura econômica gradual ao exterior, mantendo o Estado chinês com traços
socialistas.

e) As ZEEs não influenciaram no processo de abertura, visto que foram uma política
de manutenção do poder de Mao Tsé-Tung, que buscava se fortalecer através da
prosperidade econômica.

GABARITO: E
a) Incorreta. O processo de abertura pelo qual passou a China (e ainda passa, em
certa medida) foi instituído gradualmente, não sendo caracterizado como uma
abertura total.
b) Incorreta. Mao Tsé-Tung não era um defensor da abertura política, uma vez
que seu governo foi marcado pelo enrijecimento das posições socialistas.
c) Incorreta. A cidade não está mais sob domínio inglês.
d) Correta. De fato, as chamadas ZEEs contribuíram para o aumento da produção
chinesa, inserindo o país no mercado mundial através do incremento da
competitividade da produção da China.
e) Incorreta. A instituição formal das ZEEs se inicia em 1980, 4 anos após a morte
de Mao, além de terem relação com o processo de abertura.
3. Analise o trecho abaixo:
“Os historiadores da África negra consideraram durante muito tempo que a resistência à
colonização se mantivera sempre num estágio primitivo, irracional e desorganizado.
Parece tornar-se agora necessário romper com esta visão redutora.”
(M'BOKOLO, Elikia. África Negra: História e civilizações. 2. ed. São Paulo: Edufba -
Casa das Áfricas, 2011. TOMO II, p.523).

Sobre os processos de Independência africana, julgue as afirmativas:


I. As independências foram motivadas, além dos fatores internos, pela Guerra Fria, que
possibilitou o apoio financeiro da URSS em diversos conflitos armados.
II. A Argélia foi um dos primeiros países africanos a iniciar uma Guerra de Guerrilha,
que foi liderada pela FNL, que depois de diversos confrontos conquistou a independência
em 1962.
III. Os processos de independência só foram possíveis pelo enfraquecimento das
potencias coloniais após a Segunda Guerra, sem esse fator não seria possível, visto que a
maioria deles foram resolvidos através de acordos.
IV. Os países libertos voltaram a ter as fronteiras que possuíam no período anterior à
Conferência de Berlim.
A sequência correta está expressa em:
a) II e IV estão corretas.
b) II e III estão corretas.
c) I, III e IV estão corretas.
d) I e II estão corretas.
e) I, II e III estão corretas.

GABARITO: D
I. Correta. Diversos países tiveram apoio financeiro e intelectual da URSS, a
exemplo de Moçambique que, após a luta armada, tornou-se socialista.
II. Correta. A Argélia alcançou a independência em 1962 e serviu de base de
treinamento para diversos outros grupos de guerrilha, como por exemplo Angola.
III. Incorreta. Apesar de ter influência nas independências africanas, o
enfraquecimento das potências europeias não foi o fator preponderante, ou o único
fator que possibilitou as independências, uma vez que muitas delas foram obtidas
por meio do conflito.
IV. Incorreta. As fronteiras permaneceram praticamente as mesmas que foram
definidas na Conferência de Berlim, o que gerou grandes problemas étnicos e
nacionais posteriormente.

4. A Revolução Cubana ocorreu em reação à política imperialista dos EUA, instaurando


a política socialista no país. Essa medida transformou o cenário geopolítico mundial,
principalmente no que diz respeito às relações entre os países capitalistas e os socialistas
durante a Guerra Fria. Sobre esse episódio e seus precedentes, é correto afirmar que:
a) A Emenda Platt foi responsável por permitir que os EUA interviessem
diretamente no país, além de autorizar a construção de uma base militar
estadunidense em território cubano, a base de Guantánamo.
b) Os estadunidenses utilizavam os territórios cubanos apenas para fins militares e
econômicos, a fim de obter a exclusividade na venda de produtos. De modo geral,
a intervenção dos EUA era bastante restrita.
c) Fulgêncio Batista foi o responsável pela implementação do regime socialista,
visto que era avesso às intervenções americanas, principalmente na questão
econômica.
d) A Crise dos Mísseis foi parte importante da Revolução. Com a pressão cubana, os
EUA revogaram o bloqueio econômico que haviam imposto aos cubanos.
e) Fidel Castro foi um dos líderes do movimento socialista. Após o período de
revolução, disputou a liderança do país com Che Guevara, que o auxiliou em todo
o processo da formação da guerrilha.

GABARITO: A
a) Correta. O processo de independência de Cuba marcou a preponderância
estadunidense sobre a ilha, a exemplo da Emenda Platt, que representou a total
possibilidade de intervenção dos EUA em Cuba.
b) Incorreta. A intervenção dos EUA nos assuntos cubanos não era restrita, uma
vez que era contínua e sistemática.
c) Incorreta. Fulgêncio Batista se afastava das ideias socialistas e governava Cuba
com respaldo e influência dos EUA.
d) Incorreta. A Crise dos Mísseis, ocorrida anos após da eclosão da revolução,
marcou um dos episódios mais importantes da Guerra Fria, mas não derrubar o
embargo estadunidense com relação a Cuba, instituiu-o.
e) Incorreta. Essa disputa pelo poder em Cuba entre Fidel Castro e Che Guevara
não ocorreu dessa maneira, apenas do exílio de Che. Desse modo, o grande líder
e governante de Cuba foi Fidel.

5. Os processos de Independência que surgiram na segunda metade do século XX


foram importantes para redesenhar o mapa mundial. As ex-colônias passaram por
diversos processos que culminaram nas suas independências. Sobre os processos
que constituem esse contexto, pode-se afirmar que:
a) A Conferência de Bandung definiu que todos os países que estavam sob o
julgo colonial receberiam a sua independência, acordo esse que foi aceito
pelas potências europeias.
b) As formas de resistência variavam de acordo com cada país. Na Índia, por
exemplo, Mahatma Gandhi liderou um processo de boicote aos produtos
ingleses que contribuiu para pressionar os ingleses com relação à
independência indiana.
c) Muitos países, principalmente na África, pegaram em armas para conseguir
sua independência. Entretanto, como o mundo estava assustado com os
desdobramentos da Segunda Guerra Mundial, as potências europeias logo
aceitaram as independências sem que houvessem de fato os conflitos armados.
d) Na Índia, Mahatma Gandhi liderou um movimento pacifista. Entretanto, suas
táticas não foram suficientes para impactar a colônia e alcançar a
independência.
e) Após as independências, o poder imperialista cessou por completo, o que
contribuiu para que esses países crescessem economicamente e dispersassem
todos os resquícios do passado colonial.

GABARITO: B
a) Incorreta.
b) Correta.
c) Incorreta.
d) Incorreta.
e) Incorreta.
6. “Uma longa linha de estudos históricos identificou a introdução da educação na Índia
como o processo crucial que criou essa classe, infundiu nela os valores da modernidade
europeia, assegurou a tradução desses valores nas línguas vernaculares e dessa forma
produziu os movimentos do nacionalismo moderno que ao final reclamariam autogoverno
para os indianos. Nem é preciso dizer que esse argumento se encaixa perfeitamente no
ponto de vista colonial segundo o qual foi o próprio domínio britânico que preparou o
solo para a independência indiana”.
Chatterjee, Partha. Colonialismo, modernidade e política. EdUFBA, 2004, p.33.

A partir do exposto e sobre as independências do século XX, é possível afirmar que:


a) Os movimentos de libertação colonial não possuíam força suficiente para
executarem a independência dos seus países, o que justifica o discurso europeu de
dominação epistemológica.
b) Esse tipo de discurso reforça a ideia eurocêntrica do mundo, o que não privilegia
a independência e as questões internas dos movimentos de libertação
c) Haviam dois tipos de libertação colonial, uma baseada nas lutas armadas e outra
relacionada aos movimentos pacíficos, sendo ambas possíveis apenas pela
contribuição europeia.
d) A Índia passou por um processo pacífico, no qual as elites locais receberam apoio
da Inglaterra, o que possibilitou a independência.
e) O discurso eurocêntrico valoriza as ideias que perpetuam o seu domínio em
relação às ex-colonias, o que contribui cada vez mais para o aprimoramento do
estudo histórico dos processos internos das independências.

7. “O grande salto para frente”, foi responsável por diversas mudanças na China, e
ocorreu durante:
a) A Dinastia Manchu, cujos resultados foram a Revolta dos Boxers e anexação de
novos territórios.
b) A República Kuomitang, na qual foram criadas as Zees,
c) No governo de Mao Tsé Tung, caracterizado pela abertura política.
d) Durante a Revolução Comunista, estreitando os laços com a URSS
e) Com Mao Tsé Tung, resultando no agravo da situação econômica do país.
8. “A Guerra de Secessão terminava com a vitória dos centros industriais do norte,
protecionistas inveterados, sobre os plantadores livre-cambistas de algodão e de tabaco
do sul. A guerra que selaria o destino colonial da América Latina nascia ao mesmo tempo
em que morria a guerra que tornou possível a consolidação dos Estados Unidos como
potência mundial.”
(Galeno, Eduardo. "As veias abertas da América Latina.L&M pocket, Porto Alegre, 2017, p.282)
Sobre a consolidação e a influência dos EUA podemos afirmar:
I – Após a guerra de secessão, os EUA se fortaleceram economicamente e passaram a
influenciar a economia dos países da América Latina, política essa que seria conhecida
num período posterior como política do Big Stick.
II - Os preceitos de democracia e igualdade racial foram instaurados logo após a Guerra
de secessão, igualando os direitos entre negros e brancos por todo o continente americano.
III – A América Latina sente até hoje os efeitos das políticas imperialistas dos EUA, que
por muitas vezes desestabilizam as economias que não fazem parte dos acordos
econômicos estabelecidos pelo país.
Estão corretas:
a) I e III
b) II e III
c) Apenas a I
d) I, II e III.
e) Apenas a III.

9. Sobre o conceito de “terceiro mundo”, é INCORRETO afirmar:


a) Foi fortalecido após a Conferência de Bandung, devido à escolha de não
alinhamento com a Guerra Fria.
b) Separa o mundo entre os capitalistas, socialistas e os não alinhados.
c) Ainda é utilizado para definir a polarização mundial.
d) Foi substituído gradualmente pelo termo “países em desenvolvimento”
e) Era constituído pelos países recém-independentes na segunda metade do século
XX e as ex-colônias em geral.
10. Observe o trecho da música Africa Unite, de Bob Marley lançada em 1979:

“Então África te une,


te une para o bem do nosso povo
Te une pois está mais tarde do que você pensa
Te une para o benefício de suas crianças
Te une pois está mais tarde do que você pensa
A África espera por seus criadores, a África espera por seus criadores
África você é meu antepassado fundamental
Te une para os africanos que estão no mundo, te une pelos africanos de longe
África te une”

Sobre os processos de independência africanos, é correto afirmar:


a) Os processos de independência ocorreram no final do século XIX, em reação
direta ao Imperialismo.
b) As independências só foram possíveis devido à cooperação mútua dos países
africanos em conjunto com os países que foram historicamente afetados com a
escravidão, como por exemplo as ex-colonias da América Latina.
c) A união dos países africanos em uma única frente armada foi decisiva para as
independências simultâneas do continente.
d) É no período de independência que surge o movimento político e filosófico Pan-
Africanista, que buscava a união dos países africanos em uma frente única, que
unisse e propagasse a ideia de soberania do continente.
e) As Independências ocorreram de forma armada, pois não existiam frentes
políticas que pudessem buscar outras formas de independência.

11. A Revolução Cubana teve impacto em diversos países, e foi caracterizada por:
a) Promover nos EUA uma política anti-comunista, que dura até hoje com o bloqueio
econômico ainda em vigor, sem qualquer tipo de aproximação entre os países.
b) Receber apoio da Rússia mesmo após o fim da URSS, mantendo vivo o bloco
socialista mundial.
c) Acabar juntamente com o fim da Guerra Fria, que culminou na abertura para todos
os tipos de produtos do exterior.
d) Colaborar com a Revolução Sandinista na Nicarágua, ao oferecer ajuda financeira
ao país.
e) Acirrar as disputas na Guerra Fria, ao corroborar com a política capitalista.