Você está na página 1de 14

Direito Administrativo

• admite-se qualquer prova que seja idônea e legal para provar a


Princípio da verdade material
legalidade dos fatos alegados;

• a Fazenda costuma reunir processos conexos relativa ao


Princípio da economia processual mesmo sujeito passivo, de modo a facilitar a produção de
provas e por economia para efeito de julgamento;

•apurada alguma informação ou documentação que venha a


Princípio da não aplicação da vedação fazer prova contra o contribuinte, não há vedação da reforma
da reformatio in pejus, contra ele, pode ser chamado este princípio também de
revisibilidade do lançamento;

• menciona que as partes devem ser tratadas de forma


Princípio da isonomia,
igualitária;

• consiste segundo o qual os litígios que decorrem perante


Princípio do duplo grau de jurisdição órgãos de julgamento administrativos, devem ser objeto de
uma dupla apreciação;

•trata-se de um princípio implícito, constituindo um


Princípio da segurança jurídica sobreprincípio, algo que em termos ideais deve nortear toda e
qualquer norma jurídica;

• este que representa a estrutura de todos os ramos do Direito,


Princípio da igualdade
e que assegura que todos são iguais perante a lei;

• este princípio determina que ninguém será obrigado a fazer ou


Princípio da legalidade
deixar de fazer alguma coisa, senão em virtude de lei;

•menciona a importância meio a efetivação da segurança


Princípio da irretroatividade das leis jurídica, uma vez que a lei não prejudicará o direito adquirido, o
ato jurídico perfeito ou coisa julgada.

www.academiadoconcurso.com.br

218
Direito Administrativo

• o processo administrativo, ainda que deflagrado no âmbito


Princípio da oficialidade
particular, é de interesse público;

• a autoridade fica autorizada a conhecer novos fatos existentes


Princípio da verdade material
nos autos ate a decisão final;

•menciona a importância meio a efetivação da segurança


Princípio da irretroatividade das leis jurídica, uma vez que a lei não prejudicará o direito adquirido, o
ato jurídico perfeito ou coisa julgada.

Princípio da garantia de defesa e do • fala da garantia de defesa no processo judicial e no processo


devido processo legal administrativo;

•ocorre quando parte do processo perde uma faculdade de


Princípio da preclusão
exercer um ato processual;

•é quando o ato praticado pela Administração Pública está de


Princípio da presunção de legitimidade
acordo com a lei;

• é direito ao particular a possibilidade de ver conhecida e


Princípio da ampla defesa
apreciadas todas as suas alegações;

Princípio de ampla competência • é toda a matéria de defesa produzida pelo contribuinte, a qual
decisória deve ser conhecida e apreciada;

Princípio da ampla instrução •emerge o direito a produção de provas, ou seja a utilização de


probatória todos os meios de provas pertinentes;

www.academiadoconcurso.com.br

219
Direito Administrativo

• recomenda o aproveitamento de todos os atos, praticados


Princípio da salvabilidade dos atos
com erro de natureza formal, deixando a decretação de sua
processuais
nulidade somente para em último caso;

• é a idéia de revisão recursal dos julgamentos administrativos


Princípio do duplo grau de cognição
ou judiciais;

•é de direito do cidadão contribuinte impugnar perante órgão


Princípio do julgador competente fazendário a pretensão fiscal e com isso dar início ao processo
administrativo;

• decorre do art. 5º, inciso LX da Constituição Federal e


danecessidade de transparência e visibilidade da atuação
administrativa. No processo adminsitrativo fiscal, este princípio
Princípio da publicidade
deve ser aplicado com cautela, em face do sigilo que a
Administração deve guardar a respeito da vida do
contribuinte.

• os atos administrativos deverão ser motivados de modo


explícito, claro e congruente, podendo consistir em declaração
Princípio da motivação das decisões
de concordância com fundamentos anteriores e com a
indicação dos fundamentos e fatos jurídicos que o embasaram.

www.academiadoconcurso.com.br

220
Direito Administrativo
Capítulo X

EXERCÍCIOS

1-CESPE - 2015 - FUB - Assistente em Administração

A administração pública é regida por princípios fundamentais que atingem todos os entes da Federação: União,
estados, municípios e o Distrito Federal. Com relação a esse assunto, julgue o item subsecutivo.
A pretexto de atuar eficientemente, é possível que a administração pratique atos não previstos na legislação.

( )Certo ( )Errado

2-CESPE - 2015 - FUB - Assistente em Administração

A administração pública é regida por princípios fundamentais que atingem todos os entes da Federação: União,
estados, municípios e o Distrito Federal. Com relação a esse assunto, julgue o item subsecutivo.
Apesar de o princípio da moralidade exigir que os atos da administração pública sejam de ampla divulgação, veda-
se a publicidade de atos que violem a vida privada do cidadão.

( )Certo ( )Errado

3-CESPE - 2015 - TRE-GO - Técnico Judiciário - Área Administrativa

No que se refere ao regime jurídico-administrativo brasileiro e aos princípios regentes da administração pública,
julgue o próximo item. O regime jurídico-administrativo brasileiro está fundamentado em dois princípios dos
quais todos os demais decorrem, a saber: o princípio da supremacia do interesse público sobre o privado e o
princípio da indisponibilidade do interesse público.

( )Certo ( )Errado

4-CONSULPLAN - 2015 - TJ-MG - Titular de Serviços de Notas e de Registros


É correto afirmar que além dos princípios expressos no caput do art. 37 da Constituição Federal, a Administração
Pública também se orienta pelos seguintes princípios:

a) legalidade, autotutela, indisponibilidade, continuidade dos serviços públicos e segurança jurídica.


b) supremacia do interesse público, autotutela, indisponibilidade, publicidade e continuidade dos serviços
públicos.
c) supremacia do interesse público, autotutela, indisponibilidade, continuidade dos serviços públicos e segurança
jurídica.
d) supremacia do interesse público, eficiência, indisponibilidade, continuidade dos serviços públicos e segurança
jurídica.

5-VUNESP - 2015 - PC-CE - Delegado de Polícia

Em grandes centros urbanos brasileiros, observa-se um desafio na questão da mobilidade urbana, ou seja, uma
constante tensão entre o transporte de caráter individual e o transporte coletivo. Diante dos congestionamentos
crescentes, por qual dos princípios implícitos da Administração Pública o administrador público deve se guiar para
constituir uma política que privilegie o transporte coletivo em detrimento do transporte individual?

a) Pelo princípio da Inteligibilidade.

b) Pelo princípio da Razoabilidade.

www.academiadoconcurso.com.br

221
Direito Administrativo
c) Pelo princípio do Interesse Público.

d) Pelo princípio da Eficiência.

e) Pelo princípio da Alocação.

6-CESPE - 2014 - TJ-DF - Juiz de direito

Considerando a relevância dos princípios do direito administrativo para atividade de administrador público,
assinale a opção correta.
a) Estando o administrador diante de ato administrativo viciado, o princípio da segurança jurídica lhe confere a
opção, observado o critério de conveniência e oportunidade, de convalidar o ato se o vício for sanável,
reconhecer a sua estabilização pelo decurso do tempo, modular os efeitos da anulação ou, ainda, invalidar o ato,
com efeitos ex tunc.
b) O princípio da supremacia do interesse público vem sendo questionado pela doutrina, em especial, após a CF,
que estabeleceu o Estado democrático de direito e assegurou direitos e garantias individuais acima dos interesses
do Estado, não existindo, por outro lado, norma constitucional que respalde a permanência de tal princípio no
ordenamento jurídico.
c) O princípio da eficiência funciona como diretriz a ser seguida pelo administrador, mas não pode ser utilizado
como parâmetro de controle externo pelo tribunal de contas para fins de verificação de regularidade dos atos e
contratos celebrados pelos administradores públicos.
d) A violação de princípios da administração pública, tais como da moralidade, da impessoalidade e da eficiência,
caracteriza ato de improbidade administrativa, desde que comprovado o dolo, ainda que genérico, do agente.
e) Na esfera de atuação do poder de polícia, não pode a administração pública efetuar a demolição de obra
irregular de forma sumária, sem observar os princípios do contraditório e da ampla defesa, devendo haver a
oitiva prévia do interessado.

7-VUNESP - 2014 - IPT-SP - Advogado

Assinale a alternativa correta.


a) O regime jurídico administrativo é amparado por dois princípios basilares, a supremacia do interesse público e
a indisponibilidade do interesse público.
b) O regime jurídico administrativo e o regime jurídico da Administração Pública são expressões sinônimas.
c) A supremacia do interesse público, que orienta o regime jurídico administrativo, é um princípio previsto
expressamente na Constituição Federal.
d) O regime jurídico administrativo não contempla qualquer restrição à administração.
e) A Administração Pública é regida exclusivamente pelo regime jurídico administrativo.

8-VUNESP - 2014 - DPE-MS - Defensor Público

A expressão regime jurídico-administrativo é utilizada para designar

a) os regimes de direito público e de direito privado a que pode submeter-se a Administração Pública.

b) o conjunto das prerrogativas e restrições a que está sujeita a Administração Pública e que não se encontram
nas relações entre particulares.

c) as restrições a que está sujeita a Administração Pública, sob pena de nulidade do ato administrativo, excluindo-
se de seu âmbito as prerrogativas da Administração.

d) as prerrogativas que colocam a Administração Pública em posição de supremacia perante o particular,


excluindo-se de seu âmbito as restrições impostas à Administração.

www.academiadoconcurso.com.br

222
Direito Administrativo
9-FCC - 2014 - TCE-RS - Auditor Público Externo

Os princípios que regem a Administração pública.


a) são aqueles que constam expressamente do texto legal, não se reconhecendo princípios implícitos, aplicando-
se tanto à Administração direta quanto à indireta.
b) podem ser expressos ou implícitos, os primeiros aplicando-se prioritariamente em relação aos segundos,
ambos se dirigindo apenas à Administração direta.
c) são prevalentes em relação às leis que regem a Administração pública, em razão de seu conteúdo ser mais
relevante.
d) dirigem-se indistintamente à Administração direta e às autarquias, aplicando-se seja quando forem expressos,
seja quando implícitos.
e) aplicam-se à Administração direta, indireta e aos contratados em regular licitação, seja quando forem
expressos, seja quando implícitos.

10-FUMARC - 2014 - PC-MG - Investigador de Polícia

Um administrador público, tendo recebido móveis novos para sua Unidade, doou, por conta própria, o mobiliário
antigo, ainda em bom estado de conservação, para uma instituição de caridade.
É CORRETO afirmar que o princípio da Administração transgredido pelo dirigente foi o da:
a) eficiência.

b) hierarquia.

c) indisponibilidade.

d) razoabilidade.

11-TRF - 2ª Região - 2015 - TRF - 2ª REGIÃO - Juiz federal

Leia as assertivas abaixo e, ao final, assinale a opção correta.

I - com fundamento na autoexecutoriedade, a Administração Pública, nas hipóteses expressamente autorizadas


pelo legislador a agir independentemente de ordem judicial, não tem a faculdade de acionar o Poder Judiciário
para executar a sua decisão;
II - a indisponibilidade do interesse público impede que se adote a arbitragem para a solução de conflitos
envolvendo sociedades de economia mista e empresas públicas.
III - a presunção de veracidade e legitimidade é instrumento necessário à satisfação das atividades
administrativas, e admite prova em sentido contrário, cabendo ao administrado o ônus de provar que se trata de
ato ilegítimo.
IV- o princípio da continuidade das atividades administrativas alcança apenas os serviços públicos essenciais, que
não podem ser interrompidos por causar danos ao interesse público primário, não se estendendo às demais
funções administrativas.

Em relação às quatro assertivas acima, estão corretas:


a) Apenas I e II.

b) Apenas III e IV.

c) Apenas a IV.

d) Apenas a III.

e) Apenas a II.

www.academiadoconcurso.com.br

223
Direito Administrativo
12-CESPE - 2014 - TJ-SE - Titular de Serviços de Notas e de Registros

Considerando os conceitos do direito administrativo e os princípios do regime jurídico-administrativo, assinale a


opção correta.
a) O princípio da proteção à confiança legitima a possibilidade de manutenção de atos administrativos inválidos.
b) Consoante o critério da administração pública, o direito administrativo é o ramo do direito que tem por objeto
as atividades desenvolvidas para a consecução dos fins estatais, excluídas a legislação e a jurisdição.
c) Adotando-se o critério do serviço público, define-se direito administrativo como o conjunto de princípios
jurídicos que disciplinam a organização e a atividade do Poder Executivo e de órgãos descentralizados, além das
atividades tipicamente administrativas exercidas pelos outros poderes.
d) São fontes primárias do direito administrativo os regulamentos, a doutrina e os costumes.
e) Dado o princípio da supremacia do interesse público sobre o privado, é possível à administração pública,
mediante portaria, impor vedações ou criar obrigações aos administrados.

13-CESPE - 2014 - TJ-SE - Titular de Serviços de Notas e de Registros

A respeito dos princípios, das fontes e do conceito de direito administrativo, assinale a opção correta.

a) De acordo com o STF, os tratados internacionais de direito administrativo serão fontes do direito
administrativo pátrio desde que sejam incorporados ao ordenamento jurídico interno mediante o mesmo
procedimento previsto na CF para a incorporação dos tratados internacionais de direitos humanos.

b) O princípio administrativo da autotutela é considerado um princípio onivalente.

c) O princípio administrativo do interesse público é um princípio implícito da administração pública.

d) De acordo com o critério das relações jurídicas, o direito administrativo pode ser visto como o sistema dos
princípios jurídicos que regulam a atividade do Estado para o cumprimento de seus fins.

e) Consoante o critério da distinção entre atividade jurídica e social do Estado, o direito administrativo é o
conjunto dos princípios que regulam a atividade jurídica não contenciosa do Estado e a constituição dos órgãos e
meios de sua ação em geral.

14-FUNCAB - 2014 - PM-RO - Soldado da Polícia Militar

“ ...a ausência de disciplina legal sobre certo comportamento significa no âmbito da Administração Pública uma
proibição de agir.”
(MAZZA, Alexandre. Manual de Direito Administrativo. 4a Edição. São Paulo: Saraiva, 2014, p. 96).

A frase acima traduz de forma direta o conteúdo do princípio da:


a) legalidade.
b) impessoalidade
c) publicidade.
d) eficiência
e) moralidade.

15-CS-UFG - 2014 - DPE-GO - Defensor Público

Os princípios administrativos são postulados orientadores essenciais que inspiram toda conduta dos integrantes
da Administração Pública. Nesse contexto,
a) em obediência aos princípios da legalidade e da segurança jurídica, no âmbito do regime jurídico-
administrativo, é inadmissível à Administração Pública alterar unilateralmente relações jurídicas já estabelecidas,
constituindo o administrado em obrigações por meio de atos unilaterais.

www.academiadoconcurso.com.br

224
Direito Administrativo
b) em atenção ao princípio da publicidade decorre a proibição de constar nome, símbolos ou imagens que
caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos em divulgação de atos, programas ou
campanhas de órgãos públicos.
c) pelo princípio da supremacia do interesse público advém a regra de que o direito da Administração de anular
os atos administrativos de que decorram efeitos favoráveis para os destinatários decai em cinco anos, contados
da data de sua ciência, salvo comprovada má-fé.
d) em consagração os princípios do contraditório e ampla defesa, no âmbito do processo administrativo os
interessados serão intimados de prova ou diligência ordenada, com antecedência mínima de três dias úteis,
mencionando-se data, hora e local de realização.
e) pelo princípio da eficiência, a Administração Pública, na execução dos atos administrativos, tem o dever de
alcançar a finalidade normativa, pois se trata de princípio diretamente vinculado ao princípio da legalidade e da
supremacia do interesse público.

16-MPE-SC - 2014 - MPE-SC - Promotor de Justiça

Analise os enunciados das questões abaixo e assinale se ele é Certo ou Errado.


Tocando ao Poder Judiciário atuação precipuamente jurisdicional, não lhe é imposta a observância dos princípios
da Administração Pública.

( )Certo ( )Errado

17-MPE-SC - 2014 - MPE-SC - Promotor de Justiça


O Direito Administrativo, disciplinando as atividades da Administração Pública e sua relação com o indivíduo,
norteia-se pelo princípio da supremacia do interesse individual sobre o interesse público, buscando garantir a
dignidade da pessoa humana (art. 1º, III, da Constituição) e conter os excessos da atuação estatal frente ao
cidadão.

( )Certo ( )Errado

18-CESPE - 2014 - TJ-CE - Analista Judiciário - Área Administrativa


Com base no regime jurídico-administrativo e nos princípios da administração pública, assinale a opção correta.

a) O princípio da proteção à confiança, de origem no direito norte-americano, corresponde ao aspecto objetivo da


segurança jurídica, podendo ser invocado para a manutenção de atos administrativos inválidos quando o prejuízo
resultante da anulação for maior que o decorrente da manutenção do ato ilegal.
b) O princípio da razoabilidade é considerado um princípio implícito da administração pública, por não se
encontrar previsto explicitamente na legislação constitucional ou infraconstitucional.
c) As restrições ou sujeições especiais no desempenho da atividade de natureza pública são consideradas
consequências do princípio da supremacia do interesse público sobre o privado, que integra o conteúdo do
regime jurídico- administrativo.
d) De acordo com o princípio da tutela, a administração pública direta, com o objetivo de garantir a observância
de suas finalidades estabelecidas nos contratos, fiscaliza apenas as atividades desempenhadas pelas empresas
concessionárias e permissionárias de serviço público.
e) Em observância ao princípio da motivação, deve a administração pública indicar os fundamentos de fato e de
direito de suas decisões, sendo dispensável esse princípio quando se tratar da prática de atos discricionários.

19-CESPE -2014 - TJ-CE - Técnico Judiciário - Área Judiciária

Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública, assinale a opção correta.

www.academiadoconcurso.com.br

225
Direito Administrativo
a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo, anular os atos eivados de vício de
ilegalidade.

b) O regime jurídico-administrativo compreende o conjunto de regras e princípios que norteia a atuação do poder
público e o coloca numa posição privilegiada.

c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto constitucional, quando assegura ao


servidor público o exercício irrestrito do direito de greve.

d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao administrador o dever de indicar os
pressupostos de fato e de direito que determinam a prática do ato, não possui fundamento constitucional.

e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo e, em determinados casos, obriga
ao administrado seu cumprimento.

20-ESAF - 2014 - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal

Nos termos da lei, a Administração Pública Federal observará, em se tratando do processo administrativo,
princípios específicos, exceto:

a) princípio da segurança jurídica.

b) princípio da razoabilidade.

c) princípio da eficiência.

d) princípio da insignificância.

e) princípio da motivação.

21-COPEVE-UFAL - 2014 - UFAL - Técnico de Laboratório - Anatomia e Necropsia


São exemplos de prerrogativas decorrentes do princípio da supremacia do interesse público sobre os interesses
particulares:

a) desapropriação e extinção unilateral de contratos administrativos.


b) obrigatoriedade de licitar e privilégios processuais.
c) conclusão de contratos e realização de obras.
d) direito de ação e imperatividade dos atos.
e) sujeição a controle e poder discricionário.

22-CESPE - 2014 - TC-DF - Analista Administrativo - Tecnologia da Informação


Acerca do regime jurídico administrativo, julgue o próximo item.
O princípio da supremacia do interesse público sobre o interesse privado é um dos pilares do regime jurídico
administrativo e autoriza a administração pública a impor, mesmo sem previsão no ordenamento jurídico,
restrições aos direitos dos particulares em caso de conflito com os interesses de toda a coletividade.
( )Certo ( )Errado

23-CESPE - 2014 - TC-DF - Analista

Acerca do regime jurídico administrativo, julgue o próximo item. O princípio da supremacia do interesse público
sobre o interesse privado é um dos pilares do regime jurídico administrativo e autoriza a administração pública a
impor, mesmo sem previsão no ordenamento jurídico, restrições aos direitos dos particulares em caso de conflito
com os interesses de toda a coletividade.

www.academiadoconcurso.com.br

226
Direito Administrativo
( )Certo ( )Errado

24-FCC - 2014 - TRT - 16ª REGIÃO (MA) - Técnico Judiciário - Área Administrativa
Em julgamento proferido pelo Supremo Tribunal Federal, a Corte Suprema firmou entendimento no sentido de
que assessor de Juiz ou de Desembargador tem incompatibilidade para o exercício da advocacia. Ao fundamentar
sua decisão, a Corte explanou que tal incompatibilidade assenta-se, sobretudo, em um dos princípios básicos que
regem a atuação administrativa. Trata-se do princípio da

a) supremacia do interesse privado.

b) publicidade.

c) proporcionalidade.

d) moralidade.

e) presunção de veracidade.

25-IADES - 2014 - SEAP-DF - Analista - Direito

As regras e os princípios compõem as normas jurídicas, sendo, pois, aquelas duas espécies dotadas de força
cogente ao ordenamento. Nesse sentido, no âmbito do direito administrativo, é importante o entendimento por
parte de todos os agentes públicos, não só dos princípios expressos, mas também dos demais reconhecidos. A
esse respeito, assinale a alternativa correta.

a) O princípio da eficiência, instituído pela Emenda Constitucional nº 19/1998, alcança exclusivamente os serviços
públicos que são prestados diretamente à coletividade, aproximando os referidos serviços da conceituação de
consumo, e, enquanto não houver regulamentação específica para que sua aplicação seja operacionalizada no
âmbito dos serviços administrativos internos das pessoas administrativas, sua implementação, se houver, restará
por violar o princípio da legalidade estrita.

b) A autotutela administrativa exige a atuação administrativa no aspecto da legalidade, não incidindo sobre o
mérito, em face da separação dos Poderes.

c) A realização de licitação como procedimento prévio à contratação pública, a fim de buscar a opção mais
vantajosa para a Administração, é um exemplo de aplicação do princípio da indisponibilidade.

d) O grande fundamento do princípio da razoabilidade é o excesso de poder, devendo a aplicação do referido


princípio atender à adequação e à exigibilidade, sem prejuízo da observância dos demais requisitos cabíveis no
caso concreto.

e) O princípio da razoabilidade é exclusivo da atuação administrativa.

26-SHDIAS - 2014 - CEASA-CAMPINAS - Advogado

Esse princípio está presente tanto no momento da elaboração da lei como no momento da sua execução em
concreto pela Administração Pública. Ele inspira o legislador e vincula a autoridade administrativa em toda a sua
atuação. De todos os princípios da administração pública abaixo o que se encaixa é:

a) Legalidade.

b) Presunção da legitimidade.

c) Impessoalidade.

www.academiadoconcurso.com.br

227
Direito Administrativo
d) Supremacia do interesse público.

27-IESES -2014 - TJ-PB - Titular de Serviços de Notas e de Registros

Assinale a alternativa correta:


a) Na hipótese de pagamento de valores indevidos realizado pela Administração Pública a crédito de um seu
servidor, é lícito à Administração Pública promover a retificação de forma unilateral, sem necessidade de
processo administrativo, em homenagem ao princípio da prevalência do interesse público.

b) A falta de defesa técnica por advogado no processo administrativo disciplinar ofende a Constituição Federal,
pois viola os princípios do devido processo legal e da ampla defesa material.

c) É hoje entendimento pacificado no Supremo Tribunal Federal ser inadmissível a utilização dos instrumentos
típicos de controle da Administração Pública em relação a entidades privadas no exercício de funções públicas,
pois tal contraria o princípio da estrita legalidade.

d) De conformidade com pacificado entendimento do Supremo Tribunal Federal, a atividade econômica em


sentido amplo é gênero que compreende duas espécies, o serviço público e a atividade econômica em sentido
estrito. Monopólio é de atividade econômica em sentido estrito, empreendida por agentes econômicos privados.
A exclusividade da prestação dos serviços públicos é expressão de uma situação de privilégio. Monopólio e
privilégio são distintos entre si; não se os deve confundir no âmbito da linguagem jurídica, qual ocorre no
vocabulário vulgar. Os regimes jurídicos sob os quais em regra são prestados os serviços públicos importam em
que essa atividade seja desenvolvida sob privilégio, inclusive, em regra, o da exclusividade.

28 - IADES - 2014 - METRÔ-DF - Advogado

A respeito do direito administrativo, assinale a alternativa correta.


a) A Administração Pública confunde-se com o próprio Poder Executivo, haja vista que a este cabe, em vista do
princípio da separação dos poderes, a exclusiva função administrativa.
b) O chefe do Poder Executivo pode, por decreto, promover a extinção de órgãos públicos, quando seus cargos
estiverem vagos.
c) Supremacia do interesse público não consta como princípio expresso, mas informa a atuação da Administração
Pública, assim como os demais princípios, tais como eficiência, legalidade e moralidade.
d) As decisões adotadas por delegação de competência consideram-se praticadas pela autoridade delegante, e
não pelo delegado.
e) Na remoção ex officio de servidor público para localidade diversa da por ele postulada, não se exige a
correspondente motivação por parte da Administração Pública.

29 - CESPE - 2014 - Câmara dos Deputados - Analista Legislativo

A respeito do regime jurídico administrativo, julgue o item a seguir.

O regime jurídico administrativo é instituído sobre o alicerce do princípio da legalidade restrita, o que impede a
aplicação, no âmbito da administração pública, de princípios implícitos, não expressamente previstos na
legislação.

( )Certo ( )Errado

30-CESPE - 2014 - Câmara dos Deputados - Analista Legislativo

A respeito do regime jurídico administrativo, julgue o item a seguir.


O princípio da indisponibilidade do interesse público não impede a administração pública de realizar acordos e
transações.

www.academiadoconcurso.com.br

228
Direito Administrativo
( )Certo ( )Errado

31-FCC - 2014 - TCE-PI - Assessor Jurídico

A Administração pública se sujeita a princípios na execução de suas funções, expressamente consagrados na


Constituição Federal ou implícitos no ordenamento jurídico. Dessa realidade se pode depreender que

a) a violação aos princípios que regem a atuação da Administração pública dá lugar a tutela judicial dos interesses
em questão, desde que também tenha havido infração à legislação vigente.

b) os princípios expressos na Constituição Federal são hierarquicamente superiores aos demais princípios gerais
de direito, ainda que previstos na legislação setorial, posto que estes possuem natureza apenas opinativa para a
atuação da Administração pública.

c) a violação a algum dos princípios constitucionais permite a tutela judicial para que sejam conformados ou
anulados os atos da Administração pública.

d) somente os princípios expressos na Constituição Federal possuem coercibilidade para conformar a


Administração pública ao atendimento de seu conteúdo.

e) os princípios previstos na legislação infraconstitucional são regras desprovidas de sanção pelo seu
descumprimento, de modo que sua violação não se consubstancia em ilegalidade.

32-CESPE - 2014 - TEM - Contador

Julgue os itens a seguir acerca da responsabilidade civil do Estado e do Regime Jurídico Administrativo.
A supremacia do interesse público sobre o privado e a indisponibilidade, pela administração, dos interesses
públicos, integram o conteúdo do regime jurídico-administrativo.
( )Certo ( )Errado

33-MPE-MA - 2014 - MPE-MA - Promotor de Justiça


Assinale a alternativa correta:
a) Há coincidência necessária entre o interesse do Estado e o interesse público;
b) O interesse público secundário desfruta de supremacia abstrata em face do interesse particular;
c) O interesse público é autônomo, portanto, desvinculado dos interesses de cada uma das partes que compõem
o conjunto social;
d) O princípio da supremacia do interesse público significa sua prevalência, inclusive, sobre direitos subjetivos;
e) A qualificação de determinado interesse como público é feita pelo Direito Positivo, e não por caracteres
políticos ou sociológicos.

34-CESPE - 2014 - SUFRAMA - Nível Superior

A respeito do direito administrativo, julgue o item subsecutivo. A impossibilidade da alienação de direitos


relacionados aos interesses públicos reflete o princípio da indisponibilidade do interesse público, que possibilita
apenas que a administração, em determinados casos, transfira aos particulares o exercício da atividade relativa a
esses direitos.
( )Certo ( )Errado

35-FCC - 2014 - TRT - 2ª REGIÃO (SP) - Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador
O princípio da supremacia do interesse público informa a atuação da Administração pública.

www.academiadoconcurso.com.br

229
Direito Administrativo
a) de forma absoluta diante das lacunas legislativas, tendo em vista que o interesse público sempre pretere o
interesse privado, prescindindo da análise de outros princípios.
b) subsidiariamente, se não houver lei disciplinando a matéria em questão, pois não se presta a orientar atividade
interpretativa das normas jurídicas.
c) alternativamente, tendo em vista que somente tem lugar quando não acudirem outros princípios expressos.
d) de forma prevalente, posto que tem hierarquia superior aos demais princípios.
e) de forma ampla e abrangente, na medida em que também orienta o legislador na elaboração da lei, devendo
ser observado no momento da aplicação dos atos normativos.

36-IBFC - 2014 - TRE-AM - Analista Judiciário - Área Administrativa

Com relação ao Princípio da Supremacia do interesse público sobre o interesse privado, assinale a
alternativa INCORRETA:

a) Pode ser invocado, inclusive ao arrepio do Direito posto, já que inerente ao convívio social.

b) Não se radica em dispositivo algum da Constituição Federal, ainda que inúmeros aludam ou impliquem
manifestações concretas dele, como, os princípios da função social da propriedade ou do meio ambiente.

c) É princípio geral de Direito inerente a qualquer sociedade, sendo sua própria condição de existência.

d) Permite à Administração a possibilidade de, nos termos da lei, de constituir terceiros em obrigações mediante
atos unilaterais.

37-FCC - 2014 - Prefeitura de Recife - PE - Procurador

No que diz respeito ao regime jurídico administrativo, considere as seguintes afirmações:

I. Há, neste tipo de regime, traços de autoridade, de supremacia da Administração, sendo possível, inclusive, que
nele se restrinja o exercício de liberdades individuais.

II. As chamadas prerrogativas públicas, para que sejam válidas, devem vir respaldadas em princípios
constitucionais explícitos na Constituição Federal.

III. Via de regra, também integram o regime jurídico administrativo de um município as leis, os decretos, os
regulamentos e as portarias do Estado em que ele se localiza.

IV. É tendência da maioria da doutrina administrativista contemporânea não mais falar em “restrições” ou
“sujeições” como traço característico do regime jurídico administrativo, em razão dessas expressões poderem
levar à falsa conclusão de que as atividades da Administração que visam a beneficiar a coletividade podem estar
sujeitas a limites.
Está correto o que se afirma APENAS em:
a) IV.

b) I

c) I e III.

d) II e IV.

e) I, II e III.

www.academiadoconcurso.com.br

230
Direito Administrativo
GABARITO

1-E 11-D 21-A 31-C


2-E 12-A 22-E 32-C
3-C 13-E 23-E 33-E
4-C 14-A 24-D 34-C
5-C 15-D 25-C 35-E
6-D 16-E 26-D 36-A
7-A 17-E 27-D 37-B
8-B 18-C 28-C -
9-D 19-B 29-E -
10-C 20-D 30-C -

www.academiadoconcurso.com.br

231