Você está na página 1de 5

INTITUTO FEDERAL DO CEARÁ – IFCE

DEPATAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL


PERIODO 2017.2
PROFESSORA: CÍNTIA CASTRO

LISTA DE EXERCÍCIOS – EVAPOTRANSPIRAÇÃO

01. Defina:
a) Evaporação;
b) Transpiração;
c) Evapotranspiração;
d) Calor latente.

02. Quais as variáveis meteorológicas que interferem no processo de evaporação?

03. Cite dois instrumentos de medida de evaporação.

04.Quais os métodos de medição da evaporação? E medição da transpiração?

05. Como se dá o transporte de água através da planta.

06. Defina:
a) Evapotranspiração Potencial;
b) Evapotranspiração Real.

07. Quais os fatores que afetam o processo de evapotranspiração?

08. Cite os instrumentos de medida de evaporação e transpiração.

09. Cite os principais métodos de estimativa da evaporação e evapotranspiração.

10. (ANA/2003) A evapotranspiração de referência adotada no Brasil é a evapotranspiração potencial da grama


batatais mantida entre 8 e 15 cm de altura. A esse respeito, é INCORRETO afirmar que:
(A) a evapotranspiração de referência é normalmente obtida através de fórmulas baseadas em dados
meteorológicos;
(B) através da evapotranspiração de referência pode-se calcular a evapotranspiração potencial de outros
cultivos;
(C) a evapotranspiração de referência é normalmente obtida através de lisímetros instalados em estações
meteorológicas;
(D) a evapotranspiração da grama batatais pode ser menor do que a evapotranspiração de referência;
(E) a evapotranspiração de referência depende das condições climáticas.
APLICAÇÕES

13. Estime a evapotranspiração média, em mm/dia, através dos métodos indicados nas alternativas
abaixo para o estado do Ceará (posto de Barbalha), na segunda-feira, dia 11/03/2013.
OBS: Acessar http://www.inmet.gov.br/  Estações e Dados  Estações Automáticas  localizar a
estação de Barbalha  clicar em dados  escolher data e baixar os dados  podem ser colocados
no Excel.
a) o método de Hargreaves;
b) o método de Thornthwaite;
c) o método de Penman modificado;
d) o método de Blaney-Criddle;
e) o método combinado de Penman-Monteith.
OBS: Esta questão encontra-se resolvida na planilha de nome Evapotranspiração.

14. Sobre uma superfície aberta de água a radiação líquida é Rn = 200W/m 2, e a temperatura do ar
é Ta = 25°C. Usando o método do balanço de energia, calcular a taxa de evaporação E.

15. No problema anterior assumir que a humidade relativa é de 40%, a pressão do ar é de 101,3
kPa, e a velocidade de vento de v = 3 m/s (todos medidos a 2 m acima da superfície da água ).
a) Re-calcular a taxa de evaporação E, mas desta vez usando o método aerodinâmico, assumindo
uma altura de rugosidade Z = 0,03 cm. (Utilize a densidade nas temperaturas correspondentes)
b) Com base nas taxas de evaporação obtidos na parte a) do Problema 1, aplicar o método
combinado para obter uma melhor estimativa de E.
c) O que é a variação percentual na taxa de evaporação, se a humidade relativa é dobrada, e a
temperatura, velocidade do vento, e a pressão atmosférica permanecem constantes?

16. Aplique o método de Priestley-Taylor para calcular a taxa de evaporação E em milímetros por dia
a partir de um lago,
a) em um dia de inverno, quando a temperatura do ar é Ta = 5 o C e é a radiação líquida Rn = 50
W/m2, e
b) num dia de verão, quando a temperatura do ar é Ta = 30° C e Rn = radiação líquida é de 200
W/m2.

17. As informações a seguir mostram as condições climáticas em uma superfície de pasto bem
umedecida em maio, julho e setembro.

Mês T (°C) pv (kPa) Rn (W/m2) Velocidade do vento (km/dia)


Maio 17 1,1 169 167
Julho 23 1,4 189 121
Setembro 20 1,2 1 14 133

Assumindo a pressão atmosférica padrão (p = 101,3 hPa), calcular a taxa correspondente de


evapotranspiração em mm/dia, utilizando:
a) o balanço de energia,
b) o método de balanço aerodinâmico,
c) o método de combinado, e
d) o método do balanço de Priestley-Taylor.
18. Os seguintes dados são da estação de General Pico (La Pampa) do Serviço Nacional de
Meteorologia.
Tmed Tmáx Tmin Hel. Hum Pres Vi
Mes °C °C °C hs/dia % hPa km/h
Jan 23.7 31.1 16.3 7.6 63 993.4 12.0
Fev 22.0 29.5 14.8 8.5 68 994.9 11.0
Mar 19.8 31.1 13.4 6.5 73 996.6 10.0
Abr 15.7 27.1 9.5 6.3 75 998.5 9.0
Mai 11.8 23.1 6.5 4.0 79 999.0 8.0
Jun 8.5 18.6 3.1 3.7 78 999.7 10.0
Jul 8.5 15.2 2.9 4.0 78 999.3 10.0
Ago 10.0 15.3 3.4 5.5 69 1000.8 12.0
Set 13.3 17.6 6.0 5.2 63 1000.4 13.0
Out 16.2 20.7 9.4 6.3 68 998.2 13.0
Nov 19.4 23.2 11.9 6.5 62 995.6 14.0
Dec 22.9 30.2 15.4 6.1 58 993.8 13.0

A estação está localizada na latitude 35 °42'(S), a 145 m de altitude.


Calcular e comparar os valores de evapotranspiração potencial em mm/mês, utilizando os métodos
de
a)Penman-Monteith;
b)Hargreaves;
c)Thornthwaite.

19. Os dados da tabela abaixo referem-se à bacia do Rio Passo Fundo, afluente do Rio Uruguai, e
foram tomados na Estação Ponte do Rio Passo Fundo. Com base nestes dados, pede-se:
a) Calcular a precipitação média anual em Ponte do Rio Passo Fundo;
b) Calcular a vazão média na seção referida à Estação Ponte do Rio Passo Fundo, em mm e em
m3/s;
c) Estimar a evapotranspiração média na bacia. A bacia em questão possui 3650km 2 de área de
drenagem.
Na tabela, hS = deflúvio superficial.

ano P (mm) hS (mm) ano P (mm) hS (mm)


1971 1988 627 1976 1802 660
1972 2671 1454 1977 1747 778
1973 2582 1288 1978 1266 359
1974 1695 693 1979 2048 832
1975 1749 647 1980 1862 696

20.Em uma bacia hidrográfica, o total precipitado do mês de janeiro foi de 154mm, enquanto a vazão
média de água drenada pelo rio principal, neste mesmo período, foi de 24m 3/s. Sabe-se que este rio
drena 75% da bacia total que escoa para um reservatório e que, com base nas operações deste
reservatório, ocorreu no mês de janeiro uma vazão média de saída da bacia de 49m3/s. Tendo-se
em conta que os volumes armazenados no início e no final do mês eram, respectivamente, de
288x106m3 e 244x106m3, estimar a evaporação no reservatório com base na equação do balanço
hídrico. Dado: relação entre o volume e a área do espelho d’água do reservatório, conforme a tabela
abaixo.

Área (km2) 10 30 60 90 110


Volume x 106(m3) 10 60 155 305 440

21. Uma bacia de 800 km2 recebe anualmente 1600 mm de chuva, e a vazão media corresponde a
700 mm. Qual e a evapotranspiração anual de longo prazo?
22. Calcule a evapotranspiração potencial mensal do mês de Agosto de 2006 em Porto Alegre, onde
as temperaturas médias mensais são dadas na figura abaixo. Suponha que a temperatura media de
agosto de 2006 tenha sido de 16,5 oC.
Mês Temperatura
Janeiro 24,6
Fevereiro 24,8
Março 23,0
Abril 20,0
Maio 16,8
Junho 14,4
Julho 14,6
Agosto 15,3
Setembro 16,5
Outubro 17,5
Novembro 21,4
Dezembro 25,5

23. Um rio cuja vazão media e de 34 m 3.s-1 foi represado por uma barragem para geração de
energia elétrica. A área superficial do lago criado e de 5000 hectares. Considerando que a
evaporação direta do lago corresponde a 970 mm por ano, qual e a nova vazão media a jusante da
barragem?

24. Uma bacia de 2300 km2 recebe anualmente 1600 mm de chuva, e a vazão media corresponde a
14 m3.s-1. Calcule a evapotranspiração total desta bacia. Calcule o coeficiente de escoamento anual
desta bacia.

25. Num dado ano, dispõem-se dos seguintes dados anuais relativos a uma bacia hidrográfica com
80 km2:
• Precipitação: 900 mm
• Evapotranspiração: 530 mm
• Caudal médio: 1.1 m3 s-1.
a) calcule a variação do armazenamento de água no solo ΔS. Admitindo que no início do ano o
armazenamento era de 250 mm, obtenha o valor deste no fim do ano.
b) no ano seguinte os valores de precipitação e de evapotranspiração foram sensivelmente os
mesmos, mas o escoamento anual diminuiu bastante. Porque razão tal terá acontecido?

26. Em uma pequena bacia hidrográfica de 130.000 m 2 na região metropolitana de São Paulo, o total
precipitado no ano passado foi de 1.326 mm. Avalie as perdas por evapotranspiração, em mm,
considerando que a vazão média anual na exutória da bacia foi da ordem de 14,3 l/s.km 2. Despreze
a diferença no volume da água armazenada na bacia.

27. Considere uma bacia de drenagem de 130.000 m 2 onde o total anual precipitado é em média
1.326 mm/ano e a vazão na exutória igual a 1,86 l/s. Nessa bacia pretende-se implantar um lago
inundando metade da área total da bacia. Nessas circunstâncias haverá um acréscimo no total
evaporado por ano na bacia, devido ao espelho d´água, e o consequente decréscimo na vazão
média anual. Supondo que a evaporação direta do reservatório é estimada em 1.100 mm/ano,
calcule o decréscimo percentual na vazão média.

28. A região da bacia hidrográfica do rio Forquilha, no Norte do RS próxima a Lagoa Vermelha,
recebe precipitações médias anuais de 1800 mm. No município de Sananduva há um local em que
são medidas as vazões deste rio e uma análise de uma série de dados diários ao longo de 11 anos
revela que a vazão média do rio é de 43,1 m 3.s-1. Considerando que a área da bacia neste local é de
1604 km2, qual é a evapotranspiração média anual nesta bacia? Qual é o coeficiente de escoamento
de longo prazo?
29. Utilizando o método do balanço de energia, calcule a taxa de evaporação de uma superfície
aberta de água, considerando a radiação de 200 W/m 2 e a temperatura do ar de 25°C, supondo que
não existem fluxos de calor sensível e de calor do solo. Após esse cálculo, verifique se há
compatibilidade da evaporação entre o balanço de energia que foi calculado e o balanço hídrico
estimado pelos autores indicados na tabela abaixo.

Tabela: Estimativas do balanço hídrico no mundo (m ano-1)


Terrestre Oceano
(1.49 × 108 km2) (3.61 × 108 km2)
Global
Referência P R E P E P=E
Budyko (1970, 1974) 0.73 0.31 0.42 1.14 1.26 1.02
Lvovitch (1970) 0.73 0.26 0.47 1.14 1.24 1.02
Lvovitch (1973) 0.83 0.29 0.54 − − −
Baumgartner and Reichel (1975) 0.75 0.27 0.48 1.07 1.18 0.97
Korzun et al. (1978) 0.80 0.315 0.48 1.27 1.40 1.13
5

Você também pode gostar