Você está na página 1de 2

Universidade de Brasília

Faculdade de Tecnologia
Departamento de Engenharia Civil e Ambiental

Disciplina: Hidrologia Aplicada - 166405

EXERCÍCIOS DE REGIME E REGULARIZAÇÃO DE CURSOS D’ÁGUA


1) O rio Marombas nasce no município de Curitibanos, desenvolvendo-se para oeste até receber a afluência do rio
Correntes pela margem esquerda, mudando então para a direção sul até lançar-se no rio Canoas.
Analisando-se a série de vazões médias mensais (m3/s) do período 1941-1970, registradas em uma estação a 27º
20’ de latitude sul e 50º 44’ de longitude oeste e com área de drenagem de 3800km2, obteve-se:

INTERVALO FREQÜÊNCIA INTERVALO FREQÜÊNCIA


366-348 1 186-168 11
348-330 0 168-150 9
330-312 0 150-132 15
312-294 0 132-114 12
294-276 0 114-96,0 19
276-258 1 96,0-78,0 38
258-240 2 78,0-60,0 41
240-222 1 60,0-42,0 64
222-204 4 42,0-24,0 77
204-186 2 24,0-6,00 63

Traçar a curva de permanência e determinar:


i) a vazão com 95% de permanência.
ii) o volume do reservatório necessário para se regularizar essa vazão.
iii) a vazão média de utilização considerando o reservatório operado a fio d´água e que as turbinas a serem instaladas
terão capacidade máxima de 100 m3/s

2) Para a série de vazões médias mensais fornecida na tabela Excel, construa a curva de permanência utilizando (a) todos
os valores da série; (b) 20 intervalos de vazão igualmente distribuídos; e 20 intervalos de vazão distribuídos
logaritmicamente. Construir um gráfico com as 3 curvas (fazer no Excel). Escolha uma das curvas e, utilizando essa
curva, determinar:
i) a vazão com 95% de permanência.
ii) a vazão média de utilização considerando o reservatório operado a fio d´água que as turbinas a serem instaladas terão
capacidade máxima de 30 m3/s

3) Tem-se abaixo a série de 6 anos das vazões mensais do rio Descoberto. Traçar a curva de permanência e determinar a
vazão com 95% de permanência. Determinar o volume do reservatório necessário para se regularizar essa vazão.

ANO 1979 1980 1981 1982 1983 1984


JANEIRO 16,600 7,640 8,260 10,000 13,900 8,680
FEVEREIRO 7,240 13,900 5,090 7,240 21,100 6,460
MARÇO 12,900 5,160 10,900 8,900 38,200 6,840
ABRIL 5,090 5,090 4,370 11,700 10,200 8,680
MAIO 4,970 5,090 2,700 6,840 4,980 3,250
JUNHO 2,880 2,650 3,480 2,560 3,250 2,440
JULHO 2,600 2,790 2,340 2,430 2,560 2,290
AGOSTO 2,600 2,050 1,590 2,130 2,400 4,490
SETEMBRO 3,280 3,030 1,660 2,380 4,600 3,580
OUTUBRO 3,280 2,250 19,900 6,270 4,980 4,440
NOVEMBRO 5,220 8,680 9,110 4,370 8,050 3,390
DEZEMBRO 5,160 6,650 5,720 4,720 8,470 2,900
4) Para a série de vazões mensais do rio Descoberto, determinar pelo diagrama de Rippl e pelo diagrama diferencial de
vazões:
a) O volume útil do reservatório necessário para regularizar a vazão média;
b) O volume útil do reservatório necessário para regularizar uma vazão igual a 50% da vazão média;
c) A vazão regularizável por um reservatório com volume útil igual a 50% do volume encontrado no item (a)
d) O volume útil necessário para regularizar a vazãocom 95% de permanência, determinada no exercício anterior.

P.S.: Sugestão – Pelo método do DDV identifique preliminarmente o período crítico, de forma estimada. Destaque esse
período e resolva o problema (por rippl e DDV) apenas para esse período crítico identificado.

5) Pretende-se construir uma barragem para regularização de vazão com as finalidades de abastecimento de água de uma
cidade e de geração de energia elétrica, com vazões de demanda 5 e 12 m3/s, respectivamente.
O levantamento topográfico do local onde será implantado o sistema forneceu as áreas do espelho d’água, em
relação à posição da barragem, indicada a seguir.

Cota (m) 155 165 175 185 195 205


Área (106m2) 0 2 4 7 13 21

O estudo hidrológico do rio forneceu as seguintes vazões médias mensais (m3/s), no período da estiagem mais
crítica, já descontadas as perdas.

MÊS VAZÃO MÊS VAZÃO


JAN 61,7 JUL 11,2
FEV 62,8 AGO 10,4
MAR 24,7 SET 14,6
ABR 14,1 OUT 20,1
MAI 9,51 NOV 29,5
JUN 10,1 DEZ 48,9

O estudo sedimentológico do rio determinou uma carga sólida reduzida e um volume inerte de 25% do volume
útil do reservatório.
A vazão máxima que se espera ocorrer em 10.000 anos no rio em estudo é 332m3/s e deverá ser extravasada por
um vertedor retangular de 80m de comprimento e vazão dada pela equação Q= 2,00LH1,5.
Estimou-se no reservatório ondas com 1,50m de altura e recomenda-se uma folga adicional de 1,30m.
Pede-se:
a) Comentar sobre a capacidade do rio em abastecer os sistemas
b) Determinar o volume útil do reservatório (m3/s) utilizando o diagrama de massas e o diagrama diferencial de vazões
c) Volume total do reservatório
d) Altura submersível da barragem
e) Altura total da barragem
f) Área a ser desapropriada.