Você está na página 1de 19

BRINCADEIRAS CANTADAS

nA EDUCAÇÃO INFANTIL
U.C. Fundamentos Teóricos - Práticos do Ensino da Arte
Música
Tema
A educação é um direito de toda criança, por isso pretendemos desmistificar a
ideia de que a educação infantil visa apenas o cuidado, mas ir além do cuidar,
sendo possível transmitir conhecimentos proporcionando experiências
importantes a todos os envolvidos nesse processo de ensino-aprendizagem.
Através do lúdico acrescido da música, pretendemos proporcionar
experiências enriquecedoras aos bebês de 0 a 3 anos, explorando a dança, as
artes plásticas e as várias formas de expressão corporal que a música pode
proporcionar.
Enxergamos a necessidade de brincadeiras cantadas em um contexto onde
se entende a brincadeira como direito da criança, como também uma forma de
aprendizado e de expressão, que pode ser explorada e ampliada para que o
repertório seja estendido em suas diversas faces: dança, artes plásticas e as
várias formas de expressão musical.
justificativa
Para Cunha (2001), a criança, ao brincar, cria contextos nos quais pode ou
não ser a protagonista. Ela internaliza papéis sociais, faz a compreensão do
mundo ao seu redor e internaliza questões da cultura social. Com isso, a criança
é capaz de estabelecer laços afetivos e confiança. Segundo Teles (1997, p. 32)
“[...] a criança reproduz na brincadeira a sua própria vida, ela constrói o real,
delimita os limites frente ao outro e ao meio, sentindo o prazer de atuar ante as
situações e não ser apenas dominadas por elas”. O brincar então estimula na
criança a imaginação e modos de relacionar-se com o outro.
referênciais
RCNEI conceitua: “O trabalho com música deve considerar, portanto que ela é
um meio de expressão e forma de conhecimento acessível aos bebês e crianças,
inclusive aquelas que apresentem necessidades especiais”. (BRASIL, 1998, p. 49)
De acordo com RCNEI (1998, p.55), a organização do trabalho com música
com pequenos de 0 a 3 anos deve ter como objetivo as seguintes
competências:“Ouvir, perceber e discriminar eventos sonoros diversos, fontes
sonoras e produções musicais; Brincar com a música, imitar, inventar e reproduzir
canções musicais.”
objetivo
Colaborar para ampliar o repertório de brincadeiras
cantadas das crianças, de forma a estimular as várias formas
de expressões, desenvolver a função simbólica e a
comunicação em várias linguagens.

Trabalhar a coordenação e ritmo Desenvolver a expressão rítmica


Desenvolver as várias formas de expressão musical Desenvolver a expressão plástica
Ampliar o repertório infantil Desenvolver a musicalidade e coordenação motora
materiais
Aparelho de rádio, CD de músicas Palavra Cantada Cantigas
de Roda, tecido TNT, tinta guache, papel pardo, manta
acrílica, papel dobradura, cola branca, folhas A3 e barbante.
sequência didática
1º DIA
Para iniciar, as crianças serão divididas grupos de rodas, e serão direcionadas
nas cantigas de roda: “A canoa virou” “Caranguejo peixe é” e bricadeira “O mestre
mandou”.
Após será colocado o CD “Cantigas de roda”, do grupo Palavra Cantada.
Para “A canoa virou”, será utilizado um tecido firme, as crianças dentro da
“canoa” e balançar no ritmo da música
Na sequência, será entregue as peças de uma canoa recortada em papel
pardo às crianças, que irão montar e decorar com suas mãos pintadas com tinta
guache.
2ºDIA BRINCADEIRAS
Desperta Jacaré
Nesse dia, começaram com as brincadeiras
Jacaré poio
ao lado.
Casinha de bambuê
Depois, as crianças receberam chocalhos
Rabo da serpente
feitos com garrafas pet para cantarem a
Chica, chica bum
cantiga “desperta jacaré” com o chocalho.

Circuito no barbante estendido de forma aleatória no chão e ajudarão uns aos


outros a ultrapassarem os obstáculos de peças em espumas ao som das
cantigas, que serão pausadas em determinados momentos onde as crianças
também pararão.
Estas atividades serão realizadas na área externa (solário).
3º DIA
Neste terceiro dia, iniciaremos selecionando as brincadeiras que as crianças
mais gostaram para serem cantadas novamente.
Faremos uma caça ao tesouro utilizando imagens e objetos que representem
as cantigas: canoa, sapo cururu e barquinho (em dobradura) e jacaré de pelúcia.
As “peças do tesouro” serão utilizadas na ilustração do registro da letra de
cada música/cantiga, para que as crianças identifiquem qual é a cantiga registrada
no livro.
Na sequência, na sala as crianças confeccionarão, com ajuda das professoras,
a capa do livro utilizando tinta guache.

Por último as crianças vão brincar com as brincadeiras relatadas pelos pais.
Síntese das atividades
Avaliação
Acompanhamento e registro do desenvolvimento, sem o
objetivo de promoção. O registro descreve não só o
processo vivido pela criança, mas também o professor se
reconhece como participante desse processo.
A avaliação é construída para que o professor reflita sua
própria prática e consiga enxergar novas estratégias e
intervenções para as atividades realizadas durante o
processo.
referências bibliográficas
BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil - Brasília: MEC, SEB, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Práticas cotidianas na educação infantil – Base para a reflexão sobre as orientações curriculares.
Brasília: MEC, 2009.
BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Vol. 3, Brasília:
MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Senado Federal. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nº 9394/96. Brasília: MEC, 1996.

CORIA-SABINI,Maria Aparecida;LUCENA,Regina Ferreira de. Jogos e Brincadeiras na Educação Infantil.Papirus Editora.

CUNHA, Nylse Helena Silva. Brinquedoteca: um mergulho no brincar. 3 ed., São Paulo, Vetor Editora Psico-Pedagógica Ltda, 2001.

EDWARDS, Carolyn. GANDINI, Lella. FORMAN, George. As Cem Linguagens da Criança: a abordagem de Reggio Emilia na educação da primeira infância. Porto
Alegre: Artmed, 1999.

GOMES, Marineide Oliveira. O direito a Infância e ao Brincar. Cadernos de Residência Pedagógica.Unifesp.Capes.Prodocência .2013.

GUARULHOS. Secretaria de Educação de Guarulhos. Proposta Curricular: Quadro de Saberes Necessários, Abril de 2010.

JARDIM, Vera. Pesquisa e elaboração de projetos articulando Música e Tecnologia na formação inicial do Pedagogo. In: PESCE, L. & JARDIM, Navegando
publicações, 2017. EBOOK.

KISHIMOTO. Tizuko Morchida– Brinquedos e brincadeiras. FE-USP ANAIS DO I SEMINÁRIO NACIONAL: CURRÍCULO EM MOVIMENTO – Perspectivas
Atuais Belo Horizonte, novembro de 2010.

PETRI, Renata. Educação Infantil. Cadernos de Residência Pedagógica. Unifesp.Capes. Prodocência. 2013.Site :http://mapadobrincar.folha.com.br/
AGNES ALVES PIRES LEUMANN
ANA PAULA FERREIRA DA SILVA
CAMILA PEREIRA DA SILVA MOTA
ELIZANGELA PRADO CAIEIRO DA COSTA
JULIANA OLIVEIRA SANTANA