Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA - INSTITUTO DE FÍSICA

FÍSICA 2 EXPERIMENTAL - TURMA B - 1/2018


REALIZAÇÃO DO EXPERIMENTO EM 30/05/2018
ENTREGA DO RELATÓRIO EM 05/06/2018

ALUNOS: HENRIQUE LOPES CURZIO – 17/0162419


PEDRO FILGUEIRAS SCHEIBA ZORRON – 17/0112705
ERIC CHAGAS DE OLIVEIRA – 17/0009491
PEDRO MEDEIROS – 17/0081982

CALOR ESPECÍFICO DE SÓLIDOS

1. OBJETIVO

– Determinar experimentalmente a capacidade térmica de um calorímetro e o calor específico do alumínio,


chumbo e cobre.

2. MATERIAIS

– 1 termômetro digital PHYWE GTH 1160, com escala de 0,1 ºC com faixa de leitura de -50,0 até 199,9 ºC, e
com escala de 1 ºC com faixa de leitura de -50 até 1150 ºC,
– 1 luva térmica,
– 1 calorímetro,
– 1 manta aquecedora,
– 1 balão volumétrico.
Material de uso coletivo:
– 1 estufa,
– 1 termômetro similar ao do kit para medir a temperatura da estufa,
– 2 balanças digitais com precisão de 0,1 g,
– Amostras de alumínio, chumbo e cobre.

3. PREPARAÇÃO DO EXPERIMENTO

1. Consulte a bibliografia e reveja os conceitos básicos relacionados com o experimento: equilíbrio térmico; parede adiabática;
capacidade térmica; calor específico e calor específico molar.

Equilíbrio térmico: ΣQ = 0
Q = C ΔT = C(Tf – Ti) C = Capacidade Térmica [J/K, cal/ºC]
Q = m c ΔT c = Calor Específico [J/KgK, cal/gºC]
Calor específico molar (cm) = c mm = 25 J/mol

1 cal = 4,190 J
c = 1 cal/gºC = 4190 J/KgK

2. Dirija-se ao laboratório no horário combinado entre sua equipe e o técnico de laboratório. Procure manter o esquema de
revezamento das atividades dentro do grupo de trabalho. Se for sua vez de escrever o relatório, abra a ata, escreva o número e
nome do experimento e a data em que foram realizadas as discussões preliminares.
3. Discuta com sua equipe, quais objetivos que vocês pretendem atingir com o experimento. Escreva esses objetivos diretamente
em sua ata.
4. Verifique o procedimento básico adotado no experimento no sentido de estabelecer a forma mais conveniente de realizá-lo,
reduzindo os erros experimentais.
5. Para determinar a capacidade térmica do calorímetro, pode-se proceder da seguinte forma: Coloca-se um pouco de água
dentro do calorímetro e em seguida acrescenta-se mais um pouco de água aquecida dentro do calorímetro. Sabendo-se as
temperaturas iniciais e as massas de água quente e fria, deduza a expressão para calcular a capacidade térmica, sabendo-se a
temperatura de equilíbrio do sistema.

Massa água fria (mAF) = 56,89 g


Massa água quente (mAQ) = 61,25 g
Temperatura água fria (TAF) = 23,5 ºC
Temperatura água quente (TAQ) = 70,0 ºC
Temperatura Equilíbrio (TEQ) = 44,5 ºC
Massa calorímetro (mCAL) = 57,83 g
ΣQ = 0
mAF c (TEQ - TAF) + mAQ c (TEQ – TAQ) + CCAL (TEQ – TAF) = 0
(56,89) . (1) . (44,5 – 23,5) + (61,25) (1) (44,5 – 70,0) + CCAL (44,5 – 23,5) = 0
(1194,69) + (-1561,875) + (21 CCAL) = 0
-367,185 + 21 CCAL = 0
CCAL = 17,485 cal/ºC (Capacidade térmica)

CCAL = mCAL . cCAL


cCAL = (17,485) / (57,83)
cCAL = 0,09937 cal/gºC (Calor específico)

Levando em conta que você deseja um resultado com menor erro possível, discuta em equipe, quais temperaturas iniciais são as
mais adequadas, qual deve ser a relação entre as massas de água e que quantidade é mais conveniente.

……………..

Faça uma análise de erros.

…………...

Escreva os resultados dessas discussões em sua ata, citando os aspectos teóricos mínimos necessários à compreensão da
discussão, os procedimentos que devem ser adotados e a análise dos erros.

……………...

6. Suponha que um bloco de metal de calor específico desconhecido e massa m 1 seja aquecido a uma temperatura T 1 e em seguida
é introduzido num calorímetro de capacidade térmica C contendo uma determinada massa de água m 0 a uma temperatura T0.
Encontre a equação que determina c 1 em termos do calor específico da água c 0, da temperatura de equilíbrio T f, e das demais
grandezas previamente citadas.

…………….

Sendo este o procedimento adotado no experimento, faça os mesmos tipos de questões feitas anteriormente em relação aos valores
de massa e temperatura a serem usados na fórmula.

………….

Por que não se coloca a amostra dentro do calorímetro junto a um pouco de água, tudo à temperatura ambiente e em seguida
acrescenta-se água quente ao sistema?

…………...

Faça uma análise do erro na determinação do calor específico. Escreva os resultados dessas discussões em sua ata.

…………...

7. Faça uma análise de propagação de erros e deduza a expressão para o erro na medida de c 1.

…………..

8. Discuta em equipe a conveniência ou não de se programar no computador a fórmula deduzida anteriormente, com a finalidade
de facilitar os cálculos.

………...

9. Discuta as possíveis vantagens e desvantagens de se usar óleo em vez de água na determinação do calor específico dos sólidos.

………….

4. PROCEDIMENTOS
1. Reveja o procedimento a ser adotado no experimento, e cheque as proporções e quantidades de água a serem utilizadas em cada parte
do experimento. Discuta também a questão da temperatura inicial. Você se lembrou de abrir sua ata e registrar a data de realização do
experimento?

Sim

2. A manta aquecedora somente deve ser ligada tendo o balão volumétrico preenchido com água em cima dela, caso contrário a
resistência do equipamento queimará.
3. Verifique se o calorímetro possui um calço de isopor para nivelar a altura do copo, como indicado na Figura 1. Sem ele o termômetro
não mede adequadamente a temperatura da água após depositar a amostra.
4. Execute o procedimento para determinar a capacidade térmica do calorímetro. Anote todos os resultados diretamente em sua ata.
5. Verifique o erro cometido na medida da capacidade térmica. Não se esqueça que você deve escrever tudo que for necessário e
importante diretamente em sua ata. Compare com seus colegas.
6. Execute o procedimento para medir o calor específico das amostras.

ΣQ = 0
mÁGUA cÁGUA (TEQ – TÁGUA) + mAL cAL (TEQ – TAL) + CCAL (TEQ – TÁGUA) = 0
(118,14) (1) (42,5 – 33,0) + (32,12) cAL (42,5 – 162,0) + (17,485) (42,5 – 33,0) = 0
(1122,3) + (-3838,34) cAL + (166,1075) = 0
cAL = (1288,4075) / (3838,34)
cAL = 0,3357 cal/gºC

Cada grupo receberá amostra de um tipo de metal e deve obter as medidas dos outros metais com os outros grupos.

Metal: Alumínio

Discuta antes, quais as possíveis fontes de erro quando se coloca amostras com temperatura acima de 100 ºC e quais as dificuldades que
se tem quando a temperatura da amostra é muito baixa. Mais uma vez, lembre-se de registrar seus resultados diretamente na ata.

……………..

7. Que tipo de curva você deve obter se você traçar o gráfico do calor específico versus a massa molecular das amostras? Discuta essa
questão em equipe, e se julgar necessário para uma conclusão mais detalhada, trace o gráfico. Não se esqueça de colar o gráfico na ata.

…………...

8. Faça as análises que julgar necessárias para você atingir seus objetivos e discuta os seus resultados.

………….

9. Escreva em sua ata as suas conclusões, quais as possíveis fontes de erros nas medidas e as formas de aprimorar o experimento.

…………...