Você está na página 1de 21

O SINAL E O RUÍDO

Nate Silver
Nate Silver
(Michigan, 13 de Janeiro de 1978)

Estatístico americano, conhecido


por ter previsto com sucesso o
resultado das últimas eleições
presidenciais americanas .
Nate Silver

Ficou conhecido na corrida eleitoral de 2008;

Começou inicialmente publicar as suas previsões eleitorais no site Daily Kos;

Depois fundou o seu próprio blog, o fivethirtyeight.com;

Na votação que elegeu Barack Obama, Nate Silver acertou no vencedor em 49 dos 50 Estados norte-
americanos (Com exceção de Indiana), o que lhe valeu fama e reconhecimento como um guru das
previsões eleitorais;

Com o estatuto alcançado, Silver foi convidado pelo New York Times a fazer parte da equipa do afamado
jornal;

Em 2012 acertou no vencedor em todos os Estados da eleição presidencial.

Hoje ele publica suas previsões em seu próprio Blog fivethirtyeight.com


O SINAL E O RUÍDO
( 2012 )
Por que tantas
previsões falham e

?
outras não
Ter acesso à informação nunca foi tão fácil. Apesar
disso, enfrenta-se no dia a dia o desafio de saber o que
é relevante em meio a um volume cada vez maior de
dados.

Entre as diferentes notícias, opiniões e pesquisas que


chegam ao conhecimento da população, como
identificar o que é útil no momento de traçar um plano,
de se preparar para determinado acontecimento, de
acertar uma previsão?

Nate Silver, garante que a qualidade da informação é o


primeiro passo.

Ele examina casos de sucessos e fracassos para


determinar o que os melhores previsores têm em
comum em diversos campos de atividade, como ao
avaliar o desempenho de um político em campanha, o
estrago esperado de um furacão ou o avanço de uma
epidemia perigosa.
Qual o
segredo?
.................?
O livro aborda de uma maneira geral, o desafio de fazer previsões.

Silver apresenta estudos de caso nos mais diversos campos, como a tentativa de identificar
talentos no baseball, previsões de tempo, sismologia, epidemias, crises financeiras e campanhas
políticas.
O sinal e o Ruído

Toda previsão tem uma margem de erro.

Silver aponta que o excesso de auto confiança,

o não entendimento sobre os fenômenos

estudados, além de outras características

psicológicas e do direcionamento causado

pelas recompensas dadas ao previsor são os

principais obstáculos a serem superados para

conseguir fazer boas previsões.


HONESTIDADE
O Analista fez o seu melhor?
Silver é bem claro em assumir as nossas
limitações para fazer previsões.

Este fato deve ser assumido o tempo inteiro,


assim evitaremos o erro mais comum a qualquer
previsor: O excesso de confiança.

Com humildade podemos buscar resultados cada


vez melhores.

Em segundo lugar ele coloca a importância de


construir o modelo correto antes de tratar os
dados.
Estamos longe de previsões corretas!
Como o próprio titulo
do livro já diz, o autor
divide os dados que
temos acesso entre
ruído e sinal.

A grande maioria dos


dados são ruído, são
pedaços de informações
que além de não
produzirem
conhecimento podem
ser erroneamente
identificados como sinal.

Sinal são informações


que geram
conhecimento.
Informações necessárias
para construir uma boa
previsão.
PREVISÃO DO TEMPO
A Previsão do tempo é um dos
muitos cases apresentados no livro

É uma área que evoluiu muito nos


últimos anos.

A sismologia por outro lado é


considerada um fracasso, não houve
nenhuma evolução na previsão de
grandes terremotos e alguns
sismólogos acreditam que nunca
haverá.
A modelagem entre a Meteorologia e a Sismologia.

Enquanto as leis da termodinâmica e da química são muito bem


conhecidas na meteorologia, é mais fácil, através da tecnologia, identificar
o que irá acontecer nos próximos dias ou nas próximas horas. A qualidade
e a quantidade dos dados iniciais definirá a precisão na hora de se obter a
analise desta previsão.

Por outro lado, na sismologia, as placas tectônicas estão a quilômetros de


profundidade da superfície terrestre, o que dificulta a medida das tensões
e a exatidão entre os modelos de dissipação destas placas.

Silver define esta situação como inferno estatístico. Pois estamos parados
exatamente entre o sinal e o ruído, pois os dados não são totalmente
aleatórios porém, também não geram sinais consistentes.
O livro apresenta diversos
exemplos de previsões que são
modificadas para atender a um
determinado público.

Um exemplo são os
meteorologistas que exageram
a chance de chuva, pois as
pessoas são mais tolerantes ao
saírem de casa com guarda-
chuva do que serem pegas
desprevenidas em um
temporal.
A eficácia dos computadores durante as previsões é outro tema
abordado.

Silver fala que os computadores são sobrevalorizados. Ele acredita


que apesar das poderosas ferramentas, os computadores não fazem
milagres. Eles podem facilmente criar uma falsa sensação de
precisão se trabalhado com muitos dados e um modelo de previsão
errado.

Neste ponto é apresentada a importância dos olheiros para


identificar atletas, a mão humana na previsão do tempo e também
nas previsões esportivas.

Silver acredita que em todos os casos o componente humano


produzirá previsões de 10% a 20% melhores.
Bayesiano Nate Silver segue o modelo
Bayesiano para fazer suas
previsões.

Este modelo é baseado em


probabilidades condicionais.

Ele leva em consideração todas


as hipóteses, não descarta a
probabilidade de que todas
possam ser verdadeiras, levando
em conta as mudanças que
podem ocorrer em cada uma
delas.