Você está na página 1de 4

MAR 2002 NBR 10118

Tela de arame de simples torção -


Especificação
ABNT - Associação
Brasileira de
Normas Técnicas

Sede:
Rio de Janeiro
Av. Treze de Maio, 13/28º andar
CEP 20003-900 - Caixa Postal 1680
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: PABX (21) 3974-2300
Fax: (21) 2220-1762/2220-6436
Endereço eletrônico:
www.abnt.org.br Origem: Projeto NBR 10118:2001
ABNT/CB-28 - Comitê Brasileiro de Siderurgia
CE-28:000-04 - Comissão de Estudo de Produtos Longos
NBR 10118 - Welded steel - Specification
Desciptor: Woven
Copyright © 2002,
Esta Norma substitui a NBR 10118:1987
ABNT - Associação Brasileira Válida a partir de 29.04.2002
de Normas Técnicas
Printed in Brazil/
Impresso no Brasil
Todos os direitos reservados
Palavra-chave: Tela 4 páginas

Sumário
Prefácio
1 Objetivo
2 Referências normativas
3 Definições
4 Requisitos
5 Amostragem
6 Inspeção
7 Aceitação e rejeição

Prefácio

A ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas - é o Fórum Nacional de Normalização. As Normas Brasileiras, cujo
conteúdo é de responsabilidade dos Comitês Brasileiros (ABNT/CB) e dos Organismos de Normalização Setorial
(ABNT/ONS), são elaboradas por Comissões de Estudo (CE), formadas por representantes dos setores envolvidos, delas
fazendo parte: produtores, consumidores e neutros (universidades, laboratórios e outros).

Os Projetos de Norma Brasileira, elaborados no âmbito dos ABNT/CB e ABNT/ONS, circulam para Consulta Pública entre
os associados da ABNT e demais interessados.

1 Objetivo

1.1 Esta Norma fixa as condições exigíveis para encomenda, fabricação e fornecimento de telas de arame de simples tor-
ção.

1.2 Esta Norma se aplica às telas de arame de simples torção que se destinam ao cercamento e proteção de indústrias,
aeroportos, escolas, creches, chácaras, fazendas, granjas, criadores de aves e peixes, parques e rodovias, campos despor-
tivos, mananciais e reservas ambientais e áreas de risco em geral.

2 Referências normativas

As normas relacionadas a seguir contêm disposições que, ao serem citadas neste texto, constituem prescrições para esta
Norma. As edições indicadas estavam em vigor no momento desta publicação. Como toda norma está sujeita a revisão,
recomenda-se àqueles que realizam acordos com base nesta que verifiquem a conveniência de se usarem as edições mais
recentes das normas citadas a seguir. A ABNT possui a informação das normas em vigor em um dado momento.

NBR 5589:1982 - Arame de aço de baixo teor de carbono - Diâmetros, tolerâncias e pesos - Padronização

NBR 6331:1982 - Arame de aço de baixo teor de carbono, zincado, para uso geral - Especificação
2 NBR 10118:2002

3 Definições

Para os efeitos desta Norma, aplicam-se as seguintes definições:

3.1 tela de arame de simples torção: Tela constituída por arame s simplesmente dobrados helicoidalmente com passo
constante, os quais formam espirais achatados que se entrelaçam, formando malhas quadrangulares, conhecidas também
como tela ciclon, tela caracol, tela alambrado, tela articulada ou tela romboidal.

3.2 malha: Menor figura geométrica formada pelo entrelaçamento , junção, encontro ou superposição de arames.

4 Requisitos
4.1 Tipos de arames utilizáveis

As tela de arame de simples torção podem ser fabricadas com os tipos de arames descritos abaixo:

a) arames de aço baixo teor de carbono zincados, conforme NBR 6331;

b) arames de aço baixo teor de carbono zincados com revestimento plástico de qualquer natureza;

c) arames de aço baixo teor de carbono com revestimento plástico de qualquer natureza;

d) outros tipos de material dúctil.

4.2 Acabamento das extremidades da tela

As extremidades laterais da tela podem ter os acabamentos descritos a seguir, sendo possível lados opostos combinando
acabamentos diferentes, conforme figura 1.

Tipo normal Tipo com farpas Tipo combinado

Figura 1 - Tipos de acabamentos das extremidades da tela

4.3 Dimensões e tolerâncias

4.3.1 Diâmetros dos arames

4.3.1.1 Nas telas com acabamento de aço baixo teor de carbono zincado, o diâmetro dos arames deve obedecer à
NBR 6331.

4.3.1.2 Nas telas com acabamento de arame zincado ou não, com rev estimento de material plástico, deve-se mencionar,
na ordem de compra, o diâmetro do arame sem revestimento, conforme 4.3.1.1. Pode-se também, em comum acordo entre
o comprador e o fornecedor, mencionar o diâmetro final do arame com o revestimento plástico.

4.3.1.3 Nas telas fabricadas com outros arames dúcteis, a tolerância do arame deve ser mencionada na ordem de compra
em comum acordo entre o comprador e o fornecedor.

4.3.2 Abertura da malha

Deve ser medida com a tela perfeitamente esticada, conforme figura 2, obedecendo à tolerância de ± 5%, sendo a dimen-
são dada pela distância interna entre os arames opostos do quadrilátero.
NBR 10118:2002 3

Figura 2 - Abertura da malha

4.3.3 Altura

Distância entre as extremidades da primeira e da última malhas no sentido transversal da tela.


4.3.3.1 Tolerância: admite-se tolerância máxima de 25% da abertura da malha para menos ou de 75% da abertura da ma-
lha para mais.

4.3.4 Comprimento do rolo

Distância entre as extremidades externas da primeira e da última malhas no sentido longitudinal da tela, medida com a
peça perfeitamente esticada.

4.3.4.1 Tolerância: admite-se tolerância de 1% para menos do comprimento total.

4.4 Encomenda

4.4.1 A unidade de comercialização é o metro quadrado.

4.4.2 Na encomenda da tela, conforme esta Norma, o comprador deve indicar na seguinte seqüência:

a) comprimento total, em metro linear;

b) altura, em metros;

c) quantidade total, em metros quadrados;

d) abertura da malha, em milímetros;

e) diâmetro do arame, em milímetros;

f) tipo do arame (se plastificado, indicar a cor);

g) acabamento das extremidades do produto, se for diferente do normal;

h) comprimento do rolo, em metro linear;

i) número desta Norma.

EXEMPLO DE UMA ENCOMENDA: 250,00 metros lineares de tela de arame de simples torção, altura de 1,80 m, quantida-
2
de total de 450,00 m , malha de 50 mm, acabamento de arame zincado de diâmetro de 2,10 mm, acabamento das extre-
midades tipo normal, em 10 rolos de 25 m, conforme NBR 10118.

4.5 Identificação e embalagem

Cada rolo deve ser firmemente amarrado e identificado por etiqueta do fabricante, contendo os itens b), d), e), f), h) e i) de
4.5.2, mais a marca do fabricante.
4 NBR 10118:2002

5 Amostragem

Deve ser retirado ao acaso 5% do total dos rolos, do lote como amostra para inspeção.

6 Inspeção

6.1 Procedimento
6.1.1 Os lotes devem ser formados por rolos de telas de mesmas características nominais.

6.1.2 A inspeção abrange:

a) inspeção visual do lote, antes da utilização da tela, objetivando verificar defeitos visíveis;

b) verificação do arame, conforme as NBR 5589 e NBR 6331;

c) verificação das características dimensionais da tela, conforme esta Norma.

7 Aceitação e rejeição

7.1 O lote é aceito quando todos os requisitos previstos nesta Norma forem atendidos.

7.2 Quando a amostra não atender a qualquer requisito especifica do nesta Norma, retiram-se outros 10% de rolos do mes-
mo lote e efetua-se nova inspeção do requisito não atendido. Se houver o atendimento em 90% desses rolos, o lote é
aceito.

7.3 As reclamações ou a rejeição por parte do comprador devem ser feitas antes da utilização do produto, em no máximo
30 dias a partir da data do recebimento, e desde que o produto esteja adequadamente embalado e armazenado.

_________________

Você também pode gostar