Você está na página 1de 27

Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

MATRIZES E DETERMINANTES OBSERVAÇÃO: Chamamos de matriz oposta de A, simbolizada

MATRIZES por A , à matriz obtida trocando todos os sinais dos elementos da


É uma tabela, com linhas (filas horizontais) e colunas (filas
matriz A.
verticais). Uma matriz que possuir m linhas e n colunas é chamada
Exemplo: A 
1 2 2  1 2 2 
mn .    A   
3 5 0   3 5 0 
de matriz do tipo

I.P.C.: Uma matriz m  n possui m.n elementos. Multiplicação de um número por uma matriz
Por exemplo, queremos representar uma matriz A, com quatro
Para multiplicarmos um número k por uma matriz A, devemos
linhas e três colunas:
multiplicar TODOS os elementos de A pelo número k.
Podemos também
1 5 4   3 15 12
 a11 a12 a13  Exemplo: A 
   3A  18 0 
representar a matriz A, de
a a22 a23   6 3 0   9
A   21  forma abreviada por
 a31 a32 a33 
  A = (aij )4x3 . Ou, A = (aij ) , com Multiplicação de Matrizes
a41 a42 a43 
1i 4 e 1  j  3 .
O produto AB só existe quando o número de colunas de A é igual

Classificação de Matrizes ao número de linhas de B. Caso exista, é uma matriz que herda o
número de linhas de A e o número de colunas de B.
Matriz linha: é a matriz que tem uma única linha.
Amn . Bnp  Cmp
Matriz coluna: é a matriz que tem uma única coluna.

Matriz nula: é a matriz (independente de sua ordem) que tem todos EX.:

os elementos iguais a zero.

Matriz quadrada: é a matriz que tem o número de linhas igual ao


número de colunas.

Matriz triangular: uma matriz quadrada é dita triangular, quando os


elementos acima ou abaixo da diagonal principal são todos iguais a
Não podemos afirmar, de um modo geral, que AB  BA .
zero, isto é, aij  0 , para i  j ou para i  j .
O produto de uma matriz qualquer A pela matriz identidade I, de
Matriz diagonal: todos os elementos aij , em que i  j , devem ser
ordem compatível, sempre resulta na mesma matriz A.
nulos.
A.In  In .A  A
Matriz identidade: é toda matriz diagonal em que os elementos da
diagonal principal são todos iguais a 1. A matriz identidade de Matriz Transposta
ordem n é indicada por In . A matriz transposta de A, simbolizada por At , é obtida trocando
OBSERVAÇÃO: Toda matriz quadrada tem duas diagonais: linhas por colunas e colunas por linhas.

Diagonal principal: formada pelos elementos aij , tais que i  j . Matriz Simétrica

Uma matriz quadrada é dita simétrica quando: A  A


t
Diagonal secundária: é formada pelos elementos aij , tais que

i j n1. Matriz Antissimétrica

Uma matriz quadrada é dita antissimétrica quando: A   A


t
I.P.C.: A soma dos elementos da diagonal principal de uma matriz
quadrada A é chamada de traço da matriz A, e representamos por
Matriz Inversa
tr  A  .
1
A inversa de uma matriz quadrada A, simbolizada por A , é tal que
Igualdade de Matrizes 1 1
quando multiplicamos A por A , ou A por A, sempre obtemos a
Duas matrizes são iguais quando possuem a mesma ordem e todos matriz identidade I, de mesma ordem.
os seus elementos correspondentes são iguais.
A.A 1  A 1 .A  In
Adição / Subtração de Matrizes
DETERMINANTE
Somamos / subtraímos duas matrizes: apenas se elas possuírem a
mesma ordem e somando / subtraindo os elementos correspondes É um número real associado a qualquer matriz quadrada.
em cada matriz. Usaremos a notação det A para representar o determinante da
matriz A.

Matriz de ordem 1
262
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

O determinante de uma matriz de ordem 1 (apenas um elemento) é B) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.

o próprio elemento a11 . C) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.


D) Somente a afirmativa III é verdadeira.
Exemplo: A  3  det A  3
E) Todas as afirmativas são verdadeiras.

Matriz de ordem 2 02. (ESPM/2013) A distribuição dos n moradores de um pequeno

O determinante de uma matriz de ordem 2 é dado por: 4 x 5 


prédio de apartamentos é dada pela matriz 1 3 
y  , onde

a a12  6 y x 1
A   11  det A  a11 .a22  a21 .a12
a21 a22  cada elemento aij representa a quantidade de moradores do
apartamento j do andar i. Sabe-se que, no 1º andar, moram 3
Exemplo: A 
1 3
   det A  1.8  2.3  2 pessoas a mais que no 2º e que os apartamentos de número 3
2 8 
comportam 12 pessoas ao todo. O valor de n é:

Matriz de ordem 3 (Regra de Sarrus) A) 30 B) 31 C) 32 D) 33 E) 34

A regra de Sarrus é aplicada apenas aos determinantes de 3ª ordem 03. (FURG) Em uma Instituição de Ensino Superior, um aluno do

e consiste no seguinte: curso de Engenharia Metalúrgica anotou suas médias bimestrais


nas disciplinas: Cálculo I(CI), Álgebra Linear (AL), Física I (FI) e
 Repetimos as duas primeiras colunas à direita da terceira; Introdução à Computação (IC) e obteve a seguinte tabela:
 Calculamos os produtos dos elementos da diagonal principal e de
suas paralelas com 3 elementos mantendo os sinais dos produtos 1º 2º 3º 4º
bimestre bimestre bimestre bimestre
obtidos ; CI 4,0 6,0 8,0 9,0
 Calculamos os produtos dos elementos da diagonal secundária e AL 5,5 7,2 6,8 8,5
de suas paralelas com 3 elementos trocando os sinais dos produtos FI 9,5 8,3 7,2 5,5
obtidos; IC 9,0 9,4 9,3 8,7

 O determinante é a soma dos produtos obtidos nos passos Nessa Instituição, as notas dos dois primeiros bimestres têm peso 1
anteriores. e dos dois últimos têm peso2. Dessa forma, para determinar a
média anual do aluno em cada matéria, basta fazer a média
I.P.C.: (Teorema de Binet) Se A e B são matrizes quadradas de
ponderada de suas notas bimestrais.
mesma ordem, então:
Representado a tabela de notas acima pela matriz

det  AB  det  A .det B det  A   det A


t

e . 4,0 6,0 8,0 9,0


5,5 7,2 6,8 8,5  , qual é a matriz X de modo que
N 
I.P.C.: Uma matriz A é dita anti-simétrica quando A   A .
t
9,5 8,3 7,2 5,5
 
Assim: 9,0 9,4 9,3 8,7 

M  N  X corresponda à matriz das médias anuais desse aluno?


det  A t   det   A  det  A    1  .det  A 
n

1  1 
1  4 
I.P.C.: “Toda matriz anti-simétrica de ordem ímpar possui 6  4 
   
 
determinante igual a zero.” A)  1  B)  1  C)  1 
6  4  4 
    1 
1  1   
 
I.P.C.: det A 1 
1 , para det A  0 . 3  2  4 
detA 1  1  1 
     
3  2  4 

D)  1 1 1 1 E)  1 1 1 1
4 2  3 6 
TESTANDO O CONHECIMENTO  4 2  3 6
01. (UDESC/2013) Seja X o conjunto formado por todas matrizes
04. (UFRS) A matriz C fornece, em reais, o custo das porções de
diagonais de ordem 2× 2. Analise as proposições:
arroz, carne e salada usados em um restaurante.
I. A multiplicação de matrizes pertencentes a X satisfaz a
 1  arroz
propriedade comutativa.  
C   3  carne
II. Todas as matrizes pertencentes ao conjunto X possuem inversa.  2  salada
 
III. A matriz identidade de ordem 2× 2 pertence ao conjunto X.
IV. Se A e B são dois elementos pertencentes a X, então A+B A matriz P fornece o número de porções de arroz, carne e salada
também pertence a X. usados na composição dos pratos tipo P1 , P2 , P3 desse restaurante.
Assinale a alternativa correta.
A) Somente a afirmativa II é verdadeira.

263
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias
arroz carne salada 09. A idade mais provável de uma criança cuja o peso é 30 kg.
 2 1 1  prato P1
  A) 11 anos B) 10 anos C) 9 anos
P   1 2 1  prato P2
D) 8 anos E) 7 anos
 2 2 0  prato P
  3

A matriz que fornece o custo de produção, em reais, dos pratos P1 ,


DE OLHO NO ENEM
P2 , P3 , está indicada na alternativa:
01. (ENEM/2012) Um aluno registrou as notas bimestrais de
A)   B)   C)   D)   E)  
7 4 9 2 2
algumas de suas disciplinas numa tabela. Ele observou que as
9  4 11 6  2
8  4 4 8  4 entradas numéricas da tabela formavam uma atriz 4x4, e que
         
poderia calcular as médias anuais dessas disciplinas usando
05. (UFRJ/RJ-2006) Uma fábrica de guarda-roupas utiliza três tipos produto de matrizes. Todas as provas possuíam o mesmo peso, e a
de fechaduras (dourada, prateada e bronzeada) para guarda-roupas tabela que ele conseguiu é mostrada a seguir.
em mogno e cerejeira, nos modelos básicos, luxo e requinte. A 1º 2º 3º 4º
bimestre bimestre bimestre bimestre
tabela 1 mostra a produção de móveis durante o mês de outubro de
Matemática 5,9 6,2 4,5 5,5
2005, e a tabela 2, a quantidade de fechaduras utilizadas em cada Português 6,6 7,1 6,5 8,4
tipo de armário no mesmo mês. Geografia 8,6 6,8 7,8 9,0
História 6,2 5,6 5,9 7,7
Para obter essas médias, ele multiplicou a matriz obtida a partir da
tabela por:

A)  1 1 1 1  B)  1 1 1 1
 2 2 2 2   4 4 4 4 

1  1 
C) 1 
1 
D)  2  E)  
    4
 
1  1  1 
2 
  1 
4 
1  1 
   
2  4 
1  1 
   
2  4 

SISTEMA LINEAR
A quantidade de fechaduras usadas nos armários do modelo
Equação Linear
requinte nesse mês foi de
A) 170. B) 192. C) 120. D) 218. E) 188.
É toda equação da forma a1 x  a2 y  a3z  ...  b .

06. (UEMA/PASES II) Seja a matriz A = amn 2x 2 , onde a mn =  Os números reais a1 , a2 , a3 ,..., são chamados coeficientes da

equação;
log 2 m n . A soma dos elementos da diagonal principal é:
 x, y, z, ..., são chamadas de variáveis da equação;
A) 4 B) 3 C) 2 D) 5 E) 6
 O número b é chamado termo independente.

10% 15%  I.P.C.: Condição de existência


07. (PREUNI-SEED) O determinante da matriz 25% 40%
   Em uma equação linear não devem existir termos mistos (produto
é: de mais de uma variável) nem termos com grau diferente de 1.
A) 0,025 B) 0,015 C) 0,0025 D) 0,15 E) 0,25
 Uma equação linear é dita homogênea quando o seu termo
Texto para as questões 8 e 9. independente for igual a zero.

(UNESP - Adaptada) Foi realizada uma pesquisa, num bairro de Solução de uma equação linear
determinada cidade, com um grupo de 500 crianças de 3 a 12 anos A solução de uma equação linear é um conjunto de valores dados a
de idade. Para esse grupo, em função da idade x da criança, suas variáveis que verifica a equação.
concluiu-se que o peso médio p(x), em quilogramas, era dado pelo
determinante da matriz A, em que: OBSERVAÇÃO: Toda equação linear homogênea admite pelo

menos o conjunto de zeros 0;0;0;...;0 como solução. Caso a


1 1 1
, com base na fórmula p ( x)  det A , determine: solução seja apenas essa, a solução é dita trivial ou solução
A 3 0 x
2 imprópria.
0 2
3
Sistema Linear
08. O peso médio de uma criança de 5 anos.
A) 15 kg B) 17 kg C) 18 kg D) 20 kg E) 22 kg É todo sistema formado por equações lineares.

264
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

2x  3y  1  Sistema Possível Indeterminado (SPI): admite infinitas soluções


Exemplo:   Sistema com duas equações e duas
 x  2y  3 ( D  D x  D y  D z    0) .
variáveis.
 Sistema Impossível (SI): não admite solução
Solução de um Sistema Linear
( D  0 e Dx  0 ou Dy  0 ou ) .
A solução de um sistema linear é um conjunto de valores dados a
atenção: Os sistemas homogêneos nunca serão impossíveis.
suas variáveis que verifica todas as equações do sistema.

 Se D0: o sistema é possível determinado e apresenta


Exemplo: O par ordenado 1; 1 é solução do sistema linear
APENAS a solução trivial.
2x  3y  1
 . De fato, 2.1  3. 1  1 e 1  2. 1  3 .  Se D  0 : o sistema é possível indeterminado e apresenta outras
 x  2y  3
soluções chamadas PRÓPRIAS ou NÃO-TRIVIAIS.
Resolução de Sistemas Lineares
Sistemas Equivalentes
Sistema 2 x 2 (duas equações e duas variáveis)
Dois sistemas lineares são equivalentes quando possuírem o
Podemos resolver por dois métodos: adição e substituição. mesmo conjunto solução.

Sistema 3 x 3 (três equações e três variáveis)

É aconselhável a aplicação de um dos métodos: substituição e


escalonamento. TESTANDO O CONHECIMENTO

I.P.C.: Alguns sistemas lineares não possuem uma solução 01. (UFMA) Um microempresário tem três lojas quem vendem os
determinada ou simplesmente não possuem solução. seguintes brinquedos: Iskmon, Boneca Carbie e o Boneco Raman.
Ele estabeleceu um preço único por brinquedo para todas as lojas,
Determinantes de Cramer
e, ao final de um dia de muitas vendas, pediu a seu contador para
Todo sistema linear em que o número de equações é igual ao verificar como os preços forma praticados. O contador solicitou aos
número de variáveis é chamado de sistema linear quadrado ou gerentes das lojas os dados de venda e de receita, obtendo as
sistema de Cramer. tabelas abaixo:

Chamamos de determinante principal D, ao determinante formado BONECA BONECO R$


ISKMON
pelos coeficientes de cada uma das variáveis de um sistema de CARBIE RAMAN
Cramer. LOJA A 5 10 2 LOJA A 145

4x  3y  z  5 4 3 1 LOJA B 3 6 1 LOJA B 85


Exemplo: 2x  y  z  2  D  2 1
 1
LOJA C 10 20 4 LOJA C 290
5x  2y  3z  0 2
 5 3

Chamamos de determinantes das variáveis D x , Dy , Dz , ... aos Então, com base nessas tabelas, o contador chegou acertadamente
à seguinte conclusão:
determinantes formados partindo do determinante principal D,
A) o Iskmon foi vendido por R$ 15,00, a boneca Carbie por R$ 10,00
substituindo a coluna correspondente à variável pela coluna dos
e o boneco Raman por R$ 15,00.
termos independentes.
B) o preço do boneco Raman foi praticado a R$ 15,00 e para os
4x  3y  z  5 5 3 1 demais brinquedos é impossível calcular os preços.
Exemplo: 
2x  y  z  2 Dx  2 1 1 C) o preço do boneco Raman foi praticado a R$ 10,00 e para os
5x  2y  3z  0 0 2 3
 demais brinquedos é possível encontrar uma infinidade de

4 5 1 4 3 5 preços praticados.
Dy  2 2 1 Dz  2 1 2 D) é impossível encontrar um preço para cada brinquedo.
5 0 2 5 2 0 E) faltam dados para a análise do problema.

x=
𝐷𝑥
;y=
𝐷𝑦
ez=
𝐷𝑧 02. (FUVEST/2012) Em uma festa com n pessoas, em um dado
𝐷 𝐷 𝐷
instante, 31 mulheres se retiraram e restaram convidados na razão
Discussão e análise de Sistemas Lineares de 2 homens para cada mulher. Um pouco mais tarde, 55 homens
se retiraram e restaram, a seguir, convidados na razão de 3
Os sistemas lineares são classificados, quanto ao número de
mulheres para cada homem. O número n de pessoas presentes
soluções, em:
inicialmente na festa era igual a
 Sistema Possível Determinado (SPD): admite apenas uma A) 100 B) 105 C) 115 D) 130 E) 135
solução ( D  0) . 03. (ESPM/2012) Carlinhos possui certa quantidade de bolinhas de
gude e algumas latinhas onde guardá-las. Ao colocar 4 bolinhas em

265
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

cada lata, sobraram 2 bolinhas, mas quando colocou 5 bolinhas em


cada lata, a última ficou com apenas 2 bolinhas. Podemos afirmar DE OLHO NO ENEM
que todas as latas ficariam com o mesmo número de bolinhas se ele 01. (ENEM/2011) O prefeito de uma cidade deseja construir uma
tivesse: rodovia para dar acesso a outro município. Para isso, foi aberta uma
A) 36bolinhas B) 42 bolinhas C) 49 bolinhas licitação na qual concorreram duas empresas. A primeira cobrou R$
100 000,00 por km construído (n), acrescidos de um valor fixo de R$
D) 55 bolinhas E) 63 bolinhas
350 000,00, enquanto a segunda cobrou R$ 120 000,00 por km
04. (CONSULTEC-2012) Não deixe de apreciar o sorvete de construído (n), acrescidos de um valor fixo de R$ 150 000,00. As
mangaba de Sergipe. Fruta típica com gosto adocicado e travoso, a duas empresas apresentam o mesmo padrão de qualidade dos
serviços prestados, mas apenas uma delas poderá ser contratada.
iguaria pode ser encontrada em qualquer sorveteria da cidade, mas
Do ponto de vista econômico, qual equação possibilitaria encontrar
prefira o sorvete que seja produzido da fruta. A fruta nativa em
a extensão da rodovia que tornaria indiferente para a prefeitura
Sergipe também é matéria-prima para apreciados coquetéis, roscas, escolher qualquer uma das propostas apresentadas?
doces e sucos. (OLIVEIRA, 2011). A) 100n + 350 = 120n + 150
B) 100n + 150 = 120n + 350
C) 100(n + 350) = 120(n + 150)
D) 100(n + 350 000) = 120(n + 150 000)
E) 350(n + 100 000) = 150(n + 120 000)

02. (Enem 2ª aplicação 2010) Algumas pesquisas estão sendo


A tabela indica a quantidade de vitamina A e C, por litro, nos sucos desenvolvidas para se obter arroz e feijão com maiores teores de
ferro e zinco e tolerantes à seca. Em média, para cada 100 g de
X, Y e Z, feitos com frutas típicas de Sergipe, além do preço de cada
arroz cozido, o teor de ferro é de 1,5 mg e o de zinco é de 2,0 mg.
suco.
Para 100 g de feijão, é de 7 mg o teor de ferro e de 3 mg o de zinco.
Sabe-se que as necessidades diárias dos dois micronutrientes para
Suco X Suco Y Suco Z
uma pessoa adulta é de aproximadamente 12,25 mg de ferro e 10
Vitamina A 20 mg 30 mg 30 mg
mg de zinco.
Vitamina C 30 mg 20 mg 50 mg
Disponível em: http://www.embrapa.br. Acesso em: 29 abr. 2010 (adaptado).
Preço (por litro) R$ 5,00 R$ 4,00 R$ 2,00
Considere que uma pessoa adulta deseja satisfazer suas
necessidades diárias de ferro e zinco ingerindo apenas arroz e
De acordo com os dados apresentados na tabela, a única
feijão. Suponha que seu organismo absorva completamente todos
combinação dos três sucos que custa R$ 27,00 e tem, no total,
os micronutrientes oriundos desses alimentos.
180mg de vitamina A e 230mg de vitamina C corresponde a um Na situação descrita, que quantidade a pessoa deveria comer
volume total de suco, em litro, igual a diariamente de arroz e feijão, respectivamente?
A) 6. B) 7. C) 8. A) 58 g e 456 g D) 375 g e 500 g
D) 9. E) 10. B) 200 g e 200 g E) 400 g e 89 g
C) 350 g e 100 g
05. (FATEC-2003) Um engenheiro, estudando a resistência de uma
03. (ENEM/2009-Cancelado) Diante de um sanduíche e de uma
viga de certo material, obteve os seguintes dados: porção de batatas fritas, um garoto, muito interessado na
quantidade de calorias que pode ingerir em cada refeição, analisa
DEFORMAÇÃO
PESO (em N) os dados de que dispõe. Ele sabe que a porção de batatas tem 200
(no ponto médio, em mm)
0 0 g, o que equivale a 560 calorias, e que o sanduíche tem 250 g e 500
6 9 calorias. Como ele deseja comer um pouco do sanduíche e um
18 45 pouco das batatas, ele se vê diante de uma questão: quantos
gramas de sanduíche e quantos gramas de batata eu posso comer
O engenheiro suspeita que a deformação D pode ser dada em
para ingerir apenas as 462 calorias permitidas para esta refeição?
função do peso x por uma expressão do tipo D(x) = ax2 + bx + c. Considerando que x e y representam, respectivamente, em gramas,
Usando os dados da tabela, ele escreve um sistema de equações as quantidades do sanduíche e das batatas que o garoto pode
lineares e determina os valores dos coeficientes a, b, c. O valor de a ingerir, assinale a alternativa correspondente à expressão algébrica
é que relaciona corretamente essas quantidades.
A) 2 x  2,8 y  462 D) 1 x  0,4 y  462
1 1 1 2
A) 9 B) 3 C) D) E)
3 12 36 B) 2,8 x  2 y  462 E) 0,4 x  1 y  462
06. (MACK-2005) Um supermercado vende três marcas diferentes 2
A, B e C de sabão em pó, embalados em caixas de 1 kg. O preço da C) 1,8 x  2,3 y  1060

marca A é igual à metade da soma dos preços das marcas B e C. 04. (ENEM/2000) Uma companhia de seguros levantou dados sobre
Se uma cliente paga R$ 14,00 pela compra de dois pacotes do os carros de determinada cidade e constatou que são roubados, em
sabão A, mais um pacote do sabão B e mais um do sabão C, o média, 150 carros por ano. O número de carros roubados da marca
preço que ela pagaria por três pacotes do sabão A seria: X é o dobro do número de carros roubados da marca Y, e as marcas
A) R$ 12,00 B) R$ 10,50 C) R$ 13,40 X e Y juntas respondem por cerca de 60% dos carros roubados.
D) R$ 11,50 E) R$ 13,00 O número esperado de carros roubados da marca Y é:
A) 20 B) 30 C) 40 D) 50 E) 60

266
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

SIMETRIA DE FIGURAS E PERSPECTIVAS

– Simetria de figuras planas e espaciais

A maioria das pessoas acreditam que a simetria está ligada mais a


pensamentos sobre Arte e Natureza do que sobre Matemática. De
fato, nossas ideias de beleza estão intimamente relacionadas a
princípios de simetrias, que são encontradas por toda a parte no
mundo que nos rodeia.

Na natureza podemos Figura 5


O homem também utiliza a
observar vários exemplos Simetrias Especiais:
simetria.
de simetria.
EIXO DE SIMETRIA
EIXO DE SIMETRIA As simetrias cujos eixos são os eixos coordenados ou o centro, a
origem do sistema de coordenadas, são muito fáceis de
caracterizar. Nestes casos especiais, conhecidas as coordenadas
de um ponto é possível determinar, sem grandes dificuldades, as
coordenadas de seu simétrico.

Figura 1
Figura 2

Simetria
A simetria é definida como a correspondência, em grandeza, forma
e posição relativa, de partes situadas em lados opostos de uma
linha ou plano médio, ou ainda, que se acham distribuídas em volta
de um centro ou eixo.
Para Simetria no plano: uma figura no plano é simétrica se podemos
dividi-la em partes de alguma maneira, de tal modo que as partes
resultantes desta divisão coincidam perfeitamente, quando
sobrepostas.

Figura 6

Transformações

Em matemática, são regras especiais que transformam pontos do

Figura 3 plano em outros pontos do plano. Há uma transformação geométrica

Simetrias axiais ou em relação a retas que descreve o movimento da antiga posição para a nova.

São aquelas onde pontos, objetos ou partes de objetos são a Em matemática, tais transformações ou movimentos são chamados

imagem espelhada um do outro em relação à reta dada, chamada de isometrias (do grego, mesma medida).

eixo de simetria. O eixo de simetria é a mediatriz do segmento que Movimentos rígidos ou isometrias devem ser as transformações que
une os pontos correspondentes. preservam o comprimento dos segmentos e, consequentemente a

Simetrias axiais distância entre dois pontos quaisquer do plano e da realidade.


TIPOS ISOMERIAS
Objeto Reflexão
Reflexão: ocorre quando uma é a imagem espelhada da outra em
relação à reta considerada, chamada eixo de simetria.

Simetrias Centrais

São aquelas em que um ponto, objeto ou parte de um objeto pode


ser girado em relação a um ponto fixo, central, chamado centro da
simetria, de tal maneira que essas partes ou objetos coincidam um
com o outro um determinado número de vezes.
Translação

A mais comum das isometrias é a chamada translação. Uma figura


sofre uma translação quando se desloca, sem se deformar,
paralelamente a uma direção fixada.

267
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

DE OLHO NO ENEM

01. (ENEM/2013) Um programa de edição de imagens possibilita


transformar figuras em outras mais complexas. Deseja-se construir
Translação Reflexão uma nova figura a partir da original. A nova figura deve apresentar
simetria em relação ao ponto O.
Rotação

Esse tipo de isomeria é obtido quando fixamos um ponto do plano e


giramos a figura de um ângulo qualquer, ao redor deste ponto.

A imagem que representa a nova figura é:


Rotação
Atenção: Translações, reflexões e rotações são isometrias, isto é,
são transformações que preservam a distância entre dois pontos do
plano. Por isso, figuras obtidas a partir de isometrias são ditas
congruentes.
A) B)
Homotetia

Homotetias são transformações que, mantendo um ponto fixo O,


chamado centro da homotetia, multiplicam a medida de qualquer
segmento de reta que passe por este ponto, por um fator constante
a, chamado razão da homotetia.

Esta propriedade das homotetias é usada para "ampliar" ou


"diminuir" o tamanho das figuras.
C) D)
Deformações

Além dessas transformações, existem outras que deformam a figura


original. Com isso tem-se uma desproporcionalidade de toda figura.

PERSPECTIVAS

Perspectiva é a representação gráfica dos objetos tridimensionais.


Ela pode ser feita de várias maneiras, com resultados diferentes,
E)
que se assemelham mais ou menos à visão humana.
Projeção paralela 02. (ENEM/2013) Gangorra é um brinquedo que consiste de uma
tábua longa e estreita equilibrada e fixada no seu ponto central
(pivô). Nesse brinquedo, duas pessoas sentam-se nas extremidades
e, alternadamente, impulsionam-se para cima, fazendo descer a
extremidade oposta, realizando, assim, o movimento da gangorra.
Considere a gangorra representada na figura, em que os pontos A e
B são equidistantes do pivô:

Frontal Superior Lateral

A projeção ortogonal da trajetória dos pontos a e b, sobre o plano do


chão da gangorra, quando esta se encontra em movimento é:

268
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

seguir, tem-se, na Figura 1, uma foto de um globo da morte e, na


A) B) Figura 2, uma esfera que ilustra um globo da morte.

C) D)

E) Na Figura 2, o ponto A está no plano do chão onde está colocado o


globo da morte e o segmento AB passa pelo centro da esfera e é
03. (ENEM/2012) João propôs um desafio a Bruno, seu colega de
perpendicular ao plano do chão. Suponha que há um foco de luz
classe: ele iria descrever um deslocamento pela pirâmide a seguir e
direcionado para o chão colocado no ponto B e que um motoqueiro
Bruno deveria desenhar a projeção desse deslocamento no plano
faça um trajeto dentro da esfera, percorrendo uma circunferência
de base da pirâmide.
que passa pelos pontos A e B. A imagem do trajeto feito pelo
motoqueiro no plano do chão é melhor representada por:

A) B) C)

O deslocamento descrito por João foi: mova-se pela pirâmide,


sempre em linha reta, do ponto A ao ponto E, a seguir do ponto E ao
ponto M, e depois de M a C.
D) E)
O desenho que Bruno deve fazer é:
06. (ENEM/2011) Uma indústria fabrica brindes promocionais em
forma de pirâmide. A pirâmide é obtida a partir de quatro cortes de
um sólido que tem a forma de um cubo. No esquema, estão
indicados o sólido original (cubo) e a pirâmide obtida a partir dele.
A) B) C)

D) E)

04. (ENEM/2012) Maria quer inovar sua loja de embalagens e Os pontos A, B, C, D e O do cubo e da pirâmide são os mesmos. O

decidiu vender caixas com diferentes formatos. Nas imagens ponto O é central na face superior do cubo. Os quatro cortes saem

apresentadas estão as planificações dessas caixas. de O em direção às arestas AD , BC , AB e CD , nessa ordem.


Após os cortes, são descartados quatro sólidos.
Os formatos dos quatro sólidos descartados são
A) todos iguais.
B) todos diferentes.
C) três iguais e um diferente.
D) apenas dois iguais.

Quais serão os sólidos geométricos que Maria obterá a partir dessas E) iguais dois a dois.

planificações? 07. (ENEM/2010) Alguns testes de preferência por bebedouros de


A) Cilindro, prisma de base pentagonal e pirâmide. água foram realizados com bovinos, envolvendo três tipos de
B) Cone, prisma de base pentagonal e pirâmide. bebedouros, de formatos e tamanhos diferentes. Os bebedouros 1 e
C) Cone, tronco de pirâmide e pirâmide. 2 têm a forma de um tronco de cone circular reto, de altura igual a
D) Cilindro, tronco de pirâmide e prisma. 60 cm, e diâmetro da base superior igual a 120 cm e 60 cm,
E) Cilindro, prisma e tronco de cone. respectivamente. O bebedouro 3 é um semicilindro, com 30 cm de

05. (ENEM/2012) O globo da morte é uma atração muito usada em altura, 100 cm de comprimento e 60 cm de largura. Os três

circos. Ele consiste em uma espécie de uma superfície esférica feita recipientes estão ilustrados na figura.

de aço, onde motoqueiros andam com suas motos por dentro. A

269
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

C)

A escolha do bebedouro. In: Biotemas. V.22, nº. 4, 2009 (adaptado).


D)
Considerando que nenhum dos recipientes tenha tampa, qual das
figuras a seguir representa uma planificação para o bebedouro 3?

E)

A) B) 09. (ENEM/1999) Assim como na relação entre o perfil de um corte


de um torno e a peça torneada, sólidos de revolução resultam da
rotação de figuras planas em torno de um eixo. Girando-se as
figuras abaixo em torno da haste indicada obtêm-se os sólidos de
revolução que estão na coluna da direita.
C) D)

E)

08. (Enem 2ª aplicação 2010) A figura seguinte ilustra um salão de


um clube onde estão destacados os pontos A e B.

Nesse salão, o ponto em que chega o sinal da TV a cabo fica


situado em A. A fim de instalar um telão para a transmissão dos
jogos de futebol da Copa do Mundo, esse sinal deverá ser levado A correspondência correta entre as figuras planas e os sólidos de

até o ponto B por meio de um cabeamento que seguirá na parte revolução obtidos é:

interna da parede e do teto. A) 1A, 2B, 3C, 4D, 5E. D) 1D, 2E, 3A, 4B, 5C.

O menor comprimento que esse cabo deverá ter para ligar os B) 1B, 2C, 3D, 4E, 5A. E) 1D, 2E, 3B, 4C, 5A.

pontos A e B poderá ser obtido por meio da seguinte representação C) 1B, 2D, 3E, 4A, 5C.

no plano: ÂNGULOS E POLÍGONOS


ÂNGULOS
Definição: é o nome que se dá à abertura formada por duas
semirretas que partem de um mesmo ponto.

A
A)

Indica-se: AOB;
ou
O 

B
B)

270
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Em que: POLÍGONOS
OA e OB são os lados do ângulo. Seja o polígono da figura.
O é o vértice do ângulo.
 Ângulos importantes A, B, C, D e E são os vértices do
polígono.
Classificações Figura
AB , BC , CD , DE e EA são os lados do
polígono.

reto Quando todo e qualquer par de pontos R e S, tomados na região


poligonal, determinar um segmento RS;¯¯ completamente interno à
região, o polígono é convexo. Caso contrário o polígono é não
convexo ou côncavo.
Tipos de polígonos convexos:
raso
Nº de lados Polígono Nº de lados Polígono
1 não existe 11 undecágono
2 não existe 12 dodecágono
3 triângulo 13 tridecágono
de uma volta 4 quadrilátero 14 tetradecágono
5 pentágono 15 pentadecágono
6 hexágono 16 hexadecágono
7 heptágono 17 heptadecágono
8 octógono 18 octadecágono
agudo 9 eneágono 19 eneadecágono
10 decágono 20 icoságono

Número de diagonais de um polígono

O número de diagonais d de um polígono de n lados é dado por:


obtuso

(n  3)  n
d
2
Ângulos
complementares

Soma das medidas dos ângulos internos e externos

Considere o polígono de n lados da figura.


Ângulos
suplementares

Si  i1  i2    in  Si  (n  2)  180

Ângulos
opostos pelo
S e  a  b  c  d    S e  360
vértice
 
Observações:
1. Se o polígono for regular, ele tem todos os lados e ângulos
congruentes, logo:
Bissetriz
(divide em dois
Si
ângulos Ângulo interno ai 
n
congruentes)

  Ângulo externo a  S e  360


e
n n
Observação: 1º = 60' (1 grau = 60 minutos)
1' = 60'' (1 minuto = 60 segundos)
2. Todo polígono regular é inscritível e circunscritível.

271
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Em relação aos 6 ladrilhos triangulares colocados perfeitamente nos


espaços da figura 1, como indicado na figura 2, é correto dizer que
TESTANDO O CONHECIMENTO A) 2 são triângulos equiláteros e 4 são triângulos isósceles de
ângulo da base medindo 15°.
01. (Encceja-MEC/2002) Um artista brasileiro criou um mosaico B) 2 são triângulos equiláteros e 4 são triângulos isósceles de
utilizando pentágonos regulares e losangos, dispostos como mostra ângulo da base medindo 30°.
a figura. C) 2 são triângulos isósceles de ângulo da base medindo 50° e 4
são triângulos isósceles de ângulo da base medindo 30°.
D) 2 são triângulos equiláteros e 4 são triângulos retângulos
isósceles.

DE OLHO NO ENEM
01. (ENEM/2012) Em 20 de fevereiro de 2011 ocorreu a grande
erupção do vulcão Bulusan nas Filipinas. A sua localização
geográfica no globo terrestre é dada pelo GPS (sigla em inglês para
Para recortar as peças do mosaico o artista precisa conhecer a
Sistema de Posicionamento Global) com longitude de 124º 3’ 0” a
medida dos ângulos das figuras. Sabendo que cada ângulo interno
leste do Meridiano de Greenwich.
de um pentágono regular mede 108°, os ângulos internos dos
Dado: 1º equivale a 60’ e 1’ equivale a 60”.
losangos devem medir:
PAVARIN, G. Galileu, fev. 2012 (adaptado)
A) 18° e 162°. B) 30° e 150°. C) 36° e 144°. A representação angular da localização do vulcão com relação a
D) 54° e 126°. E) 36° e 126° sua longitude da forma decimal é

02. (FUVEST/2000) Na figura adiante, ABCDE é um pentágono A) 124,02º B) 124,05º C) 124,20º D) 124,30º E) 124,50º

regular. A medida, em graus, do ângulo  é: 02. (ENEM/2011)

Disponível em: http://www.diaadia.pr.gov.br. Acesso em: 28 abr. 2010.


A) 32° B) 34° C) 36° D) 38° E) 40°
O polígono que dá forma a essa calçada é invariante por rotações,
em torno de seu centro, de
03. (UNIFESP/2003) Pentágonos regulares congruentes podem ser
A) 45°. B) 60°. C) 90°.
conectados lado a lado, formando uma estrela de cinco pontas,
D) 120°. E) 180°.
conforme destacado na figura:
CONGRUÊNCIA, SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS E TEOREMA
DE TALES
Congruência
Dois triângulos são denominados congruentes quando possuem a
mesma medida nos três lados e nos três ângulos.
Exemplo: Os triângulos ABC e A’B’C’ são congruentes:

Nestas condições, o ângulo  mede:


A) 108° B) 72° C) 54° D) 36° E) 18°

04. (UFSCar/2005) A figura 1 representa um determinado encaixe


no plano de 7 ladrilhos poligonais regulares (1 hexágono, 2
triângulos, 4 quadrados), sem sobreposições e cortes.

Razão de semelhança
A razão de semelhança de dois triângulos é uma medida de
Figura 1 Figura 2
proporcionalidade entre eles e é dada por uma constante: D/A = E/B
= F/C = k.

272
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

rodovia R102, também retilínea e perpendicular à R101. Está sendo


construída uma nova rodovia retilínea, a R103, que ligará X à capital
do estado. A nova rodovia interceptará a R102 no ponto P, distante
120 km da cidade Z.

TEOREMA DE TALES

Um feixe de retas paralelas determina, em duas transversais


quaisquer, segmentos que são proporcionais.

O governo está planejando, após a conclusão da obra, construir


uma estrada ligando a cidade Y até a R103. A menor extensão, em
AB A' B ' quilômetros, que esta ligação poderá ter é

BC B ' C ' A) 250. B) 240. C) 225. D) 200 E) 180.

03. (UFPR/2011) Um telhado inclinado reto foi construído sobre três


suportes verticais de aço, colocados nos pontos A, B e C, como
mostra a figura ao lado. Os suportes nas extremidades A e C
 Consequência
medem, respectivamente, 4 metros e 6 metros de altura.

OB CD AD AE AC AE A altura do suporte em B é, então, de:


  
OA CA DB EC DB EB A) 4,2 metros. B) 4,5 metros. C) 5 metros.
D) 5,2 metros. E) 5,5 metros.

DE OLHO NO ENEM
01. (ENEM/2013) O dono de um sítio pretende colocar uma haste de
TESTANDO O CONHECIMENTO
sustentação para melhor firmar dois postes de comprimentos iguais
01. (FUVEST/99) Na figura abaixo, as distâncias dos pontos e a 6 m e 4 m. A figura representa a situação real na qual os postes
à reta valem e As projeções ortogonais de e são descritos pelos segmentos AC e BD e a haste é representada

sobre essa reta são os pontos e . Se a medida de é 9, pelo segmento EF, todos perpendiculares ao solo, que é indicado
pelo segmento de reta AB. Os segmentos AD e BC representam
a que distância de deverá estar o ponto do segmento cabos de aço que serão instalados.
, para que

Qual deve ser o valor do comprimento da haste EF?


A) 1 m B) 2 m C) 2,4 m D) 3 m E) 2√6 m
A) 3 B) 4 C) 5 D) 6 E) 7
02. (ENEM/2009-cancelado) A fotografia mostra uma turista
02. (INSPER/2012) Duas cidades X e Y são interligadas pela
aparentemente beijando a esfinge de Gizé, no Egito. A figura a
rodovia R101, que é retilínea e apresenta 300 km de extensão. A
seguir mostra como, na verdade, foram posicionadas a câmera
160 km de X, à beira da R101, fica a cidade Z, por onde passa a
fotográfica, a turista e a esfinge.

273
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

c2  am b2  a  n h2  mn
bc  ah a2  b2  c2 a  mn

O quadrado da hipotenusa é igual a soma dos quadrados dos


catetos a² = b² + c². Essa relação é conhecida pelo nome de
TEOREMA DE PITÁGORAS.

Medindo-se com uma régua diretamente na fotografia, verifica-se


que a medida do queixo até o alto da cabeça da turista é igual a 2/3
da medida do queixo da esfinge até o alto de sua cabeça. Considere
TESTANDO O CONHECIMENTO
que essas medidas na realidade são representadas por d e d’,
respectivamente, que a distância da esfinge à lente da câmera 01. (FUVEST/2004) Um
fotográfica, localizada no plano horizontal do queixo da altura e da lateral L faz um lançamento
esfinge, é representada por b, e que a distância da turista à mesma para um atacante A, situado
lente, por a. 32 m à sua frente em uma
A razão entre b e a será dada por linha paralela à lateral do
campo de futebol. A bola,
A) b  d ' B) b  2d C) b  3d '
a c a 3c a 2c entretanto, segue uma
trajetória retilínea, mas não
D) b  2d ' E) b  2d '
a 3c a c paralela à lateral e quando
passa pela linha de meio do campo está a uma distância de 12 m da
03. (ENEM/2009) A rampa de um hospital tem na sua parte mais linha que une o lateral ao atacante. Sabendo que a linha de meio de
elevada uma altura de 2,2 metros. Um paciente ao caminhar sobre a campo está à mesma distância dos dois jogadores, a distância
rampa percebe que se deslocou 3,2 metros e alcançou uma altura mínima que o atacante terá que percorrer para encontrar a trajetória
de 0,8 metro. da bola será de:
A distância em metros que o paciente ainda deve caminhar para A) 18,8 m. B) 19,2 m. C) 19,6 m. D) 20 m. E) 20,4 m.
atingir o ponto mais alto da rampa é
A) 1,16 metros. B) 3,0 metros. C) 5,4 metros. 02. (Simulado MEC – ENEM/2009) A

D) 5,6 metros. E) 7,04 metros. figura ilustra uma praça circular de raio
20 metros.
04. (ENEM/1998) A sombra de uma pessoa que tem 1,80m de altura Se Marina, contornando a praça
mede 60 cm. No mesmo momento, a seu lado, a sombra projetada segundo a circunferência ABCD, dá
de um poste mede 2,00m. Se, mais tarde, a sombra do poste 240 passos, quantos passos ela dará
diminuiu 50 cm, a sombra da pessoa passou a medir: se fizer o percurso ABCD segundo os
A) 30 cm B) 45 cm C) 50 cm D) 80 cm E) 90 cm lados do quadrado ABCD?

RELAÇÕES MÉTRICAS (Use π = 3 e 2 = 1,4)


A) 238 B) 232 C) 224 D) 220 E) 188
PERÍMETROS- O perímetro é o comprimento da linha ou do
contorno de uma determinada figura (polígono). Ou ainda, é a soma 03. (FGV/2013) Um triângulo tem lados medindo 1cm, 2cm e 2,5cm.
das medidas dos lados de um polígono. Seja ha medida da altura relativa ao maior lado.
NO TRIÂNGULO RETÂNGULO O valor deℎ2 expresso em 𝑐𝑚2 , é, aproximadamente, igual a

Os triângulos AHB e AHC são semelhantes, então podemos A) 0,54 B) 0,56 C) 0,58 D) 0,60 E) 0,62
estabelecer algumas relações métricas importantes:

274
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Medidas Agrárias
DE OLHO NO ENEM
As medidas agrárias são utilizadas para medir superfícies de
01. (ENEM/2011) O atletismo é um dos esportes que mais se
campo, plantações, pastos, fazendas, etc. A principal unidade
identificam com o espírito olímpico. A figura ilustra uma pista de
destas medidas é o are (a). Possui um múltiplo, o hectare (ha), e um
atletismo. A pista é composta por oito raias e tem largura de 9,76 m.
submúltiplo, o centiare (ca).
As raias são numeradas do centro da pista para a extremidade e
Unidade agrária hectare (ha) are (a) centiare (ca)
são construídas de segmentos de retas paralelas e arcos de
Equivalência de
circunferência. Os dois semicírculos da pista são iguais. 100a 1a 0,01a
valor
Lembre-se:
1 ha = 1hm2 1a = 1 dam2 1ca = 1m2

 Transformação de unidades

Unidades de superfície: cada unidade de superfície é 100


vezes maior que a unidade imediatamente inferior.

BIEMBENGUT, M. S. Modelação Matemática como método de ensino-


aprendizagem de Matemática em cursos de 1.° e 2.° graus. 1900.
Dissertação de Mestrado. IGCE/UNESP, Rio Claro, 1990 (adaptado).
Se os atletas partissem do mesmo ponto, dando uma volta
completa, em qual das raias o corredor estaria sendo beneficiado? Medidas de volume: cada unidade de volume é 1.000 vezes maior
A) 1 B) 4 C) 5 D) 7 E) 8 que a unidade imediatamente inferior.

02. (ENEM 2006)

TRANSFORMAÇÕES
quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro
(km) (hm) (dam) (m) (dm) (cm) (mm)
0,001km 0,01hm 0,1dam 1m 10dm 100cm 1000mm
10−6 km2 10−4 hm2 10−2 dam2 1m2 102 dm2 104 cm2 106 mm2
−9 −6 −3 3 6
10 km 3
10 hm 3 3
10 dam 1m 3
10 dm 3
10 cm 3
109 mm3

Medidas de capacidade: Cada unidade é 10 vezes maior que a


Na figura acima, que representa o projeto de uma escada com 5
unidade imediatamente inferior.
degraus de mesma altura, o comprimento total do corrimão e igual
A quantidade de líquido é igual ao volume interno de um recipiente.
a:
Capacidade é o volume interno de um recipiente.
A) 1,8 m.
Litro é a capacidade de um cubo que tem 1dm de aresta.
B) 1,9 m.
C) 2,0 m. 1l = 1dm3
D) 2,1 m.
Relações de equivalências: 1l = 1dm3
E) 2,2 m.
1ml = 1cm3
UNIDADES DE MEDIDAS 1kl = 1m3
Medidas de superfície

Superfície é uma grandeza com duas dimensões, enquanto área é a


medida dessa grandeza, portanto, um número.

Metro Quadrado
DE OLHO NO ENEM
A unidade fundamental de superfície chama-se metro quadrado. 01. (ENEM/2013) Nos Estados Unidos a unidade de medida de
O metro quadrado (m2) é a medida correspondente à superfície de volume mais utilizada em latas de refrigerante é a onça fluida (fl oz),
um quadrado com 1 metro de lado. que equivale a aproximadamente 2,95 centilitros (cL). Sabe-se que
o centilitro é a centésima parte do litro e que a lata de refrigerante
Unidade
Múltiplos Submúltiplos usualmente comercializada no Brasil tem capacidade de 355 mL.
Fundamental
quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro
Assim, a medida do volume da lata de refrigerante de 355 mL, em
quadrado quadrado quadrado quadrado quadrado quadrado quadrado
km 2
hm 2
dam 2
m 2
dm 2
cm 2
mm 2 onça fluida (fl oz), é mais próxima de
A) 0,83. B) 1,20. C) 12,03. D) 104,73. E) 120,34.
1.000.000m2 10.000m2 100m2 1m2 0,01m2 0,0001m2 0,000001m2

275
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

02. (ENEM/2012) Os hidrômetros são marcadores de consumo de O consumo atingiu o maior nível da história no ano passado: os
água em residências e estabelecimentos comerciais. Existem vários brasileiros beberam o equivalente a 331 bilhões de xícaras.
modelos de mostradores de hidrômetros, sendo que alguns deles Veja. Ed. 2158, 31 mar. 2010.

possuem uma combinação de um mostrador e dois relógios de Considere que a xícara citada na notícia seja equivalente a,
ponteiro. O número formado pelos quatro primeiros algarismos do aproximadamente, 120 mL de café. Suponha que em 2010 os
3
mostrador fornece o consumo em m , e os dois últimos algarismos 1
brasileiros bebam ainda mais café, aumentando o consumo em do
5
representam, respectivamente, as centenas e dezenas de litros de
que foi consumido no ano anterior. De acordo com essas
água consumidos. Um dos relógios de ponteiros indica a quantidade
informações, qual a previsão mais aproximada para o consumo de
em litros, e o outro em décimos de litros, conforme ilustrados na
café em 2010?
figura a seguir.
A) 8 bilhões de litros. D) 40 bilhões de litros.
B) 16 bilhões de litros. E) 48 bilhões de litros.
C) 32 bilhões de litros.

06. (ENEM/2011) Observe as dicas para calcular a quantidade certa


de alimentos e bebidas para as festas de fim de ano
 Para o prato principal, estime 250 gramas de carne para cada
pessoa.
 Um copo americano cheio de arroz rende o suficiente para
quatro pessoas.
 Para a farofa, calcule quatro colheres de sopa por convidado.
Disponível em: www.aguasdearacoiaba.com.br (adaptado).
 Uma garrafa de vinho serve seis pessoas.
Considerando as informações indicadas na figura, o consumo total  Uma garrafa de cerveja serve duas.
de água registrado nesse hidrômetro, em litros, é igual a  Uma garrafa de espumante serve três convidados.
A) 3 534,85. B) 3 544,20. C) 3 534 850,00. Quem organiza festas faz esses cálculos em cima do total de

D) 3 534 859,35. E) 3 534 850,39. convidados, independente do gosto de cada um.Quantidade certa
de alimentos e bebidas evita o desperdício da ceia.Jornal Hoje. 17
03. (ENEM/2011) Um mecânico de uma equipe de corrida necessita dez. 2010 (adaptado).
que as seguintes medidas realizadas em um carro sejam obtidas em Um anfitrião decidiu seguir essas dicas ao se preparar para receber
metros: 30 convidados para a ceia de Natal. Para seguir essas orientações à
a) distância a entre os eixos dianteiro e traseiro; risca, o anfitrião deverá dispor de
b) altura b entre o solo e o encosto do piloto. A) 120 kg de carne, 7 copos americanos e meio de arroz, 120
colheres de sopa de farofa, 5 garrafas de vinho, 15 de cerveja e
10 de espumante.
B) 120 kg de carne, 7 copos americanos e meio de arroz, 120
colheres de sopa de farofa, 5 garrafas de vinho, 30 de cerveja e
10 de espumante.
C) 75 kg de carne, 7 copos americanos e meio de arroz, 120
colheres de sopa de farofa, 5 garrafas de vinho, 15 de cerveja e
Ao optar pelas medidas a e b em metros, obtêm-se,
10 de espumante.
respectivamente,
D) 7,5 kg de carne, 7 copos americanos, 120 colheres de sopa de
A) 0,23 e 0,16. B) 2,3 e 1,6. C) 23 e 16.
farofa, 5 garrafas de vinho, 30 de cerveja e 10 de espumante.
D) 230 e 160. E) 2 300 e 1 600. E) 7,5 kg de carne, 7 copos americanos e meio de arroz, 120
colheres de sopa de farofa, 5 garrafas de vinho, 15 de cerveja e
04. (ENEM/2011) Em 2010, um caos aéreo afetou o continente
10 de espumante.
europeu, devido à quantidade de fumaça expelida por um vulcão na
Islândia, o que levou ao cancelamento de inúmeros voos. Cinco dias 07. (ENEM/2011) O dono de uma oficina mecânica precisa de um
após o início desse caos, todo o espaço aéreo europeu acima de 6 pistão das partes de um motor, de 68 mm de diâmetro, para o
000 metros estava liberado, com exceção do espaço aéreo da conserto de um carro. Para conseguir um, esse dono vai até um

Finlândia. Lá, apenas voos internacionais acima de 31 mil pés ferro velho e lá encontra pistões com diâmetros iguais a 68,21 mm;

estavam liberados. 68,102 mm; 68,001 mm; 68,02 mm e 68,012 mm.


Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 21 abr. 2010 Para colocar o pistão no motor que está sendo consertado, o dono
(adaptado). da oficina terá de adquirir aquela que tenha o diâmetro mais próximo
Considere que 1 metro equivale a aproximadamente 3,3 pés. do que precisa.
Qual a diferença, em pés, entre as altitudes liberadas na Finlândia e Nessa condição, o dono da oficina deverá comprar a pista de
no restante do continente europeu cinco dias após o início do caos? diâmetro
A) 3 390 pés. B) 9 390 pés. C) 11 200 pés. A) 68,21 mm. B) 68,102 mm. C) 68,02 mm.
D) 19 800 pés. E) 50 800 pés. D) 68,012 mm. E) 68,001 mm.

05. (ENEM/2011) Café no Brasil


276
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

08. (ENEM/2009) Técnicos concluem mapeamento do aquífero massa m


Densidade densidade   densidade 
Guarani volume v
O aquífero Guarani localiza-se no subterrâneo dos territórios da
Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, com extensão total de Exemplo: Em um mapa, a distância entre Montes Claros e Viçosa é

1.200.000 quilômetros quadrados, dos quais 840.000 quilômetros representada por um segmento de 7,2 cm. A distância real entre

estão no Brasil. O aquífero armazena cerca de 30 mil quilômetros essas cidades é de 4320 km. Vamos calcular a escala deste mapa.

cúbicos de água e é considerado um dos maiores do mundo.


7,2cm 7,2cm 1
Na maioria das vezes em que são feitas referências à água, são Escala   
4320km 432000000 60000000
usadas as unidades metro cúbico e litro, e não as unidades já
descritas. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Exemplo: Um carro percorre 320 km em 4h. Determine a

Paulo (SABESP) divulgou, por exemplo, um novo reservatório cuja velocidade média deste carro.

capacidade de armazenar é de 20 milhões de litros. 320


Velocidade   80
Disponível em: http://noticias.terra.com.br. Acesso em: 10 jul. 2009 4
(adaptado). Exemplo: O estado do Ceará tem uma área de 148.016 km2 e uma
população de 6.471.800 habitantes. Dê a densidade demográfica do
Comparando as capacidades do aquífero Guarani e desse novo
estado do Ceará.
reservatório da SABESP, a capacidade do aquífero Guarani é
A) 1,5 ⋅ 102vezes a capacidade do reservatório novo. 6.471.800
densidade demográgifa   43,72 hab / km2
3
B) 1,5 ⋅10 vezes a capacidade do reservatório novo. 148.016
C) 1,5 ⋅106vezes a capacidade do reservatório novo. Exemplo: (FMU-SP) Um vidro contém 200 cm3de mercúrio de
8
D) 1,5 ⋅10 vezes a capacidade do reservatório novo. densidade 13,6 g/cm³. A massa de mercúrio contido no vidro é:
E) 1,5 ⋅109 vezes a capacidade do reservatório novo. massa m
densidade   13,6   m  2720 g ou 2,720kg
09. (SIMULADO MEC - ENEM/2009) Com o objetivo de trabalhar volume 200
com seus alunos o conceito de volume de sólidos, um professor fez
o seguinte experimento: pegou uma caixa de polietileno, na forma Razões Inversas

de um cubo com 1 metro de lado, e colocou nela 600 litros de água. Vamos observar as seguintes razões.

Em seguida, colocou, dentro da caixa com água, um sólido que ficou 5 e 8


completamente submerso. 8 5
Considerando que, ao colocar o sólido dentro da caixa, a altura do Proporções
nível da água passou a ser 80 cm, qual era o volume do sólido?
Proporções são igualdades de frações.
A) 0,2 m³ B) 0,48 m³ C) 4,8 m³
D) 20 m³ E) 48 m³ Elementos de uma proporção

RAZÕES E ESCALAS FUNDAMENTAIS

Chama-se de razão entre dois números racionais a e b, com b  0,


ao quociente entre eles. Indica-se a razão de a para b, por
a ou
b Em toda proporção, o produto dos meios é igual ao produto dos
extremos.
a:b.
a c
  ad  bc
Exemplo: Na sala da 3ª Série de um colégio há 20 rapazes e 25 b d
moças. Encontre a razão entre o número de rapazes e o número de
moças. (lembrando que razão é divisão)

20  5 4 (Indica que para cada 4 rapazes existe 5 moças) TESTANDO O CONHECIMENTO



25  5 5 (UNICAMP/2007- ADAPTADA)
Para responder as questões 1, 2 e 3 , considere o texto
Lendo Razões: 2 , lê-se, 2 está para 5 ou 2 para 5.
5 A figura abaixo mostra um fragmento de mapa, em que se vê o
Grandezas Especiais trecho reto da estrada que liga as cidades de Paraguaçu e Piripiri.
Os números apresentados no mapa representam as distâncias, em
Medida do desenho quilômetros, entre cada cidade e o ponto de início da estrada(que
Escala Escala 
Medida real não aparece na figura). Os traços perpendiculares à estrada estão
Distância uniformemente espaçados de 1 cm.
Velocidade Velocidade 
média Tempo

N º de habi tan tes


Densidade Densidade demográfica 
demográfica Área

277
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

C) maior que 20 e menor que 30.


D) maior que 30 e menor que 40.
E) maior que 40.

02. (ENEM/2013) A Secretaria de Saúde de um município avalia um


programa que disponibiliza, para cada aluno de uma escola
municipal, uma bicicleta, que deve ser usada no trajeto de ida e
volta, entre sua casa e a escola. Na fase de implantação do
programa, o aluno que morava mais distante da escola realizou
sempre o mesmo trajeto, representado na figura, na escala 1 : 25
000, por um período de cinco dias.
01. Para representar a escala de um mapa, usamos a notação 1 : X,
onde X é a distância real correspondente à distância de 1 unidade
do mapa. Usando essa notação, indique a escalado mapa dado
acima.
A) 1 : 425 B) 1 : 525 C) 1 : 4250
D) 1 : 425000 E) 1 : 525000

02. Repare que há um posto exatamente sobre um traço


perpendicular à estrada. Em que quilômetro (medido a partir do
ponto de início da estrada) encontra-se tal posto?
A) 18 B) 21,25 C) 34,25 D) 38 E) 44

03. Imagine que você tenha que reproduzir o mapa dado usando a
escala 1 : 500000. Se você fizer a figura em uma folha de papel,
qual será a distância, em centímetros, entre as cidades de
Quantos quilômetros esse aluno percorreu na fase de implantação
Paraguaçu e Piripiri?
do programa?
A) 6,8
A) 4
B) 8
B) 8
C) 15,6
C) 16
D) 21,5
D) 20
E) 34
E) 40

03. (ENEM/2013) Em um certo teatro, as poltronas são divididas em


DE OLHO NO ENEM
setores. A figura apresenta a vista do setor 3 desse teatro, no qual
01. (ENEM/2013) A figura apresenta dois mapas, em que o estado
as cadeiras escuras estão reservadas e as claras não foram
do Rio de Janeiro é visto em diferentes escalas
vendidas.

A razão que representa a quantidade de cadeiras reservadas do


setor 3 em relação ao total de cadeiras desse mesmo setor é
17 17 33 53 70
A) B) C) D) E)
70 53 70 17 17

04. (ENEM/2012) O esporte de alta competição da atualidade


Há interesse em estimar o número de vezes que foi ampliada a área
produziu uma questão ainda sem resposta: Qual é o limite do corpo
correspondente a esse estado no mapa do Brasil.
humano? O maratonista original, o grego da lenda, morreu de fadiga
Esse número é
por ter corrido 42 quilômetros. O americano Dean Karnazes,
A) menor que 10.
cruzando sozinho as planícies da Califórnia, conseguiu correr dez
B) maior que 10 e menor que 20.
vezes mais em 75 horas.

278
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Um professor de Educação Física, ao discutir com a turma o texto Para o engenheiro fazer esse desenho em uma folha de papel,
sobre a capacidade do maratonista americano, desenhou na lousa deixando uma margem de 1 cm em relação às bordas da folha,
uma pista reta de 60centímetros, que representaria o percurso quais as dimensões mínimas, em centímetros, que essa folha
referido. deverá ter?
Disponível em: http://veja.abril.com.br.Acesso em 25 jun. 2011(adaptado) A) 2,9 cm 3,4 cm. D) 21 cm26 cm.
Se o percurso de Dean Karnazes fosse também em uma pista reta, B) 3,9 cm4,4 cm. E) 192 cm 242 cm.
qual seria a escala entre a pista feita pelo professor e a percorrida C) 20 cm 25 cm.
pelo atleta?
A) 1:700 B) 1:7 000 C) 1:70 000 09. (ENEM/2009) O mapa ao lado representa um bairro de

D) 1:700 000 E) 1:7 000 000 determinada cidade, no qual as flechas indicam o sentido das mãos
do tráfego. Sabe-se que esse bairro foi planejado e que cada quadra
05. (ENEM/2012) Um biólogo mediu a altura de cinco arvores
representada na figura é um terreno quadrado, de lado igual a 200
distintas e representou-as em uma mesma malha quadriculada,
metros.
utilizando escalas diferentes, conforme indicações na figura a
seguir.

I II III IV V
1:100 2:100 2:300 1:300 2:300

Qual e a arvore que apresenta a maior altura real?


A) I B) II C) III D) IV E) V Desconsiderando-se a largura das ruas, qual seria o tempo, em
minutos, que um ônibus, em velocidade constante e igual a 40 km/h,
06. (ENEM/2011) Para uma atividade realizada no laboratório de
partindo do ponto X, demoraria para chegar até o ponto Y?
Matemática, um aluno precisa construir uma maquete da quadra de
A) 25 min. B) 15 min. C) 2,5 min. D) 1,5 min. E) 0,15 min.
esportes da escola que tem 28 m de comprimento por 12 m de
largura. A maquete deverá ser construída na escala de 1 : 250. ÁREAS DE FIGURAS PLANAS
Que medidas de comprimento e largura, em cm, o aluno utilizará na
A tabela a seguir mostra as fórmulas usadas para calcular a área
construção da maquete?
das principais figuras planas. Elas serão muito utilizadas em
A) 4,8 e 11,2 B) 7,0 e 3,0 C) 11,2 e 4,8
Geometria métrica espacial.
D) 28,0 e 12,0 E) 30,0 E 70,0

Polígono Fórmulas da área


07. (ENEM/2011) Sabe-se que a distância real, em linha reta, de
uma cidade A, localizada no estado de São Paulo, a uma cidade B, A  base  altura
localizada no estado de Alagoas, é igual a 2 000 km. Um estudante,
ao analisar um mapa, verificou com sua régua que a distância entre Quadrado
essas duas cidades, A e B, era 8 cm.
Os dados nos indicam que o mapa observado pelo estudante está
na escala de
A  base  altura
A) 1 : 250. B) 1 : 2 500. C) 1 : 25 000.
D) 1 : 250 000. E) 1 : 25 000 000.
Retângulo

08. (ENEM/2009) A figura a seguir mostra as medidas reais de uma


aeronave que será fabricada para utilização por companhias de
transporte aéreo. Um engenheiro precisa fazer o desenho desse A  base  altura
avião em escala de 1:150.
Paralelogramo

Dmaior  Dmenor
A
2
Losango

279
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

base  altura 02. (ENEM/2012) Em exposições de artes plásticas, é usual que


A
2 estátuas sejam expostas sobre plataformas giratórias. Uma medida
de segurança é que a base da escultura esteja integralmente
Triângulo qualquer apoiada sobre a plataforma. Para que se providencie o equipamento
adequado, no caso de uma base quadrada que será fixada sobre
uma plataforma circular, o auxiliar técnico do evento deve estimar a
medida R do raio adequado para a plataforma em termos da medida
L do lado da base da estátua.
Qual relação entre R e L o auxiliar técnico deverá apresentar de
Triângulo equilátero
modo que a exigência de segurança seja cumprida?
l2 3
A A) R  L/ 2 B) R  2L /  C) R  L / 
4
1 D) R  L/2 E) R  L/2 2
Área de um triângulo A a  b  sen
2
conhecendo dois 03. (ENEM/2012) O losango representado na Figura 1 foi formado

lados e o ângulo pela união dos centros das quatro circunferências tangentes, de

formado por eles raios de mesma medida.

A  p( p  a)( p  b)( p  c)
Área de um perímetro
p
triânguloconhecendo 2

seus lados

( Bmaior  bmenor )h Dobrando-se o raio de duas das circunferências centradas em


A vértices opostos do losango e ainda mantendo-se a configuração
2
Trapézio das tangencias, obtém-se uma situação conforme ilustrada pela
Figura 2.

A  r 2

Círculo

O perímetro do losango da Figura 2, quando comparado ao


perímetro do losango da Figura 1, teve um aumento de
I.P.C: Outras relações fundamentais
A) 300% B) 200% C) 150% D) 100% E) 50%

Diagonal do Altura do triângulo Teorema de


04. (ENEM/2012) A capacidade mínima, em BTU/h, de um aparelho
quadrado equilátero Pitágoras
de ar-condicionado, para ambientes sem exposição ao sol, pode ser
l 3
d l 2 h
2
a b c
2 2 2 determinada da seguinte forma:
 600 BTU/h por m², considerando-se até duas pessoas no
ambiente;
DE OLHO NO ENEM  Para cada pessoa adicional nesse ambiente, acrescentar 600
BTU/h;
01. (ENEM/2013) Uma fábrica de fórmicas produz placas quadradas
 Acrescentar mais 600 BTU/h para cada equipamento
de lados de medida igual a y centímetros. Essas placas são
eletroeletrônico em funcionamento no ambiente.
vendidas em caixas com N unidades e, na caixa, é especificada a
Será instalado um aparelho de ar-condicionado em uma sala, sem
área máxima S que pode ser coberta pelas N placas.
exposição ao sol, de dimensões 4m x 5m, em que permaneça
Devido a uma demanda do mercado por placas maiores, a fábrica
quatro pessoas e possua um aparelho de televisão em
triplicou a medida dos lados de suas placas e conseguiu reuni-las
funcionamento.
em uma nova caixa, de tal forma que a área coberta S não fosse
A capacidade mínima em BTU/h, desse aparelho de ar-
alterada.
condicionado deve ser:
A quantidade X, de placas do novo modelo, em cada nova caixa
A) 12.000. B) 12.600. C) 13.200. D) 13.800. E) 15.000.
será igual a:
N N N 05. (ENEM/2012) Um forro retangular de tecido traz em sua etiqueta
A) B) C) D) 3N E) 9N
9 6 3 a informação de que encolherá após a primeira lavagem mantendo,
entretanto, seu formato. A figura a seguir mostra as medidas

280
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

originais de forro e o tamanho do encolhimento (x) no comprimento Avaliando-se todas as informações, serão necessários:
e (y) na largura. A expressão algébrica que representa a área do A) Quatro unidades do tipo A e nenhuma unidade do tipo B.
forro após ser lavado é (5 – x) (3 – y). B) Três unidades do tipo A e uma unidade do tipo B.
C) Duas unidades do tipo A e duas unidades do tipo B.
D) Uma unidade do tipo A e três unidades do tipo B.
E) Nenhuma unidade do tipo A e quatro do tipo B.

08. (ENEM/2011) Em uma certa cidade, os moradores de um bairro


carente de espaços de lazer reivindicam à prefeitura municipal a
construção de uma praça. A prefeitura concorda com a solicitação e
Nestas condições, a área perdida do forro, após a primeira lavagem,
afirma que irá construí-la em formato retangular devido às
será expressa por:
características técnicas do terreno. Restrições de natureza
A) 2xy B) 15 – 3x C) 15 – 5y
orçamentária impõem que sejam gastos, no máximo, 180 m de tela
D) -5y – 3x E) 5y + 3x – xy
para cercar a praça. A prefeitura apresenta aos moradores desse
06. (ENEM/2012)Para decorar a fachada de um edifício, um bairro as medidas dos terrenos disponíveis para a construção da
arquiteto projetou a colocação de vitrais compostos de quadrados praça:
de lado medindo 1m, conforme a figura a seguir. Terreno 1: 55 m por 45 m
B Terreno 2: 55 m por 55 m
Terreno 3: 60 m por 30 m
Terreno 4: 70 m por 20 m
Terreno 5: 95 m por 85 m
A C Para optar pelo terreno de maior área, que atenda às restrições
impostas pela prefeitura, os moradores deverão escolher o terreno
A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 5

D 09. (ENEM/2010) Uma metalúrgica recebeu uma encomenda para


fabricar, em grande quantidade, uma peça com o formato de um
Nesta figura, os pontos A, B, C e D são pontos médios dos lados do prisma reto com base triangular, cujas dimensões da base são 6 cm,
quadrado e os seguimentos AP e QC medem ¼ da medida do lado 8 cm e 10 cm e cuja altura é 10 cm. Tal peça deve ser vazada de tal
do quadrado. Para confeccionar um vitral, são usados dois tipos de maneira que a perfuração na forma de um cilindro circular reto seja
materiais: um para a parte sombreada da figura, que custa R$ 30,00 tangente às suas faces laterais, conforme mostra a figura.
o m², e outro para a parte mais clara (regiões ABPDA e BCDQB),
que custa R$ 50,00 o m².
De acordo com esses dados, qual é o custo dos materiais usados
na fabricação de um vitral?
A) R$ 22,50 B) R$ 35,00 C) R$ 40,00
D) R$ 42,50 E) R$ 45,00

07. (ENEM/2012) Jorge quer instalar aquecedores no seu salão de


beleza para melhorar o conforto dos seus clientes no inverno. Ele O raio da perfuração da peça é igual a:
estuda a compra de unidades de dois tipos de aquecedores: modelo A) 1 cm. B) 2 cm. C) 3 cm. D) 4 cm. E) 5 cm.
A, que consome 600g/h (gramas por hora) de gás propano e cobre
10. (ENEM/2010) Em canteiros de obras da construção civil é
35 m² de área, ou modelo B, que consome 750 g/h de gás propano
comum perceber trabalhadores realizando medidas de comprimento
e cobre 45 m² de área. O fabricante indica que o aquecedor deve
e de ângulos e fazendo demarcações por onde a obra deve
ser instalado em um ambiente com área menor do que a da sua
começar ou se erguer. Em um desses canteiros foram feitas
cobertura. Jorge vai instalar uma unidade por ambiente e quer
algumas marcas no chão plano. Foi possível perceber que, das seis
gastar o mínimo possível com gás. A área do salão que deve ser
estacas colocadas, três eram vértices de um triângulo retângulo e as
climatizada encontra-se na planta seguinte (ambientes
outras três eram os pontos médios dos lados desse triângulo,
representados por três retângulos e um trapézio).
conforme pode ser visto na figura, em que as estacas foram
indicadas por letras.

A região demarcada pelas estacas A, B, M e N deveria ser calçada


com concreto.

281
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Nessas condições, a área a ser calçada corresponde:


13. (ENEM/2009) O quadro apresenta informações da área
A) à mesma área do triângulo AMC.
aproximada de cada bioma brasileiro.
B) à mesma área do triângulo BNC.
C) à metade da área formada pelo triângulo ABC. Área
Biomas Continentais Área/Total
aproximada
D) ao dobro da área do triângulo MNC. Brasileiros Brasil
(km2)
E) ao triplo da área do triângulo MNC. Amazônia 4.196.943 49,29%
Cerrado 2.036.448 23,92%
11. (ENEM/2010) O jornal de certa cidade publicou em uma página
Mata Atlântica 1.110.182 13,04%
inteira a seguinte divulgação de seu caderno de classificados. Caatinga 844.453 9,92%
Pampa 176.496 2,07%,
Pantanal 150.355 1,76%
Área Total do Brasil 8.514.877
Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 10 jul. 2009 (adaptado).

É comum em conversas informais, ou mesmo em noticiários, o uso


de múltiplos da área de um campo de futebol (com as medidas de
120 m x 90 m) para auxiliar a visualização de áreas consideradas
extensas. Nesse caso, qual é o número de campos de futebol
correspondente à área aproximada do bioma Pantanal?
A) 1.400 B) 14.000 C) 140.000
Para que a propaganda seja fidedigna a porcentagem da área que D) 1.400.000 E) 14.000.000
aparece na divulgação, a medida do lado do retângulo que
14. (ENEM/2009) O governo cedeu terrenos para que famílias
representa os 4% deve ser de aproximadamente
construíssem suas residências com a condição de que no mínimo
A) 1 mm. B) 10 mm. C) 17 mm. D) 160 mm. E) 167 mm.
94% da área do terreno fosse mantida como área de preservação
12. (ENEM/2009) A vazão do rio Tietê, em São Paulo, constitui ambiental. Ao receber o terreno retangular ABCD, em que
preocupação constante nos períodos chuvosos. Em alguns trechos, BC
AB  , Antônio demarcou uma área quadrada no vértice A,
são construídas canaletas para controlar o fluxo de água. Uma 2
dessas canaletas, cujo corte vertical determina a forma de um para a construção de sua residência, de acordo com o desenho, no
trapézio isósceles, tem as medidas especificadas na figura I. Neste
AB
caso, a vazão da água é de 1.050 m 3/s. O cálculo da vazão, Q em qual AE  é lado do quadrado.
5
m3/s, envolve o produto da área A do setor transversal (por onde
passa a água), em m2, pela velocidade da água no local, v, em m/s,
ou seja, Q = Av.
Planeja-se uma reforma na canaleta, com as dimensões
especificadas na figura II, para evitar a ocorrência de enchentes.

Nesse caso, a área definida por Antônio atingiria exatamente o limite


determinado pela condição se ele

A) duplicasse a medida do lado do quadrado.


B) triplicasse a medida do lado do quadrado.
C) triplicasse a área do quadrado.
D) ampliasse a medida do lado do quadrado em 4%.
E) ampliasse a área do quadrado em 4%.

15. (ENEM /2009 - CANCELADO) Dois holofotes iguais, situados


em H1 e H2, respectivamente, iluminam regiões circulares, ambas
de raio R. Essas regiões se sobrepõem e determinam uma região S
de maior intensidade luminosa, conforme figura.

Disponível em: www2.uel.br.


Na suposição de que a velocidade da água não se alterará, qual a
vazão esperada para depois da reforma na canaleta?
A) 90 m3/s.
B) 750 m3/s.
C) 1.050 m3/s. R 2
3
Área do setor circular: ASC = , em radianos.
D) 1.512 m /s. 2
E) 2.009 m3/s.

282
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

A área da região S, em unidades de área, é igual a

2 R 2 3R 2 ( 2  3 3 ) R 2
A)  B)
3 2 12

R 2 R 2 R 2
C)  D)
12 8 2
Triangular Quadrangular Pentagonal
R 2
E)
3 4. Áreas

GEOMETRIA ESPACIAL Área de uma face lateral é a área de um dos polígonos que
constitui uma face lateral do prisma.
PRISMA
Se o prisma for regular, todas as faces laterais terão mesma área.
Área lateral é a soma das áreas de todas as faces laterais de um
prisma.
Área total é a soma das áreas de todas as faces do prisma.
Assim, sendo AL a área lateral de um prisma, AB a área de uma das
bases e AT a área total, temos:

AB
1. Elementos
AT = 2 . AB + AL
A1A2A3…An e B1B2B3…Bn são polígonos côngruos e paralelos
chamados de bases. 5. Volume
Volume de um sólido é um número, associado a ele, que exprime a
A1B1 , A2B2 , … AnBn são segmentos côngruos e paralelos razão existente entre o espaço por ele ocupado e o espaço ocupado
chamados arestas laterais. por um cubo de aresta unitária.

Volume dos primas


Os segmentos A1 A2 ,A2 A3 , … An1 An , An A1 , B1B2 ,B2B3 , …

Bn1Bn , BnB1 são chamados arestas das bases. O volume V de um prisma com área da base AB e altura h, é dado
por:
A1A2B2B1, A2A3B3B2, … são paralelogramos chamados faces
laterais. V = AB . h

PARALELEPÍPEDO E CUBO
2. Classificação
Paralelepípedo Cubo
Prisma reto Prisma oblíquo Prisma regular
A D
É todo prisma cujas É todo prisma cujas É todo prisma reto
a
c
arestas laterais são arestas laterais são cuja base é um B D
E C
perpendiculares aos oblíquas aos planos polígono regular. H
a
planos que contém que contém as b
a
as bases. bases. F a G
Cubo é todo paralelepípedo
Paralelepípedo é todo prisma
reto-retângulo cujas seis faces
cujas bases são
são quadradas, ou seja,
paralelogramos.
a  b  c.
Área total Área total

AT  2  (ab  ac  bc) AT  6  a 2

3. Nomenclatura
Volume V  abc Volume V  a3
Diagonal D  a 2  b2  c2 Diagonal D  a 3
Os prismas são chamados triangulares, quadrangulares,
pentagonais, etc, ou melhor, recebem os nomes de suas bases. PIRÂMIDES
Pirâmide Reta e Pirâmide Regular

283
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Uma pirâmide é RETA quando a projeção ortogonal do vértice sobre o h


V= ( S + S1 S 2 + S 2 )
plano  é o centro do polígono da base. 3 1
Uma pirâmide é denominada REGULAR quando é reta e o polígono V → é o volume do tronco
da base é regular. h → é a altura do tronco
V SB → é a área da base
maior
g Sb → é a área da base
h
menor
D C
CILINDRO
R
E O B
a
R M R
F A

Na pirâmide regular da figura, temos: h


h
OA = R é o raio da circunferência circunscrita à base e é
denominado simplesmente raio da base;
22R
OM = a é denominado apótema da base; CORTE
CORTE
R

VM = g é denominado apótema da pirâmide (altura de uma face


lateral);
hh
RELAÇÕES FUNDAMENTAIS

Área total AT  Alateral  Abase 2R


2R

Abase  h
Volume V  RELAÇÕES FUNDAMENTAIS
3
Área da Base (Ab) Ab  r 2
Geratriz g 2  a2  h2
Área Lateral (Al) Al  2r  h
Aresta lateral (VA)  R  h
2 2 2
Área total AT  Alateral  2  Abase
Tetraedro Regular e Secção Paralela à base de uma pirâmide Volume V  Ab  h

Secção Paralela à base de uma I.P.C.: Ainda sobre os cilindros.


Tetraedro
pirâmide Cilindro equilátero é todo Secção Meridiana é a
cilindro de base circular cuja intersecção do cilindro com um
Secção secção meridiana é um plano que contém o seu eixo
H quadrado. ( BC ).
C’
a a
A’ B’ B
A E
a

a C
h  2r
a
A
D F
C
B

As arestas laterais e a altura


Área total ficam divididas na mesma razão: CONE
AT  a 2
3 VA' VB' VC ' h
   V

VA VB VC H
A razão entre as áreas da
SETOR
secção (As) e da base (Ab) é h
g

Volume
igual ao quadrado da razão entre
2 R
a3 2 suas distâncias ao vértice.
V 
12 2
0 R
B
R
AS  h 
 
Ab  H  VO = h é altura do cone. g
BASE

A razão entre o volume da OB = R é o raio da base.


pirâmide menor (v), que foi VB = g é a geratriz. R

Altura formada pela intersecção do


plano  e o volume da pirâmide g 2  R2  h2
a 6 maior (V) é igual ao cubo da
h razão entre suas alturas. RELAÇÕES FUNDAMENTAIS
3 3
v  h Ab  r 2
  Área da Base (Ab)
V H
I.P.C.: Cálculo do volume do tronco de pirâmide. Área Lateral (Al) Al    r  g

Área total AT  Alateral  Abase

284
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Ab  h Para todo poliedro convexo de V vértices, A arestas e F faces, vale


Volume V a relação:
3
Tronco do cone V  F  A 2
r Soma dos ângulos das faces
H
V  (R  R  r  r )
2 2

S  (V  2)  360
H
3

R
Poliedros de Platão

I.P.C.: Ainda sobre os cilindros. Um poliedro é denominado poliedro de Platão quando:

Cone equilátero é todo Secção Meridiana é a intersecção do  Todas as faces têm o mesmo número de lados;
cone circular cuja secção cone reto com um plano que contém a  Em todos os vértices concorrem o mesmo número de arestas;
meridiana é um triângulo reta VO (eixo de rotação).  Vale a relação de Euler.
equilátero. Observação: existem apenas cinco classes de poliedros de Platão.
V

g g
h

A B
R R

g  2r  h  R 3

ESFERA

Poliedros regulares (THODI)

RELAÇÕES FUNDAMENTAIS DE OLHO NO ENEM


Superfície esférica A  4   R2
01. (ENEM/2013) Uma cozinheira, especialista em fazer bolos,
4
Volume V    R3 utiliza uma forma no formato representado na figura:
3
POLIEDROS

Poliedros convexos
Consideremos um número finito n (n  4) de polígonos convexos tais
que:
 dois polígonos não estão num mesmo plano;
 cada lado de polígono é comum a dois e somente dois polígonos;
Nela identifica-se a representação de duas figuras geométricas
 o plano de cada polígono deixa todos os demais polígonos num tridimensionais.
mesmo semi-espaço. Essas figuras são
A) um tronco de cone e um cilindro. D) dois troncos de cone.
B) um cone e um cilindro. E) dois cilindros.
C) um tronco de pirâmide e um cilindro.

02. (ENEM/2013) Num parque aquático existe uma piscina infantil


na forma de um cilindro circular reto, de 1 m de profundidade e
volume igual a 12 𝑚3 , cuja base tem raio R e centro O. Deseja-se
construir uma ilha de lazer seca no interior dessa piscina, também
Elementos
na forma de um cilindro circular reto, cuja base estará no fundo da
Um poliedro convexo possui: faces, que são os polígonos convexos; piscina e com centro da base coincidindo com o centro do fundo da
arestas, que são os lados dos polígonos, e vértices, que são os piscina, conforme a figura. O raio da ilha de lazer será r.
vértices dos polígonos. A reunião das faces é denominada
Deseja-se que após a construção dessa ilha, o espaço destinado à
superfície do poliedro.
água na piscina tenha um volume de, no mínimo, 4 𝑚3 .
Relação de Euler

285
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

05. (ENEM/2011) Afigura seguinte mostra um modelo de sombrinha


muito usado em países orientais.

Esta figura é uma representação de uma superfície de revolução


chamada de
A) Pirâmide B) Semiesfera C) Cilindro
Considere 3 como valor aproximado para π.
D) Tronco de cone E) Cone
Para satisfazer as condições dadas, o raio máximo da ilha de lazer
r, em metros, estará mais próximo de 06. (ENEM/2011) É possível usar água ou comida para atrair as
A) 1,6. B) 1,7. C) 2,0. D) 3,0. E) 3,8. aves e observá-las. Muitas pessoas costumam usar água com
açúcar, por exemplo, para atrair beija-flores. Mas é importante saber
03. (ENEM/2012) Alguns objetos, durante a sua fabricação,
que, na hora de fazer a mistura, você deve sempre usar uma parte
necessitam passar por um processo de resfriamento. Para que isso
de açúcar para cinco partes de água. Além disso, em dias quentes,
ocorra, uma fábrica utiliza um tanque de resfriamento, como
precisa trocar a água de duas a três vezes, pois com o calor ela
mostrado na figura.
pode fermentar e, se for ingerida pela ave, pode deixá-la doente. O
excesso de açúcar, ao cristalizar, também pode manter o bico da
ave fechado, impedindo-a de se alimentar. Isso pode até matá-la.
Ciência Hoje das Crianças. FNDE; Instituto Ciência Hoje, ano 19, n. 166,
mar. 1996.

Pretende-se encher completamente um copo com a mistura para


atrair beija-flores. O copo tem formato cilíndrico, e suas medidas são
10 cm de altura e 4 cm de diâmetro. A quantidade de água que deve
ser utilizada na mistura é cerca de (utilize  = 3)
O que aconteceria com o nível da água se colocássemos no tanque
A) 20 mL B) 24 mL C) 100 mL D) 120 mL E) 600 mL
um objeto cujo volume fosse de 2.400 cm³?
A) O nível subiria 0,2 cm, fazendo a água ficar com 20,2 cm de
07. (ENEM/2010) Um porta-lápis de madeira foi construído no
altura. formato cúbico, seguindo o modelo ilustrado a seguir. O cubo de
B) O nível subiria 1 cm, fazendo a água ficar com 21 cm de altura. dentro é vazio. A aresta do cubo maior mede 12 cm e a do cubo
C) O nível subiria 2 cm, fazendo a água ficar com 22 cm de altura. menor, que é interno, mede 8 cm.
D) O nível subiria 8 cm, fazendo a água transbordar.
E) O nível subiria 20 cm, fazendo a água transbordar.

04. (ENEM/2012) A cerâmica possui a propriedade da contração,


que consiste na evaporação da água existente em um conjunto ou
bloco cerâmico submetido a uma determinada temperatura elevada:
O volume de madeira utilizado na confecção desse objeto foi de:
em seu lugar aparecendo “espaços vazios” que tendem a se
A) 12 cm³ B) 64 cm³ C) 96 cm³
aproximar. No lugar antes ocupado pela água vão ficando lacunas e,
D) 1 216 cm³ E) 1 728 cm³
consequentemente, o conjunto tende a retrair-se. Considere que no
processo de cozimento a cerâmica de argila sofra uma contração, 08. (ENEM/2010) Uma empresa vende tanques de combustíveis de
em dimensões lineares, de 20%. formato cilíndrico, em três tamanhos, com medidas indicadas nas
Disponível em: www.arq.ufsc.br. Acesso em: 30 mar. 2012 (adaptado).
figuras. O preço do tanque é diretamente proporcional à medida da
Levando em consideração o processo de cozimento e a contração
área da superfície lateral do tanque. O dono de um posto de
sofrida, o volume V de uma travessa de argila, de forma cúbica de
combustível deseja encomendar um tanque com menor custo por
aresta a, diminui para um valor que é
metro cúbico de capacidade de armazenamento.
A) 20% menor que V, uma vez que o volume do cubo é diretamente
proporcional ao comprimento de seu lado.
B) 36% menor que V, porque a área da base diminui de a2 para ((1
– 0,2)a)2.
C) 48,8% menor que V, porque o volume diminui de a3 para (0,8a)3.
D) 51,2% menor que V, porque cada lado diminui para 80% do Qual dos tanques deverá ser escolhido pelo dono do posto?
comprimento original.
(Considere  3)
E) 60% menor que V, porque cada lado diminui 20%.

286
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

1
A) I, pela relação área/capacidade de armazenamento de .
3
4
B) I, pela relação área/capacidade de armazenamento de .
3
3
C) II, pela relação área/capacidade de armazenamento de .
4 Com o objetivo de não desperdiçar café a diarista deseja colocar a
2 quantidade mínima de água na leiteira para encher os vinte
D) III, pela relação área/capacidade de armazenamento de .
3 copinhos pela metade. Para que isso ocorra, Dona Maria deverá
7 A) encher a leiteira até a metade, pois ela tem um volume 20 vezes
E) III, pela relação área/capacidade de armazenamento de .
12 maior que o volume do copo.
B) encher a leiteira toda de água, pois ela tem um volume 20 vezes
09. (ENEM/2010) No manejo sustentável de florestas, é preciso
maior que o volume do copo.
muitas vezes obter o volume da tora que pode ser obtida a partir de
C) encher a leiteira toda de água, pois ela tem um volume 10 vezes
uma árvore. Para isso, existe um método prático, em que se mede a
maior que o volume do copo.
circunferência da árvore à altura do peito de um homem (1,30 m),
D) encher duas leiteiras de água, pois ela tem um volume 10 vezes
conforme indicado na figura. A essa medida denomina-se "rodo" da
maior que o volume do copo.
árvore. O quadro a seguir indica a fórmula para se cubar, ou seja,
E) encher cinco leiteiras de água, pois ela tem um volume 10 vezes
obter o volume da tora em m 3 a partir da medida do rodo e da altura
maior que o volume do copo.
da árvore.

12. (ENEM/2010) A siderúrgica “Metal Nobre” produz diversos


objetos maciços utilizando o ferro. Um tipo especial de peça feita
nessa companhia tem o formato de um paralelepípedo retangular,
de acordo com as dimensões indicadas na figura que segue.

Um técnico em manejo florestal recebeu a missão de cubar, abater


e transportar cinco toras de madeira, de duas espécies diferentes,
sendo O produto das três dimensões indicadas na peça resultaria na
 3 toras da espécie I, com 3 m de rodo, 12 m de comprimento e medida da grandeza
densidade 0,77 toneladas/m ; 3 A) massa. B) volume. C) superfície.

 2 toras da espécie II, com 4 m de rodo, 10 m de comprimento e D) capacidade. E) comprimento.


3
densidade 0,78 toneladas/m .
13. (ENEM/2010) Uma fábrica produz barras de chocolates no
Após realizar seus cálculos, o técnico solicitou que enviassem
formato de paralelepípedos e de cubos, com o mesmo volume. As
caminhões para transportar uma carga de, aproximadamente,
arestas da barra de chocolate no formato de paralelepípedo medem
A) 29,9 toneladas. B) 31,1 toneladas. C) 32,4 toneladas.
3 cm de largura, 18 cm de comprimento e 4 cm de espessura.
D) 35,3 toneladas. E) 41,8 toneladas. Analisando as características das figuras geométricas descritas, a

10. (ENEM/2010) Para construir uma manilha de esgoto, um cilindro medida das arestas dos chocolates que têm o formato de cubo é
igual a
com 2 m de diâmetro e 4 m de altura (de espessura desprezível), foi
A) 5 cm. B) 6 cm. C) 12 cm. D) 24 cm. E) 25 cm.
envolvido homogeneamente por uma camada de concreto, contendo
20 cm de espessura. 14. (ENEM/2010) Em um casamento, os donos da festa serviam

Supondo que cada metro cúbico de concreto custe R$ 10,00 e champanhe aos seus convidados em taças com formato de um

tomando 3,1 como valor aproximado de , então o preço dessa hemisfério (Figura 1), porém um acidente na cozinha culminou na

manilha é igual a quebra de grande parte desses recipientes. Para substituir as taças

A) R$ 230,40. quebradas, utilizou-se um outro tipo com formato de cone (Figura 2).

B) R$ 124,00. No entanto, os noivos solicitaram que o volume de champanhe nos

C) R$104,16. dois tipos de taças fosse igual.

D) R$ 54,56.
E) R$ 49,60.
4 3
Considere: Vesfera  R
11. (ENEM/2010) Dona Maria, diarista na casa da família Teixeira, 3
1
precisa fazer café para servir as vinte pessoas que se encontram e Vcone  R 2 h
3
numa reunião na sala. Para fazer o café Dona Maria dispõe de uma
leiteira cilíndrica e copinhos plásticos, também cilíndricos.

287
Pré-Universitário/SEED Caderno Gama – Matemática e suas Tecnologias

Sabendo que a taça com o formato de hemisfério é servida Se o dono da fábrica resolver diversificar o modelo, retirando a
completamente cheia, a altura do volume de champanhe que deve pirâmide da parte superior, que tem 1,5 cm de aresta na base, mas
ser colocado na outra taça, em centímetros, é de mantendo o mesmo molde, quanto ele passará a gastar com
A) 1,33 B) 6,00 C) 12,00 D) 56,52 E) 113,04 parafina para fabricar uma vela?
A) 156 cm3. B) 189 cm3. C) 192 cm3.
15. (ENEM/2009) A cisterna é um recipiente utilizado para
D) 216 cm3. E) 540 cm3.
armazenar água da chuva. Os principais critérios a serem
observados para captação e armazenagem de água da chuva são: a 17. (ENEM/2009) Uma empresa que fabrica esferas de aço, de 6 cm
demanda diária de água na propriedade; o índice médio de de raio, utiliza caixas de madeira, na forma de um cubo, para
precipitação (chuva), por região, em cada período do ano; o tempo transportá-las.
necessário para armazenagem; e a área de telhado necessária ou Sabendo que a capacidade da caixa é de 13.824 cm 3, então o
disponível para captação. número máximo de esferas que podem ser transportadas em uma
Para fazer o cálculo do volume de uma cisterna, deve-se caixa é igual a
acrescentar um adicional relativo ao coeficiente de evaporação. Na A) 4 B) 8 C) 16 D) 24 E) 32
dificuldade em se estabelecer um coeficiente confiável, a Empresa
Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) sugere que sejam 18. (ENEM/2009 – Cancelado) Um vasilhame na forma de um
cilindro circular reto de raio da base de 5 cm e altura de 30 cm está
adicionados 10% ao volume calculado de água.
parcialmente ocupado por 625  cm3 de álcool. Suponha que
Desse modo, o volume, em m3, de uma cisterna é calculado por Vc =
sobre o vasilhame seja fixado um funil na forma de um cone circular
Vd Ndia, em que Vd = volume de demanda da água diária (m 3), Ndia =
reto de raio da base de 5 cm e altura de 6 cm, conforme ilustra a
número de dias de armazenagem, e este resultado deve ser
figura 1. O conjunto, como mostra a figura 2, é virado para baixo,
acrescido de 10%.
sendo H a distância da superfície do álcool até o fundo do
Para melhorar a qualidade da água, recomenda-se que a captação vasilhame.
seja feita somente nos telhados das edificações.
Vcone = r h
2
Volume do cone:
Considerando que a precipitação de chuva de 1 mm sobre uma área 3
de 1 m2 produz 1 litro de água, pode-se calcular a área de um
telhado a fim de atender a necessidade de armazenagem da
seguinte maneira: área do telhado (em m2) = volume da cisterna (em
litros)/precipitação.
Disponível em: www.cnpsa.embrapa.br. Acesso em: 8 jun. 2009 (adaptado).

Para atender a uma demanda diária de 2.000 litros de água, com


período de armazenagem de 15 dias e precipitação média de 110
mm, o telhado, retangular, deverá ter as dimensões mínimas de
Considerando-se essas informações, qual é o valor da distância H?
A) 6 metros por 5 metros, pois assim teria uma área de 30 m 2.
A) 5 cm. B) 7 cm. C) 8 cm. D) 12 cm. E) 18 cm.
B) 15 metros por 20 metros, pois assim teria uma área de 300 m2.
C) 50 metros por 60 metros, pois assim teria uma área de 3.000 m 2.
D) 91 metros por 30 metros, pois assim teria uma área de 2.730 m 2.
E) 110 metros por 30 metros, pois assim teria uma área de 3.300
m2.

16. (ENEM/2009) Uma fábrica produz velas de parafina em forma de


pirâmide quadrangular regular com 19 cm de altura e 6 cm de aresta
da base. Essas velas são formadas por 4 blocos de mesma altura —
3 troncos de pirâmide de bases paralelas e 1 pirâmide na parte
superior —, espaçados de 1 cm entre eles, sendo que a base
superior de cada bloco é igual à base inferior do bloco sobreposto,
com uma haste de ferro passando pelo centro de cada bloco,
unindo-os, conforme a figura.

288