Você está na página 1de 2

1.

(UFRA 2004) Podemos afirmar que a industrialização dos automóveis e dos eletrodomésticos é
considerada geoeconomicamente como bens de:

a) consumo durável.
b) consumo não durável.
c) capital.
d) consumo intermediário.
e) consumo pesado.

2. (UFRA 2004) Sabemos que o Brasil passou por vários ciclos econômicos, contribuindo para as
conquistas territoriais em áreas diferenciadas. Assim sendo, a ocupação do Vale do São Francisco, no
Século XVII e do Brasil Central no Século XVIII, tiveram suas influências, respectivamente, através
de atividades como:

a) as “Plantations” de cana-de-açúcar.
b) criação do gado e a lavoura canavieira.
c) a caça aos índios e a mineração.
d) criação do gado e a mineração.
e) extração madeireira e a lavoura canavieira.

3. (UFRA 2004) Em uma novela da Rede Globo de Televisão, o enredo da mesma relacionava-se com o
desenvolvimento econômico em crise, iniciado no Brasil em 1929, contando com a presença dos
imigrantes italianos. Esse assunto geoeconomicamente se prendia precisamente a:

a) crise da cana-de-açúcar.
b) crise do cacau.
c) crise do café.
d) crise da soja.
e) crise do gado.

4. (UFRA 2004) Sabemos que genericamente as indústrias se encontram desigualmente distribuídas nas
diferentes regiões da terra, variando com o passar dos tempos, dependendo inclusive, dos diferentes
tipos industriais. Dentre alguns fatores locacionais, podemos mencionar o seguinte entre outros:

a) centros universitários, hospitais e fontes de energia.


b) Infra-estrutura de transportes, farta mão-de-obra e fontes de energia.
c) transporte ferroviário, mão-de-obra especializada e universidade tecnológica;
d) disponibilidade de água, centro hospitalar e climas tropicais.
e) fontes de energia, infra-estrutura portuária e mão-de-obra disponível.

5. (UFRA 2004) Quando a ação do clima exerce sua atividade sobre a rocha matriz a fim de transformá-
la na fase inicial dos solos, podemos denominar este trabalho de:

a) Xerofilismo.
b) Possibilismo.
c) Higrofilismo.
d) erosão.
e) Intemperismo.

6. (UFRA 2004) No Brasil, grandes investimentos em conhecimentos técnico científicos propiciaram a


diminuição das limitações impostas pela natureza à agricultura, com pesquisas desenvolvidas em
centros como a EMBRAPA e o IAC. Muitas pesquisas desses centros resultaram em grandes avanços
como:

a) concentração da agricultura moderna nosul do Pará.


b) seleção e manipulação do código genéticode várias espécies.
c) financiamento para a agricultura familiar.
d) revitalização de grandes plantations.
e) incentivos para o plantio de soja.
7. (UFRA 2004) O Brasil, é o segundo maior produtor mundial, perdendo apenas para os Estados Unidos
e 70% da produção é destinada ao mercado externo. (Jornal Liberal de 25/09/03)

O produto mencionado na questão é:

a) Suco de laranja.
b) Café.
c) Soja.
d) Cana-de-açúcar.
e) Frutos cítricos.

8. (UFRA 2004) Em relação à produção de cereais no mundo, 43% destina-se a alimentar gado e
animais de estimação nos países desenvolvidos. Sobre isto, argumentou a economista norte-
americana Susan George em seu livro “O mercado da fome”. “. ..qualquer vira-lata rico ou um gato
mimado é melhor cliente do que um ser humano pobre”. A derivação, alta produtividade e alto
consumo de cereais só foram possíveis em grande escala com o desenvolvimento da atividade
industrial denominada:

a) farmacêutica voltada para homeopatia.


b) transgênica, voltada para a produção de farelos de soja.
c) agropastoril, voltada para a produção de laticínios.
d) agroflorestal, voltada para a produção de fibras vegetais.
e) agroindústria, voltada para a produção de alimentos.

GABARITO

01 02 03 04 05 06 07 08
A D C B E B C E