Você está na página 1de 3

27/02/2018 www.luzdourada.org.br/wordpress/index.php/2014/01/26/amaci/?

print=1

Amaci
DOUTRINA E CULTURA UMBANDISTA
Por Monica Berezutchi

Irmãos umbandistas, este mês irei escrever sobre a importância do Amaci (lavagem da coroa) tão utilizados na nossa liturgia.

A lavagem da coroa é feita com ervas sempre frescas e de boa qualidade.

O amaci tem como função de:

- Desbloquear condensações energéticas negativas

- Limpar a coroa

- Desobstruir o chacra coronário (alto da cabeça), onde as irradiações nos chega de forma vertical, purificando e energizando na
vibração do Orixá que está sendo aplicado

- Sintonizando a irradiação

É de suma importância que após sua aplicação o “médium” cubra com um pano branco sua coroa.

Na Umbanda existe amacis específicos para o fortalecimento de carências em que o médium necessite no seu desenvolvimento mediúnico e no
beneficio para ajudá-lo em sua evolução espiritual.

O amaci é preparado pelo dirigente espiritual, onde o mesmo terá um preceito a ser seguido antes de manipulá-lo:

- Não comendo carne,

- Não fazer sexo,

- Não ingerir bebida alcóolica,

- Ter as mãos limpas e passadas na alfazema.

Como preparar um amaci:

- Será colocado num recipiente “próprio” e exclusivo para este fim (bacia de louça ou ágata),

- Colher as ervas, separando as folhas em perfeito estado – não utilizando os caules,

- Lave bem as folhas em água corrente,

- Água colhida dos pontos de força,

- Pemba virgem branca ralada,

- Será preparado no congá.

Depois que o amaci foi “macerado” e preparado o dirigente circunda a bacia com velas das cores específicas e será coberto com pano branco
também.

É necessário para que o médium “instrumento” seja esclarecido através das explicações do seu dirigente o porquê está sendo aplicado
aquele Amaci em sua coroa.

Observe sempre e tenha confiança nas “mãos” de quem irá aplicar estes amacis, cuidado em quem você confia sua coroa.

http://www.luzdourada.org.br/wordpress/index.php/2014/01/26/amaci/?print=1 1/3
27/02/2018 www.luzdourada.org.br/wordpress/index.php/2014/01/26/amaci/?print=1
Médiuns tenham precaução e zelo por sua “coroa”, peça orientação de seu dirigente e esclarecimento sobre o fundamento, você médium
tem o direito de saber, o porquê precisará do amaci e para que servirá.

AMACI DOS ORIXÁS:

Pai Oxalá

Água de fonte com rosas brancas e folhas de manjerona maceradas e curtidas 24h.

Mãe Oiá

Água da chuva com folhas de eucalipto e pétalas de rosas amarelas maceradas e curtidas por 7 dias.

Mãe Oxum

Água de cachoeira com rosas brancas maceradas e curtidas por 3 dias.

Pai Oxumaré

Água de cachoeira com folhas de louro e pétalas de flores variadas maceradas e curtidas por 3

dias.

Pai Oxóssi

Água de fonte com folhas de Guiné macerado e curtido por 3 dias.

Mãe Obá

Água de rio com rosas brancas e folhas de alecrim maceradas e curtidas 24h.

Pai Xangô

Água da cachoeira com hortelã macerado e curtido por 3 dias.

Mãe Egunitá

Água de fonte com rosas cor de rosa e folhas de alecrim e de arruda macerados e

curtidos por 3 dias.

Pai Ogum

Água de rio com folhas de pinheiro macerado e curtido por 7 dias.

Mãe Iansã

Água de fonte, rio, cachoeira ou chuva com rosas brancas e folhas de guiné e alecrim macerados e curtidos por 7 dias.

Pai Obaluaiê

Água de fonte, rio ou lago com folhas de louro e manjericão macerados e curtidos por 3 dias.

Mãe Nanã Buruquê

Água de rio ou lago com crisântemo e folhas de guiné macerados e curtidos por 3 dias.

Mãe Iemanjá

Água de fonte com rosas brancas e folhas de erva cidreira maceradas e curtidas por 7 dias.

Pai Omulú

Água de fonte com pétalas de crisântemo branco macerado e curtido por 7 dias.

“Texto extraído do livro Código de Umbanda de Rubens Saraceni”.

Existem outras lavagens de “coroa”, que também são utilizados em rituais litúrgicos dentro da nossa religião:

- Água do mar

- Água da cachoeira

- Água da fonte

- Água da chuva, etc.


http://www.luzdourada.org.br/wordpress/index.php/2014/01/26/amaci/?print=1 2/3
27/02/2018 www.luzdourada.org.br/wordpress/index.php/2014/01/26/amaci/?print=1
Estas águas “naturais” no seu próprio ponto de força possuem um excelente poder e seu magnetismo é muito forte e é de grande importância
para todos nós umbandistas.

Sem falar das pétalas de “flores” que são purificadoras e imantadoras de fontes energéticas que nos beneficiam muito na nossa jornada
espiritual.

Somos “corpo matéria” e necessitamos de elementos “materiais” naturais que nos ajudam a reequilibrar nosso padrão mental.

CUIDADO! COM ESSAS FAMOSAS GARRAFINHAS DE PREPARO PRONTOS QUE SE COMPRA POR AI…”

TENHA SEMPRE A COERÊNCIA E NÃO SEJA PREGUIÇOSO COM SUA ESPIRITUALIDADE. ASSUMA COM SERIEDADE A SUA
MISSÃO ESPIRITUAL.

Leve sempre um recipiente para VOCÊ colher água do mar, da cachoeira, etc. para ter em sua casa.

Plante ervas no seu jardim ou vasos, cultue também o poder das ervas e os benefícios das energias vegetais no seu lar.

Enfim beneficie a SI, ajude-se, promova um ambiente tranqüilo, limpo e saudável em sua casa, pois seu lar é o seu templo também, faça
defumação, crie um ambiente familiar, harmonioso.

Tenha sempre uma conduta de alegria na sua vida na carne, pois não adianta “fazer obrigações” para os Orixás e não saber praticar no seu dia-
a-dia mediúnico.

Vamos entender que as práticas liturgicas dentro dos templos, são de responsabilidade do digirente espiritual e que todo dirigente saiba que a
melhor Doutrina que existe e sempre estará em pauta é o EXEMPLO E CONDUTA MORAL…

Um grande abraço.

Novembro de 2004

http://www.luzdourada.org.br/wordpress/index.php/2014/01/26/amaci/?print=1 3/3