Você está na página 1de 1

É um instrumento arquivístico resultante de avaliação dos documentos.

Ela tem por objetivos definir os prazos de guarda (tempo


necessário para o arquivamento dos documentos nas fases corrente e intermediária, visando atender exclusivamente às
necessidades da administração que os gerou) e a destinação de documentos (encaminhamento de documentos para guarda
Conceito
permanente, descarte ou eliminação), com vista a garantir o acesso à informação aos que dela necessitarem, seja a própria
instituição ou o público externo.

Os prazos são preferencialmente em ANOS

O prazo de guarda dos documentos constante da Tabela de Normas


Temporalidade refere-se ao tempo necessário para arquivamento dos
Tabela de Precaução
documentos nas idades corrente e intermediária, visando atender
Temporalidade Prazo de guarda Determinantes dos prazos
exclusivamente às necessidades da administração que os gerou (valor Informações
primário). recaptulativas

Frequência de uso

O ato de eliminar, propriamente dito, deve ser feito de forma racional. Os


Destinação dada aos documentos que processos mais indicados são: a fragmentação, a maceração, a alienação
perderam o valor primário e não por venda ou doação. A incineração – processo condenado -, quer pelo
Eliminação aumento do índice de poluição que provoca, quer pela impossibilidade de
apresentam valor secundário.
reciclagem do papel, não deve ser adotada.
Destinação Final

Destinação dada aos documentos que possuem informações consideradas importantes para fins de prova,
Guarda Permanente informação e pesquisa, ou seja, fins culturais, sociais e científicos.

Instrumento utilizado para tratar massa documental acumulada

Tipologias documentais
Plano de
Informações contidas em um plano de destinação Prazos de guarda
Destinação
Séries ou "classes"

Mesclam-se o plano de classificação e a tabela de temporalidade

www.arquivologiaparaconcurso.com

Interesses relacionados