Você está na página 1de 2

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

PBL - Nº
SAPATAS
Nº sequencial

EXERCÍCIO COM GABARITO 2-3


DISC. Nº.: CV7410 – Fundações e Obras de Terra PROVA: P1 DATA: ____/____/____
NOME:
INSTRUÇÕES: a) Reúna-se com o grupo original; b) trabalhe na solução NOTA: das questões

deste exercício; c) em caso de dúvida, recorra ao gabarito e aos monitores;


ASS.: TURMA: d) faça a
soluçãoGerais:
Instruções comentada de acordo
1) Duração: 1h20 (80 min); com o entendimento do seu grupo, justificando suas respostas
2) Sem consulta
com as referências pesquisadas; e) entregue a solução comentada para os monitores e
3) Com calculadora
fiquemBom comdiaumae cópia.
boa prova!

1 – (3,0) Dada a sondagem anexa, calcule a capacidade de carga de


uma sapata isolada para um pilar de carga 1800 kN e 20 x 60 cm.
Escolha a profundidade de assentamento e verifique a viabilidade
da solução pelo valor da tensão admissível obtida.

Dados:
b 1
adm=0,02.NSPT; para 5 N 20; B  A  .(  b) 2
2 4
A
L
B
2 - (3,0) – Verifique se o recalque da sapata da questão 1 atende
aos limites de norma. Informações técnicas:
 .S .1   2 
- método da teoria da elasticidade:   . f ; para sapata rígida f =1.
B.E s
- método de Schmertmann:
 =C1.C2.* .  z E = bT . kT . 0,1 .N [MPa]
z =Iz.z/Es
C1 = 1-0,5.(q /*)>=0,5
C2=1,0
* =  - q
v =tensão efetiva na cota de Izmax
Izmax=0,5+0,1*(*/v)1/2

3 – (3,0) Um terreno é constituído de uma camada superficial de


areia com nat=19kN/m³ e ângulo de atrito de 35º, tendo o nível
d’água a 2,5 m de profundidade onde apresenta sat=21kN/m³. A 3,0 m
de profundidade encontra-se uma camada de argila com 5,0 m de
espessura, coesão não-drenada de 25 kPa e sat=20kN/m³, assente
sobre solo se alteração de rocha. A obra a ser executada é um
tanque de óleo com 4,0m de diâmetro e carga total cheio de 3000kN.
A fundação será direta, assente na profundidade 2,0m. Calcule a
tensão admissível desta fundação, verificando o nível de segurança
da mesma.
Informações Técnicas:   c.N .S  q.N .S  0,5. .B.N .S
R c c q q  


N C  cot g( ). N q  1 
S
  Sapata Sc Sq
N q  e  .tg .tg 2  45º   Corrida 1,0 1,0 1,0
 2 Retangulares 1+(B/L).(Nq/Nc) 1+(B/L).tg 1-0,4.(B/L)
N  2.(Nq+1)tg Circulares ou Quadradas 1+(Nq/Nc) 1+tg 0,6

eq.(a+b+c)= 1.a +2.b +3.c B.L.1= 2 .(B+2.z.tg ).(L+2.z.tg )

4 – (1,0) Uma obra de edifício com subsolos será executada num


terreno no centro antigo da cidade, circundado de edifícios
históricos incluindo escolas e uma igreja. Na profundidade do
fundo da escavação o solo apresenta resistência muito boa, com SPT
maior do que 20 golpes/30 cm de penetração, porém por questões de
prazo a diretoria da construtora mudou o projeto de fundações,
inicialmente em sapatas, para estacas pré-moldadas de concreto
maciças cravadas e perfis metálicos cravados na periferia da obra
para fazer a contenção da escavação com pranchadas. Comente a
decisão e faça suas sugestões.

Interesses relacionados