Você está na página 1de 58

Escola Estadual de

Educação Profissional - EEEP


Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Curso Técnico em Massoterapia

Técnicas Clássicas e
Modernas de Massoterapia
Governador
Cid Ferreira Gomes

Vice Governador
Francisco José Pinheiro

Secretária da Educação
Maria Izolda Cela de Arruda Coelho

Secretário Adjunto
Maurício Holanda Maia

Secretário Executivo
Antônio Idilvan de Lima Alencar

Assessora Institucional do Gabinete da Seduc


Cristiane Carvalho Holanda

Coordenadora de Desenvolvimento da Escola


Maria da Conceição Ávila de Misquita Vinãs

Coordenadora da Educação Profissional – SEDUC


Thereza Maria de Castro Paes Barreto
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Escola Estadual de
Educação Profissional - EEEP
Ensino Médio Integrado à Educação Profissional
Curso Técnico em Massoterapia

TÉCNICAS CLÁSSICAS E MODERNAS DE


MASSOTERAPIA

Fortaleza - Ceara
2010

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 1


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

SUMÁRIO
HISTORICO E CONCEITO DE MASSAGEM–-----------------------------------------------------------------03
EFEITOS E INDICAÇÕES DA MASSAGEM-------------------------------------------------------------------07
TÉCNICAS MODERNAS DE MASSAGEM---------------------------------------------------------------------17
TECNICAS DE MASSAGEM ORIENTAL----------------------------------------------------------------------29
APLICAÇÕES CLÍNICAS DA MASSAGEM--------------------------------------------------------------------47
BIBLIOGRAFIA------------------------------------------------------------------------------------------------51

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 2


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

HISTORICO E CONCEITO DE MASSAGEM


A massagem como terapia evoluiu de um dos nossos mais instintos desejo de tocar e ser
tocado. Tocamo-nos uns aos outros por muitas razões: para mostrar amor, oferecer
segurança, mas também para nos sentimos melhor. Como espécie, podemos existir sem
muitas coisas, mas o contato físico não é uma delas.
A história da massagem é interessante. Até a idade média, teve um papel vital nos cuidados
de saúde. É uma das mais antigas terapias do mundo e foi popular entre os Gregos e Romanos.
Na época, a Igreja Católica considerou-a pecaminosa, tinha uma imagem negativa. Hoje os
terapeutas esforçam para desfazer esta imagem que duraram tantos anos.

A 1ª massagem realizada pelo homem pré-histórico era com pomadas e ervas para esfregar no
corpo. Essas porções, consideradas curativas, promoviam bem-estar e protegiam contra lesões
ou infecções.
Os chineses registram em suas literaturas que a massagem era usada como método de cura
desde 3.000 a.C.
Os Hindus em 1800 a.C. indicavam a massagem para reduzir peso, ajudar dormir e relaxar.
Eles eram mais interessados em higiene do que em saúde, a massagem era combinada com
banhos e lavagens.
Hipócrates (o pai da medicina, 460 – 380 a.c) afirmou que podia melhorar a função articular e
aumentar com sessões diárias de massagem.
Uma observação importante que ele fez foi de que a massagem deveria ser feita com
manobras na direção do coração e não na direção dos pés. Foi algo que surpreendeu a todos
uma vez que nada se sabia sobre a circulação sangüínea naquela época.
O ginasta Sueco Per Henrik Ling (1776 - 1839) se tornou terapeuta e foi o criador da
massagem terapêutica (Sueca). A massagem Sueca complementa o tratamento convencional
dos doentes crônicos e ajuda a recuperação de várias patologias. É a combinação de
massagem e exercícios.
No Reino Unido, John Grosvernor (1742-1823), cirurgião e professor de Medicina, Universidade
de Oxford, ensinavam às enfermeiras as técnicas da massagem. John afirmava que a
massagem evitava cirurgias em muitas doenças e acelerava a cicatrização dos tecidos e das
articulações pela ação de fricção e do atrito.
No século XIX, a massagem já não era ensinada pelos médicos e nem exercida em hospitais.
Antes, as enfermeiras eram as especialistas nas técnicas. O número de mulheres praticando a
massagem cresceu tanto que surgiram na época escolas para esse fim. Surgiram consultórios
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 3
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

particulares que, além da massagem, ofereciam banhos turcos (lavagem corporal). Com o
passar do tempo, a reputação da massagem foi caindo e surgiram as chamadas “casas de
massagem”.
Em Berlim, o Sueco Per Henri (1813) fundou o Instituto Central de Ginástica. Com requinte e
a prática da massagem sueca, ela começou a ganhar respeito.

Nos Estados Unidos


Os responsáveis pela massagem nos Estados Unidos foram os irmãos George Henry Taylor
(1821-1896) e Chareles Fayette Taylor (1826-1899). Em 1824, foi publicado o 1ª livro sobre o
assunto, escrito em inglês, pelo Dr. Gragham, Boston, Massachutets.
O Sr. Robert Jones salientou e utilizou a massagem para avaliar a dor após tratamento
cirúrgico na 2ª Guerra Mundial.
No século passado, o Dr. Henry Pahrling reintroduziu a massagem como recurso terapêutico
nos meios médicos de todo o mundo.
Atualmente o reconhecimento de que a massagem possui grandes virtudes terapêuticas
possibilitou a ampliação de novas escolas e comprovados os seus benefícios durante toda a
sua história.
A massoterapia, fazendo uso das técnicas de maneira lógica, coerente e harmoniosa, tem a
função de reequilibrar, tonificar, relaxar e alongar o corpo. Observe abaixo algumas técnicas
utilizadas:
Massagem Clássica, Sueca ou Relaxante: é o tipo de massagem mais comum nos países
ocidentais. Consiste em fazer pressão, sempre no sentido do fluxo sanguíneo, em diferentes
pontos do corpo.
Drenagem Linfática: A drenagem linfática é uma técnica de massagem que trabalha o
sistema linfático, estimulando-o a trabalhar de forma rápida, movimentando a linfa até os
gânglios linfáticos. Essa técnica foi desenvolvida em 1932 pelo terapeuta dinamarquês Vodder
e sua esposa e, posteriormente, foi aprimorada tornando-se popular.
Massagem Estética, Modeladora ou Redutora: A Massagem Estética é uma técnica que utiliza
manobras rápidas e intensas sobre a pele, utilizando pressão através de movimentos de
amassamento e deslizamento. Entre os principais benefícios estão à melhora da oxigenação
dos tecidos, a quebra da cadeia de gordura e a melhora do tônus muscular.
Massagem Esportiva: no século VII a.C, a massagem esportiva era utilizada com o objetivo de
preparar os competidores para as provas de força. Agora sua aplicação, com manobras fortes,
rápidas e profundas, aumenta a velocidade, força e resistência e evita rupturas e torções;
Shiatsu, Do-in: tiveram origem no Japão como terapia para tratar mente, corpo e espírito
segundo a Medicina Tradicional Chinesa. Podem ser utilizados os dedos, as palmas das mãos,
os cotovelos, os braços e até os pés para exercer a pressão em pontos que, ao serem
pressionados, tonificarão ou sedarão a energia dos órgãos correspondentes. São todos pontos
de reequilíbrio energético;
Reflexologia: desenvolvida pela fisioterapeuta Eunice Ingham, a reflexologia, inicialmente
chamada de terapia zonal, utiliza técnicas de pressão em algumas zonas que correspondem a
regiões reflexas do corpo humano, tais como os pés e mãos;
Massagem Ayurvédica: Há cerca de 6000 (seis mil) anos atrás, a ciência da Ayurveda
começou na Índia. A massagem ayurvédica é uma vigorosa massagem que estimula os
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 4
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

músculos e a circulação, liberando as toxinas presas aos músculos e tecidos. Contando com
alguns alongamentos, proporciona uma maior flexibilidade do corpo e mobilidade nas
articulações, possibilitando o circuito livre da energia vital.
Massagem Tailandesa: comumente chamada de Thai massagem, tem um enfoque mais
energético que físico. Dentre a imensa rede de canais sutis (sen) por onde circula energia
vital eles utilizam terapeuticamente 10 principais. Através de pressões profundas ao longo
destes sen, alongamentos musculares, manipulações articulares e torções buscam-se liberar
os bloqueios e estagnações da energia vital.
Massagem de Pedras Quentes: A Terapia das Pedras Quentes é, clinicamente, a aplicação de
termoterapia, em que a condução do calor é transmitida ao corpo através de pedras
plutônicas formadas na parte baixa do vulcão. A energia que provém das pedras penetra
profundamente nos músculos, permitindo a limpeza, a desobstrução e a normalização do
fluxo energético, que tem nos meridianos o seu principal meio de condução do ki (energia),
obtendo-se então, a homeostase orgânica e energética.
Massagem Aromaterapeutica: nome dado aos tratamentos realizados pelo uso e aplicação
correta dos óleos essenciais obtidos das plantas. Os tratamentos realizados com a combinação
da aromaterapia e massagem trazem e mantêm uma intensa e constante sensação de bem-
estar, além de beneficiar a saúde, a vitalidade e promover a melhora da textura da coloração
da pele;
Cromoterapia: tratamento realizado com o auxílio das cores para influenciar visualmente os
sentidos.

ANOTAÇÕES

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 5


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

EFEITOS E INDICAÇÕES DA MASSAGEM

ASPECTOS GERAIS
Embora a massagem dos tecidos moles tenha sido aperfeiçoada ao longo dde milhares de
anos, existe um número relativamente pequeno de estudos científicos sobre seus efeitos e
eficácia. Apenas em uma época recente temos observado um grande interesse na mensuração
objetiva dos efeitos da massagem.
A massagem dos tecidos moles exerce três efeitos básicos: mecânicos, fisiológicos e
psicológicos.
De fato, os principais efeitos da massagem são mecânicos, que por sua vez produz efeitos
fisiológicos e psicológicos.

EFEITOS MECÂNICOS
Os movimentos de compressão, tração, estiramento e fricção exercem evidentes efeitos
mecânicos nos tecidos. Essas forças mecânicas exercem efeitos mobilizadores de
amolecimento e estiramento sobre a pele, tecido subcutâneo, viceras e músculos.
Movimentos de alisamento com pressão crescente “empurra” o sangue venoso e a linfa
presentes nos vasos, promovendo boa circulação e melhora do edema, assim como pode
promover mobilização do conteúdo intestinal.
As manobras realizadas sobre a caixa torácica têm o efeito mecânico de liberar o muco
aderente à árvore brônquica e, ajudado pela gravidade, auxilia na remoção do escarro pelas
vias aéreas superiores.
A pressão comprime tecidos moles e distorce as redes de receptores nas TNL. Desta maneira
ocorre um reflexo axonal que estimula receptores na pele, músculos, tendões, ligamentos,
cápsula articular e órgãos, gerando inibição da dor e relaxamento.

EFEITOS MECÂNICOS
Promove movimento de:
• linfa
• sangue venoso
• edema
• conteúdo intestinal
• conteúdo de hematomas
• muco

Promove mobilização de:


• fibras musculares
• massas musculares
• tendões
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 6
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• pele e tecido subcutâneo


• tecido cicatricial
• aderências

EFEITOS FISIOLÓGICOS

EFEITOS NA CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA E LINFÁTICA


Com os músculos relaxados, eles passam a constituir uma massa mole contendo vasos cheios
de líquido. Qualquer pressão aplicada deve empurrar o líquido dos vasos na direção da
aplicação da pressão.
A massagem vigorosa e estimulante resulta em elevações significativas no fluxo sanguíneo.
A pressão leve produz dilatação temporária nos capilares enquanto pressão mais intensa
promove dilatação mais prolongada. Então pode-se convir que os capilares ficam mais
irrigados.
A vasodilatação pode melhorar a troficidade celular local, aumentar trocas entre os meios
celular e sanguíneo, aporte de oxigênio e nutricional, eliminação dos resíduos do metabolismo
e do gás carbônico.
Alisamento superficial melhora a circulação cutânea, especialmente o fluxo de veias e
linfáticos. Auxiliando na nutrição do tecido, remoção de catabólitos e drenagem de líquido
intersticial.
Manobras de massagens particularmente leves aplicadas no sentido dos trajetos dos vasos
linfáticos superficiais permitem acelerar o fluxo de retorno linfático, sendo úteis em casos de
edema para auxiliar na reabsorção.
O sangue fluindo para a região melhoraráo metabolismo, uma vez que o suprimento de
oxigênio e nutrientes é reforçado.

EFEITOS NO METABOLISMO E PROCESSO DE CURA.


Considerando que a massagem tem efeitos profundos no sistema circulatório e linfático,
parece evidente que pode ter utilidade na estimulação do processo de cicatrização, tanto na
fase aguda como crônica.

EFEITOS NO TECIDO MUSCULAR


Um músculo fadigado por alguma forma de trabalho será restaurado de forma mais rápida e
completa pela massagem, em comparação somente com o repouso.
A massagem pode causar relaxamento, que se expressa por um aumento do comprimento dos
músculos.
Técnicas de tapotamento facilitam e estimulam a contração muscular devido os disparos dos
fusos musculares.
Impede formação de aderências e fibrose, e até mesmo a ruptura de pequenas aderências em
músculos imobilizados, lesionados e desnervados.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 7


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

A massagem promove ao músculo melhor estado de nutrição, flexibilidade e vitalidade,


porém, a massagem não impede a atrofia de um músculo desnervado, nem aumenta o tônus
muscular e muito menos não fornece hipertrofia.

EFEITOS NOS OSSOS E ARTICULAÇÕES


A eficácia e rapidez do crescimento do tecido ósseo fraturado depende da circulação
eficiente da área. Portanto a massagem favorece o aumento da circulação e indiretamente
melhora a irrigação no foco de fratura.
A massagem por fricção profunda objetiva a ruptura do tecido cicatricial nos ligamentos,
bursas, cápsula articular e tendões, evitando aderências nessas estruturas e restaurar a
amplitude de movimento normal da articulação.

EFEITOS NA DOR
Teoria das comportas: o sinal recebido do toque e pressão chega até a medula e impede que
a informação da dor chegue primeiro.
A informação da dor é transmitida por fibras de pequeno calibre, enquanto as dos
mecanoceptores são por fibras calibrosas. Desta forma os impulsos viajam mais rapidamente
até a medula, inibindo a dor.
Os efeitos inibidores acontecem quando a repetição constante da mesma manobra, lenta e
suave, leva a acomodação por aumentar o limiar de percepção do novo estímulo. O tono
muscular é reduzido, o espasmo muscular é aliviado e, consequêntemente, a dor também.
O efeito mais generalizado da massagem é, efetivamente, descontrair o corpo e a mente,
aliviando a tensão. O seu efeito calmante e tranqüilizante têm ajudado em casos de
ansiedade, pois há uma estimulação de endorfinas, tipo de substância química que se
encontra no cérebro e que produz propriedades tranqüilizantes e analgésicas.
A palavra endorfina significa morfina endógena, isto é, morfina produzida naturalmente pelo
nosso corpo. É um hormônio anti-stress, cuja função é aliviar a dor e a tensão.

EFEITOS VICERAIS
A massagem no abdômen por amassamento, vibraçõ, deslizamento no sentido do trânsito
intestinal é efetiva na estimulação do peristaltismo para promover a evacuação de flatos e
fezes do intestino grosso, facilitando função excretora em casos de prisão de ventre.

EFEITOS SOBRE A PELE


A passagem constante das mãos sobre a pele removerá células superficiais mortas e permitirá
que as glêndulas sebáceas liberem-se da obstrução e funcionem melhor. Associado a
circulação melhorada que essas estruturas adquirem após a massagem, o efeito notável é,
com frequência, um aspecto mais lubrificado e maior sensibilidade da pele. Além do mais a
hipermeia causada facilita a permeabilidade de agentes, substâncias, óleos e medicamentos
juntamente com as manobras de massagens.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 8


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

EFEITOS FISIOLÓGICOS GERAIS


• aumento da circulação sanguínea e linfática
• aumento do fluxo de nutrientes
• remoção de catabólitos e metabólitos
• estimulação do processo de cicatrização
• resolução de edema e hematoma
• aumento dos movimentos articulares
• aumento da extensibilidade do tecido conjuntivo
• aumento da produção de endorfinas endógenos
• alívio da dor
• facilitação da atividade muscular
• estimulações de funções vicerais
• promoção do relaxamento geral e local.

EFEITOS PSICOLÓGICOS

RELAXAMENTO FÍSICO
Para que um músculo relaxe, ou todo o corpo é necessário que a pessoa seje capaz de
minimizar o impulso cerebral para os músculos. Técnicas de massagem auxiliam este
mecanismo nas pessoas.

ALÍVIO DO ESTRESSE
À medida que a massagem promove o relaxamento físico, também ajuda a reduzir a
ansiedade e tensão devido a maoir liberação de endorfinas pelo SNC. Provoca um relaxamento
generalizado nos estados de tensão, insônias, nervosismo geral e ansiedade, criando uma
sensação de bem-estar geral e diminuição de stress.

ALÍVIO DA DOR
A dor tem importantes alicerces fisiológicos, porém há necessidade da mente em controlar
esta percepção. A massagem auxilia tanto no âmbito fisiológico como psicológico.

ESTIMULAÇÃO PARA ATIVIDADE FÍSICA


Certos tipos de massagem são bastantes estimulantes, produzindo forte sensação de
revigoramento. Além do mais cerca o psicológico do atleta para diminuir a ansiedeade pré-
evento e aumentar sua concentração para a prática esportiva.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 9


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

ESTÍMULO SEXUAL

SENSAÇÃO GERAL DE BEM-ESTAR


O conjunto da inibição da dor, relaxamento e alívio do estresse faz com que a massagem gere
sensação de leveza e bem estar físico.

CONTRA INDICAÇÕES GERAIS


• Infecções agudas em: articulações, músculos, pele, tecido subcutâneo
• Doenças de pele em estado ativo: queimaduras, cortes, sangramento, psoríase, fungos.
• Câncer – pode favorecer metástases
• Áreas com hiperalgias graves: pancadas recentes, cortes, inflamação aguda.
• Doenças de vasos sanguíneos: tromboflebites
• Varizes graves
• Hemofílicos.
• Estômago e bexiga cheios
• Tuberculose
• Lesões ósseas em curso de consolidação – calo ósseo

ANOTAÇÕES

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 10


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

PRINCÍPIOS BÁSICOS DA MASSAGEM

ASPECTOS ÉTICOS
Como qualquer profissional, o massoterapeuta deve apresentar-se do mesmo modo que o faria
papa administração de qualquer outra tarefa. O contato não apropriado e a exposição
desnecessária devem ser evitados. Considerando que o tratamento por massagem envolve a
exposição de parte do corpo e o contato direto do paciente com o terapeuta, é essencial um
elevado padrão de ética.
Os terapeutas devem demonstrar atitudes e movimentos espontâneos e relaxados, permitindo
a concentração no tratamento ministrado, evitando conversas que retirem o relaxamento do
cliente.

CONHECIMENTO DA ANATOMIA SUPERFICIAL


O uso efetivo das técnicas de massagem exige um conhecimento sobre anatomia superficial. É
necessário que o terapeuta esteja familiarizado com as estruturas anatômicas envolvidas na
massagem.

PREPARAÇÃO DAS MÃOS


O estado das mãos é extremamente importante, tanto para o terapeuta como para o cliente.
As unhas devem ser sempre curtas e com pontas arredondadas, não devem causar danos ao
paciente em qualquer momento. As mãos lavadas antes e após a massagem. As mãos têm que
ser quentes, flexíveis e secas. Devam expressar suavidade, firmeza, força e ritmicidade.
Mãos apresentando cortes, feridas abertas, verrugas e outras lesões cutâneas, são
inadequadas aos tratamentos por massagem. As mãos desempenham duas funções: dão
movimentos aos tecidos moles e adquirem informações acerca do estado dos tecidos.

A massagem pode ser cansativa. Um terapeuta com mãos fortes e flexíveis e bom vigor físico,
achará bem menos cansativo do que os que não estejam tão bem preparados. Diversos
exercícios que fortalecem e mobilizam as mãos e os membros superiores, em geral, trarão
benefícios consideráveis, devendo ser considerados como boa “manutenção preventiva” para
o terapeuta. Entre eles, podemos citar:

a) Abrir e fechar as mãos;


b) Girar as mãos;
c) Flexionar e estender punho, cotovelo e ombro.

As áreas das mãos que podem ser usadas nas massagens são:
a) Toda a superfície palmar da(s) mão(s);
b) A borda ulnar da eminência hipotênar;
c) Uma ou mais pontas dos dedos;

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 11


11
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

d) Uma ou mais almofadas do polegar.

LUBRIFICANTES
A maioria das situações de massagem requer uso de lubrificantes para que facilitem os
movimentos das mãos sobre os tecidos. Em outras situações é necessário pouco uso de óleos
para que ocorra uma mobilização mais profunda, sem riscos das mãos escorregarem numa
superfície oleosa. Existem vários tipos de lubrificantes: pó, sabão e água, óleos e cremes.
Os talcos ou outros pós facilitam o movimento das mãos sobre superfícies cutâneas, porém,
quando se aplica pressão maior a mão e a pele se movimentarão em conjunto.
Sabão e água quente é geralmente utilizado em pele descamativa, apropriado para remoção
de pele seca e morta pós-fraturas.
Muitos tipos de óleos e cremes podem ser usados na massagem. Preferencialmente os óleos
vegetais são utilizados, pois hidratam e nutrem a pele.
Vários tipos de cremes podem ser utilizados em substituição dos óleos. Por exemplo: lanolina,
vaselina, creme de vitaminas ou creme evanescente.
Cremes hidratantes feitos à base de derivados de petróleo devem ser evitados, pois ressecam
rapidamente e entopem os poros.

EQUIPAMENTOS
Apesar de o terapeuta necessitar somente de boas mãos para realizar seu trabalho, alguns
equipamentos podem auxiliar a tarefa. Mesas, e equipamentos auxiliares (carrinhos, rolinhos,
bolas) servem para dar maior conforto ao cliente. Os tratamentos por massagem são
praticados com pacientes bem sustentados em todas as posições. Preferencialmente a altura
da mesa deve ser ajustada na altura da metade da coxa do terapeuta.
É importante o apoio para a cabeça, ombros e outras partes, sobretudo quando se esta
deitado de bruços.
• Existem cinco tipos básicos de mesas terapêuticas no mercado:
• Altura e encosto fixo
• Altura fixa com encosto variável
• Altura variável com orifício para a face
• Altura variável, suporte para braços e orifício para face
• Cadeira de massagem.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 12


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

AVALIAÇÃO, COBERTURA E POCISIONAMENTO DO CLIENTE


Antes de realizar uma massagem, é necessário examinar a região sobre a qual irá agir. Entre
os aspectos examinados, avalie secura, oleosidade, pilosidade e integridade da pele,
observando, desse modo, se há equimoses, abrasões ou lacerações. Examine também o estado
dos tecidos subcutâneos e se a pele está edemaciada ou com vermelhidão excessiva.
A posição é crucial para uma massagem efetiva. Uma pessoa desconfortável não será capaz de
relaxar, interferindo na massagem. A parte a ser massageada deve estar despida, enquanto os
que não estão sendo massageadas devem ficar cobertas ou parcialmente cobertas. Se
possível, pedir ao cliente para vestir traje íntimo e trazer tolhas. Não utilizar as roupas do
cliente para sua cobertura, visto que podem ser manchadas pelos lubrificante.
Posicionar bem o cliente para que fique exposta a área a ser massageada. As posições mais
comuns são:
• Deitado em supino ou decúbito dorsal: barriga voltada para cima;
• Deitado em prono ou decúbito ventral: barriga voltada para baixo.
• Sentado.

Para realizar o tratamento, você deve expor apenas as partes nas quais vocês irá massagear.
Veja abaixo:
Membros superiores (MMSS): despir do pescoço até as mãos;
Membros inferiores (MMII): despir da virilha aos pés;
Costas: despir da cabeça às nádegas;
Pescoço: despir da cabeça até o nível do ponto mais ou menos no meio das costas.
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 13
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

POSIÇÃO DO TERAPEUTA
O relaxamento, força, agilidade e leveza com as mãos podem ser conseguidas somente se a
postura do terapeuta permitir conforto durante a prática da massagem.
O movimento da massagem é de oscilação para trás e para frente dobrando os quadris,
joelhos e tornozelos. Este movimento oscilatório também utiliza o peso do corpo para regular
a quantidade de pressão aplicada.
A altura da mesa deve ser tal que o terapeuta possa atingir a parte do corpo em questão, ao
mesmo tempo em que mantém suas costas eretas.

HIGIENE DO AMBIENTE E DO TERAPEUTA


A observação de elevados padrões de limpeza e higiene pessoal faz com que o paciente sinta-
se confiante de que irá receber um tratamento efetivo e profissional.
• Pele: 1ª defesa do nosso organismo; produz suor, que em demasia irrita a pele;
Glãndulas sebáceas produzem gordura que protege a pele. Gordura demasiada pode acumular
sujeira e microorganismos
• Mãos: Grande fontes de contaminação; lavar sempre com sabão ou sabonete antes de
refeições, cuidar de bebês, prepararmos refeições, deitarmos, cuidar de doentes, pegar em
dinnheiro.
• Unhas: cortadas 1 a 2 vezes por semana; não devem ser roídas; não cortar cutículas;
limpeza debaixo deve ser feita com escovinnha.
• Pés: deve-se lavar com maior frequência à noite antes de deitarmos; após práticas
esportivas: secar bem entre os dedos; cortar as unhas uma vez por semana.
• As Roupas: Protege da umidade, sol e frio, picadas de insetos, arranhões; usar sempre
roupas limpas; cores claras no verão e escuras no inverno; roupas de cama e banho deve ser
uso individual.

COMPONENTES DA MASSAGEM
Cada movimento demassagem têm características únicas, entretanto diversos componentes
importântes da massagem são comuns a todas as técnicas.

CONFORTO E APOIO AO CLIENTE


O posicionamento assim como o conforto são necessários para que o cliente relaxe.
Habitulmente travesseiros e toalhas enroladas são empregadas para dar apoio necessário.

RELAXAMENTO
Componente muito importante porque o tratamento fica mais efetivo se o cliente estiver o
mais relaxado possível. O relaxamento pode ser: Geral e Local. O geral implica toda a pessoa,
enquanto o local refere-se a uma parte especícica do corpo.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 14


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Fatores que inibem o relaxamento:


• medo da dor
• medo de tratamentos desconhecidos
• ruído excessivo
• luzes intensas ou escuridão
• locais muito frio ou muito quente
• medo de se despir
• apoio, cobertura ou posicionamento inadequado.

Fatores que facilitam o relaxamento:


• ambiente tranquilo
• iluminação suave
• temperatura moderada
• área de tratamento limpa e arrumada
• som ambiente que traduza relaxamento.

DIREÇÃO
Os movimentos da massagem podem ser realizados em qualquer direção. A escolha dependerá
da finalidade de cada movimento. As direções quanto ao fluxo sanguíneo pode ser:
centrípeta; ocorre na direção do fluxo venoso e linfático. Centrífuga; ocorre na direção das
artérias.

PRESSÃO
A pressão exercida varia, dependendo da finalidade específica do movimento e do problema
físico. A pressão profunda promove forte estimulação e pode ocorrer aumento de tensão e
dor, enquanto pressão mais branda pode promover relaxamento.
A pressão varia de pessoa para pessoa. Pessoas musculosas e obesas geralmente a pressão
terá que ser maior, pois o tecido é bem tonificado e necessita de maior pressão. Pessoas
magras a pressão não precisa ser muito intensa, uma vez que conseguimos mobilizar as
estruturas mais facilmente.

VELOCIDADE E RITMO
A maioria dos movimentos de massagem são realizados de forma relativamente lenta, embora
algumas técnicas são realizadas de forma mais rápida.
Alguns autores afirmam que as mãos tem que se mover numa velocidade de 7 polegadas por
segundo, para obter efeitos mecânicos e reflexos.
Movimentos realizados lentamente tendem a ser relaxantes, enquanto o inverso, mais
estimulantes.
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 15
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

DURAÇÃO E FREQUÊNCIA DE TRATAMENTO


Dependendo da finalidade da massagem é que vai determinar qual a duração da massagem. A
massagem terapêutica pode variar de 5 a 15 minutos, enquanto a recreativa pode se
prolongar por volta de 45 minutos ou mais.
O tempo da massagem varia também no tamanho da área corporal, pois leva menos tempo
para tratar uma pessoa relativamente pequena em comparação a unma pessoa de grande
porte. Em pessoas muito jovens e muito idosas, a duração da massagem deve ser reduzida,
porque o arco reflexo é mais sensível e o efeito integral é conseguido com maior rapidez.

ANOTAÇÕES

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 16


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

TÉCNICAS MODERNAS DE MASSAGEM


A terminologia moderna para a descrição das técnicas de massagem deriva das línguas
inglesas e francesas. Termos como deslizamento superficial e profundo, amassamento e
tapotagem são usados em meio a palavras como fricção, agitação e vibração. Embora a teoria
permaneça mais ou menos estável, têm ocorrido variações e extensões das técnicas básicas,
para facilitar a aplicação, a pressão profunda e o tratamento específico.
Assim, para minimizar a confusão, os movimentos de massagem aqui serão classificados em
cinco categorias, relatadas a seguir.
1. Técnicas de effleurage ou deslizamento;
2. Técnicas de petrissage;
3. Técnicas de percussão;
4. Técnicas de fricção;
5. Técnicas de vibração e agitação;

DESLIZAMENTO SUPERFICIAL
Essa é indiscutivelmente a mais natural e instintiva de todas as técnicas de massagem. Como
uma manobra básica, o deslizamento é usado no começo de todas as rotinas de massagem e
tem diversas aplicações, mas talvez a mais importante seja o contato inicial que propicia com
o paciente.
O deslizamento superficial é comparável a acariciar suavemente um bichinho de estimação.
serve como uma abordagem inicial confortável para "fazer contato" com pacientes e amenizar
seu nível de estresse. O deslizamento superficial é extremamente eficaz na indução de
relaxamento; o processo envolve receptores nos tecidos superficiais que, quando estimulados
pelo toque, produzem uma resposta de relaxamento por meio do sistema nervoso
parassimpático.

DESLIZAMENTO PROFUNDO
As técnicas de deslizamento profundo com freqüência são preferíveis as técnicas de
deslizamento superficial - em geral, o paciente considera a pressão da manobra tão
relaxante, senão mais, que a exercida no deslizamento superficial.
Em termos de reflexos, os impulsos nervosos que chegam da coluna aos terminais
neuromusculares (junções nervosas) também são inibidos pela pressão profunda e, como
resultado, as contrações são mais fracas e os músculos relaxam. Além disso a pressão forte é
transmitida aos tecidos mais profundos, melhorando, portanto, a circulação venosa e a
drenagem linfática nessas estruturas

Manobras de deslizamento ou effleurage


• Deslizamento com pressão leve – deslizamento superficial
• Deslizamento com pressão profunda — deslizamento profundo
Exemplos
• Deslizamento com a palma das mãos;
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 17
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Deslizamento com o antebraço;


• Deslizamento com o polegar;
• Deslizamento com o punho;
• Deslizamento com a ponta dos dedos.

Ainda sobre Deslizamento


• Efeitos – pode obter relaxamento significativo; aliviar a dor; efeito sedativo; estimula as
terminações nervosas sensitivas por meio do toque.
• Usos terapêuticos – alívio do espasmo muscular; alívio de flatulência; relaxamento;
indução do sono.
• Contra-indicações – queimaduras; feridas; varicosidades significativas; áreas de
hiperestesia.

PETRISSAGE
Abrange distintos movimentos de massagem, caracterizados por uma firme pressão aplicada
aos tecidos. Entre eles estão:
• Amassamento
• Beliscamento
• Torcedura

Amassamento
Manobras de amassamento também são chamadas de manipulações do tecido mole. O
amassamento desloca e contorce os tecidos, pressionando-os contra as estruturas
subjacentes. Esses movimentos de amassamento exercem intensa ação mecânica e afetam os
tecidos profundos. A direção básica do movimento é circular: primeiro pressionar, depois
liberar a pressão. O efeito essencial da compressão é alongar o tecido muscular e a fáscia
adjacente. Isso representa o resultado adicional de reverter qualquer encurtamento dentro
desses tecidos e liberar aderências.
Existem quatro tipos de movimento:
1 Compressão com as palmas das mãos
2 Compressão com os dedos e o polegar

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 18


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

3 Compressão com as eminências tenar/ hipotênar


4 Manobra de beliscamento – amassamento

Beliscamento
Técnica de petrissage feita em um músculo ou grupo muscular. O tecido a ser tratado é
agarrado e levantado por toda a mão com o polegar em abdução e a pressão é realizada em
movimento circular na direção dos tecidos. Deve ser lento, contínuo e rítmico, sendo tratado
todo o ventre do músculo, da origem a inserção.

Torcedura
Esta técnica mobiliza músculos individuais ou grupos. O terapeuta levanta e comprime os
tecidos alternadamente entre os dedos e o polegar. Esse movimento assemelha-se à torcedura
de uma toalha. As mãos movimentam-se alternadamente, operando transversalmente. No
movimento de torcedura, a pressão deve ser razoável e regulada para não beliscar o paciente
grosseiramente.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 19


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Ainda sobre Petrissage:


• Sobre a circulação – melhora o fluxo sangüíneo, da linfa e causa vasodilatação;
• Nos músculos – aumenta a irrigação sangüínea, relaxa o músculo e reduz a dor;
• Na pele e tecidos subcutâneos – resolve processo inflamatório , promove elasticidade do
tecido conjuntivo.
• Contra-indicação – doenças cutâneas, lesão nos vasos sangüíneos, câncer, tuberculose e
trombose.

PERCUSSÃO
O termo comum utilizado para técnicas do tipo percussivo é tapotagem, palavra oriunda do
francês tapotement, que significa "pancadinhas leves". Outros termos e técnicas incluem a
percussão, a punho-percussão e o dedilhamento. Esses movimentos têm um efeito hiperêmico
(produzem aumento na circulação local) na pele.
Eles também estimulam os terminais nervosos, o que resulta em pequenas contrações
musculares e em aumento generalizado do tônus. Como regra geral, a maioria dos pacientes
considera movimentos de percussão muito revigorantes, embora alguns os considerem
relaxantes.

Existem quatro tipos de movimento percussivo:


1. Cutilada - golpes dados com o dedo mínimo, com os dedos abertos e esticados ou com os
dedos crispados;
2. Punho-percussão - punho reto, região palmar;
3. Tapotagem - mão em concha;
4. Dígito-percussão ou Dedilhamento - uma ação de petele-co, ou percussão, com os dedos.

FRICÇÃO
As técnicas de fricção são executadas nos tecidos tanto superficiais quanto profundos. Usando
a ponta dos dedos ou o polegar, e na maioria dos casos apenas uma mão, os tecidos mais
superficiais são mobilizados sobre as estruturas subjacentes.
A manobra de fricção pode ser efetuada em diversas direções: circular, transversal (entre as
fibras) ou em uma linha reta ao longo das fibras, a lubrificação deve ser mínima.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 20


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Liberam aderências entre camadas de tecidos, como entre a fáscia e os músculos, entre a
fáscia e o osso e entre fibras musculares, e ajudam o tecido fibroso a ceder e a se alongar

VIBRAÇÃO E AGITAÇÃO
Para a manobra de vibração, os dedos geralmente são mantidos abertos e estendidos, mas
também podem ficar juntos uns dos outros. A ponta dos dedos é usada para agarrar a pele e
os tecidos superficiais com delicadeza. Nessa posição, uma pressão intermitente é aplicada
com toda a mão, sem suspender o contato da ponta dos dedos com a pele. A pressão é baixa e
aplicada muito rapidamente, para criar movimentos de vibração fina.
A agitação é similar à vibração, porém mais pronunciada. É usada uma mão, que repousa
sobre o músculo ou tecido de modo similar ao do movimento de deslizamento, com os dedos
muito unidos. A ação de agitação é realizada de lado a lado e sem nenhum deslizamento da
mão, criando uma vibração que chega aos tecidos superficiais e Profundos.

Ainda sobre agitação e vibração


• Aumento do fluxo linfático - Uma aplicação muito benéfica da técnica de vibração é o
deslocamento e a liberação da linfa.
• Estimulação dos órgãos torácicos - Os órgãos sob a proteção das costelas são estimulados
pelo efeito de vibração transmitido pela parede torácica.
• As condições agudas são contra-indicações para as manobras de vibração.

QUICK MASSAGE
O ANMA ( japonês ) é uma técnica de massagem tradicional japonesa que combina os
princípios médicos da MTC – Medicina Tradicional Chinesa. O nome é derivado de duas
manobras básicas que utilizam o “NA” ou “AN”, que significa “apertar” e o “MA”, que
significa “esfregar”. Seu principal objetivo é promover o equilíbrio energético.
Essa forma de manipulação corporal tem mais de 5000 anos, estando a sua origem ligada ao
período do lendário imperador chinês Hwang Ti. Não podemos deixar de dizer que a medicina
chinesa se desenvolveu tanto na sua vertente curativa, como na preventiva.
O ANMA baseia- se principalmente em um conjunto de movimentos de pressão, massagem e
alongamentos executados com polegares, mãos e cotovelos em determinados pontos de
“acupressão” , ao longo dos 14 maiores meridianos do corpo. Os pontos de “acupressão”,
quando estimulados, aliviam as tensões musculares, facilitando a circulação de sangue e da
energia “CHI”. Os principais pontos encontram-se na região da cabeça, pescoço, ombros,
braços, mãos e musculatura paravertebral (costas).
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 21
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Sem a utilização de cremes ou óleos, a massagem é realizada em uma cadeira chamada


katakori, que foi desenvolvida especificamente para esse fim. Durante a sessão não é
necessário tirar ou trocar qualquer peça de roupa, basta sentar na cadeira, relaxar e receber
a técnica.

OCIDENTE
A técnica foi levada para os EUA e divulgada no início da década de oitenta, pelo terapeuta
David Palmer, com o nome de QUICK MASSAGE. Seu trabalho começou a ganhar notoriedade
atuando junto aos funcionários da Empresa Apple, fabricante de computadores. A empresa
estava encontrando dificuldades em relação ao alto índice de afastamentos em decorrência
dos casos de L.E.R e D.O.R.T. Em pouco tempo, os ótimos resultados obtidos fizeram com que
a técnica ganhasse o devido reconhecimento, evitando inúmeros casos de doenças
relacionadas ao trabalho. Atualmente, David Palmer mantém clínicas e escolas licenciadas em
seu país e na Europa.

OBS.: O ANMA OU QUICK MASSAGE, também tem sido divulgada como: Massagem Energética
Japonesa, Massagem Sentada, Massagem Expressa ou Chair Massage.

A QUEM SE DESTINA
A Quick Massage ou traduzindo,“Massagem Rápida” como o próprio nome diz, é indicada para
quem possui pouco tempo disponível, pois cada sessão dura de 15 a 20 minutos. Em resumo
podemos dizer que é uma massagem prática, rápida e efetiva, que provoca um alívio
imediato.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS
• Reduz e controla os níveis de estresse.
• Alivia a tensão e a rigidez muscular.
• Aumenta a flexibilidade articular.
• Melhora a circulação sangüínea.
• Reduz a pressão arterial.
• Reduz as cefaléias.
• Aumenta a concentração.
• Aumenta a disposição e a motivação.
• Reduz a ansiedade e a irritação.
• Melhora o humor.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 22


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

MASSAGEM EM GESTANTES
A fase gestacional é um período que requer cuidados por parte da gestante. O corpo humano,
neste período, necessita de grande reservatório de energia para estabilizar a gravidez e
processar a gestação de uma nova vida; frente as brutais mudanças internas ocorridas na
gestação, como o aumento das taxas hormonais, a massagem torna-se uma importante aliada
ao tratamento e prevenção de vários problemas que podem surgir na gravidez, como: dores
nas costas, nervo isquiático e coxas (provocado pelo peso do bebê e conseqüente postura
adotada para a estabilização do corpo), alteração da circulação venosa e linfática (devido a
compressão do bebê nas grandes veias e gânglios linfáticos abdominais), o estresses; a
gravidez causa muitas alterações que geram estresse e muito desconforto à gestante,
podendo o estresse complicar a gravidez e o parto de várias maneiras, como o abalamento do
estado emocional por exemplo.

A massagem não é contra indicada para gestantes, porém, a mulher quando grávida deve
comunicar ao seu massoterapeuta que se encontra em período gestacional, desta forma, a
partir do estudo de caso será possível determinar qual tipo de massagem a gestante poderá
ser submetida. Geralmente os 3 primeiros meses da gestação são contra-indiciados.
Muitos são os cuidados que se devem ter na aplicação de massagens em gestantes, o
profissional deverá atentar-se desde a posição ao tipo de massagem; a posição é determinada
de acordo com o tamanho da cliente e do feto, a posição em decúbito ventral é contra
indicada, pois as mamas e o útero sofrem muita pressão; o decúbito dorsal é o mais indicado
para o início do segundo trimestre, porém o feto poderá pressionar a aorta e os vasos
linfáticos, restringindo assim a distribuição de sangue oxigenado e linfa, como alternativa
mais segura a gestante pode ser posicionada de forma semi-reclinada ou em decúbito lateral
esquerdo apoiada com almofadas; o tipo de massagem será determinado de acordo com
quadro gestacional em que se encontra a paciente. A comunicação recíproca entre
massoterapeuta e médico que acompanha uma gestação com complicações é fundamental.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 23


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

CUIDADOS E CONTRA-INDICAÇÕES DA MASSAGEM NA GRAVIDEZ


• Nas complicações da gravidez a massagem tem contra-indicação. Portanto não deve ser
feita em problemas como: anormalidades da placenta, útero e cérvix; distúrbios do
suprimento de sangue para o feto (aumento da pressão arterial, múltiplos fetos).
• Massagem abdominal, nos 6 meses finais da gestação, deve ser evitada, exceto com
movimentos muito superficiais para aplicar cremes ou loções para evitar estrias..
• A aplicação da massagem não deve causar dor a gestante. A melhor posição para a
gestante é sentada ou deitada de lado (com almofadas para evitar que a gestante role
sobre o abdômen). A posição em decúbito dorsal se for usada, por breves períodos (para
evitar que o peso fique sobre vasos como a veia cava inferior)
• A massagem para melhorar retorno venoso de membros inferiores não deve ser feita em
pacientes com veias varicosas.
• A massagem na constipação é contra-indicada na presença de dor abdominal não
relacionada com a gravidez no ultimo estagio ou na ocorrência de diarréia persistente

TÉCNICAS DE MASSAGEM APLICADAS A OBSTETRÍCIA

Massagem nos músculos da postura


Desequilíbrios posturais na gravidez fazem os músculos da postura (das costas, pescoço)
suportarem maior tensão, podendo ficar com nódulos e pontos-gatilho, e apresentarem
fadiga. Levam também à má utilização de músculos durante a marcha, como o iliopsoas e o
piriforme. Esses músculos podem então se beneficiar da massagem.

Massagem para dor lombar


Essas dores ocorrem por tensão dos músculos lombares inferiores. Deve ser feita massagem
nas costas com a paciente deitada em decúbito lateral esquerdo. Fazer deslizamento com os
dedos ou palma da mão, em cada lado da coluna, da área torácica para baixo até o sacro.
Também fazer massagem da coluna nas mesmas áreas com o polegar para liberar mais os
músculos paraverterbrais.

Prevenir veias varicosas


A massagem linfática e de deslizamento nos membros inferiores ajudam no retorna venoso,
diminui o acúmulo de fluido e a congestão, o que diminui a possibilidade de ocorrer veias
varicosas. Não deve ser feita nas pacientes que já desenvolveram este distúrbio.

Massagem em tórax e ombros


Com a gestante sentada em uma cadeira confortável, com os cotovelos apoiados sobre uma
mesa baixa e auxiliada de travesseiros para apoiar a região anterior do tórax e cabeça.
Realizar massagem em toda área superior do tórax e ombros.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 24


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

MASSAGEM ESPORTIVA
A massagem esportiva vem sendo cada vez mais reconhecida como uma importante
modalidade terapêutica, à medida que um número cada vez maior de pessoas de todas as
idades se envolve na prática dos esportes.

OBJETIVOS DA MASSAGEM ESPORTIVA


• Preparar músculos e tendões para atividade;
• Prevenir as lesões de treinamento;
• Reduzir os espasmos musculares para a promoção da restauração do funcionamento
muscular normal;
• Ajudar a prevenir lesões musculares e tendinosas;
• Promover a cura de lesões muito prolongadas (rompe aderências para a restauração da
mobilidade);
• Incentivar uma atitude mental relaxada;
• Aumentar a confiança;
• Melhorar a consistência do treinamento;
• Capacitar o atleta a permanecer no seu esporte por mais tempo.
As técnicas da massagem esportiva não são diferentes das usadas para outras aplicações. A
escolha da técnica mais eficaz depende da experiência e prática. A massagem será aplicada
mais adequadamente como parte integrante de um programa terapêutico completo. As áreas
a serem massageadas irão de acordo com quais músculos serão mais solicitados na prática
esportiva.

MASSAGEM PRÉ-EVENTO
Para a promoção da velocidade, força e resistência, e para evitar lesões, é razoável o uso da
massagem para:
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 25
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Romper aderências;
• Aumentar a nutrição celular;
• Aumentar a circulação;
• Favorecer a contração muscular.

A duração ideal para a aplicação da massagem é de 20 a 30 minutos antes do aquecimento. A


massagem não deve, em si, aumentar a temperatura central do corpo; entretanto, deve
aquecer as partes do corpo que irão se beneficiar mais com o aquecimento e alongamento
específico subseqüentes.
As técnicas de massagem visam excitar músculos e tendões. São utilizadas técnicas de
amassamento, fricção, percussão e agitação. O alisamento pode ser feito com gel canforado e
os movimentos mais rápidos.

MASSAGEM PÓS-EVENTO
O alongamento, o lento alisamento dos tecidos moles e o amassamento dos músculos são dois
movimentos amplamente utilizados. Estas técnicas são aplicadas para aumentar o
relaxamento, tanto em sessões de treinamento como no dia de um evento. Verificaram que as
técnicas de massagem têm uma possibilidade duas a três vezes maiores que o repouso, para a
promoção da recuperação física.

Alongamento Muscular
O alongamento muscular permite modificar o comprimento do músculo com o objetivo de
prevenir dores musculares e preparar a musculatura para as atividades diárias.

Quando realizar o alongamento?


Antes e depois de qualquer atividade física.

Como deve ser realizado o alongamento?


Mantendo cada membro em uma mesma posição durante 15 segundos com 3 repetições.

Quais os efeitos do alongamento?


Quanto maior o comprimento do músculo, maior será a capacidade de produzir tensão até um
determinado limite, além de conseguir o máximo ganho de energia mecânica.

O que fazer para que o alongamento ocorra de maneira correta?


• Respirar normalmente durante os movimentos;
• Manter a postura correta;
• Respeitar os limites;

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 26


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Alongar diante de um espelho ou de outra pessoa que conheça as técnicas;


• Realizar os movimentos lentamente.

Técnicas de Alongamento
Na posição sentada, realize a seqüência descrita abaixo.

Pescoço
• Apoiar as mãos na cabeça;
• Deixar os braços em posição de relaxamento;
• Levar o queixo até o peito;
• Manter os ombros retos.

Membros superiores
• Puxar um cotovelo com a mão contralateral por trás da cabeça e depois repetir com o
cotovelo oposto;
• Puxar um braço com a mão contralateral, aproximando-o do outro e depois repetir com o
braço oposto.

Coluna
• Inclinar-se sobre as pernas, soltando o tronco;
• Deixar os braços e a cabeça soltos;
• Entrelaçar os dedos, alongando os braços para cima.

Membros inferiores (em pé)


• Apoiar-se em uma cadeira ou parede;
• Segurar um pé atrás do quadril com a mão contralateral;
• Empurrar o joelho para trás e o quadril para frente, flexionando um pouco a perna que
está apoiada;
• Repetir com a perna oposta;
• Afastar lateralmente as pernas;
• Flexionar uma perna sem que o joelho passe da ponta do pé;
• Manter o calcanhar no chão;
• Flexionar o joelho na mesma direção do pé;
• Repetir com a perna oposta;
• Colocar um pé na frente do outro;

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 27


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Flexionar um joelho mantendo o calcanhar do lado oposto apoiado no chão;


• Inclinar o tronco;
• Repetir com a outra perna.

ANOTAÇÕES

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 28


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

TECNICAS DE MASSAGEM ORIENTAL


A massagem Oriental, bem como a acupuntura e a Fitoterapia, é parte da Medicina
Tradicional Chinesa (MTC) usada na china há mais de 2.000 anos. Este é um tratamento físico
e natural que segue a regra fundamental da medicina chinesa: “para curar uma doença, deve-
se curar a raiz”.

YIN E YANG
A MTC nos oferece uma resposta única e exclusiva às antigas perguntas “O que é a vida?” e “
Como a vida é criada?” Ela nos ensina que a base de toda a vida é a integração entre Yin e
Yang.

Yin e Yang são aspectos opostos da matéria e dos fenômenos da natureza: e ambos
complementares e interdependentes. Tudo o que há no univero possui características Yin e
Yang e, da mesma forma, todos os elementos do corpo humano podem ser mais Yin ou mais
Yang. Uando sua saúde é plena, esses dois aspectos estão em equilíbrio perfeito.

QI E SANGUE
Essas duas substâncias são essenciais necessárias para dar suporte à vida. O Qi pode ser
considerado a energia ou força vital – a força motriz primária de todas as atividades da vida.
Suas duas funções fundamentais são: nutri o corpo e protegê-lo contra danos externos. O Qi e
o Sangue se apóiam e se complementam: o sangue precisa do Qi para se mover e o Qi é
gerado pelo sangue.
O Qi e o Sangue circulam pelo corpo por meios de trajetos energéticos denominados canais ou
meridianos, no chamado fluxo Qi-Sangue. Em condições saudáveis, o fluxo Qi-sangue flui
suavemente. No entanto se o fluxo é perturbado o Qi-sangue estagna, debilitando a saúde ou
causando doenças. O objetivo das massagens orientais é influenciar o fluxo Qi-sangue para
garantir que ele seja suave e regular.

OS ÓRGÂOS (ZANG FU)


Na MTC, o termo órgão têm um significado mais amplo que no pensamento ocidental. Por
exemplo, na MTC o rim é responsável não apenas pelo metabolismo da água, mas também por
fornecer vínculo entre as fontes de energia e crescimento do organismo, ossos e cérebro.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 29


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

São doze os principais órgãos, conhecidos como Zang-Fu. Os Órgãos Zang, que são de natureza
energética Yin, são: Pulmão, Pericárdio, Fígado, Coração, Rim e Baço. Os órgãos Fu, de
natureza Yang, são: Intestino grosso, Intestino delgado, Triplo aquecedor, Estômago, Vesícula
biliar e Bexiga.

O SISTEMA DE CANAIS
O sistema de canais ou meridianos – trajetos de energia pelos quais flui o Qi-sangue – foi
descrito precisamente no primeiro livro médico chinês Nei Jing, hámais de 2.000 anos. O
sistema consiste em doze canais regulares, oito canais extras e alguns colaterais. Dentro dos
canais extras os mais importantes são o Vaso governador (VG) e o Vaso concepção (VC).
Os canais regulares são distribuídos simetricamente em ambos os lados do corpo e formam
seis pares. Um canal de cada par é Yin e o outro é Yang, formando uma relação exterior-
interior. Em geral, os canais Yin fluem de baixo para cima nas superfícies internas da parte
frontal do corpo, enquanto os canais Yang fluem de cima para baixo nas superfícies externas
das costas, e cada canal se reúne ao seu par na extremidade do membro. Cada canal regular
também é conectado a um órgão, cujo nome recebe. Por exemplo, Canal da Bexiga.

PONTOS DE ACUPUNTURA
A palavras chinesa correspondente a “ponto de acupuntura” significam tsubô, “pequeno
orifício para o Qi”. As centenas de pontos de acupuntura espalhados ao longo dos canais
ajudam a transmitir o Qi e sangue. Além disso, também existem os pontos de acupuntura
extraordinários, que não se localizam nos canais. A massagem doa acupontos regula o fluxo de
Qi-sangue para dispersar estagnações e promover saúde e o bem-estar.
Os acupontos dos canais são identificados pelo nome do canal e um número, por exemplo,
Bexiga 23 (abreviado como B23). Os acupontos extraordinários são conhecidos pelos nomes
em chinês, por exemplo, “Yintang”.

TOQUES BÁSICOS
Pressão: utilizando os dedos, polegar, palma da mão e cotovelo. Começa com uma pressão
suave e aumenta a força gradativamente até o cliente sentir pressão intensa – devendo durar
apenas um momento. Ou aplicar pressão moderada e contínua.

Amassamento: técnica exercida com pressão firme e estável em movimentos circulares,


podendo ser utilizado os dedos, a palma da mão, o punho e o polegar. Amasse primeiro em
círculos no sentido horário e depois no sentido anti-horário, aumentando gradualmente a
pressão aplicada e reduzindo-a novamente.

Percussão: toques suaves e rítmicos, mantendo o punho relaxado e flexível. Essa técnica é
usada principalmente nas pernas, ombros e costas.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 30


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

SHIATSU
O Shiatsu é originário do Japão e envolve aplicação de pressão nos pontos de acupuntura, a
fim de equilibrar a energia corporal e promover boa saúde. No Shiatsu, o objetivo é tratar a
causa dos sintomas do cliente. Para diagnosticar a causa exata dos sintomas, é necessário um
conhecimento profundo da teoria médica oriental e uma análise das condições emocionais e
psicológicas dessa pessoa.
Em um meridiano desequilibrado, o Qi pode estar deficiente (Kyo) ou em excesso (Jitsu) e às
vezes, quando o fluxo do Qi está obstruído, ambas podem ocorrer ao mesmo tempo – o
excesso acima da obstrução e a deficiência abaixo dela. As áreas Kyo sempre são submissas ao
toque. Quando pressiona um meridiano Kyo, geralmente a sensação é boa para o parceiro,
pois você está fornecendo Qi a uma área deficiente. As áreas Jitsu são mais fáceis de
encontrar, pois estão mais rígidas ou tensas. Elas podem estar constantemente dolorosas, ou
apenas quando pressionadas. Geralmente a dor é aguda no meridiano Jitsu.
O Shiatsu é muito mais agradável e eficaz quando você se concentra nas áreas Kyo, utilizando
técnicas de tonificação. Cada sintoma de excesso é causado por uma deficiência, portanto a
tonificação dos meridianos Kyo ajudará no relaxamento dos Jitsu.

TIPOS DE TERAPIAS
MUSICOTERAPIA
Para muitas culturas, o som é uma força divina que se manifesta por meio das vibrações
rítmicas. São muitas as referências e numerosos os escritos relacionados à aplicação da
música e dos sons na medicina. A mitologia grega também é rica em informações sobre
técnicas terapêuticas de caráter musical.

Homero, famoso historiador que precedeu Platão, afirmava que a música era uma dádiva
divina para o homem e apaziguava as perturbações da mente e do corpo.
Os gregos antigos chegaram a desenvolver um sistema bem organizado de musicoterapia,
baseado na influência de certos sons, ritmos e melodias sobre o psiquismo e o somatismo do
ser humano. Era denominado de ethos e dividia-se em quatro tipos baseados nas quatro
formas de temperamento humano:
1. Etho frigio – excita, gera coragem e furor;
2. Etho eólio – gera sentimentos profundos e amor;

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 31


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

3. Etho lídio – produz sentimentos de contrição, arrependimento, compaixão e tristeza;


4. Etho dórico – gera estados mais profundos de recolhimento e concentração.

Os grandes filósofos afirmam que a música é o remédio da alma e chega ao corpo por
intermédio dela.
São infinitas as citações em que a música aparece ligada a sentimentos, emoções e
pensamentos, e essa relação está mais enraizada nas culturas do que se imagina.
Modernamente, a musicoterapia é empregada no tratamento de diferentes anomalias
psicofísicas, como a esquizofrenia, e em problemas tipicamente neurológicos, como a perda
total ou parcial da fala. Muitos profissionais instalam música ambiente em consultórios ou
ambulatórios para estimular a autoconfiança em seus pacientes, desenvolver a concentração
e aliviar tensões.
É incontestável a enorme influência da música e dos sons sobre seres humanos, animais e
plantas. A pessoa que aprende a tocar um instrumento desenvolve maior sensibilidade e
introspecção.

Os instrumentos musicais
Efeitos dos instrumentos sobre o organismo:
• Piano: combate a depressão e a melancolia;
• Violino: combate a sensação de insegurança;
• Flauta: combate o nervosismo e a ansiedade;
• Metais de sopro: inspiram coragem e impulsividade.

Os benefícios da música
Segundo os especialistas, a música harmônica pode funcionar como:
• Antineurótico
• Antidistônico
• Antiestresse
• Sonífero e tranquilizante
• Regulador psicossomático
• Analgésico ou anestésico
• Equilibrador do sistema cardiocirculatório
• Equilibrador do metabolismo profundo.

Influencia no sistema nervoso central, sistema endócrino, sistema nervoso autônomo, órgãos
internos, função psíquica e na memória da seguinte forma:
• Ritmo cardíaco;

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 32


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Redução do impacto dos estímulos sensoriais;


• Pressão arterial;
• Funcionamento das glândulas sudoríparas;
• Secreção do suco gástrico;
• Redução do medo;
• Tonicidade muscular;
• Equilíbrio térmico;
• Metabolismo geral;
• Volume do sangue.

Ritmos perturbadores
Músicas de ritmo muito marcado, como o samba ou dissonantes, ou o rock, embora funcionem
como estimulantes, exercem efeito dispersivo sobre o sistema nervoso, impedindo a
concentração e o relaxamento. Assim, conforme a qualidade, intensidade e quantidade, o
som pode beneficiar ou agredir o organismo.
O ouvido está preparado para resistir a ruídos de alta intensidade apenas durante curtos
períodos. Se a exposição a sons intensos exceder pouco mais de uma hora, de
aproximadamente 100 decibéis, o sistema nervoso necessitará, em média, de 40 horas para se
recuperar dessa espécie de "trauma".
Diante disso, é fácil imaginar os danos provocados pela vida numa cidade grande ou em locais
com ruídos fortes, constantes e desagradáveis. A musicoterapia se torna necessária, já que é
uma das técnicas capazes de restabelecer a paz e a harmonia interior do ser humano, hoje
tão prejudicadas pelo barulho, pelos sons agressivos e pela música dissonante ouvida em
volume excessivamente alto.

O excesso e a freqüência dos ruídos podem provocar desordens psicoorgânicas como:


• úlceras e distúrbios gerais no estômago;
• aumento da sudorese,
• aumento do consumo de oxigênio;
• maior tendência a neuroses;
• perda temporária ou redução da capacidade auditiva (acima de 65 decibéis);
• elevação da pressão arterial;
• agravamento de doenças cardíacas;
• redução do campo e da acuidade visual;
• redução do tempo de sono normal;
• dificuldade de percepção das cores;
• redução da capacidade de concentração e intelectual;

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 33


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• tendência a cãibras, vertigens e espasmos ou cólicas.

Musicoterapia X Relaxamento
Recentemente a ciência descobriu que a mente e o corpo funcionam como uma unidade
completa. Foi revelado em pesquisa médica que os sentimentos estão ligados à postura,ou
seja, se o seu corpo está relaxado, a sua mente também estará.
O relaxamento é um processo de cura com o objetivo de acalmar a mente e o corpo,
conseguido com o auxílio de exercícios, massagem ou música.

Musicoterapia X Relaxamento Indutivo


A Terapia Indutiva é uma técnica terapêutica não invasiva que utiliza a música e o comando
verbal para induzir o paciente/cliente a estados de relaxamento profundo sem perda da
cognitividade, resultando em uma melhoria das funções metabólicas, fisiopatológicas,
redução dos níveis de estresse e ansiedade assim como uma mudança emocional e dos estados
de humor.
Não só esta terapia produz um efeito rápido no paciente/cliente mais o ensina a por si só a
produzir esses estados de relaxamento profundo, assim como a obter consciência e controle
sobre sua própria estrutura muscular tanto quanto dos processos ansiosos causais destes
desequilíbrios, conseguindo desobstruir a tensão muscular e emocional quando assim o julgar
necessário.
Poderíamos então dizer que a Terapia Indutiva, não e um processo dependente mais sim um
aprendizado que levara o individuo em questão a encontrar por si, o seu próprio ponto de
equilíbrio, redundando em bem estar, saúde mental e física assim como maior produtividade,
atenção, criatividade e melhorando o seu relacionamento com o meio.

REFLEXOLOGIA
A Reflexologia é uma técnica milenar de autocura utilizada desde tempos remotos por antigos
povos chineses, japoneses e outros, tanto na prevenção como na cura de muitas doenças que
acometiam suas populações.
Pressionar os pontos reflexos significa promover relaxamento, além disso é uma grande ajuda
para normalizar as condições do organismo. É fácil encontrar esses pontos nos pés, mas fique
atento: eles apenas indicam os órgãos que apresentam problemas, não revelam a causa desses
problemas.
A Reflexologia não é um sistema de cura, embora possa ter esse efeito se praticada por um
terapeuta experiente. O sucesso de uma terapia depende da habilidade para efetuar
massagem nos pontos reflexos. Embora não trabalhe em todos os pontos do corpo, como a
acupuntura, possui os mesmos benefícios para obter um bom resultado no equilíbrio
energético do homem nos níveis mental, emocional, vital e corporal, de tal forma que
podemos considerar essa técnica como uma ferramenta muito útil no trabalho de
reprogramação energética postural e integral do homem moderno.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 34


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Mapeamento dos pés

Linhas Básicas
Como os pés são diferentes em formatos e tamanhos, é necessário, antes de iniciar uma
sessão de Reflexologia, localizar as regiões, tendo por base as linhas mestras, a saber: linha
dos ombros, linha do diafragma, linha da cintura e linha pélvica.
Desta maneira, será fácil verificar o formato dos pés e procurar identificar as linhas que se
encontram em relação estreita com as proporções do corpo da pessoa. A partir dessas linhas,
divida os pés em cinco áreas, desta vez na horizontal.
Depois de traçadas, as linhas permitirão uma orientação mais precisa quando for aplicar
corretamente as pressões nos locais correspondentes às partes do corpo.
Os pés estão divididos em áreas que correspondem ao corpo da seguinte forma:
a) Linha dos ombros: é a que está visivelmente no final dos dedos, em geral no limite
da variação da pele mais macia no final dos dedos e a mais grossa dos seios dos pés
(metatarsos);
b) Linha do diafragma: corre através dos pés logo abaixo do final dos seios dos pés
(cabeça dos metatarsos);
c) Linha da cintura: pode ser encontrada desenhando uma linha imaginária no pé, na
protrusão da parte externa do pé, o quinto metatarso;
d) Linha pélvica: para localizá-la, basta olhar o ponto acima do calcanhar, onde a
parte macia da pele do arco muda para grossa, variando inclusive de cor;
e) Linha do tendão: é uma linha longa vertical que divide basicamente a zona 1 da 2.
Para localizar o tendão, basta puxar os dedos dos pés para trás a fim de esticar a pele através
do arco do pé. Assim, o tendão aparecerá facilmente de uma forma bem saliente. É
importante localizar esta linha logo no início dos trabalhos de reflexologia para evitar que se
aplique pressão sobre o tendão, normalmente muito sensível ao toque.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 35


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 36


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

CHACRAS E CROMOTERAPIA
Antes de mais, é necessário saber que não somos apenas um corpo físico. Tal como todos os
sistemas do Universo, o Ser Humano é um ser energético e, mais do que isso, ele é um
verdadeiro transformador de energia.
O ser humano é composto por vários corpos, desde o mais denso (Físico) ao mais subtil
(Causal), por Centros Energéticos (Chacras), por Canais (Nadis), Meridianos, Órgãos,
Glândulas, Músculos, Plexos de Nervos, etc.
Todo este composto energético é resultante da dinâmica entre a energia Yin (calma,
substancialidade, escuro) e de energia Yang (agitada, energia, luminosa).

OS QUARTO CORPOS:
Corpo Físico: formado pelo Corpo Físico Denso e pelo Corpo Físico Etéreo e que todos
sabemos o que é, porque o vemos;
Corpo Emocional: corpo subtil, de maior vibração energética, onde se alojam as emoções;
Corpo Mental: corpo ainda mais subtil e de maior vibração energética, onde se alojam os
pensamentos, as idéias, etc.;
Corpo Etéreo: corpo mais subtil ainda e de maior vibração energética que faz a ligação às
Energias de Planos Superiores e mais subtis.

CHAKRAS
De acordo com a tradição oriental, cada pessoa possui 7 chakras – centro de energia no corpo
etéreo – que giram como rodas, permitindo que a força vital pura seja absorvida. Cada chakra
possui uma freqüência energética particular e se relacionam com órgãos do corpo que
ressoam com essas freqüências. Esses órgãos absorvem e destilam essa energia e então a
irradiam na forma de uma qualidade específica.
O Corpo Etéreo absorve do ambiente, níveis subtis de energia e conduz esta energia para o
Corpo Físico, através das glândulas endócrinas; o sistema endócrino controla o equilíbrio
hormonal do Corpo Físico; desse equilíbrio depende o equilíbrio das nossas emoções; do
equilíbrio das nossas emoções depende o equilíbrio da nossa atividade mental e, por
conseguinte, da nossa saúde.
Quando um chakra está em desequilíbrio, todo o sistema de chakras fica desequilibrado, pois
eles estão todos interrelacionados. Todos os chakras são igualmente importantes e
necessários.
Existem sete chakras principais, alojados ao longo da coluna vertebral, três inferiores (assim
chamados porque localizados abaixo do coração: Chacra Raiz , Chacra do Hara e Chacra do
Plexo Solar, três superiores (porque localizados acima do coração): Chacra Laríngeo, Chacra
Frontal e Chacra da Coroa e um ao centro, o Chacra Cardíaco que é o ponto de encontro dos
dois tipos de energia: Espírito e Matéria.

1° CHAKRA : MULADHARA
Centro Coccigiano: SOBREVIVÊNCIA
• Área do períneo - elemento terra - cor vermelho - glândulas supra-renais.
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 37
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Associado ao intestino grosso e aos rins. Influencia também a coluna, pernas e ossos.
• Conecta o sistema de energia sutil à terra. Sua energia possibilita o caminhar seguro
pela vida, a garantia da auto-preservação, as necessidades básicas de sobrevivência, a
energia física, o domínio do corpo, estabilidade, segurança, coragem, tranquilidade, saúde.
Consciência de grupo (tribal): contém os padrões de crença estabelecidos com a família
biológica e ambiente social na infância.
• Desequilíbrio: Quando não gira em harmonia causa raiva, irritação, impotência, medo
de viver, desânimo, constipações, frigidez, impotência, indiferença ao sexo, insuficiência
ovariana, problemas na próstata, etc.

2° CHAKRA : SVADHISTHANA
Centro Púbico: SEXUALIDADE
• Área pubiana/baixo ventre - elemento água - cor laranja - glândulas sexuais ou
gônadas.
• Associado aos órgãos genitais. Influencia também o baixo ventre, bexiga e vesícula.
• Sua energia possibilita a associação da saúde à experiência de prazer, o dar e o
receber, o compartilhar, o criar e procriar, a tolerância, a convivência, a habilidade de se
permitir a entrega, o sentir, a sensualidade, o contentamento; e também nossa relação com o
dinheiro. É também um dos locais onde as pessoas guardam a culpa e a humilhação.
• Desequilíbrio: Quando não gira em harmonia causa ciúmes, possessividade, dores na
coluna, disfunções do sistema urinário, do útero, problemas sexuais, insatisfação, depressão.
É o chakra intermediário, responsável pelas ligações do corpo físico e o duplo etéreo. Quem
tem este chakra girando em harmonia goza de boa saúde. Casos de leucemia, são devidos à
insuficiência deste chakra, que ativado fornece aumento dos glóbulos vermelhos.

3° CHAKRA : MANIPURA
Plexo Solar: IDENTIDADE e INDIVIDUALIDADE
• Área do umbigo - elemento fogo - cor amarela - glândula pâncreas.
• Associado ao fígado e ao baço. Influencia também a vesícula, as supra-renais, os
músculos do estômago e o sistema nervoso.
• Sua energia possibilita a força para exprimir emoções e ter integridade, o poder
pessoal, a vontade, a autoridade, o auto-controle, a auto-estima e auto-avaliação, o calor
humano, o carisma, o humor, a energia vital, a consciência da integridade do "Eu". Medo e
raiva podem ficar alojados nele.
• Desequilíbrio: Pode sofrer bloqueios ambientais quando se "fecha", causando
problemas na área digestiva, nos intestinos, pâncreas, irritação, falta de vontade, medo
e ódio.

4° CHAKRA : ANÁHATA
Centro Cardíaco: EMOCIONALIDADE
• Área do tórax - elemento ar - cor verde/rosa/dourado - glândula do timo.
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 38
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Associado ao coração e pulmões. Influencia também o sistema circulatório, braços e


mãos.
• Sua energia possibilita o sentimento de amor puro e incondicional por si mesmo e pelos
outros, a expressão do afeto, o perdão (que cura os bloqueios deste chakra), a compreensão,
o não-julgamento, a sensação de estar em paz.
• Desequilíbrio: Raiva, depressão, angústia, irritação, problemas de coração. Pode
sofrer bloqueios energéticos, através de uma frustração, desejo não realizado, mágoas, etc.

5° CHAKRA : VISHUDHA
Centro Laríngeo: EXPRESSÃO CRIATIVA
• Área da garganta - elemento éter (vibração das ondas sonoras) - cor azul celeste -
glândula tireóide.
• Sua energia possibilita a experiência de auto-expressão e materialização daquilo que é
mais verdadeiro na individualidade, o discernimento, a honestidade. É o centro a partir do
qual falamos a nossa "verdade", aquilo em que acreditamos ou consideramos verdadeiro em
relação a nós mesmos e ao mundo à nossa volta; como nos relacionamos com os outros e com
grupos também.
• Desequilíbrio: Dificuldade na comunicação e expressão das emoções. Também as
afonias nervosas (rouquidão).

6° CHAKRA : AJÑA
Centro da Testa: PERCEPÇÃO e SÍNTESE
• Área entre as sombrancelhas - elemento luz - cor azul escuro/violeta - glândula
pituitária.
• Influencia a visão, o cerebelo e o sistema nervoso central.
• Sua energia possibilita a compreensão de si mesmo e do mundo, a intuição, a
inteligência, a integração entre razão e emoção, a imaginação, a concentração, a sabedoria.
• Desequilíbrio: Distúrbios oculares e/ou auditivos, falta de concentração, dores de
cabeça, etc. Quando não é desenvolvido, terá muito da vitalidade da pessoa.

7° CHAKRA : SAHASRARA
Centro Coronário: ESPIRITUALIDADE
• Área do topo da cabeça - cor violeta/branco/prateado/dourado - glândula pineal.
• Influencia o córtex cerebral e o sistema nervoso central.
• Sua energia possibilita a ampliação da consciência e a conexão com seu Eu Superior, a
inspiração, a união com o Todo, a busca de significado pessoal no Universo, e também um
armazenador de energia kármica.
• Desequilíbrio: Depressão, desânimo, sem qualquer motivação ou inspiração.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 39


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

AS CORES E SEUS SIGNIFICADOS

Para facilitar o entendimento sobre o assunto e estabelecer uma ordem dídática, usaremos
oito cores, divididas em:
a) cores primárias: azul, vermelho, verde, amarelo;
b) cores secundárias: preto, marrom, cinza, violeta.

O branco não é citado porque não é uma cor em si, mas a soma de todas as outras. Possui
efeito neutro e não é muito significativo na cromoterapia. O preto também não é uma cor,
mas a total ausência delas. É incluído porque produz uma enorme influência sobre os seres
humanos.
Veja a seguir para que servem as cores.

AZUL
É uma cor suave, passiva, feminina, que transmite confiança. Produz calma, ternura,
afetuosidade, paz e segurança. É aconselhável pintar as paredes de azul em locais sujeitos a
muitas tensões e desavenças.
Indicação: estresse, estafa, pressão alta, obesidade, nervosismo, insônia, ciúme, medo,
alcoolismo, ira e neuroses. É Sedativo, analgésico, regenerador celular dos músculos, nervos,
pele e aparelho
circulatório.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 40


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Contraindicação: coma ou fobias.

VERMELHO
É uma cor ativa e estimulante, produz impulso sexual, excitabilidade e desejo. Simboliza o
princípio de vida.
Indicação: pressão baixa, anemias, fraqueza nervosa, frigidez, tristeza, depressão,
impotência sexual, desinteresse pela vida e preguiça.
Contraindicação: loucuras, ira, nervosismo, tensão emocional excessiva, pressão alta, tensão
pré-menstrual, paranóias e insônia.

VERDE
É a cor da firmeza, esperança, segurança e orgulho. Estimula o amor-próprio e até a
arrogância. É uma energia de limpeza, vaso-dilatador e relaxante dos nervos, anti-infeccioso,
anti-séptico e regenerador.
Indicação: depressão crônica, complexo de inferioridade, personalidade fraca, medo do
fracasso, falta de motivação, prisão de ventre e falta de memória.
Contraindicação: úlcera, cólica menstrual, diarréia dolorosa e masoquismo.

AMARELO
É a cor da vivacidade, alegria e leveza. Produz relaxamento, brilho, reflexibilidade, alegria e
desinibição.
Indicação: mamas, idéias fixas, preocupação excessiva, fixação por bens materiais, estafa
mental, choro, falta de confiança no futuro e diarréias nervosas.
Contraindicação: imaturidade, infantilidade, doenças mentais, síndrome de Down, crianças
com distúrbios de fala, pressão alta, atraso menstrual, falta de memória e baixa capacidade
de concentração.

PRETO
Transmite sensação de renúncia, entrega e abandono. Simboliza a idéia do nada, do vazio e
significa destino, morte e luto.
Indicação: efeito de isolar outras cores.
Contraindicação: tristeza excessiva, depressão, melancolia, medo e paranóia. Jamais deveria
ser usado por pessoas que perderam entes queridos, o amarelo é mais indicado.

CINZA
É uma cor neutra e isenta de qualquer capacidade de influenciar o ser humano.
Indicação: quando se deseja reduzir alguma tendência psicológica ou emocional.
Contraindicação: nos casos de distanciamento da realidade, esquizofrenias, memória fraca e
desorientação no tempo.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 41


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

MARROM
Representa constância, necessidade de segurança, dependência e disciplina. Transmite
vitalidade e passividade.
Indicação: nos casos de inconstâncias, psicose maníaco-depressiva, atritos familiares e
rebeldia infantil.
Contraindicação: autodisciplina e isolamento.

VIOLETA
É o resultado da mistura do vermelho com o azul.
Indicação: carência afetiva, autodestruição, crises de personalidade, materialismo, remorso e
sentimento de culpa. Sedativo dos nervos motores e sistema linfático, cauterizador das
infecções e inflamações.
Contraindicação: manias, psicoses, vícios de drogas, fanatismo, dispersão mental.

AROMATERAPIA
A aromaterapia baseia-se no poder terapêutico do mundo vegetal, mas em vez de usar todas
as partes de uma planta, ela emprega apenas seu óleo essencial. Essas são potentes
substâncias aromáticas alojadas em minúsculas glândulas na parte externa ou interna das
raízes, galhos, flores ou frutos de uma mesma planta. É uma representação concentrada e
dinâmica das propriedades curativas da planta, que alguns acreditam conter sua força vital.
As ervas aromáticas são usadas desde a antiguidade pelos povos do oriente, passando pelo
antigo Egito usados para cerimônias e rituais. Na sociedade indiana incluem essências
aromáticas para diversos males.
Europa na idade média e, até o final do século XVII, os óleos já eram amplamente usados na
medicina. Perto do final do século XIX, experimentos científicos sobre as propriedades
antibacterianas das plantas começaram a esclarecer a composição química e o poder
terapêutico em potencial das moléculas dos óleos essenciais.
No começo do século XX, o químico francês René Gattefossé criou o nome “aromathéraoie”
em francês, para este ramo da fitoterapia. Mas na Índia, ela já existia há muito tempo
fazendo parte da medicina Ayurvédica, um sistema holístico de tratamento como uma forma
de medicina preventiva que usa o poder das ervas para curar. Tudo começou com um dos
quatro maiores livros sagrado dos Vedas: o Atharva Veda (datado aproximadamente 1500 a.
C). Esse livro é o documento mais antigo que se tem notícia, é da medicina indiana, inclui
mais de 1000 ervas medicinais.
Mais tarde outro francês, Dr. Jean Valnet, se interessou pelas propriedades terapêuticas dos
óleos essenciais depois de usá-los em ferimentos dos soldados da 2° guerra mundial. Isto
levou ao reconhecimento oficial dessa terapia na França, onde muitos médicos prescrevem
óleos para uso interno e externo.
A massagem aromaterapêutica se desenvolveu com o trabalho da bioquímica francesa
Margaret Maury, que introduziu os óleos essenciais na terapia estética, onde são usados em
combinação com a massagem graças aos seus efeitos de rejuvenescimento na pele.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 42


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Na massagem aromaterapêutica, o óleo essencial é diluído em um óleo básico vegetal e


massageado na pele, onde se acredita que ele permeia os vasos capilares e tecidos celulares.
A massagem é usada na aromaterapia para auxiliar a absorção dos óleos essenciais pelo corpo
e acentuar seus efeitos terapêuticos. Os óleos essenciais evaporam imediatamente quando
expostos ao ar livre e por isso são absorvidos pelo sistema olfativo por meio da inalação
durante a massagem. Isso desencadeia a liberação de agentes neuroquímicos no cérebro, que
podem ter efeitos sedativos, relaxantes, estimulantes ou eufóricos. Uma vez absorvido pelo
organismo, os óleos essenciais restabelecem a harmonia e revitalizam os sistemas ou órgãos
que apresentam disfunção ou desequilíbrio. Cada óleo possui qualidades particulares.

Precauções
Nunca os use em sua forma pura. Para não irritar a pele, devem ser sempre misturados a uma
base oleosa, como o óleo vegetal, por exemplo.
Na gravidez, período de amamentação, crianças abaixo de 2 anos e pessoas com histórico de
epilepsia, febre ou doença cardíaca devem evitar estes tipos de óleo: Alecrim, Junípero,
Sálvia hormino, Mil-folhas, Manjerona, e Menta.
Se você vai usar um óleo essencial pela primeira vez, teste-o para se certificar de que não
provocará reação alérgica: misture uma gota dele a uma colher (café) de óleo de amêndoas e
esfregue na dobra do cotovelo. Se a pele avermelhar em 24 horas, você é sensível ao produto.
Os óleos cítricos são fotossensíveis e podem causar uma reação na pele se expostos ao sol,
sendo necessário evitá-lo no mínimo 4 horas depois do tratamento com óleos essenciais.

ÓLEOS VEGETAIS QUE FUNCIONAM COMO VEÍCULO PARA O ÓLEO ESSENCIAL:


• Semente de Uva: leve, inodoro é facilmente absorvido pela pele, ideal todos os tipos de
pele. É o mais indicado.
• Girassol: rico em vitaminas e sais minerais; indicado para todos os tipos de pele;
• Gérmen de trigo: rico em vitamina E, tem propriedades antioxidantes. Auxilia na
regeneração dos tecidos e na elasticidade, contribuindo contra o envelhecimento da pele.
Indicado para peles secas. Sendo razoavelmente pesado e tendo um odor bastante forte, é
usado em pequenas quantidades no carreador.
• Amêndoa Doce: leve e delicado, de fácil absorção, ajuda a prevenir estrias, é adequado
também para usar em bebês. Indicado para todos os tipos de pele.
• Gergelim: o óleo virgem extraído por pressão a frio é antioxidantes naturais e promove
proteção a pele quando exposta ao sol.
• Jojoba: de composição similar ao sebo da pele, especialmente indicado para a pele do
rosto. Indicado para peles acneicas.
• Macadâmia: É nutritivo para a pele e cabelos secos ou ressecados. Promove sensível
maciez, brilho e vida aos cabelos e pele
• Calêndula: Calmante e refrescante para peles sensíveis e irritadas. Cicatrizante,
suavizante, nutre e regenera os tecidos. Bom para amaciar rachaduras nos pés; assaduras
em crianças; pós-sol.
• Abacate: fácil absorção; indicado para pele seca e cansada
Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 43
Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

• Avelã: rico em vitaminas e sais minerais; indicado para pele oleosa;


• Coco: indicado para todos os tipos de pele.

Classificação Dos Óleos Essenciais


Os óleos essenciais são substancias voláteis, ou seja, se evaporam no ar. São classificados
segundo o seu poder de evaporação em:
• Nota Alta: São aguçados, penetrantes, extremamente voláteis, sendo considerados
energizantes e revigorantes, estimulam a mente. É o primeiro aroma que se sente em
uma inalação, sua evaporação é a mais rápida. Podem representar 15% de uma mistura.
• Nota Média: São macios, harmoniosos e brandos, sendo niveladores, equilibrantes e
calmantes, tem efeito balanceador. Evaporação menos rápida. Podem representar de 50%
a 80% de uma mistura. São considerados os corações de uma mistura.
• Nota Baixa: São graves, intensos, profundos, calmantes, sedativos e relaxantes. Quando
aplicados à pele, reagem, liberando seu poder de penetração durante várias horas. Deve
ser usado com parcimônia para não dominarem a mistura. Uma boa mistura deve
equilibrar harmoniosamente estas três categorias.

FORMAS DE UTILIZAÇÃO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS

a) Inalação: é um método bastante eficiente no trato das afecções respiratórias como:


sinusite, resfriado, tosse, irritação da garganta, catarro, e de stress.
Métodos:
- Coloque em um pano 6 a 8 gotas de OE e faça três inalações profundas.
- Coloque 3 ou 4 gotas de OE em um recipiente com água quente e inale o vapor durante 3 a 5
minutos, cobrindo a cabeça com um pano para evitar que se disperse as partículas de óleo.
Advertência: Feche os olhos ao inalar. Pessoas que sofrem de asma não devem realizar este
método.
b) Banhos: Hipócrates escreveu que “um banho perfumado e uma massagem aromática por
dia é o caminho para a boa saúde”. Um banho com OE pode ser relaxante, sedativo, tônico,
estimulante, afrodisíaco, refrescante, revigorante. É útil para aliviar dores musculares,
afecção da pele, mas sua grande valia é no combate ao estresse.
Método: Coloque de 6 a 8 gotas de OE na água quente, em uma banheira. Não esquente
demasiadamente a água porque o óleo evapora-se com rapidez, permaneça no banho de 10 a
20 minutos.
c) Compressas: este método é muito eficaz para aliviar dor e reduzir inflamações. Acrescente
4 a 5 gotas de OE em um recipiente com água, em seguida imerge o pano na água, torce para
eliminar o excesso de água e coloca sobre a região afetada.
 Compressa quente: é eficaz em caso de dores musculares, cólicas menstruais. Quando a
água esfria repete-se a operação.
 Compressa fria: é eficaz para combater cefaléia (aplica sobre a testa e a nuca),
inchaços, devendo ser trocada logo que a temperatura do corpo se aquece.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 44


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

d) Vaporizações: É ideal para a desinfecção de ambientes ou roupa de cama, é também um


modo agradável de perfumar uma peça ou um ambiente, através de difusores elétricos ou a
vela, (o calor da chama converte a água e o óleos essencial na forma de um delicado vapor
aromático) ou com aromatizadores em spray.
e) Gargarejo: É uma grande ajuda para o tratamento das superfícies mucosas orais, em aftas,
gengivas inflamadas e mal hálito. Coloque 4 gotas do óleo essencial apropriado em ½ copo de
água morna e bocheche, sem jamais digerir a substancia.
f) Massagens: É uma maneira importante para a aplicação dos óleos essenciais, sendo do
ponto de vista físico, o modo mais eficaz de introduzi-los no organismo. Acontece uma
interação entre o poder terapêutico do toque e a escolha dos óleos essenciais adequados à
condição física, emocional e ao temperamento do paciente/cliente naquele momento
específico.
Óleos Essenciais Nos Estados Físicos
• ARTRITE: Manjerona, Alecrim, Tea Tree,
• CÃIBRAS: Gerânio, Alecrim, Manjerona
• CANSAÇO FÍSICO: Alecrim, Lavanda, Manjerona
• CIRCULAÇÃO RUIM: Alecrim, Gerânio, Olíbano, Mentha, Rosa Damascena
• DOR DE CABEÇA: lavanda, mentha, euc. Globulus, alecrim
• DOR DE OUVIDO: Lavanda, Camomila
• DORES: Lavanda, Tea Tree, Eucalipto Citriodora, Camomila
• INFLAMAÇÕES: Lavanda, Camomila Romana
• INSÔNIA :Lavanda, Camomila Romana, Manjerona, Petit Grain, Ylang-Ylang
• MUSCULATURA
• DOR: Manjerona, Vetiver, Camomila Romana, Eucalipto Globulus, Mentha, Alecrim
• FRAQUEZA: Manjerona, Lavanda
• RELAXANTE: Vetiver, Camomila, Lavanda, Manjerona, Ylang -Ylang
• PRISÃO DE VENTRE: Erva-Doce, Patchuli, Tangerina, Laranja, Mentha, Alecrim
• REUMATISMO: alecrim, camomila, cravo, cipreste, euc. Citriodora, euc. Globulus,
olíbano, lavanda, limão, manjerona, mentha, vetiver
• TÔNICO GERAL: Alecrim, Eucalipto, Laranja, Litsea Cubeba, Lemongrass, Rosa Damascena
• TRATAMENTO DE PELE
• NORMAL: Jasmim, Gerânio, Ylang-Ylang, Lavanda
• OLEOSA: Cipreste, Gerânio, Ylang-Ylang,
• SECA :Rosa, Camomila, Jasmim, Lavanda
• SENSÍVEL: Rosa, Camomila, Gerânio, Lavanda

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 45


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Propriedades terapêuticas
• Afrodisíaco: jasmim, zimbro, patchuli, rosa, sândalo, ilangue-ilangue;
• Analgésico: bergamota, camomila, cânfora, eucalipto, lavanda, hortelã;
• Antidepressivo: camomila, lavanda, jasmim, laranja, ilangue-ilangue;
• Antiespasmódico: camomila, lavanda, cânfora;
• Digestivo: alfavaca, camomila, erva-doce, hortelã;
• Diurético: camomila, cânfora, erva-doce, lavanda, sândalo;
• Estimulante: camomila, erva-doce, lavanda, rosa;
• Hipertensor: cânfora, alecrim;
• Hipotensor: lavanda, melissa, ilangue-ilangue;

Considerações importantes
• O tratamento deve ser individual;
• O aroma tem que agradar o cliente;
• Deve-se permanecer com o óleo por 6 ou 8 horas após a aplicação;
• O uso em excesso pode ocasionar problemas ao invés de combatê-los;
• Evite o uso de óleos essenciais durante a gravidez;
• Evite o contato de qualquer tipo de óleo com os olhos;
• Nunca ingira óleo essencial;
• Problemas renais não combinam com erva-doce e zimbro;
• Nunca passe óleo essencial antes de se expor ao sol;
• Óleos que NUNCA devem ser usados sobre a pele: arruda, jaborandi, boldo, cravo e
mostarda.

ANOTAÇÕES

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 46


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

APLICAÇÕES CLÍNICAS DA MASSAGEM

PROTRUSÃO DE DISCO INTERVERTEBRAL LOMBAR (HÉRNIA DE DISCO)


Geralmente decorrente de uma lesão, a hérnia de disco é também conhecida como ruptura do
anel fibroso intervertebral lombar. Neste caso, o tecido do núcleo pulposo do disco
intervertebral entre dois corpos de vértebras fica saliente e deslocado, originando dor lombar
em um lado do corpo e na perna.
Massagem
Deitar o paciente em decúbito ventral e, em casos mais graves, colocar vários travesseiros na
região abdominal.
As técnicas de massagem utilizadas são: rolamento (região lombar e perna afetada);
estiramento (lombar e membro inferior); extensão forte do dorso; amassamento, rolamento e
pisada.

LOMBALGIAS CRÔNICAS
Muito comum, a dor lombar pode ser sintoma de várias doenças, como hérnia de disco e
fraturas antigas. O tratamento com a massagem tem apresentado resultados satisfatórios.
Massagem
Posicionar o paciente em decúbito ventral e realizar as seguintes técnicas: alisamento,
fricção, amassamento e rolamento (músculos paravertebrais); empurrão e rolamento (em
áreas dolorosas) e movimentação passiva da área lombar.

ENTORSES
Há grande variedade de entorses, inclusive todas as perturbações agudas que resultam de um
súbito deslocamento ou torção. Os locais mais acometidos são tornozelo, lombar e joelho.

ENTORSE DE TORNOZELO
Ocorre frequentemente no maléolo externo. A lesão decorre de um excessivo estiramento da
articulação do tornozelo que, de maneira súbita, curva-se para fora ou para dentro, além do
limite do movimento articular, lesionando o maléolo externo.
Massagem
As técnicas utilizadas são: empurrão, fricção, método de afundamento, amassamento e
vibração em torno da área torcida.

ENTORSE LOMBAR
Pode ser decorrente de má postura, levantamento de peso excessivo ou torção súbita.
Massagem
Posicionar o paciente em decúbito ventral e realizar as seguintes técnicas: fricção, empurrão,
rolamento e amassamento.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 47


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

ENTORSE NO JOELHO
A entorse de joelho (ligamento medial) é muito comum na prática esportiva. A lesão pode
ocorrer quando há um deslocamento repentino da panturrilha, que gira para fora ou
permanece no local e desloca repentinamente a coxa. Esta lesão ocorre frequentemente.
Massagem
Colocar o paciente em decúbito ventral com um travesseiro debaixo do joelho da perna
lesionada e aplicar as seguintes técnicas: afundamento, empurrão, amassamento e
pinçamento.

CONTUSÃO
A contusão é uma lesão do tecido mole. Ocorre nos membros e órgãos internos.
Massagem
Colocar a região lesada de maneira confortável e elevada antes de proceder a massagem. Em
seguida aplicam-se as técnicas: afundamento, vibração, empurrão, fricção e amassamento.

FRATURAS DE MEMBROS
Massagem
O objetivo da massagem é remover o edema, espalhar o sangue extravasado, acelerar a
circulação sanguínea, desfazer as aderências e prevenir disfunção articular. As técnicas
utilizadas são: empurrão, fricção, amassamento, pinçamento e manipulações passivas (certa
distância da área afetada).

PERIARTERITE DO OMBRO
Conhecida também “ombro congelado” ou “ombro dos 50 anos”, por ser comum em pessoas
idosas e de meia idade, consiste em alterações inflamatórias dos tecidos moles ao redor da
escápula.
Massagem
Colocar o paciente sentado com os ombros relaxados; em seguida, realizar as técnicas de
fricção, empurrão, amassamento, rolamento, pinçamento, afundamento e vibração.

TENOSSINOVITE
Caracteriza-se por uma doença inflamatória crônico-traumática de uma bainha tendinosa.

Massagem
Posicionar o paciente sentado ou em decúbito dorsal com o antebraço apoiado em um
travesseiro e aplicar as técnicas de amassamento, rolamento e pinçamento.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 48


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

TORCICOLO

Pode decorrer de um traumatismo ou de uma súbita dor ao acordar, impedindo a cabeça de


girar.
Massagem
Sentar o paciente e posicionar-se (o massagista) atrás dele. As técnicas de massagem
utilizadas são empurrão e amassamento.

OBSTRUÇÃO INTESTINAL PARALÍTICA PÓS-OPERATÓRIA


Ocorre frequentemente após cirurgia abdominal. Está relacionada com a agressão cirúrgica e,
principalmente, com a anestesia.
Massagem
As técnicas utilizadas são: empurrão, fricção, afundamento e amassamento.

PARALISIA PARCIAL
Também chamada de hemiplegia, é uma paralisia que ocorre somente em um lado do corpo.
Massagem
Deitar o paciente em decúbito dorsal e realizar as seguintes técnicas: fricção, empurrão,
pinçamento, piparote e rolamento.

LESÃO DE NERVO PERIFÉRICO


Costuma ser decorrente de traumas ocorridos em tecidos moles.
Massagem
Posicionar o paciente em decúbito dorsal para massagear os membros inferiores e sentado
para massagear os superiores. As técnicas de massagem aplicadas são: amassamento, fricção,
pinçamento e rolamento.

CONTRATURA
Apresenta-se como um dos sintomas de várias doenças. Ocorre devido a inflamações,
diminuição de circulação sanguínea, paralisia ou cicatriz.
Massagem
As técnicas utilizadas são fricção, amassamento e pinçamento.

DOR DE CABEÇA
É sintomas de várias doenças. Porém nem toda dor de cabeça pode ser tratada com
massagem, como por exemplo a dor decorrente de doenças contagiosas (meningites).
Massagem

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 49


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

Com o paciente sentado, empregar as seguintes técnicas: empurrão, arrastamento, vibração,


fricção, amassamento e afundamento.

HIPERTENSÃO
Doença crônica cujos sintomas são sensação de aumento da cabeça e tonturas. Pode ser
alcançado acentuado efeito terapêutico com a massagem.
Massagem
As técnicas utilizadas são: empurrão, pressão, fricção, afundamento, vibração, pinçamento e
amassamento.

INDIGESTÃO INFANTIL
É uma doença comum em crianças. Os sintomas são evacuações perturbadas e metabolismo
obstruído.

Massagem
A criança pode permanecer no colo da mãe ou posicionada em decúbito dorsal ou ventral. As
técnicas utilizadas são: empurrão, pinçamento, amassamento e apreensão.

ANOTAÇÕES

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 50


Escola Estadual de Educação Profissional [EEEP] Ensino Médio Integrado à Educação Profissional

BIBLIOGRAFIA
BENTLEY, E. O Livro Essencial de Massagem. 1. Ed. São Paulo: Manole, 2006
BOIGEY, M. Manual de Massagem. [s. l.]: Masson, 1986.
CALLIET, R. Síndrome dolorosas: lombalgias. São Paulo: Manole, 1976.
CASSAR, M. Manual de Massagem Terapêutica. 1. Ed. São Paulo: Manole, 2001
FAZZI, A. T. Lombalgias mecânicas: considerações sobre diagnóstico e tratamento. Revista
Brasileira de Ortopedia, Rio de Janeiro, v. 19, n. 1, p. 5-11, 1984.
FELICIANO, A; CAMPADELLO, P. Reflexologia Energética – massagem para os pés. 2° Ed.São
Paulo: Mandras, 1999.
GUIRRO, E.; GUIRRO, R. Fisioterapia em estética. 2. ed. São Paulo: Manole, [s. d.].
HOLLIS, M. Massagem para terapeutas. São Paulo: Manole, 1990.
HOMEM, F. V. Manual de massagem: médica, desportiva e estética. [s. l.]: Progresso, [s. d.].
STARKEY, C.; RYAN, J. Avaliação de Lesões Ortopédicas e Esportivas. 1. ed. São Paulo:
Manole, 2001.
STEPHENS, R. Massagem Terapêutica na Cadeira. 1° Ed. São Paulo: Manole, 2008.
WOOD,E; BECKER,P. Técnicas de Massagem de Beard. 4°ed. São Paulo: Manole, 1998.
YOSHINARI, N; BONFÁ, E. Reumatologia Para o Clínico. 1° Ed. São Paulo: Roca, 2000.

Técnico em Massoterapia – Técnicas Clássicas e Modernas de Massoterapia 51


Hino Nacional Hino do Estado do Ceará

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas Poesia de Thomaz Lopes


De um povo heróico o brado retumbante, Música de Alberto Nepomuceno
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, Terra do sol, do amor, terra da luz!
Brilhou no céu da pátria nesse instante. Soa o clarim que tua glória conta!
Terra, o teu nome a fama aos céus remonta
Se o penhor dessa igualdade Em clarão que seduz!
Conseguimos conquistar com braço forte, Nome que brilha esplêndido luzeiro
Em teu seio, ó liberdade, Nos fulvos braços de ouro do cruzeiro!
Desafia o nosso peito a própria morte!
Mudem-se em flor as pedras dos caminhos!
Ó Pátria amada, Chuvas de prata rolem das estrelas...
Idolatrada, E despertando, deslumbrada, ao vê-las
Salve! Salve! Ressoa a voz dos ninhos...
Há de florar nas rosas e nos cravos
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido Rubros o sangue ardente dos escravos.
De amor e de esperança à terra desce, Seja teu verbo a voz do coração,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido, Verbo de paz e amor do Sul ao Norte!
A imagem do Cruzeiro resplandece. Ruja teu peito em luta contra a morte,
Acordando a amplidão.
Gigante pela própria natureza, Peito que deu alívio a quem sofria
És belo, és forte, impávido colosso, E foi o sol iluminando o dia!
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Tua jangada afoita enfune o pano!
Terra adorada, Vento feliz conduza a vela ousada!
Entre outras mil, Que importa que no seu barco seja um nada
És tu, Brasil, Na vastidão do oceano,
Ó Pátria amada! Se à proa vão heróis e marinheiros
Dos filhos deste solo és mãe gentil, E vão no peito corações guerreiros?
Pátria amada,Brasil!
Se, nós te amamos, em aventuras e mágoas!
Porque esse chão que embebe a água dos rios
Deitado eternamente em berço esplêndido, Há de florar em meses, nos estios
Ao som do mar e à luz do céu profundo, E bosques, pelas águas!
Fulguras, ó Brasil, florão da América, Selvas e rios, serras e florestas
Iluminado ao sol do Novo Mundo! Brotem no solo em rumorosas festas!
Abra-se ao vento o teu pendão natal
Do que a terra, mais garrida, Sobre as revoltas águas dos teus mares!
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores; E desfraldado diga aos céus e aos mares
"Nossos bosques têm mais vida", A vitória imortal!
"Nossa vida" no teu seio "mais amores." Que foi de sangue, em guerras leais e francas,
E foi na paz da cor das hóstias brancas!
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo


O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
- "Paz no futuro e glória no passado."

Mas, se ergues da justiça a clava forte,


Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada, Brasil!