Você está na página 1de 42

Conexões Cristalinas

SR R+C Renata Biscaia Raposo


Barreto
INTRODUÇÃO:
• Os cristais são riquezas da terra, presentes em
nosso solo, desde a formação planetária até
os dias de hoje.
• Passaram por diversas eras, guardando
registros e refinando propriedades nas
conexões com o ambiente e com as forças da
natureza.

• Suas qualidades energéticas, comprovadamente, interferem nas dimensões física e


psíquica dos seres humanos, requalificando padrões de saúde e comportamento.
• Como torná-los nossos parceiros no dia a dia?
O que são os Cristais?
• Corpos sólidos, geometricamente regulares, criados desde a formação
da terra;
• Possuem a propriedade de continuar se metamorfoseando ao longo
do tempo;
• Sua passagem por diversas eras permitiu que produzissem uma
espécie de “registro químico” das fases evolutivas de nosso planeta.

“São repositórios, em miniatura que contêm os registros do


desenvolvimento da Terra ao longo de milhões de anos e
guardam a indelével lembrança das forças poderosas que os
moldaram.” (Judy Hall – A Bíblia dos Cristais)
Fonte: A Bíblia dos Cristais - Judy Hall
• sua estrutura molecular é “marcada” por fenômenos e processos
químicos a que foram submetidos durante sua formação.
• Essa “marca” nos permite classificar e identificar os cristais uns dos
outros e de uma pedra comum.
• O que há de comum nos cristais é a organização perfeita e harmônica
de sua constituição molecular.
• Eles são formados de diversos minerais, mas é a sua estrutura interna,
molecular, que torna possível classificá-los.
Pedras Preciosas:
Os cristais são considerados pedras preciosas ou semipreciosas, dependendo da
pureza dos elementos que as constituem. 1 - Turquesa,
2 - Hematita,
3 - Crisocola,
4 - Olho de tigre
5 - Quartzo,
6 - Turmalina,
7 - Cornalina,
8 - Pirita,
9 - Sugilite,
10 - Malaquita,
11 - Quartzo rosa,
12 - Obsidiana,
13 - Rubi,
14 - Ágata muscínea,
15 - Jaspe,
16 - Ametista,
17 - Ágata azul,
18 - Lápis-lazúli
Pedras Sagradas:

Na antiguidade, algumas pedras foram sacralizadas, por serem vistas como


verdadeiros microcosmos ou assumirem papel de destaque nas lendas místicas
que as cercam .

Exemplos:
• A pedra negra da Kaaba, considerada sagrada pelos mulçumanos.
1. um meteorito, de forma oval embutido na parede da Kaaba, a casa
cúbica, situada no Átrio da Mesquita Sagrada em Meca.
2. Para os mulçumanos trata-se de uma pedra entregue pelo Anjo Gabriel
a Abrahão.
3. Algumas lendas ligam essa pedra à Pedra Chintamani, também um
meteorito cuja origem seria a Constelação de Sirius.
A Kaaba

A pedra negra
‫الحجر األسود‬
al-Hajar-el-Aswad
A pedra da Unção do Santo Sepulcro:
• A pedra da Unção, do Santo Sepulcro, na
qual se realizou o ritual judaico de
preparação do corpo de Jesus para o
sepultamento
Chintamani: A Pedra de Shamballa
Conforme relatos tibetanos este bloco de pedra
teria caído do céu. A maior parte dele está na
Torre de Shamballa. Diz a lenda, que pequenos
fragmentos são transportados para certas
partes do mundo quando se aproxima uma
nova era ou quando vai ser fundado um novo

Fragmento da Chintamani no Museu Nicholas centro da civilização. Os fragmentos continuam


Roerich, em Nova York – Foto tirada durante
visita ao Museu em 2012 "em conexão" com o bloco principal.

Spencer Lewis, primeiro Imperator da AMORC para este ciclo, recebeu um desses Fragmentos de
NICHOLAS ROERICH com os seguintes dizeres:
"Tenho a grande satisfação em atender à vossa saudação e vos enviar para o vosso museu em
San Jose, oito objetos tibetanos sagrados e muito raros, provenientes do nosso sacratíssimo
mosteiro, o templo sublime dos Altos Protetores da Grande Fraternidade Branca. A primeira
das oito encomendas que estão a caminho contém quatro imagens sagradas que vão sendo
enviadas com uma benção do mosteiro do santíssimo templo. A Segunda contém um amuleto
do Pequeno Tibet, Ladack. A terceira contém uma pedra sagrada com a inscrição Aum mani
Padme Hum.”
Atributos das Pedras Preciosas Sagradas:

As pedras sagradas se distinguem como centros vibratórios e unidades de


consciência. Na magia são consideradas como tendo personalidade autônoma e
de alto nível evolutivo. Segundo Francisco Bostrom, as pedras sagradas possuem
um conjunto de atributos especiais que as distinguem:

• Personalidade: consciência superior que reage às vibrações a sua volta e


emana energia de acordo;
• Ensinamento específico: encerram uma sabedoria especial que transmitem
mensagem a seu portador;
• Propriedades Curativas: condensação de energias de elevada pureza que
podem curar distúrbios dos corpos físico e sutis;
• Campo Magnético: campo vibratório emitido em ondas e captado por nossos
corpos sutis – as pedras da Kaaba e do Santo Sepulcro têm um raio emissor,
de grande alcance;
• Som: as ondas vibratórias emitidas pelas pedras podem ser traduzidas, no
nível superior do Ser, como notas musicais elevadas e desconhecidas. No
trabalho com os Chacras, a sintonia com o som da pedra tem a propriedade
de restaurar o equilíbrio.
• Regente: o “deus” regente da pedra ( saturno, netuno, vênus, etc) define seu
modelo arquetípico e permite estabelecer comportamento, simbologia e
atitude.
A Constituição Energética do Ser Humano:

• A centelha divina, ou consciência “Eu Sou” desceu


diversos níveis de energia até chegar à matéria
densa.
• Nos sete níveis mais próximos à matéria, revestiu-
se em um corpo com qualidade energética
apropriada àquele nível. São os corpos sutis ou
energéticos.
• O corpo físico, formado de matéria densa,
comunica-se com esses outros corpos por meio de
centros de energias, ou chacras, que são portais
de comunicação para esses níveis superiores da
consciência.
Os princípios do trabalho de harmonização com Cristais:
• A comunicação com pedras e cristais se dá através dos corpos energéticos,
harmonizando estruturas moleculares pelo alto padrão vibratório;
• Estabilizam, reorganizam e reestruturam os padrões originais que foram danificados
por hábitos, pensamentos e comportamentos danosos, acumulados desde nossa
criação.
• A cura proporcionada pelas pedras se dá por ressonância com suas propriedades e
pela qualidade de vibração, reconhecida pela forma geométrica e pela cor e podendo
ser ativada pelo som.
• O contato com as pedras auxiliam a desobstruir e refinar os canais de comunicação,
permitindo que atingir os níveis mais sutis da consciência e acessar esses corpos,
permitindo melhores trocas energéticas e melhor compreensão das mensagens por
eles enviadas.
Os Chacras são os portais por
meio dos quais esses níveis, ou
mundos de energia se
intercomunicam e entrelaçam.

Esses campos ou níveis energéticos são


distinguidos por meio de cores, da qualidade
vibratória e do som. A conexão de cura se dá pela
sintonia e ressonância com essas propriedades. O
refinamento ou “lapidação” do Ser (Paula Salotti),
por ressonância, alcança a todos os corpos,
harmonizando-os .
A “Lapidação” do Ser ou harmonização dos Corpos Sutis
por meio da “Sagrada Geometria”.
Nossa “consciência” habita múltiplas realidades.

• Os corpos sutis distinguem-se uns dos outros pela


qualidade energética, qualidade vibracional e pela
disposição geométrica das partículas que os
formam.
• A “matéria” que constitui cada um desses corpos é
formada por átomos e moléculas com campos de
ação e vibração cada vez mais amplos.
• Esses campos interpenetram-se, os corpos não
estão separados embora habitem realidades
vibratórias totalmente distintas.
A “Sagrada Geometria” iniciada, provavelmente, com o estudo de alguns sólidos por
Platão (400 aC), pretende “abrir o ponto do coração” e , por ressonância, fazer “evoluir a
consciência através das formas geométricas”. Com o refinamento da consciência, vamos
gerando e emanando formas cada vez mais sutis e harmônicas.

TETRAEDRO HEXAEDRO OCTAEDRO DODECAEDRO ICOSAEDRO


(Fogo) (Cubo/Terra) (Ar) (Cosmos) (Água)

Os sólidos platônicos
“Harmonices Mundi” – interpretação de Kepler sobre os sólidos de Platão
Sistemas Cristalinos:

• Existem sete sistemas ou estruturas cristalinas formados por unidades básicas e


repetitivas – as Células Unitárias;
• Célula unitária é o menor arranjo de átomos que pode representar um sólido
cristalino;

Fonte: Prof. Rubens Caram


http://docplayer.com.br/224071-Estrutura-e-propriedades-dos-materiais-estrutura-
cristalina.html
Corpo Físico - Cúbico

Pirita Diamante

Làpis Lazuli Granada

Fluorita Boji
Corpo Etérico - Trigonal

Cornalina Quartzo

Ametista Ágata

Rubi
Turmalina
Corpo Emocional - Tetragonal

Zircônio
Calcopirita

Rutilo
Apofilita

Wulfenita
Corpo Mental - Hexagonal

Esmeralda Apatita Verde

Agua marinha Sugilita

Vanadinita Apatita Azul


Corpo Causal - Otorrômbico

Aragonita
Topázio

Celestita
Calcita Ótica

Perídoto
Enxofre
Corpo Buddhico - Triclínico

Cianita Violeta
Amazonita

Larimar Pedra Estrela

Pedra do Sol
Turquesa
Corpo Atmico - Monoclínico

Selenita
Azurita

Howlita
Jade

Crisocola
Pedra da Lua
Chacra Cor Som Sistema Pedras
Cristalino
Coronário Branco/ Si Monoclínico Ametista, quartzo branco, calcita
Atmico Dourado/ branca, selenita....
Violeta
Frontal Índigo Lá Triclínico Quartzo azul, sodalita, azurita, lápis
Búdico lázuli, fluorita ....
Laríngeo Turquesa Sol Otorrômbico Água marinha, cianita, fluorita, calcita
Causal azul, turquesa, amazonita...

Cardíaco Verde/Rosa Fá Hexagonal Quartzo rosa, turmalina rosa,


Mental rodocrosita, esmeralda, turmalina
verde, labradorita, fuchsita...
Solar Amarelo Mi Tetragonal Citrino, topázio imperial, pirita, calcita
Emocional dourada, enxofre com quartzo...

Esplênico Laranja Ré Trigonal Calcita mel, calcita laranja, cornalina,


Etérico olho de tigre, âmbar ...
Básico Vermelho Dó Cúbico Granada, Rubi, Hematita, Jaspe
Físico Vermelho
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Canalizador:
• larga face heptagonal no seu centro frontal,
com o lado oposto em formato triangular
perfeito.
• canalizar e expressar a fonte da verdade e
sabedoria do fundo da alma.
• ligação consciente com a fonte última do
conhecimento que existe dentro do Eu.
• ensinam como alcançar e canalizar nossa
própria luz de dentro da mais verdadeira e
pura profundeza de nossaalma.
• Cristais Canalizadores são instrumentos nas
práticas de meditação pessoal afim de
adquirir claridade interior e de canalizar a
luz da sabedoria para a mente e para as
7_3 atividades diárias.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Transmissor:
• Possuem um perfeito triângulo no centro
do cristal conectado por duas faces
simétricas com sete lados nos dois lados do
triângulo;
• Conexão da mente consciente com a
sabedoria universal;
• podem transmitir formas-pensamentos
para a mente universal;
• ensinam a arte de aperfeiçoar a
comunicação;
• Quando os pensamentos são claramente
7_3_7 definidos e projetados para o Cristal
Transmissor, eles emitirão essas vibrações
mentais para o universo a fim de que sejam
respondidas com precisão.
• capaz de receber, conter e projetar informação
Alguns Cristais Mestres: programada.
Cristal Dow: • As faces de um Cristal Dow combinação de 3 e
7, 3 vezes.
• Trinta é a trindade no constante movimento
do círculo. O círculo contém tudo o que vem a
existir no ciclo da criação: a totalidade da
expressão, de alfa a ômega, da vida à morte e
ao renascimento.
• todos as facetas e relacionamentos do nosso
Ser ou de nossa vida expressadas na forma de
uma trindade são influenciados pelo Dow:
corpo, o coração e a mente ; os chacras
3x7 +3x3 = 30 = 3 inferiores superiores e transpessoais.
• traduz a realidade da perfeição espiritual em
forma material através dos ângulos que
compõem as suas facetas.
• nos ajuda a aceitar a possibilidade de que
também manifestemos fisicamente esse
estado de integridade, de unidade, de
equilíbrio e de ordem.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Janela:
• Cristal Janela ou Cristal Diamante, tem no
centro uma parte polida em forma de
diamante.
• contem sete faces em vez de seis.
• Seus quatro lados representam a ponte que
liga os mundos superior e inferior; o interior
e o exterior; o espiritual e o físico.
• são janelas abertas para o reino da alma,
através das quais pode-se enxergar além
das identidades ilusórias do ego;
• Permite identificar as sombras;
• é bastante pessoal e aumenta seu poder
com o uso;
• Meditação para penetrar no interior, e
testemunhar a si mesmo.
• são receptores tão límpidos de energia que
de imediato emitirão o que receberam, de
volta à consciência humana.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Elo do Tempo:
• Apresentam um paralelograma como uma
Time Link das faces
• cria-se uma sétima face, dotando o cristal
com mais dimensão e poder.
• três ou quatro paralelogramas indicam
conexão com realidades multidimensionais
• Os Cristais Time Link oferecem pontes que
possibilita a alma atravessar e ligar
conscientemente aspectos do eu que
existem em outros tempos e lugares.
• Uma linha representa o eu que existe agora.
A linha abaixo pertence ao aspecto do eu
em outro tempo e lugar. As linhas paralelas
de cada lado unem esses aspectos e
formam uma ponte pela qual o eu atual
pode ser comunicar com os eus passados
ou futuros.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Isis: • Apresentam uma figura de 5 lados como uma
das faces num cristal de seis faces.
• une aspectos aparentemente opostos de
trazendo reconhecimento, equilíbrio,
harmonia e perfeição para cada um deles.
• poderoso instrumento de cura que transmite
o conhecimento de como combinar as forças
aparentemente opostas da vida e da morte,
da doença e da saúde, da dor e da alegria.
• Propicia um estado de totalidade;
• Leva a percepção cósmica ao Chacra do
Coração e cria um novo estado de ser, capaz
de conhecer o amor verdadeiro - Divino
• desenvolve os sentidos mais refinados para
perceber a beleza em tudo, a música da vida
com seus ritmos, trazendo satisfação e alegria
interior.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Fantasma:

• Elevada energia espiritual e representam a


consciência universal.

• Têm propósito estimular a cura do planeta e


as capacidades psíquicas dos indivíduos.

• Potencializa os processos de meditação.

• Auxilia a entrar em contato com nossos guias


espirituais e a acessar as nossas vidas
passadas.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Arquivista ou Atlante:
• Sintonizados através de meditações
avançadas, podem revelar conhecimentos
milenares do universo.

• Possuem um sistema de segurança próprio e


somente os puros de coração seriam capazes
de sintonizar-se com eles.

• possibilita sintonia e intensificação de sua


própria luz

• Sua marca registrada é a presença de um


triângulo equilátero gravado em uma de suas
faces e não muito visível.

• Pode ser encontrado também numa drusa,


como as de ametista, ou citrinos ou quartzos
enfumaçados.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Bastão Laser:
• São cristais mestres poderosos mantido em
custódia na Terra desde seu uso nos templos
de cura da Lemúria.

• trazem consigo o conhecimento não só das


antigas raízes das nossas civilizações, mas
também dos espaços estelares de onde se
originaram.

• permaneceram em hibernação guardados em


segurança pelos seres do interior da Terra e
foram liberados para uso em práticas de cura
avançada.

• De aparência antiga e áspera. Não são


necessariamente cristais atraentes. A
aparência grosseira faz parte do seu disfarce.
Alguns Cristais Mestres:
Cristal Bastão Laser: • Esses bastões têm de ser considerados pela
sua energia.

• Para os curadores clarividentes esses cristais


surgem como guias de pura luz.

• A aparência de cone, caracteriza-se como


bastões através dos quais a energia – raio
laser - pode ser direcionada e projetada.

• Pode ser usado para criar campos de força


energética ou escudos protetores em volta de
pessoas ou lugares.

• Na cura, como instrumentos cirúrgicos, se


transformam em verdadeiros bisturis.

• Exigem respeito, sintonização e orientação


antes de serem usados em práticas de cura
com cristais.
LIMPEZA DAS PEDRAS

1- Água – molhá-los com água corrente (jato


forte) ou deixá-los de molho.
2- Defumação – limpá-los através da fumaça
de algum incenso específico, moxa ou sobre a
fumaça de ervas queimadas.
3- Drusa - colocar a pedra em cima ou dentro de uma drusa o tempo necessário.
4 – Reiki;
5 – Sopro energético; sopro cromático (Inspirar Luz violeta e soprar sobre a pedra)
6 - Selenita – colocar o cristal na frente da selenita por um minuto.
Obs: Também podemos limpar nossa própria energia ao direcionarmos a selenita
para o nosso plexo solar por alguns minutos.
A Drusa e a Selenita são auto limpantes.
Energizando as pedras
• as pedras podem ser "carregadas" ou "programadas" com sua própria energia
ou com a energia de elementos da natureza;
• Sol, mar, ar , fogo e água límpida devolvem às pedras sua força e poder natural;
• A programação pessoal é feita simplesmente segurando a pedra na mão
emissora (geralmente a direita);
• Visualize com firmeza a situação ou necessidade a ser programada.
• A energia ou poder pessoal que emite durante a visualização irá verter de seu
corpo para a pedra.
• Veja e sinta a energia fluindo para fora de seu corpo, por sua mão emissora
para o interior da pedra.
• Quando sentir que a pedra está vibrando com seu poder pessoal, a
carga está completa.
CONCLUSÃO: As Conexões Cristalinas
O contato com os cristais nos ajudam a atingir um conjunto de proporções
harmônicas e sagradas, de forma a ativar o despertamento dos corpos sutis.

• Criar sintonia entre “a inteligência do coração” e a “inteligência da pedra”;


• Contemplar o cristal com o “terceiro olho” acessando o sistema cristalino e vibrando
em sintonia;
• Dedicar alguns dias usando um cristal colado ao corpo, na área do chacra
correspondente;
• Criar mandalas de Cristal com o mesmo sistema cristalino, para ativar a conexão com
determinado corpo sutil;
• Criar mandalas de cura com diversos cristais; utilizando a intuição para organização
das mesmas;
• Preparar água solarizada com cristais;
• Fazer alinhamento dos chacras com cristais;

Obs: a simples proximidade das pedras em nossa aura já é um fator de harmonização,


que se dá por sintonia e ressonância.

Meditação com Cristais


Referências:

BOSTRON, Francisco – A sabedoria das Pedras – São Paulo: Best Seller,


1994
CUNNINGHAM, Scott – Enciclopédia Cunningham de magia com Cristais,
Gemas e metais – São Paulo, 2002
HALL, Judy – A Bíblia dos Cristais – Vol 1 e 2 – São Paulo: Pensamento,
2012
SALOTTI, Paula – Apontamentos do Curso “Formação em Terapia Mineral”
– Portal 11:11, Rio de Janeiro, 2013
Excerto da carta de Nicholas Roerich ao Dr H.S.Lewis, citado por Michel
Mercier no "O ROSACRUZ" nº 204, no artigo "OS CRISTAIS", da Grande Loja
para os Países de Língua Portuguesa - AMORC)

Você também pode gostar