Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

TAXAS DE JUROS

Leonardo Righi

SANTA MARIA – RS, 2017


Os juros é o preço do dinheiro aplicado ou emprestado. Por isso, você pagará
uma taxa se tomar dinheiro emprestado de um banco, por exemplo. Essa taxa, de
juros, é o valor que o dono do dinheiro cobra pelo tempo que não poderá usá-lo,
uma vez que estava empresado. Num exemplo oposto, você pode receber juros ao
deixar seu dinheiro render em uma aplicação financeira durante algum tempo.
Segundo o site Política Monetária, as taxas mais utilizadas pelos Agentes
Financeiros no Brasil são:
O Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, conhecida como TAXA
SELIC, é um sistema informatizado destinado ao registro, custódia e liquidação de
títulos públicos, tanto os títulos federais, como os estaduais e municipais emitidos
até 1992.
A Taxa Referencial de Juros ou TR, que reúne a taxa de juros dos 30 maiores
bancos, e daí calcula-se sua média, essas taxas são coletadas todo dia,
obedecendo a uma sequência, ela serve para o reajuste da poupança.
A Taxa Básica Financeira ou TBF calcula-se do mesmo do TR, porém seu
redutor é menor.
A Taxa de Juros em Longo Prazo ou TJLP tem como objetivo facilitar, permitir
o alongamento de prazos no mercado financeiro, é mais utilizado pelo BNDES. Essa
taxa sofre correção a cada três meses, onde se considera a taxa de títulos da dívida
externa e da dívida interna federal.
Taxa Selic:
A taxa Selic é quem determina as demais taxas praticadas no mercado. É
partir da determinação desta taxa, que as demais taxas são fixadas no mercado
econômico.
A evolução da taxa básica de juros (Selic) é decidida pela diretoria do Banco
Central em reunião complexa. Essa taxa é usada como referência por bancos ao
conceder empréstimos a empresas e consumidores e é considerada como um
parâmetro para definir o custo do capital no Brasil. Na prática, ela é a taxa mínima
de retorno de um investimento e, quanto mais baixa ela fica, mais interessante é
para o empresariado tirar projetos da gaveta e contratar. A taxa básica de juros
também tem influência direta sobre o quanto um consumidor paga por empréstimos
e financiamentos. Quando o BC altera o valor desta, também muda o custo dos
bancos para captar recursos, dinheiro que será emprestado posteriormente aos
clientes.
A taxa básica de juros brasileira é estruturalmente alta. A SELIC alta causa
uma série de efeitos negativos na economia, como a diminuição do crédito e do
consumo, a valorização excessiva do real (retirando competitividade da indústria
nacional), e um elevado impacto nas contas públicas.
Taxa Referencial de Juros (TR):
Hoje, a TR é usada como um fator de correção monetária de empréstimos, do
FGTS e de investimentos. Mas é conhecida principalmente por quem aplica na
poupança.
Isso porque o rendimento da poupança é diretamente relacionado à Taxa
Referencial. Quando a taxa básica de juros (Selic) é superior a 8,5% ao ano, a
remuneração da poupança é de 0,5% ao mês mais a variação da TR.
De certa forma, a variação da Taxa Referencial tem relação com a variação da
Selic. Quando a taxa básica de juros sobe, a tendência é que a TR também suba, e
vice-versa.
Taxa Básica Financeira (TBF)
Para o cálculo é utilizada uma amostra das 30 maiores Instituições
Financeiras do país, a partir da remuneração mensal média dos CDBs e RDBs no
prazo de 30 a 35 dias. É uma espécie de TR, mas sem o redutor. Tem por finalidade
remunerar um novo tipo de caderneta de poupança com prazo mínimo de 90 dias
criado pelo Governo dentro de um processo de desindexação. É um índice diário,
divulgado pelo Banco Central com a cotação em % no período.
Taxa de Juros em Longo Prazo (TJLP)
A Taxa de Juros de Longo Prazo - TJLP é definida como o custo básico dos
financiamentos concedidos pelo BNDES.
A Taxa de Juros de Longo Prazo - TJLP tem período de vigência de um
trimestre-calendário e é calculada a partir dos seguintes parâmetros:
I - meta de inflação calculada pro rata para os doze meses seguintes ao
primeiro mês de vigência da taxa, inclusive, baseada nas metas anuais fixadas pelo
Conselho Monetário Nacional;
II - prêmio de risco.
A TJLP é fixada pelo Conselho Monetário Nacional e divulgada até o último
dia útil do trimestre imediatamente anterior ao de sua vigência. Em moedas
contratuais, a TJLP, expressa em percentual ao ano, tem o código 311.

Referências Bibliográficas
http://www.fiesp.com.br/sietex/noticias/analise-sobre-a-taxa-de-juros-no-brasil/
- Acessado em 19/09/2017
http://politicamonetaria.webnode.com.br/taxa-de-juros/tipos-de-taxas-de-juros/
- Acessado em 19/09/2017
http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2012/04/juros - Acessado em
19/09/2017
https://economia.uol.com.br/financas-pessoais/dicionario-financeiro/?letra=T -
Acessado em 19/09/2017
http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2017/05/entenda-como-a-taxa-
de-juros-e-definida-pelo-banco-central - Acessado em 19/09/2017
http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2017/04/banco-central-faz-o-
maior-corte-nos-juros-em-oito-anos - Acessado em 19/09/2017