Você está na página 1de 35

22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.

html

SERVIÇO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE DA FEDERAÇÃO DE RÚSSIA

A ACADEMIA MÉDICA DO ESTADO DE NIZHNY NOVGOROD

OLEG V. MASLENNIKOV, CLAUDIA N. KONTORSHCHIKOVA,


IRINA A. GRIBKOVA

TERAPIA DE OZONO NA PRÁTICA

MANUAL DE SAÚDE

Nizhny Novgorod, Rússia


2008

TERAPIA DE OZONO NA PRÁTICA.


MANUAL DE SAÚDE
Nizhny Novgorod, Rússia, 2008

Prova documentada pelo Prof. Vladimir D. Troshin, MD, Ph.D., Honored Leared Scholar in

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 1/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
Pesquisa Médica, Academia da Academia Euro-Asiática de Ciências

Oleg V. Maslennikov, Claudia N. Kontorshchikova, Irina A. Gribkova

Terapia de ozônio na prática. Manual de Saúde. - Nizhny Novgorod

O Manual de Saúde oferece uma variedade de informações sobre métodos e técnicas reconhecidos para
Aplicação clínica da terapia de ozônio em diversas patologias. Trata os leitores sobre o ozônio
propriedades e efeitos terapêuticos das misturas ozono-oxigênio administradas em diferentes doenças,
incluindo a dosagem e esquemas de tratamento que são utilizados pelos médicos russos.
A terapia de ozônio na prática é um guia prático para médicos de diversas especialidades, que utilizam
ozônio médico em sua prática, bem como para estagiários, residentes em medicina e idosos
estudantes de medicina

Oleg V. Maslennikov, Claudia N. Kontorshchikova, Irina A. Gribkova

CONTEÚDO

Introdução 4
Fundamentos da terapia com ozônio 5
Ozônio como é 5
Descoberta de propriedades de ozônio e ozônio 6
Efeitos clínicos da terapia com ozônio 6
Métodos de Efeito Terapêutico de Ozônio 8
Questões gerais 10
Formas e métodos para usar materiais ozonizados 10
Contra-indicações para a terapia com ozônio 12
Terapia com ozônio em diferentes patologias 14
Terapia com ozônio em cirurgia 14
Terapia de ozônio em doenças internas 21
Terapia com ozônio em ginecologia e obstetrícia 30
Terapia com ozônio em dermatologia 33
Terapia com ozônio em neurologia 35
Referências 40

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 2/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

INTRODUÇÃO
Os últimos anos foram marcados por um número crescente de pessoas suscetíveis a alergias
doenças e resposta enfraquecida aos antibióticos. Nessas condições e em relação ao
preços crescentes de preparações medicinais, o aparecimento de novos medicamentos não medicinais
Os métodos só podem ser bem-vindos e apreciados.
Entre estes novos métodos, a terapia com ozônio tem obtido um reconhecimento justificado em muitos
países do mundo graças ao efeito desinfetante do ozônio e sua capacidade de transporte e
liberar oxigênio nos tecidos. As propriedades do ozônio médico foram utilizadas em terapia,
cirurgia, obstetrícia e ginecologia, dermatologia, estomatologia, infecciosa e veneral
doenças.
A terapia com ozônio encontrou caminho na prática médica na Alemanha, onde é com sucesso
usava. A Alemanha foi o primeiro país a começar a fabricar ozonizadores médicos e a usar
misturas ozono-oxigênio em cirurgia vascular, estomatologia e geriatria. Ozônio italiano -
Os terapeutas concentraram sua atividade na cosmetologia médica. Especializado em ozônio terapêutico
As clínicas operam na Suíça e em outros países da Europa Ocidental. Cuba é conhecida por sua
Ozone Research Center. Resultados interessantes e promissores com a ajuda do ozônio médico
foram recebidos em algumas clínicas dos EUA, México, Brasil e Japão.
A terapia com ozônio foi eficiente, fácil de usar, garantindo boa tolerância e sem side-
efeitos.
De acordo com a concentração terapêutica escolhida, o ozônio pode produzir sua modulação imunológica,
antiinflamatório, bactericida, virucida, fungicida, analgésica e outros efeitos.
O ozônio médico revela ser de grande potencial terapêutico em muitos casos, excede o
recursos de métodos baseados em medicação. Os procedimentos de sua aplicação são simples,
economicamente preferível e benéfico. No entanto, comunidades médicas e saúde prática
O serviço ainda prefere não notar os fatos convincentes disponíveis e as evidências que podem trazer
é uma prática ampla. Até agora, tem-se acumulado bastante experimental e
achados clínicos que permitem apresentar as rotas do aplicativo de terapia de ozônio para
Gerenciamento efetivo e seguro de pacientes com diversas patologias.

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 3/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

FUNDAMENTOS DA TERAPIA DE OZONO

OZONE COMO É
O ozônio é conhecido por ser um dos gases mais importantes da estratosfera. Atua como uma tela
para radiação ultravioleta de curto comprimento de onda
260-280
de nm, protegendo assim a vida
organismos na terra e absorvendo radiação infravermelha proveniente da Terra e, portanto,
impedindo o seu resfriamento.
Capa de ozono de proteção com sua largura máxima não superior a 2-3 mm e concentração de ozônio
3
de 1mg / m é encontrado cerca de 20-30 km acima da superfície da terra. Diminuição do ozônio
A concentração na ozonosfera resulta em seu esgotamento e desenvolvimento de furos de ozônio. No
mesmo tempo na atmosfera inferior sob a influência dos raios ultravioleta e na presença
de ozônio atmosférico é gerado a partir de diferentes componentes da poluição atmosférica. Ozônio
A concentração é utilizada para estimar a intensidade da poluição atmosférica e da poluição atmosférica.
contraste
Dentro com o ozônio, gerado a partir de oxigênio médico, ozônio no ar poluído, juntamente com
os óxidos de nitrogênio tóxicos produzem efeitos nocivos sobre o epitélio da via respiratória.
O ozônio é um elemento químico altamente reativo. É constantemente formado como um gás incolor a
20-50 km acima da superfície da terra sob a influência da luz ultravioleta a vácuo (UV)
cerca de
do oxigênio atmosférico:
3O 2 2O 3
E, pelo contrário, uma molécula de ozônio pode absorver uma partícula de UV para produzir diatomic
O oxigênio novamente. As moléculas de ozônio dissociam-se em seus átomos constituintes. Estes átomos
com moléculas de oxigênio para formar ozônio e como resultado deste processo camada de ozônio
combinam -
A ozonosfera é formada, que atua como um escudo contra a radiação ultravioleta do sol, mantendo
o equilíbrio biológico na biosfera. Quantidade significativa de ozônio devido a fluxos turbulentos
atinge as camadas inferiores de atmosfera para que possa ser rastreada por um cheiro característico após
trovoada.
uma
Ozono - O 3 é um alótropo de oxigénio reactivo. O oxigênio pode estar presente em uma das suas formas:
1. Oxigênio monatômico - forma altamente reativa e instável, pois tem dois
ligações covalentes - (O).
2. Oxigênio diatômico - a forma mais abundante e estável, pois não possui livre
títulos (OO)
3. Ozônio - uma molécula formada a partir de três átomos de oxigênio, com uma ligação livre
resultando em sua alta reatividade.
O ozônio parece ser um oxidante mais poderoso em comparação com o oxigênio, pois pode oxidar
praticamente todos os compostos orgânicos e não orgânicos.
Quanto aos compostos bioorgânicos, verificou-se que a ozônio possui uma reatividade seletiva com o
compostos de ligação: aminoácidos, péptidos, proteínas, ácidos nucleicos e principalmente insaturados
dobro.
ácidos graxos, constituindo a base da camada bio lipídica de membranas celulares e lipoproteínas
complexos de plasma sanguíneo. Em reações biológicas de ozônio com ácidos graxos insaturados
são dominantes e são acompanhados pela formação de vários produtos, incluindo os ozonidos
(compostos, contendo vários números de átomos de oxigênio em uma molécula).

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 4/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

DESCOBERTA DE PROPRIEDADES DE OZONO E OZONES


O ozônio como elemento químico foi descoberto no final do século XVIII. Em 1785 Martinus
Van Marum, um físico holandês, submeteu oxigênio a descargas elétricas, observou algumas
"Odor de matéria elétrica". Em 1848, C. Schonbein, um físico alemão, tendo repetido a
especificidades
experimentos, chamou o gás odoroso do ozônio (do "ozônio" -odorante) e descrito
algumas de suas propriedades. Ele pensou pertencer à mesma classe de bromo e cloro e
para ter carga elétrica negativa. Mariniak e Delarive mostraram que é uma forma alotrópica de
O oxigênio e Mulliken e Dewar clarificaram sua estrutura molecular) Um século depois, em 1953
Andrews relatou que o ozônio era uma forma alotrópica de oxigênio. Em 1957 a Warner criou tubos
para indução magnética, capaz de produzir ozônio em grandes quantidades e que lançou um
Pesquisa extensiva de propriedades do ozônio.
O uso de ozônio baseia-se nas propriedades oxidativas, desinfectivas e bactericidas. Ozônio
inativa bactérias e fungos em muito menos tempo em comparação com o cloro. Também é muito
eficaz na destruição de vírus e agentes cancerígenos, que na maioria dos casos não são mortos por
Produtos químicos usuais usados para purificação de água. Ser capaz de destruir substâncias criadoras de
O ozônio veio a ser usado como agente desodorante.
cheiro,
Para a purificação de água, o ozônio tem sido utilizado há cerca de 80 anos. Em Paris eles usam tratados
agua. Com o seu elevado potencial oxidativo, o ozônio é utilizado na indústria de têxteis e celulose como
com ozônio
significa branqueamento. As propriedades bactericidas do ozônio são utilizadas com sucesso na criação de
um
Moluscos,
ostras e bem como na indústria de água mineral.
A história do ozônio médico começa no século XX. Os pioneiros a aplicar ozônio em clínica
A prática foi E. Payer, A. Fish e H. Wolf. O ozono como meio anti-séptico era conhecido
e utilizado desde o início do século XX, no entanto, pesquisa extensiva e sistêmica em
O campo da terapia com ozônio, e principalmente na Alemanha, começou em meados dos anos 70, quando
materiais
o ozônio- poliméricos resistentes e equipamentos de geração de ozônio convenientes entraram todos os dias
prática clínica.
O interesse pela terapia com ozônio estava crescendo com o crescente número de relatórios provenientes de
diferentes clínicas em todo o mundo sobre o efeito do ozônio biológico e seu uso bem sucedido no
tratamento de várias doenças.
Atualmente, a International Ozone Association (IOA), incorporada nos Estados Unidos
da América, realiza seus Congressos mundiais a cada dois anos em várias partes do mundo.
Dentro do (IOA) médicos-quadro de diferentes países e de diferentes especialidades
compartilhe seus resultados e realizações através de conferências, workshops, fóruns de simpósios
e outros meios de informação públicos.
Na Europa, diferentes empresas fabricam diferentes geradores de ozônio que atendem às necessidades de
médicos práticos.
Um profundo trabalho de pesquisa é realizado na Rússia sob supervisão de duas escolas principais de
terapia de ozônio com seus centros de pesquisa e clínicas em Moscou e Nizhny Novgorod.

EFEITOS CLÍNICOS DA TERAPIA DE OZONO


O ozônio pode produzir diferentes efeitos de acordo com a concentração escolhida e o seu caminho
administração. Na prática médica, os mais importantes são os seguintes.
1. Bactericida, fungicida e virucida
Quando aplicado externamente em uma forma de mistura gasosa ou em solução ozonizada, é
Recomenda-se a utilização de altas concentrações de ozônio que produzam efeito oxidativo direto na

membrana de microorganismos. O ozônio pode destruir praticamente todos os tipos de bactérias, vírus,
e protozoários. As bactérias Gram-positivas e os vírus capsulares com uma bio-camada lipídica são
fungos
particularmente sensível à oxidação.

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 5/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
O uso de concentrações terapêuticas de ozônio fornece efeito bactericida que indiretamente
ativa o sistema de defesa não específico (ativação de fagocitose, síntese melhorada de
citocinas-interferões, factor necrótico tumoral de interleucina), bem como componentes de células e células
imunidade humoral.
Foram relatadas evidências de oxidação parcial de receptores de vírus que os faz
incapaz de ligação de vírus.
Além disso, houve inibição revelada da enzima reversa reversa que promove a AIDS
destruição de vírus.
2. O efeito anti-inflamatório é revelado na capacidade de ozônio para oxidar os compostos
contendo ligações duplas, o ácido araquidônico (20: 4) e seus derivados - prostaglandinas, em
especial. Essas substâncias biologicamente ativas participam do desenvolvimento e sustentação
o processo inflamatório. Além disso, o ozônio regula as reações metabólicas nos tecidos no local
de inflamação e resolve o pH.
A eficiência da terapia com ozônio na asma brônquica pode ser parcialmente explicada pela oxidação de
ligações duplas em compostos patológicos tais como leucotriens também derivados de araquidônicos
ácido.
3. O efeito analgésico do ozônio é proporcionado pela oxidação dos produtos da albuminólise,
chamados de algopeptídeos. Eles agem nas terminações nervosas no tecido danificado e determinam a
intensidade da resposta à dor. Para adicionar a isso,
O efeito analgésico também é causado pela normalização do sistema antioxidante e, consequentemente,
apela
diminuição da quantidade de produtos moleculares tóxicos de peroxidação lipídica em células
membranas, que modificam a função das enzimas incorporadas à membrana, que participam do ATP
síntese e manutenção da atividade vital dos órgãos e tecidos
4. O efeito de desintoxicação do ozônio é revelado na correção e ativação dos processos metabólicos
nos tecidos hepáticos e renais, assegurando assim a sua principal função de neutralização e
evacuação dos compostos tóxicos dos órgãos.
5. Ativação de processos dependentes de oxigênio. As doses de ozônio, por mais baixas que sejam, causam
aumento do teor de oxigênio no sangue livre e dissolvido com intensificação rápida de
enzimas que catalisam a oxidação aeróbia de carboidratos, lipídios e proteínas com formação
de substrato de energia ATP. De grande importância é a ativação da mitocôndria de Н-АТP-ase,
responsável pela conjugação de processos respiratórios e fosforilação oxidativa, resultando em
na síntese de ATP.
6 . A otimização de sistemas pró e antioxidantes é considerada como um dos principais efeitos de
terapia de ozônio sistêmica que se realiza através da sua influência nas membranas celulares e
salpicando para equilibrar os níveis de produtos de peroxidação lipídica e de sistema de defesa antioxidante.
Em resposta ao ozônio ocorre o aumento compensatório na atividade de antioxidante
enzimas - superoxidismutase (SOD), catalase e glutatioperoxidase. Devido à aeróbica restaurada
Reações metabólicas existe o acúmulo de NADH2 e NADPH2 que funcionam como
doadores de prótons para restaurar os componentes oxidados do sistema antioxidante não enzimático
(glutationa, vitamina E, ácido ascórbico , etc.). O uso de antioxidantes exogênicos com
A dose calculada preliminar é obrigatória quando são utilizadas altas concentrações de ozônio.

7. O efeito hemostático do ozônio depende da dose. Concentrações elevadas administradas para


O uso externo causa efeito de hiper coagulação evidente, enquanto a administração parenteral é baixa
as concentrações são caracterizadas pela diminuição dos níveis trombocíticos e coagulativos de
hemostasia e aumento da atividade fibrinilítica.
8. O efeito modulador imunológico do ozônio é baseado em sua interação com estruturas lipídicas de
membranas e depende da dose escolhida. As baixas concentrações de ozônio promovem a
células
acumulação de ozonidas nas membranas das células fagocíticas -monócitos e
macrófagos. Devido aos ozonidos, estas células estimulam a síntese de citoquinas de diferentes
aulas. As citocinas são péptidos biologicamente ativos, contribuem para a maior ativação de
sistema de defesa não específico
(elevação da temperatura corporal, geração de fase aguda
péptidos no fígado) e, além disso, ativam a imunidade celular e humoral. Todos
Em conjunto, facilitam o tratamento da imunodeficiência secundária.
As altas concentrações de ozônio produzem efeitos agravantes nos processos de peroxidação lipídica
na membrana celular das mesmas células fagocíticas com a acumulação de tóxicos e duros
produtos de peroxidação lipídica (malon dealdehyde e bases de Shiff), que inibem citoquinas
síntese e assim eliminar a ativação de linfócitos T-helpers, visando a regulação de

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 6/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
pacientesdecom
geração imunoglobulina
patologia auto-imune
por linfócitos B. (doença
Este efeito
reumatóide,
é usado naesclerose
gestão dedisseminada,
esclerodermia) sem administração de tratamento medicamentoso.

MÉTODOS DE EFEITO TERAPÊUTICO DE OZONO

A terapia de ozônio tópica é o método muito eficaz de aplicar o ozônio na história da medicina
prática. Deve-se notar que altas concentrações são utilizadas para desinfecção, enquanto baixa
as concentrações promovem epitelização e cura
A administração externa inclui
O uso de soluções salinas anti-sépticas ozonizadas
Aplicação de pomadas ozonizadas e óleo vegetal ozonizado
Sacos de plástico arejados de ozônio sob pressão reduzida (sacos de gás)
Balneoterapia
Os métodos parenterais incluem:
Auto-hemoterapia principal e menor com sangue ozonizado
tratamento extracorporal de plasma e linfa
Injeções subcutâneas de ozônio em pontos biologicamente ativos
Injeções intramusculares paravertebrais
Infusões intravenosas de solução fisiológica ozonizada
O método de infusão intravenosa de solução fisiológica ozonizada é a prioridade da
Nizhny Novgorod School of Ozone therapy. Foi desenvolvido e clinicamente testado no
Laboratório Central de Pesquisa da Academia Médica de Nizhny Novgorod da Sergey
P.Peretyagin e Claudia N. Kontorschikova. O método foi reconhecido como seguro e fácil de
usar.
Em 1997, o professor Sergey D. Razumovsky, químico bem conhecido, completou a investigação
de efeito de ozônio na solução fisiológica isotônica padrão.
8

Verificou-se que com o uso de ozônio não ocorrem reações químicas na solução,
nem novos compostos (tipo de derivados ativos de cloro) são acumulados.
O método entérico de mistura de oxigênio do ozônio é recomendado na patologia gastrointestinal. isto
inclui
ingestão de água destilada ozonizada per os;
irrigação intestinal com água destilada ozonizada
Insuflações rectais com misturas de oxigênio do ozônio
Em inúmeros estudos experimentais in vitro e in vivo, definimos o tacômetro ótimo
taxa de ozônio gaseoso no sangue, onde o poderoso efeito oxidativo do ozônio é reduzido ao seu mínimo,
enquanto seus efeitos metabólicos são significativos. (5 a 40mcg de ozônio por 1 litro de sangue). o
a dosagem sugerida não excede o potencial antioxidante resumo do corpo e seu uso
não causa nenhuma reação negativa (patente № 2020945 de 1986. Autores: Claudia N.
Kontorschikova, Sergey P. Peretyagin, Gennady A. Boyarinov)

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 7/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

QUESTÕES GERAIS

FORMAS E MÉTODOS PARA UTILIZAR MATERIAIS OZONADOS


A terapia com ozônio é utilizada na forma de administração parenteral e enteral de ozônio / oxigênio
misturas, aeração em volumes fechados (bolsas de gás) e aplicações com materiais ozonizados.
Os ensaios clínicos relataram muito poucos casos de efeitos colaterais ou complicações quando os
foram feitos corretamente. A principal importância é a dose do ozônio administrado, que deve
procedimentos
não exceda o potencial das enzimas antioxidantes. Este requisito deve ser observado para prevenir
o excesso de formas ativas de oxigênio.
Este livro apresenta os esquemas de tratamento com as doses selecionadas para as patologias
tratado no Centro Médico do Departamento de Novas Tecnologias Médicas no
Academia Médica de Nizhny Novgorod. As doses foram escolhidas com base em experiências
e ensaios clínicos realizados na Academia e sobre os relatórios publicados disponíveis.

Água Destilada Ozonada


O barbotage de água com mistura de ozônio / oxigênio é feito em garrafas de vidro com a concentração de
5mg / l (O 3 / O 2 ), duração dependendo do volume de água a ozonizar (3 litros - 30 min.,
5 litros - 46 min., 10 litros -60 min.). A água ozonizada é amplamente utilizada em cirurgia e
Ginecologia para irrigação e lavagem. Na gastroenterologia é administrado per os como um
Água potável na esofagite, gastrite e úlceras. Na colite é usado para procedimentos de clyster. Dentro
prática estomatológica, a água ozonizada é administrada sob a forma de gargarismo (lavagem bucal)
como desinfecção da cavidade oral na paradontose, estomatite, feridas contaminadas e
supuração de canais dentários. Em otorrinolaringologia, a água ozonizada é utilizada para inalações.
Ao ser barbotizado, a água ozonizada deve ser usada dentro de 30 minutos.

Óleo de vegetais ozonizados


As propriedades desinfetantes do ozônio são bem reveladas no uso de óleo vegetal ozonizado. Ozonado
Verificou-se que o óleo tinha atividade anti-séptica várias centenas mais altas em comparação com o ozônio
salina. É utilizado para administração oral e sob a forma de aplicações ozonizadas.
Para a ozonização utilizamos óleo vegetal refinado (girassol, azeitona, milho, etc.). O barbotagem é
feito com diferentes concentrações e duração:
- Para administração oral, 100 ml de óleo são ozonizados por 10 min com concentração de ozônio
de 20 mg / l (O 3 / O 2 ), 5 min de concentração de ozone 40mg / l (O 3 / O 2 ).
- Para uso externo, 100 ml de óleo são ozonizados por 15 min com concentração de ozônio de
20 mg / l (O 3 / O 2 ), concentração de 30 min -ozona 10mg / l (O 3 / O 2 ).
- Para administração externa em micose 100ml de óleo é ozonizado por 15 minutos com ozônio
concentração de 24 mg / l (O 3 / O 2 ), concentração de 8 min -ozona 50mg / l (O 3 / O 2 ).
O óleo ozonizado deve ser mantido em uma garrafa de vidro escuro. De acordo com os dados mais
suas propriedades
recentes, durante 4 meses, quando mantida em temperatura ambiente, quando mantida na geladeira
pode preservar

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 8/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
usadoser
pode por 2 anos.
Quando administrado para uso oral, deve ser iniciado com uma colher de chá de 20-30 minutos antes
refeições 2-4 vezes por dia, aumentando gradualmente a dose para uma colher de sopa de 2-4 vezes ao dia.

10

Solução salina ozonizada para infusões intravenosas


A solução salina ozonizada é administrada para resolver diferentes tarefas clínicas usando diferentes
concentrações variando de 400 a 100000mcg / l de misturas de ozônio / oxigênio na saída de
gerador de ozônio.
Para alcançar o efeito metabólico estimulante geral, utilizamos o método de saturação simultânea
e infusão intravenosa de solução salina fisiológica. A concentração de ozônio é calculada por
40mcg por kg de peso corporal, por exemplo, o peso do paciente é de 80 kg, portanto a concentração de
40x80
ozônio=é 3200mcg na saída do gerador de ozônio.
A saturação fisiológica da solução salina pode ser obtida da seguinte maneira. Ozônio / mistura de oxigênio
épassou através de um balão de 200 ml durante 10 minutos e depois a solução salina é infundida por via
cai por 15 a 30 minutos.
intravenosa

Introdução de Mistura de Ozônio / Oxigênio em Fase Gaseosa


Este método proporciona efeito analgésico, anti-inflamatório e estimulante.
As injeções subcutâneas e intracutâneas são feitas em pontos dolorosos e de acupuntura,
1 ml por cada; Para microinjecções de lesões focais, usamos 5-10ml com concentração de ozônio -
10mg / l. Em microinjeções peri-articulares usamos 1-3 ml com a concentração -10-15mg / l
As injeções intramusculares são feitas com 10-20 ml, sendo a concentração de 10-15 mg / l.
As injeções intra-articulares são feitas com a concentração - 15 mg / l e o volume de
- 1-1,5ml para juntas menores
- 5-7ml para juntas do meio
- 20ml para juntas principais

Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio.


Os procedimentos são feitos com a seringa Janet ou com a ajuda de um tubo especial de poli-clor-vinil
com um paciente deitado no lado esquerdo com os joelhos dobrados. Enema de purga deve ser feito duas
antes do procedimento. Insuflações rectais são feitas com a concentração de ozônio em ozônio / oxigênio
horas
mistura de 10-60mg / l, o volume varia de 150ml a 1000ml, dependendo da patologia,
seu curso e seu palco. Para os recém-nascidos, o volume é de 20-50ml, para crianças -50-100ml (H.
Dorstewitz, 1990).
As insuflações intestinais podem ser administradas, em primeiro lugar, como antiinflamatório e desinfetante
remédio para restaurar a flora bacteriana desbalanceada por microorganismos patogênicos. Em segundo
pode ser administrado como uma alternativa à auto-hemoterapia principal, porque o ozônio / oxigênio
lugar,
A mistura ao ser absorvida instantaneamente produz efeito metabólico geral. Este procedimento pode ser
voltado para aqueles casos em que as injeções intravenosas são difíceis de manusear
A dose terapêutica usual para produzir efeito metabólico é de 75mcg por 1kg de peso do paciente,
Por exemplo, para um paciente com 80kg, a dose de ozônio é de 75 x 80 = 6000mcg. O curso de tratamento
deve ser iniciado com uma meia dose e um volume mínimo de mistura de ozônio / oxigênio (150-200ml)
que é gradualmente aumentado para o requerido.

Insuflações vaginais com misturas de ozônio / oxigênio


Insuflaturas vaginais são feitas com a concentração de ozônio0f 2-2,5 mg / l em ozônio / oxigênio
misturas com a taxa de gás - 0, 5-1l / min por 5-10 minutos. Os procedimentos são feitos com

11

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 9/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

bicos especiais colocados no espéculo vaginal. A sucção de vácuo é obrigatória para evitar o ozônio
efeito de inalação no paciente e no médico. (Гречканев Г.О. с соавт. 2000).

Auto-hemoterapia menor com misturas de ozônio / oxigênio


O MAHT é usado para produzir um efeito estimulante em condições com imunodeficiência. o
O procedimento é simples e fácil de executar. Sangue venoso (5-10 ml) ao ser tomado em um 20ml
seringa com 10-15 ml de mistura de ozônio / oxigênio, concentração de ozônio
-10-40mg / l, e
cuidadosamente misturado, é injetado intramuscularmente.

Auto-hemoterapia principal com misturas de ozônio / oxigênio


Para Autohemoterapia principal, usamos um frasco ou uma bolsa de plástico especial com anticoagulante e
com 50-150 ml de sangue venoso retirado do paciente. O sangue ao ser misturado com
encheu
Mistura de ozônio / oxigênio, concentração de ozônio não deve exceder 40mg / l (de acordo com V.Bocci,
maiores concentrações de ozônio podem levar à hemólise) é devolvida ao paciente via intravenosa
injeção.
De acordo com as instruções de S.Rilling e R.Vieban (1987), o ozônio nas doses de 6-10 mg
produz efeito imunossurpresivo e deve ser administrado em casos de atividade
reumatismo e artrite reumática. Nas doenças ateroscleróticas do sistema cardio-vascular, em
cirurgia contaminada e em doenças crônicas que requerem tratamento estimulante imune 4
A dose recomendada de ozônio é de 1-3 mg, em casos raros de 4 mg (RDRentschke, 1986).
As doses de ozônio de 8-9 mg são administradas em estágio agudo de hepatite infecciosa, que são
reduzido gradualmente para 2,0-0,8 mg com remessa da exacerbação (H.Wolf, 1986). O mesmo
as doses são usadas na infecção herpética.

Bolsa de plástico a gás com ozônio


O método provou ser altamente eficiente no tratamento de úlceras tróficas, purulentas
feridas lentas, feridas na cama, cicartices dolorosos, queimaduras e defeitos causados por sequestrações de
tumores superficiais e subcutâneos irradiados
Antes do procedimento, a perna afetada é amortecida com água ou solução salina e, em seguida, uma bolsa
colocada e hermeticamente
de plástico é fechada. O saco é cheio com mistura de gás até a pressão excessiva
é atingido. Em seguida, um destrutor está ligado. A aeração é feita por 15 a 20 minutos.
Em pacientes com doenças vasculares quando a superfície da pele não está afetada, a concentração de
6-8ml
ozônio/ él de mistura de ozônio / oxigênio.
Nos casos de úlceras tróficas ou feridas purulentas, a área afetada deve ser coberta com uma
molho imerso em solução salina ou água destilada. A concentração inicial de ozônio é de 5-6 mg / l até
a úlcera torna-se detersiva. No estágio das granulações, a concentração é diminuída para 1-
1,2mg / l.

CONTRA-INDICAÇÕES PARA TERAPIA DE OZONO

1. Todos os casos com insuficiência de coagulação no sangue


2. Órgãos sangrantes
3. Trombocitopenia
4. Alergia ao ozônio

12

5. Curso hemorrágico ou apoplectico


6. Intolerância ao ozônio

Nota. O ozônio em baixas concentrações é conhecido por produzir um efeito de hipo-coagulação moderado,
então todas as drogas diminuem a coagulação sanguínea
(anticoagulantes, aspirina, etc.) devem ser
interrompido durante o curso da terapia com ozônio. Nas mulheres, o curso de tratamento deve ser
dividido por períodos menstruais.

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 10/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

13

TERAPIA DE OZONO EM DIFERENTES PATHOLOGIAS

TERAPIA DE OZONATO NA CIRURGIA


A cirurgia contaminada foi uma das primeiras a reconhecer a terapia com ozônio e está contaminada
cirurgia onde tem sido amplamente utilizada.

Peritonite Geral
Peritonite difusa
No tratamento da peritonite geral, incluindo os casos complicados por "intestinal
insuficiência ", o ozônio tem sido usado por suas poderosas propriedades bactericidas em termos aeróbicos
e microrganismos anaeróbicos. Verificou-se que era eficaz na redução da peroxidação lipídica
(LP) e do sistema de defesa antioxidante (AOS), em reparação e sistema imunológico
estimulação, no controle de intoxicação.
O ozônio medicinal exibe suas melhores capacidades terapêuticas quando usado em combinação com
tratamento convencional e incluído em uma gestão complexa de um paciente
Rotas
Terapia com ozônio durante a operação
Saneamento intra-operacional da cavidade abdominal com solução salina fisiológica ozonizada
Terapia com ozônio no pós-operatório
Lavagem peritoneal com solução salina fisiológica ozonizada ou laparostomia programada
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 11/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

Infusões intravenosas de soro fisiológico ozonizado


Auto-hemoterapia principal
Gestão
Terapia com ozônio durante a operação
Saneamento intra-operacional da cavidade abdominal com soro fisiológico ozonizado (volume não
menos de 5-7 litros, concentração de ozônio4-5mg / l) deve ser feito por 20 minutos ao ter
eliminou a fonte de peritonite e descompressão do intestino delgado. A laparotomia deve ser
completo com drenagem da cavidade abdominal e ajuste de tubos de silicone para lavagem
seguir.
Terapia com ozônio no pós-operatório
No pós-operatório, são recomendados procedimentos de lavagem da cavidade abdominal. O primeiro
O procedimento é feito 4-6 horas após a operação por 25-30 minutos com o uso de ozônio
solução salina através dos tubos ajustados na parte superior da cavidade abdominal. O soro salino
O ozonado contínuo é introduzido através de gotejamento de infusão intravenosa. O procedimento é
duas vezes - 4-6 e 8-12 horas depois. Na média de lavagem pós-operatória é feito dentro da
repetido
período de 72 horas após a operação.
A laparotomia programada provou ser um método efetivo no tratamento da peritonite. Em
tendo a intervenção cirúrgica realizada, a origem da peritonite eliminada, o saneamento
da cavidade abdominal e do intestino delgado sendo descomprimidos (tubo naso-intestinal),
a cavidade abdominal não deve ser completamente fechada com as bordas juntas ao longo da

14

Celofane drapeja cobrindo os intestinos. Durante o primeiro 24 horas após a operação


a lavagem peritoneal é feita a cada 8 horas com solução salina ozonizada, sendo a concentração de ozônio
6mg / l, o volume - não inferior a 5litros. A lavagem é feita até as águas de descarga se tornarem
5-
limpar \ limpo. Antes do apoio da parede abdominal, a cavidade abdominal é preenchida com 0,5l de
solução salina ozonizada. A drenagem é feita através da pélvis pequena. No segundo dia pós-operatório, o
O procedimento é feito a cada 12 horas. No terceiro dia, o procedimento é feito apenas uma vez seguido
por laparorhaphy.
As infusões intravenosas são feitas com 200 ml de solução salina ozonizada uma vez por dia durante os
dias
dois pós-operatórios,
primeiros e depois a cada dois dias. A auto-hemoterapia principal é feita dentro do
primeiro
12 horas após a operação e depois a cada segundo dia. O curso consiste em 2-3
procedimentos.
Esse curso de esquemas complexos de tratamento resultou no controle anterior da endotoxicose
eventos, normalização de parâmetros bioquímicos e imunológicos e menos casos de início
complicações pós-operatórias (de 33% para 14%) com 15% de diminuição no resultado letal
(Векслер Н.Ю. с соавт. 2000, Семенов С.В. с соавт., 2000, Снигоренко с соавт. 2000)
Aviso: nunca use mistura de ozônio / oxigênio em forma gasosa para tratar a cavidade abdominal, pois
pode levar ao desenvolvimento de adesões peritoneais
O uso de ozônio não exclui todo o complexo de procedimentos médicos para corrigir
distúrbios da homeostase.

Peritonite localizada

Rotas
- Saneamento intra-operacional da cavidade do abscesso com solução salina fisiológica ozonizada
- Infusões intravenosas de solução salina ozonizada
- Autohemoterapia menor
- Auto-hemoterapia principal
Gestão
O saneamento intra-operacional da cavidade abdominal é feito com 0,5-0,8liter de solução salina
A lavagem é feita apenas na área de processo inflamatório, seguida de uma cuidadosa sucção de
ozonizada.
águas de descarga. O tubo de drenagem biluminal é levado ao foco peritonístico e retirado
através de uma micro incisão especial. A laparorrafia é feita até a aponeurose com retensão
suturas sobre a pele. Durante o primeiro dia pós-operatório, o procedimento de lavagem é feito 3 vezes
com 30-50 ml de solução salina ozonizada, concentração de ozônio - 5-6 mg / l. Após um período de 15 a
minutos, os restos da solução salina são sugados com uma seringa ou removidos pela
20

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 12/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
caminho natural.
Infusões intravenosas de 200ml de solução salina ozonizada são feitas um procedimento para os dois
dias e depois a cada dois dias. O curso consiste em procedimentos 4-5. Dois procedimentos de
primeiros
auto-hemoterapia menor é feita a cada segundo dia e auto-hemoterapia principal - 1-2
procedimentos por semana. Nos casos em que a peritonite está progredindo, a reaparotomia é realizada,
seguido de saneamento e uma das técnicas recomendadas de intra-operação e pós-
operação de saneamento abdominal

15

Feridas contaminadas de tecidos macios


Resultados óptimos podem ser alcançados em um tratamento complexo de feridas contaminadas quando
juntamente com auto-hemoterapia principal ou infusões intravenosas de solução salina ozonizada e menor
auto-hemoterapia, a ferida é ozonizada com tampão úmido e, em seguida, o membro é colocado em um
saco de plástico (Родоман Г.В. с соавт., 2000).
Rotas
- Auto-hemoterapia principal
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada (ou insuficiências rectais com ozônio / oxigênio
misturas gasosas)
- Autohemoterapia menor
- Aroação de feridas com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de plástico com alta ou baixa
pressão
- Tratamento de feridas com um fluxo de ozônio / mistura de oxigênio sob a esfera
- Estimulação de pontos ativos biológicos em feridas de extremidades baixas
- Toalhas esterilizadas com óleo ozonizado
Gestão
No decurso do tratamento, a fase do processo da ferida deve ser levada em consideração. o
o tratamento deve ser complexo e incluir todas as formas de terapia com ozônio.
Aterjamento ferido com mistura de ozônio / oxigênio
O procedimento começa com limpeza mecânica (poupadora) de detritos, depois uma cortina
embebido em solução salina ozonada ou água destilada é colocado na ferida. A aeração é realizada
seja em uma bolsa de plástico ou sob uma esfera por 20 a 30 minutos, a concentração de ozônio é de 5-6 mg
/Al.aeração ferida deve ser feita 2-3 vezes por dia até que a ferida seja limpa de Pyonecrotic
descarga. No desenvolvimento de tecido de granulação e epitelização, os procedimentos são feitos
a cada segundo dia com concentração de ozônio de 2-2,5mg / l. Quando a epitelização marginal
aparece , a concentração diminui para 0,8-1,2mg / l
Auto-hemoterapia principal
O curso consiste em 5-6 procedimentos. Os primeiros 3 procedimentos são realizados a cada dois dias, o
resto - a cada três dias.
Infusões intravenosas ou insuficiências rectais com solução salina ozonizada
Os procedimentos podem ser feitos como uma alternativa à auto-hemoterapia principal. O curso consiste
de 8 a 10 procedimentos, os três primeiros devem ser feitos diariamente, o resto - a cada segundo dia.
Auto-hemoterapia menor
O curso consiste em 3-5 procedimentos feitos a cada dois dias em combinação com intravenosa
infusões ou insuficiências rectais com solução salina ozonizada.
Vestuário com óleo ozonizado
Os curativos devem ser aplicados logo que ocorra a epitelização da ferida.
Estimulação de Pontos Biológicos Ativos

16

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 13/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

Os procedimentos são recomendados quando as feridas estão nos membros inferiores fazendo subcutânea
Injeções de misturas de ozônio / oxigênio, volume-0,5-1,0ml., concentração de ozônio -10mg / l. o
Os pontos de canela são - BL-40, BL-57; Os pontos do pé são: Liv-1, St-45, GB-44.

Osteomielite De Ossos Tubulares Longos


A terapia com ozônio mostrou-se eficaz no tratamento de osteomielite e artrite purulenta
(Зайцев А.Б. 1998, 2000)
Rotas
- Solução salina ozonizada para absorver os curativos (curações ozonizadas).
- Aeração com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de plástico
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Auto-hemoterapia menor
- Auto-hemoterapia principal
- Infusões intra-ósseas com solução salina ozonizada
Gestão
O tratamento inclui todas as rotas de terapia de ozônio alistadas acima.
Em relação ao estágio do processo purulento, os pensos ozonizados devem ser alterados uma vez ou
duas vezes por dia. As bolsas de plástico devem ser colocadas por 20-30 minutos, concentração de ozônio-
6mg / l. Os procedimentos são feitos até que as fístulas estejam fechadas e a piorréia desapareça.
5-
As infusões intravenosas com solução salina ozonizada devem ser realizadas diariamente nos primeiros três
então
dias e - a cada segundo dia (até 10-12 procedimentos)
Autohemoterapia menor deve ser feita a cada segundo dia (até 4-5 procedimentos).
As injeções intra-óseas de solução salina ozonizada devem ser realizadas diariamente nos primeiros três
então
dias e - a cada segundo dia (até 10-15 procedimentos).
Infusões intravenosas com soro fisiológico ozonizado e auto-hemoterapia menores podem ser substituídas
6-8
por procedimentos de auto-hemoterapia principais realizados a cada dois dias.

Arthroempyesis
Rotas
- Lavagem de punção de abarritose com solução salina ozonizada.
- Abarrose destruindo a drenagem com solução salina ozonizada.
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Autohemoterapia menor
- Injeções intra e peri-articulares de misturas de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
Gestão
Arthrocentesis é feito com a evacuação de materiais purulentos e abartose lavando com
a solução salina ozonizada é feita até as águas de lavagem se tornarem limpas.

17

Nos casos em que a lavagem por punção parece ser ineficaz, é necessário preparar a
sistema de drenagem de lavagem para lavar a cavidade articular. Para fazê-lo, as micro incisões devem ser
ao longo da superfície articular lateral e as micro-drenagens são colocadas na cavidade articular e
feitas
ancorado à pele. Uma das drenagens é usada para a instilação contínua de ozônio
salina. A ozonização salina é feita por um barbotage sem parar, com concentração de ozônio no
soro salino é 4-5mg / l.
A drenagem de perfuração e drenagem de descarga devem ser feitas pelo menos por dois dias, até o início
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 14/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
da regressão inflamatória. Em seguida, o sistema de drenagem é removido, seguido de
injeções peri-articulares de misturas de ozônio / oxigênio (até 4-5 procedimentos).
Juntamente com o tratamento tópico, são feitas infusões intravenosas com solução salina ozonizada
diariamente até o regurgimento da inflamação e depois - a cada segundo dia. O curso de tratamento
consiste em 10-12 procedimentos de infusões intravenosas e 4-5processo de menor
auto-hemoterapia.
Infusões intravenosas com soro fisiológico ozonizado e auto-hemoterapia menores podem ser substituídas
6-8 procedimentos de auto-hemoterapia principais realizados a cada dois dias.
por
Nota. A anquilose artificial é obrigatória até o processo piro-inflamatório diminuir.

Úlcera Tropica. Úlceras Decubitus


As aplicações com óleo ozonizado são utilizadas com sucesso no tratamento de úlceras tróficas de
etiologia diferente (Кузнецов Н.А. с соавт. 2000, Газин И.К. 2000, Горбунов С.Н. 2000).
Rotas
- Infusões intravenosas com insalução ozonada ou insuficiências rectais com ozônio / oxigênio
mistura
- Auto-hemoterapia menor
- Auto-hemoterapia principal
- Aeração com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de plástico sob pressão de gás alta ou
- baixa
Tratamento da úlcera com o fluxo de mistura de ozônio / oxigênio-gás sob a esfera
- Estimulação de pontos biologicamente ativos, quando a ferida está localizada na parte inferior
extremidade.
- As microinjeções com mistura de ozônio / oxigênio ao longo da úlcera terminam
Gestão
O curso de tratamento deve incluir todos os tipos de procedimentos de rota alistados. O obrigatório
A condição é limpar completamente a superfície da úlcera da incrustação.
Aeration de Úlcera com Mistura de Ozônio / Oxigênio
O procedimento deve ser feito diariamente em uma bolsa de plástico ou sob a esfera por 20 minutos com
concentração de ozônio de 6-7mg / l até que a úlcera seja eliminada do revestimento purulento. Com o
desenvolvimento de tecido de granulação e epitelização, os procedimentos são feitos a cada segundo
dia com concentração de ozônio de 2-2,5mg / l, com desenvolvimento de epitélio marginal o
a concentração é diminuída para 0,8-1,2mg / l.
A pele da superfície tratada deve estar úmida. É por isso que deve ser coberto de molhado
guardanapo ou limpa com um pano úmido. A superfície da úlcera deve ser preenchida com gaze
embebido com solução salina ozonizada.

18

Vestuário com óleo ozonizado


Os curativos devem ser aplicados com o início da epithelização da úlcera
Infusões intravenosas com solução salina ozonizada, auto-hemoterapia menor, auto-hemoterapia principal
- Juntamente com o tratamento tópico, as infusões intravenosas são feitas diariamente até a redução da
processo inflamatório e, em seguida, cada segundo dia até 12-15 procedimentos. Menor
auto-hemoterapia é feito até 6-8 procedimentos. Infusões intravenosas e menores
auto-hemoterapia os procedimentos podem ser substituídos10-12
por procedimentos de grande
auto-hemoterapia, os quatro primeiros procedimentos devem ser feitos a cada segundo dia, o resto - dois
vezes por semana.
Microinjeções com mistura de ozônio / oxigênio
As microinjecções são feitas diariamente até a destruição da úlcera.
Estimulação de pontos ativos biológicos
Os procedimentos são feitos quando as úlceras são localizadas nos membros inferiores por injeções
de misturas de ozônio / oxigênio com volume de 0,5-1,0 ml e concentração de ozônio -10mg / l. o
subcutâneas
Os pontos de canela são - BL-40, BL-57; Os pontos do pé são: Liv-1, St-45, GB-44.

Osteoartrose
As injeções intra-articulares de misturas de ozônio / oxigênio provaram ser muito eficientes no tratamento
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 15/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
de osteoartrose.
Rotas
- Injeções intra-articulares (intrasinoviais) de misturas de ozônio / oxigênio
- Injeções peri-articulares de misturas de ozônio / oxigênio
- Infusões intravenosas com insalução ozonada ou insuficiências rectais com ozônio / oxigênio
mistura
- Autohemoterapia menor
Gestão
- O curso de tratamento deve combinar todas as rotas acima listadas Intra-articular
As injeções de misturas de ozônio / oxigênio devem ser feitas a cada dois dias e alternadas com
Infusões intravenosas com solução salina ozonizada (ou insuficiências rectais com ozônio / oxigênio
mistura) e injeções peri-articulares. Autohemoterapia menor deve ser feita uma vez que
semana. Os estágios iniciais da osteoartrosis requerem um curso de tratamento de 2-3 semanas,
tarde - 4 ou
enquanto o 5 semanas.

Aterosclerose Obliterans De Vasos Periféricos


Ao instituir o curso da terapia com ozônio, consideramos os estágios da doença arterial crônica
insuficiência (CAI), que são utilizados para tratamento diferencial e check-up médico regular
(В.Ф. Болгов с соавт., 2000):
Estágios da isoemia de fase 1 e 2a de CAI-1;
Estádios CAI-2 fase 2b e 3a da isquemia;
Etapa CAI-3 - 3b e 4 estágios de isquemia.
Rotas

19

- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada


- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
- Estimulação de pontos ativos biológicos nas extremidades inferiores com ozônio / oxigênio
injeções
- Aeração com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de plástico sob pressão excessiva do gás

Gestão
A gestão depende do estágio da insuficiência arterial crônica.
Pacientes com a fase de CAI-1 passam por 10 procedimentos de infusões intravenosas com
insolação ozonada ou insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio feito a cada segundo dia e
2-3 pequenos procedimentos de auto-hemoterapia realizados a cada terceiro dia. Este esquema pode ser
por 6-8 principais procedimentos de auto-hemoterapia. Esses pacientes também são administrados 2
substituído
de estimulação de pontos ativos biológicos
procedimentos
Pacientes com a fase CAI-2 passam por 10 procedimentos de infusões intravenosas com
insolação ozonada ou insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio feito a cada segundo dia e
3-4 pequenos procedimentos de auto-hemoterapia realizados a cada dois dias. Este esquema pode ser
substituído por 6-8 principais procedimentos de auto-hemoterapia. Os pacientes recebem 4-5 procedimentos
para estimular os pontos ativos biológicos a cada dois dias. O tratamento é
complementado com aeração com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de plástico sob excesso de
pressão. Cada procedimento (10 para o curso) dura 20 minutos, sendo a concentração de ozônio
gás
5-6mg / l, e é feito a cada dois dias.
Pacientes com a fase CAI-3 passam por 10 a 12 procedimentos de infusões intravenosas
com insalução ozonada ou insuficiências rectais com ozônio / mistura de oxigênio feito a cada segundo
dia, 4 a 5 pequenos procedimentos de auto-hemoterapia realizados a cada terceiro dia. Este esquema pode
substituído por 8 -10 principais auto-hemoterapia procedimentos. A estimulação de biológicos
ser
Os pontos ativos incluem 4 a 5 procedimentos. Aeração com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de
sob pressão de gás excessiva é obrigatório. Os procedimentos são administrados a cada dois dias
plástico
para pacientes sem alterações cutâneas tróficas no pé e na canela. Os procedimentos diários são

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 16/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
administrado em
concentração casos com
de ozônio alterações
de 5-6 tróficas.-O20número
mg / l; duração dos procedimentos - de 10 a 20,
a 30 minutos
Os resultados recebidos em 147 pacientes que foram submetidos ao tratamento em nossa clínica são
apresentado na tabela a seguir (Болгов В.Ф. с соавт., 2000).

Resultados da terapia com ozônio em pacientes com aterosclerose obliterante em menor


Extremidades
O estágio de Crônica Número de Resultados
Insuficiência Arterial pacientes Positivo Satisfatório Inaceitável
Estágio CAI-1 6 6 - -
Etapa CAI-2 109 106 2 1
Etapa CAI-3 32 30 2 -
Resultados do Tratamento
96% 3% 1%
(%)

20

TERAPIA DE OZONO NAS DOENÇAS INTERNAS


Aterosclerose e doença cardíaca isquêmica (IHD)
O ozônio foi encontrado para produzir efeito hipolipidêmico. De acordo com diferentes autores
(Камышева Е.П. с соавт., 1998, Густов А.В. с соавт., 1999, Быков с соавт., 2000), depois
O curso de pacientes com ozonoterapia com aterosclerose apresentou diminuição evidente nos níveis de
colesterol total (6,4-18,4%), de lipoproteínas de baixa densidade (7 - 28,7%), de triglicerídeos (10,5
- 17,2%) e aumento das lipoproteínas de níveis de alta densidade (3,7 - 6,8%).
O desenvolvimento da aterosclerose é conhecido por ser causado não só pela hipercolesterolemia
mas também por distúrbios na regulação dos processos de radicais livres. Lipoproteínas de baixa densidade
sofrem o processo de modificação oxidativa no fígado e tornam-se mais aterogênicos. Em
sendo segregado no sangue, eles começam intensamente a se acumular, devido a macrófagos, na
células endoteliais na área danificada e depois se transformam em células de espuma, o que faz com que
a base da placa aterosclerótica.
A terapia com ozônio ao usar pequenas doses de ozônio aumenta os processos LP e, o que é mais
importante, ativa o sistema de defesa antioxidante, eliminando assim a toxicidade das lipoproteínas,
diminuindo a capacidade de penetrar na parede do vaso, tornando-o mais resistente. Assim, o ozônio
A terapia pode ser considerada como um método antisclerótico de tratamento.
A terapia com ozônio mostrou-se eficaz em todos os pacientes com(stenocardia,
IHD cardiosclerose,
arritmias) em vários estágios da doença, desde formas leves até severas). Sua eficiência
foi encontrado mais pronunciado em formas graves, pois ajuda a controlar a hipoxia nos tecidos
que se desenvolve com o avanço da insuficiência cardíaca. Em tecidos com sangue insuficiente
A circulação da absorção de oxigênio por células é feita em volume muito maior sob influência do ozônio,
Este efeito não pode ser alcançado com a ajuda de ordens de medicação. Esta afirmação parece ser
extremamente importante para isso explica o efeito positivo do método.
Rotas
- Infusões intravenosas com 200ml de solução salina ozonizada com concentração de ozônio de
20 μg / kg de peso do paciente (concentração de ozônio na saída do gerador)
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio, dose de ozônio sendo75 μg / kg de
peso do paciente
- Auto-hemoterapia principal, dose de ozônio de 1-3 mg.
Gestão
No curso do tratamento, usamos uma dessas rotas. A gestão é feita de acordo com
a condição do paciente, que é avaliada com base nas classes funcionais aceitas
(FC):
- 6-8 procedimentos para pacientes com FC-I;
- 8-10 procedimentos para pacientes FC-II;
- 8-10 procedimentos para pacientes FC-III e FC-IV.

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 17/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

21

Os dois primeiros procedimentos de infusões intravenosas ou insuflações rectais devem ser feitos a cada
Dia, o resto - a cada dois dias. Os procedimentos (6-8) da auto-hemoterapia principais devem ser
feito duas vezes por semana.
Nota. Nos casos em que os pacientes estão em tratamento convencional e começam a terapia com ozônio,
As preparações coronaroactivas não são descontinuadas imediatamente. A dose é gradualmente
diminuiu com a melhoria da condição do paciente.
A tabela a seguir apresenta os resultados que recebemos ao usar a terapia com ozônio para 142
pacientes com FC diferente de IHD.

Os resultados da terapia com ozônio em 142 pacientes com IHD


Gravidade do Número de Resultados do Tratamento
Doença Pacientes Positivo satisfatório inaceitável
Eu 3 3 - -
II 82 74 6 2
III 50 45 4 1
IV 7 7 - -
Resultados de
91% 7% 2%
Tratamento (%)

A melhora na condição de pacientes com stenocardia foi definida pelo menor


episódios de acidentes cardíacos e ingestão de nitroglicerina. Os ataques de angina foram completamente
regulado em 50% dos pacientes; Em 41% dos pacientes, o número de ataques diminuiu duas vezes.

Doença hipertensiva
A terapia com ozônio é um método patogênico para o tratamento da hipertensão. Corrige a diminuição
energia das células, o principal componente da patogênese. Nenhuma outra hipotensão disponível
Os preparativos são conhecidos por ter tais propriedades. Na gestão da doença hipertensiva
A terapia com ozônio pode ser usada como monoterapia e em combinação com outros medicamentos.
aComo
monoterapia
um é eficiente em pacientes no estágio inicial da doença, em leve, lábil
hipertensão. Resultados positivos foram recebidos em 70% dos pacientes.
Pacientes com hipertensão estável combinam terapia de ozônio com hipotensiva
preparativos. De acordo com nossas descobertas, preparações hipotensas convencionais podem ser
administrado em doses mais baixas quando combinado com a terapia com ozônio. Em tratamento
manifestações clínicas de doença hipertensiva, como dores de cabeça, tonturas, dores cardíacas -
combinado
Ou desapareceu dentro de um período de tempo mais curto ou diminuído.
Rotas
- Infusões intravenosas com 200ml de solução salina ozonizada com concentração de ozônio de
20 μg / kg de peso do paciente (concentração de ozônio na saída do gerador)
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio, dose de ozônio sendo75 μg / kg de
peso do paciente
- Auto-hemoterapia principal, dose de ozônio de 1-3 mg.
Gestão
No curso do tratamento usamos uma dessas rotas. O tratamento com intravenosa
infusões ou insuflações retais começam com 2-3 procedimentos diários, os demais 3-4 procedimentos são
feito a cada dois dias. Com a diminuição da pressão arterial, o número de procedimentos é
22

diminuiu para dois procedimentos por semana e, em seguida, um procedimento por semana. O número total
Os procedimentos são 8-10. A auto-hemoterapia principal é realizada duas vezes por semana com um
de
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 18/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
número total deaté 6-8.
procedimentos
Diabetes Mellitus
A terapia com ozônio parece ser um método eficaz para o tratamento com DM. A razão está em ozônio
mecanismos quando ele pode executar uma série de processos, que proporcionam seu efeito positivo.
Primeiro, o ozônio melhora a penetração das membranas celulares para a glicose. É alcançado por
estimulando a via de pentose-fosfato e a glicólise aeróbica que, no caso da DM, são
inibido. Ele promove a diminuição da hiperglicemia devido ao melhor transporte de glicose nos tecidos.
Observamos um grupo de 70 pacientes com dependentes de insulina e dependentes de insulina.
diabetes. Após o curso da terapia com ozônio, o nível médio de hiperglicemia teve 26%
diminuir.
O ozônio ativa o metabolismo da glicose que resulta em aumento de conteúdo do 2,3
difosfoglicerato em eritrócitos que proporciona um melhor suprimento de oxigênio nos tecidos.
Pacientes com diabetes mellitus têm a chamada hemoglobina glicosilada formando muito
fortes ligações com oxigênio, assim, induzindo hipoxia e determinando a gravidade da
doença. É por isso que o controle da hipóxia com a ajuda da terapia com ozônio é da importância
no curso do tratamento.
fundamental
Após o curso da terapia com ozônio, os pacientes apresentaram diminuição significativa nos níveis de urina,
colesterol e fibrinogênio.
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
- Microinjeções subcutâneas com mistura de ozônio / oxigênio
- Estimulação de pontos ativos biológicos com injeções de ozônio / oxigênio
Gestão
O tratamento básico inclui infusões intravenosas de soro fisiológico ozonizado ou insuflações rectais
com misturas de ozônio / oxigênio que são feitas a cada segundo dia (8-10 procedimentos). Estes
Os procedimentos podem ser substituídos por auto-hemoterapia principal que é feita duas vezes ao dia até
8 procedimentos para o curso do tratamento. Outros procedimentos são administrados de acordo com o
6-
tipo de diabetes mellitus e presença de complicações.
Em DM, Tipo 2, o curso de tratamento também inclui estimulação de pontos ativos biológicos com
injeções de ozônio / oxigênio usando os esquemas convencionais.
Em sinais de imunodeficiência secundária (doenças inflamatórias pustulares), além da
curso básico de tratamento microinjecções subcutâneas com ozônio / mistura de oxigênio são feitas
na área de focos purulentos. Autohemoterapia menor é feita a cada segundo dia até 6-8.
procedimentos para o curso.
Nota. Devido ao fato de que o ozônio tem efeito hipoglicêmico, a dose de glicose diminui
os preparativos devem ser corrigidos e o nível de glicose no sangue deve estar sob controle constante
durante o curso do tratamento.
23

O efeito positivo foi recebido em 92% dos casos dependentes de insulina e 89% de pacientes que não
casos dependentes. Foi expresso em diminuição da hiperglicemia, redução da sede,
insulino-
desaparecimento de poliúria, prurido, fraqueza etc. (Масленников О.В. с соавт., 2001).
Um dos principais sinais para o tratamento bem sucedido da diabetes mellitus é a realização de
compensação da condição do paciente. Após o curso da terapia com ozônio, o número de
os pacientes com compensação aumentaram (4 vezes) e os pacientes descompensados diminuíram (por 5
vezes).
Os pacientes que se submeteram ao curso da terapia com ozônio poderiam tomar uma dose reduzida de 20-
Preparações
25% de para redução de glicose no período de 3-6 meses.
A terapia com ozônio mostrou-se eficaz no tratamento de formas complicadas de diabetes
mellitus. Em pacientes com síndrome do pé diabético, a terapia com ozônio, combinada com tópico
tratamento de foco necrótico purulento e com efeito metabólico total, permitido reduzir a metade
o período de degradação da ferida da massa piro-necrótica e o desenvolvimento de regenerações
processos, para diminuir o número de amputações de membros e de resultados fatais, diminuir
invalidismo(Мошуров И.П., Глянцев В.П., 1998, Беляев А.Н. с соавт. 2000, Газин
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 19/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
И.К., 2000).
Observações clínicas no decurso da tuberculose pulmonar em pacientes com diabetes mellitus, que
estavam em terapia de ozônio, apresentaram terapia com ozônio para produzir efeitos de redução da glicose
influência
e para no curso do processo específico. O mais impressionante foi a eliminação de
adiaphoria para preparações antituberculose. (Белянин И.И. 1997)

Bronquite crônica. Asma brônquica


As propriedades moduladoras imunes do ozônio são de primordial importância no tratamento de doenças
bronquite. A terapia com ozônio fornece resposta imune anti-infecção à infecção viral-bacteriana
crônicas
invadindo o corpo humano. É revelado na intensificação da imunidade local e geral que é
suprimido em bronquite crônica.
Os princípios no tratamento da asma brônquica são os seguintes: ativação
do sistema imunológico e eliminação dos seguintes fatores - infecção viral e bacteriana,
broncoconstricção, reações alérgicas, hipoxia.
A eficiência da terapia com ozônio é explicada pela sua capacidade de influenciar vários aspectos da
processo patológico. Em primeiro lugar, é a sua capacidade de lidar com broncoespasmo como resultado de
efeito de dilatação no músculo liso de NO-radical que é formado nas células endoteliais
devido ao ozônio.
A capacidade do ozônio para lidar com hipoxia tecidual também é de grande importância. Pacientes com
É sabido que a asma brônquica sofre de hipoxia resultante de insuficiência pulmonar
causada por bronchospasmus. O ozônio fornece saturação de sangue com oxigênio
pulmões e entregando-os aos tecidos através dos eritrócitos, melhorando assim a reologia do sangue e
eliminando hipoxia.
O efeito de ozônio modulador imune pode ser revelado na ativação de citocinas (interferão, tumor
factor de necrose, interleucinas) por linfócitos e monócitos.
A estimulação do sistema imunológico ajuda a suprimir o processo inflamatório, diminuindo a
atividade de células efetoras e diminuição da liberação de substâncias biológicas activas
responsável por reações broncoespásticas.
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada

24

- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio


- Auto-hemoterapia principal
- Estimulação de pontos ativos biológicos com injeções de ozônio / oxigênio
- Inalações com água destilada ozonizada
Gestão
O tratamento é complexo, incluindo todas as rotas enumeradas acima. O curso começa
com 2 infusões intravenosas de insalução ozonada ou insuflações rectais feitas diariamente. Em
melhorando a condição, os próximos 5-7 procedimentos são feitos a cada segundo dia e depois uma ou
duas vezes por semana (até 7-10 procedimentos para todo o curso)
Acupuntura com mistura de ozônio / oxigênio é feita de acordo com o convencional aceito
métodos.
Inalações com água destilada ozonizada são realizadas uma ou duas vezes por dia diariamente por um
10-15
períododias.
de
A auto-hemoterapia principal é administrada nos casos em que o efeito positivo não é recebido após
7-10 dias de tratamento e é feito em vez de infusões intravenosas ou retais
insuflações. Os procedimentos são feitos a cada segundo dia até 4-8 para o curso do tratamento.
Os resultados da terapia com ozônio na bronquite crônica em nossa prática são os seguintes:
condição melhorada em 79% dos pacientes, 29% apresentando melhora significativa (completo
eliminação de sintomas como tosse, falta de ar, fraqueza, rales) e 21%
melhoria satisfatória.
A terapia com ozônio em 42 pacientes com asma brônquica seguida em nossa clínica deu o seguinte
resultados. A maioria dos pacientes (83%) teve um curso moderado da doença. Todos os pacientes
estavam em preparações broncolíticas, alguns deles tomando hormônios esteróides. Após o curso de
terapia de ozônio, a melhora válida na condição foi observada em 86% dos pacientes que apresentaram
menos episódios de asfixia e poderia reduzir a dose de preparações convencionais. Dentro
7% dos pacientes conseguimos um controle completo dos ataques asmáticos e descontinuamos a ingestão
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 20/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
de medicamentos. No resto, 7% dos casos não conseguimos melhorar em sua condição.
Pielonefrite crônica
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
Gestão
O tratamento combina auto-hemoterapia menor (Injecções de 6-8) com infusões intravenosas
de solução salina ozonada ou com insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio (8 a 10
Durante os três primeiros dias, os procedimentos devem ser feitos diariamente e, a cada segundo dia.
procedimentos).
A auto-hemoterapia principal (6-8 procedimentos) deve ser realizada duas vezes por semana e pode ser
método alternativo, substituindo os três primeiros.
usada como

25

Gastrite crônica. Digite "B"


A terapia com ozônio provou ser um remédio efetivo no tratamento da gastrite crônica. Ozônio
devido às suas propriedades produz efeito terapêutico em todos os principais mecanismos patogênicos
responsável pelo desenvolvimento da doença. Produz efeito bactericida sobre Helicobacter
Pylori (até 93,7%)
O seu efeito anti-inflamatório é conseguido devido à oxidação do ácido araquidônico, conhecido como
precursor da prostaglandina E que inicia o processo inflamatório. Para adicionar a isso, o ozônio
produz seu efeito imunomodulador, anti-agregação e analgetico (Андосов С.В. с
соавт., 2000).
Oleo ozonizado e água ozonizada produzem efeito bactericida e entregam oxigênio ativo para
tecido, encurtando os processos de cicatrização.
O ozônio foi encontrado para produzir mudanças na imunidade local, aumentando a liberação de
secreção de IgA por linfócitos e células plasmáticas, responsável pela defesa imune do
células de superfície do estômago.
Rotas
- Água ozonizada.
- Óleo ozonizado
- Auto-hemoterapia menor
- Estimulação de pontos ativos biológicos com injeções de ozônio / oxigênio
Gestão
O tratamento consiste na ingestão diária de água ozonizada (100-150 ml) 30-40 minutos antes
refeições
1-3 vezes por dia. O óleo ozonizado deve ser tomado 3 vezes ao dia 15 minutos após a
ingestão de água ozonizada, começando com 1 colher de chá, aumentando gradualmente a dose para
colher de sopa, se os pacientes tolerarem bem. A água e o óleo devem ser retirados por 2 a 3 semanas.
A auto-hemoterapia menor deve ser feita de acordo com o esquema a seguir. O primeiro 3
os procedimentos devem ser feitos diariamente, os próximos 3 - a cada dois dias, e os procedimentos
- duas vezes por semana. O curso consiste em 8-10 procedimentos.
restantes
Acupuntura com mistura de ozônio / oxigênio é feita de acordo com os métodos convencionais.
A terapia com ozônio foi instituída para
101 pacientes. Os resultados recebidos foram avaliados como
"Melhoria significativa" em 57%, "melhoria" - em 40% e satisfatória em 3% dos casos.
Os resultados clínicos foram confirmados por achados endoscópicos que revelaram queda significativa ou
desaparecimento da inflamação, sinais de hiperemia e edema mucoso.

Úlcera
O efeito do ozônio multifuncional no tratamento da úlcera péptica é revelado antes de tudo no seu anti-
ação inflamatória e anti-helicobacteriana. Isso resulta em acelerar a epitelização
processos, eliminação de infiltração na mucosa em um período mais curto, em comparação com
a terapia tradicional. V.Maximov (1998) considerando diferentes esquemas de tratamento de úlcera
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 21/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
conclui que a terapia com ozônio pode substituir antibióticos e metronidasol
preparações, proporcionando melhores resultados em relação à cura da úlcera e ao grau de HP
erradicação.

Verificou-se que a terapia com ozônio produz efeito positivo na imunidade geral e local.
26

Úlcera do estômago
Rotas
- Água ozonizada.
- Óleo ozonizado
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia menor
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Auto-hemoterapia principal
- Estimulação de pontos ativos biológicos com injeções de ozônio / oxigênio
Gestão
A água ozonizada e o óleo ozonizado devem ser tomados seguindo o esquema da gastrite crônica.
O tratamento começa com insuficiências rectais com ozônio / mistura de oxigênio feito a cada segundo
Dia até 5-6 procedimentos. A partir da segunda semana, o tratamento é complementado com
Auto-hemoterapia menor alternadamente com insuflações rectais. Durante o 3-d e o 4-th
semanas, os mesmos procedimentos são feitos a cada segundo ou terceiro dia. Nos casos em que o retal
insuflações são inaceitáveis, são substituídas por infusões intravenosas com ozônio
salina até 12-15 procedimentos realizados a cada segundo dia ou por auto-hemoterapia principal feito
duas vezes por semana com 6-8 procedimentos para o curso.
As microinjecções em pontos paravertebrais com mistura de ozônio / oxigênio devem ser feitas a cada
segundo dia no nível Th 6 - Th 9 (até 5-8 procedimentos para o curso)
A acupuntura de ozônio é feita de acordo com os métodos convencionais.

Úlcera do duodeno
Rotas
- Água ozonizada.
- Óleo ozonizado
- Auto-hemoterapia menor
- Auto-hemoterapia principal
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Estimulação de pontos ativos biológicos com injeções de ozônio / oxigênio
Gestão
A água ozonizada e o óleo ozonizado devem ser tomados seguindo o esquema da gastrite crônica.
O curso começa com pequenos procedimentos de auto-hemoterapia. Os primeiros 3 procedimentos devem
feito diariamente, então, 2 ou 3 procedimentos devem ser feitos a cada dois dias, os restantes são para
ser
ser feito duas vezes por semana. O curso inclui 8-10 procedimentos.
A partir da segunda semana, o tratamento é complementado com infusões intravenosas com
insolação ozonada ou insuficiências rectais com mistura de ozônio / oxigênio até 3-4 procedimentos que
são alternados com auto-hemoterapia menor.

27

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 22/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

Infusões intravenosas de solução salina ozonizada e auto-hemoterapia menor podem ser substituídas por
grande auto-hemoterapia (8-10 procedimentos), os dois primeiros procedimentos devem ser feitos a cada
segundo dia e depois - duas vezes por semana.
A acupuntura de ozônio é feita de acordo com os métodos convencionais.
O curso de tratamento dura 3-4 semanas. Após a cicatrização, o óleo ozonizado é mantido para ser tomado
1 colher de sopa antes de ir à cama durante a noite por um período de 1-1,5 meses.
Na nossa prática, utilizamos a terapia com ozônio como terapia mono em 69 pacientes no estágio de
exacerbação, 10 sofrendo de úlcera no estômago, 59 da úlcera duodenal.
Os resultados do tratamento foram considerados "melhora significativa" em 8 pacientes com
cura completa do defeito ulcerativo e desaparecimento de todos os sintomas. Em 2 casos
os resultados foram avaliados como
"Melhoria da condição", pois a cura não foi
completo, porém os sintomas desapareceram completamente.
A condição dos pacientes tratados para úlcera duodenal foi considerada como "significativo
melhoria "em 56% dos casos, "Melhoria da condição" - dentro
39%. "Parcial
melhoria "foi avaliada em 5% dos pacientes que tiveram cicatrização incompleta do defeito da úlcera
e alguns dos sintomas restantes.
Nota. A terapia com ozônio pode ser utilizada tanto como mono terapia como em combinação com
formas. Os resultados de acompanhamento da ozonoterapia em 290 pacientes com úlcera duodenal foram
medicamentos
por S.Karatayev et al. (1998). Dentro do período de 4 anos, os casos de recorrência do
analisados
a doença foi observada 5 vezes menos no grupo de pacientes que estavam em tratamento combinado
em comparação com aqueles que sofreram a terapia convencional.

Colite Não-Circulatória Crônica


A terapia com ozônio no tratamento de pacientes com colite crônica não ulcerativa leva uma
lugar especial no que diz respeito às seguintes razões.
Em primeiro lugar, o uso de insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio produz tanto anti-
efeito inflamatório e multifacetado geral, incluindo anti-hipóxico, imuno-modulador,
etc, devido à capacidade de ozônio para ser rapidamente absorvida pelo sangue.
Em segundo lugar, a colite crônica é frequentemente concomitante com a disbacteriose. As vantagens do
evidente, se não produz efeito nocivo sobre a flora do intestino, em comparação com
ozônio tornam-se
Preparações antibacterianas, como antibióticos e sulfanilamidas
Quando são utilizadas insuficiências rectais, o ozônio fica preso à membrana mucosa e interfere com
o processo infeccioso que penetra nas células microbianas, impedindo assim a sua
Além disso, o ozônio impõe a fagocitose, melhora a circulação sanguínea e humoral
imunidade. Isso leva à refecção da homeostase, com a normalização do equilíbrio microbiano
e diminuindo os sinais inflamatórios.
Contrariamente a vários anti-sépticos ainda causando algum efeito prejudicial nos tecidos, o ozônio não
produzir qualquer efeito prejudicial ou ulcerativo e, mais do que isso, não induz a resistência
para a terapia com ozônio.
Rotas
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia menor
- Estimulação de pontos ativos biológicos nas extremidades inferiores com ozônio / oxigênio
injeções
28

Gestão
Durante o período de exacerbação, insuflações de ozônio de mistura gasosa são feitas a cada segundo
dia com a dose de 100 μg por kg de peso do paciente durante as primeiras duas semanas, então 2 vezes a
semana com a dose de 75 μg / kg. Todo o curso consiste em 10-15 procedimentos.
Autohemoterapia menor é feita 1-2 vezes por semana até 4-6 injeções para o curso.
Microinjeções com mistura de ozônio / oxigênio nos pontos paravertebrais ao nível Th 10 - L5
devem ser feitos diariamente ou a cada segundo dia até 5-7 procedimentos para o curso. Acupuntura
Os procedimentos com mistura de ozônio / oxigênio são feitos de acordo com os métodos convencionais.
Em colite de vários etiologia alguns autores (В.А.Максимов с совт. -1998) recomendam o uso

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 23/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
de ozônio gasoso intra intestinal até 200-500 ml com a concentração de 60 mg / l.
No Centro Russo de Medicina Restaurativa e Tratamento Spa-Resort, eles recomendam
insuflações rectais com concentração na gama de 10-40 μg / ml e volume de 50-300ml
para pacientes com doenças inflamatórias intestinais. No intestino atónico eles recomendam baixo
concentrações, em condições espásticas - maiores concentrações.

Hepatite Cronica
A terapia com ozônio pode ser utilizada como mono-terapia no manejo de pacientes com doença crônica
hepatite.
No tratamento de hepatite infecciosa, o principal efeito é alcançado devido ao antiviral de ozônio.
propriedade. A inativação de vírus resulta da atividade oxidativa com peróxido quando células de vírus
os receptores são destruídos e não podem penetrar na célula hospedeira. A falha na multiplicação de vírus
O processo também é causado pela ruptura do vírus do RNA devido ao ozônio. De acordo com
(А.В.Змызговой с соавт.-1998) 2 meses de cursos de ozônio não revela sinais de viremia
A.Zmyzgova
em 66% dos casos com hepatite B viral crônica e em 60% dos casos com hepatite C crônica.
Os peróxidos ativam o metabolismo celular endógeno nas células de Kupffer, responsáveis por
fagocitose. A terapia com ozônio ativa a imunidade tanto celular quanto humoral. O ozônio induz
linfócitos e monócitos para liberar citoquinas e, principalmente, interferão que é considerado
como um dos fatores de defesa endógenos mais importantes, protegendo o corpo do vírus
infecção.
O efeito do ozônio na hepatite alcoólica é explicado pelo fato de que os peróxidos recém-formados atuam
um gatilho para o mecanismo antioxidante para desintoxicar o sistema de glutationa, o que impede
como
A membrana celular hepática é danificada devido aos processos de ativação LP.
Rotas
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia menor
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Auto-hemoterapia principal
Gestão
Além do período de exacerbação, os procedimentos mais comuns na hepatite crônica são
Insuflações rectais com a dose de ozônio de 75 μg / kg feito alternadamente com menor
auto-hemoterapia. Durante as primeiras duas semanas, insuflações rectais são feitas a cada dois dias e
duas vezes por semana até 20-30 procedimentos para o curso. Auto-hemoterapia menor é feito 2
vezes por semana.

29

A preferência por insuficiências retais pode ser explicada por descobertas publicadas pela HGKnoch
(1987,1988). A mistura de ozônio / oxigênio infundida através do reto é de particular importância na
tratamento de diferentes formas de hepatite. A rápida absorção de gás provoca um aumento imediato da
pressão parcial de oxigênio na veia porta, proporcionando assim "o atalho" para o oxigênio para o fígado
e contribuindo para a eficiência do tratamento.
As insuflações rectais podem ser substituídas por infusões intravenosas de solução salina ozonizada (o
número de procedimentos) ou com auto-hemoterapia principal.
mesmo
- Nos casos com a exacerbação da doença, a preferência é dada a grandes
auto-hemoterapia e infusões intravenosas de solução salina ozonizada. Durante o
O período de exacerbação mutohemoterapia principal é feito diariamente com uma dose elevada de
até
6-8 5-8
mg procedimentos e, em seguida, 2-3 vezes por semana até a exacerbação diminuir. Então
as doses são diminuídas para 1-1,5mg
Infusões intravenosas de solução salina ozonizada (concentração de ozônio produzida por gerador de
éozônio
de 2 mg / l) são realizadas diariamente durante o período de 10 a 12 dias e, em seguida, cada segundo dia
A
atéexacerbação
a diminui. Depois disso - 2 vezes por semana.
Durante o período de exacerbação insuflações rectais com dose de ozônio de 100 μg / kg de paciente
O peso é feito diariamente. Quando a exacerbação desaparece, os procedimentos são realizados de acordo
o protocolo convencional.
com
No curso do tratamento, os principais procedimentos de auto-hemoterapia podem ser alternados com
infusões intravenosas de solução salina ozonizada e insuflações rectais com misturas de ozônio / oxigênio.
O curso de tratamento dura de 3 a 6 meses.
As células hepáticas afetadas pelo vírus são menos resistentes à ação do peróxido em comparação com a

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 24/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
saúde
células. Estas
juntamente comcélulas enfraquecidas
os vírus ao Este
e eliminados. seremfenômeno
expostas éà descrito
alta concentração de peróxido
por A. Bolcany (1989),são destruídas
que revelou a elevação do nível de transaminases após os primeiros procedimentos de ozônio
terapia e explicou-a pela destruição de células hepáticas devido à invasão viral.

TERAPIA DE OZONO EM GINECOLOGIA E OBSTÉTRICA


GINECOLOGIA
Doenças inflamatórias dos órgãos na verdadeira pelve
(Adnexite, Endometrite, Parametrite, Pelvicoperitonite)
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal, dose de ozônio de 1-3 mg.
- Irrigações intrauterinas com água destilada ozonizada
Gestão
O tratamento consiste em infusões intravenosas com insumos ozonizados ou insuficiências rectais
com mistura de ozônio / oxigênio. Ambos podem ser substituídos por auto-hemoterapia principal.
Infusões diárias com 200-400 ml de solução salina ozonizada, concentração de ozônio em ozônio / oxigênio
A mistura na saída do gerador de ozônio é de 1200 μg / l deve ser feita durante 5 a 7 dias.

30

As insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio são feitas de acordo com o método aceito
calculado com base em 75 μg / kg de peso do paciente. O volume de gás é de 300 a 600ml
com uma concentração de ozônio de 10-40 mg / l.
A auto-hemoterapia principal é realizada duas vezes por semana com um número total de procedimentos até
4-6.

Irrigações intra-uterinas com água destilada ozonizada (400 ml) com concentração de ozônio de 4-5
mg / l são feitos para fornecer contato total com o site de inflamação e excluir qualquer
Dano à mucosa em diferentes formas de endometrite. Ao ser ozonizado,
A água através do cateter biluminal é introduzida na cavidade uterina e depois evacuada via
o mesmo cateter. O procedimento pode ser repetido 3 vezes durante uma sessão, o que é feito
uma vez por dia (Гречканев Г.О., Качалина Т.С., Качалина О.В., 2000).
Em combinação com a terapia antiinflamatória básica, o saneamento descrito do uterino
a cavidade evita a generalização do processo inflamatório, encurta o curso de
tratamento e permite interromper quaisquer outras preparações de diálise.
Nota . O uso da terapia com ozônio permite diminuir a dose de medicamentos com desintoxicantes,
reológico, antioxidante, imuno-corretivo, analgésico e sedativo.
Os sangramentos profusos são considerados como a principal contra-indicação para a terapia com ozônio.
A descarga sangrenta e a predisposição à hemorragia requerem um controle mais cuidadoso e preciso.
Smeared
Nos casos de intervenção cirúrgica, a ozonoterapia pode ser utilizada no curso pós-tratamento.

Doenças inflamatórias dos tractos genitais


Colpite, Vaginosis Bacteriana
Rotas
- Irrigações vaginais com solução salina ozonizada
- Aplicações com óleo ozonizado
- Insuflações vaginais com mistura de ozônio / oxigênio
Gestão
Irrigações vaginais com solução salina ozonizada com volume até 1 litro e concentração de ozônio
de 6-10mg / l devem ser feitos diariamente (8-10 procedimentos por curso) e devem ser complementados
com aplicações com óleo ozonizado (1-2 vezes por dia).
Estes procedimentos podem ser substituídos por insuflações vaginais com misturas de ozônio / oxigênio,
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 25/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
que ser feitos diariamente dentro de 5-8 dias. Usando bocal especial para o espéculo vaginal de ozônio /
devem
mistura,
oxigênioconcentração de ozônio de 1,5-2,5 mg / l, é introduzida na vagina. Antes de o
procedimento de insuflação, a vagina deve ser lavada com água destilada durante 5-10 minutos no
taxa de 0,5-1l / min.
Este método resultou em uma melhora constante em todos os 50 pacientes com colpite inespecífica,
eliminação de microorganismos patogênicos e oportunistas em bacteroscopia e restaurou a
equilíbrio de imunidade na secreção vaginal. O uso do método permitiu interromper
a terapia medicinais. (Качалина Т.С. с соавт.1998, Гречканев с соавт., 2000).

31

Kraurosis Vulvae
Rotas
- Aplicações com óleo ozonizado
Gestão
As aplicações com óleo ozonizado devem ser aplicadas diariamente na superfície danificada dentro do
período de 8 a 10 dias
Nota. O óleo (100ml) deve ser barbotizado com ozônio / mistura de oxigênio por 20 minutos, ozônio
concentração-10mg / l.

OBSTETRÍCIA
O uso da terapia com ozônio produz efeito positivo no curso clínico em condições tais como
risco de aborto espontâneo, gestosis, anemia da gravidez, retardo do crescimento intra-uterino e
risco de complicações na obesidade. Está ligado à imunocompressão e antioxidante
efeito ozônio. A melhoria no fornecimento de oxigênio, reologia e microcirculação contribuem
para a função de produção hormonal (Кулаков В.И. с совт., 2001, Миненков А.А. с соавт., 2001).

Aborto espontâneo. Toxicosis precoce


Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada ou
- Auto-hemoterapia principal, dose de ozônio sendo 0,4-0,5 mg.
Gestão
Infusões diárias de instilação de 400 ml de solução salina ozonizada, concentração de ozônio em
O ozônio / mistura de oxigênio que é de 400 μg / l deve ser feito durante 5 dias. A terapia com ozônio
mais eficaz no final do primeiro e no início do segundo trimestre da gravidez.
revela-se
A auto-hemoterapia principal é realizada duas vezes por semana com um número total de procedimentos até
4-6.

Nota. A terapia com ozônio está contra-indicada nas sangramentos do aparelho genital de intensidade
ser instituído
diferente somente após o encerramento completo. O imuno-corretivo e antioxidante
e pode
preparações, incluindo vitaminas, bem como hormônios sexuais podem ser descontinuados durante o tempo
terapia de ozônio.
de

Toxicosis gestacional. Anemia De Gravidez


Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada ou
- Auto-hemoterapia principal, dose de ozônio sendo 0,4-0,5 mg.
Gestão
Infusões instiladas diariamente de 200 ml de solução salina ozonizada, concentração de ozônio em ozônio /
mistura
oxigêniode 400 ug / l, deve ser feita durante 5 dias. A terapia com ozônio revela-se mais eficaz em
gestosis leve e moderada.
A auto-hemoterapia principal é realizada duas vezes por semana com um número total de procedimentos até
4-6.

32

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 26/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

Nota. A terapia com ozônio está contra-indicada nas sangramentos do aparelho genital de intensidade
ser instituído
diferente somente após o encerramento completo. Os preparativos com antioxidantes,
e pode
efeito de correcção, sedativo, reológico e detoxicante pode ser descontinuado durante o tempo de
terapia de ozônio.

Infecção intra-uterina
A prevenção e tratamento de mulheres grávidas que estão no grupo de risco para infecção fetal
devem ser feitos durante o segundo trimestre da gravidez.
Rotas
- Infusões intravenosas de solução salina ozonizada ou
- Auto-hemoterapia principal, dose de ozônio sendo 0,4-0,5 mg.

Gestão
Infusões diárias de instilação de 200 ml de solução salina ozonizada, concentração de ozônio em
A mistura de ozono / oxigênio é de 800 μg / l deve ser feita durante 3 a 5 a cada segundo dia. -6
procedimentos.
. A auto-hemoterapia principal é realizada duas vezes por semana com um número total de procedimentos
até 4-6.

Nota. Antioxidantes e preparações de correção imune podem ser cancelados durante o curso de
terapia de ozônio.

TERAPIA DE OZONATO EM DERMATOLOGIA


O uso da terapia com ozônio no tratamento de pacientes com várias formas inflamatórias
as doenças permitem delimitar a inflamação e melhorar os processos tróficos.
Dos 495 pacientes que estavam na terapia de ozônio, um desaparecimento completo do quadro clínico ou
Observaram-se melhora significativa em pacientes com dermatose e herpes (100%);
piodermia (95%); - eczema (75%); neurodermaíte (66%) e psoríase (60%) (Криваткин
С.Л, Криваткина Е.В., 1998).

Neurodermititis. Eczema
A terapia com ozônio é utilizada no tratamento de algumas formas limitadas de neurodermititis
Rotas
- Infusões intravenosas de solução salina fisiológica ozonizada ou insuficiências rectais com
misturas de ozônio / oxigênio ou auto-hemoterapia principal
- Óleo vegetal ozonizado
- Aeração com mistura de ozônio / oxigênio em uma bolsa de plástico
Gestão
O curso consiste em 10-12 procedimentos de infusões intravenosas com solução salina ozonizada ou
Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio a cada dois dias. Principal
A auto-hemoterapia é realizada duas vezes por semana até 5-6 procedimentos.
O óleo vegetal ozonizado é aplicado na superfície ferida duas vezes ao dia durante 20 minutos até
A erupção desaparece.

33

O curso de aeração consiste em 5-8 procedimentos, feito a cada segundo dia por 20 minutos com
A concentração de ozônio é de 5-20 mg / l
O resultado positivo no tratamento de pacientes com eczema foi observado em 86,8% de
casos (a cura clínica completa foi alcançada em 29,4% e significativo
melhoria (70% de regressão de erupção) - em 57,4% (Кошелева И.В., Иванов О.Л,
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 27/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

2000).
Erupção acneiforme
Rotas
- Autohemoterapia menor
- Auto-hemoterapia principal
- Óleo vegetal ozonizado
Gestão
Em casos leves (erupção isolada) Autohemoterapia menor é administrada até 8-10
procedimentos realizados a cada dois dias.
Em casos graves (erupção maciça), a auto-hemoterapia principal é indicada até 8-10 procedimentos
feito duas vezes por semana.
O óleo vegetal ozonizado deve ser aplicado na superfície ferida duas vezes ao dia durante 20 minutos.
As aplicações devem ser feitas até a erupção desaparecer.

Furunculosis. Piodermia
Rotas
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Microinjeções subcutâneas com mistura de ozônio / oxigênio em torno do foco de
inflamação
Gestão
O curso de tratamento começa com Auto-hemoterapia principal até 5 procedimentos feitos a cada
segundo dia, seguido de infusões intravenosas com solução salina ozonizada que são alternadas com
Auto-hemoterapia menor (6-8 procedimentos). Microinjeções em torno do foco de inflamação
devem ser feitos todos os dias até a ruptura do furúnculo. O furúnculo quebrado deve ser
irrigado com solução salina ozonizada

Herpes
Rotas
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
- Óleo vegetal ozonizado

34

Gestão
O curso de tratamento inclui 10-15 procedimentos de Autoemoterapia Menor feitos a cada
segundo dia e 4 procedimentos de auto-hemoterapia principal feito uma vez por semana. O óleo ozonizado
ser aplicado duas vezes ao dia nos elementos secos até a ruptura das pápulas.
é para
Nota. Em alguns casos, pode haver a exacerbação do processo no início da
tratamento. A exacerbação é menos pronunciada e logo é eliminada.

Psoríase
Rotas
- Infusões intravenosas de solução salina fisiológica ozonada ou insuflações rectais com
misturas de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
- Óleo vegetal ozonizado
Gestão
Infusões intravenosas com insalução ozonada ou insuflações rectais com misturas de ozônio / oxigênio

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 28/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
são feitos a cada dois dias até 10 procedimentos. Autohemoterapia menor inclui 6
procedimentos realizados duas vezes por semana.
Em vez de infusões intravenosas com solução salina ozonizada, insuficiências rectais com ozônio / oxigênio
misturas e auto-hemoterapia menores e um curso de auto-hemoterapia principal pode ser feito.
Em 8-10 procedimentos, os dois primeiros procedimentos devem ser feitos a cada dois dias, o
Os procedimentos restantes são realizados duas vezes por semana.
O óleo vegetal ozonizado deve ser aplicado na superfície ferida duas vezes ao dia durante 20 minutos
dentro de um mês a seguir.

Micosis
Rotas
- Óleo vegetal ozonizado
- Auto-hemoterapia menor
Gestão
O tratamento consiste em tampões ozonizados aplicados nas placas de unhas duas vezes ao dia por 30-40
minutos por um período de 3-6 meses para as unhas e de 6-9 meses para as unhas do dedo do pé (até o
nova placa de unha cresce)
Um curso de auto-hemoterapia principal de 3-6 procedimentos é feito a cada três meses, o
Os procedimentos são feitos a cada dois dias.

TERAPIA DE OZONATO NA NEUROLOGIA


Formas Crônicas de Insuficiência Cerebrovascular (Circulatória
Encefalopatia)
Rotas
- Infusões intravenosas de solução salina ozonizada.
35

- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio


- Auto-hemoterapia principal
Gestão
O curso consiste em infusões intravenosas de solução salina ozonizada (os procedimentos podem ser
substituído por insuflações rectais) ou procedimentos importantes de auto-hemoterapia.
As infusões instiladas intravenosas devem ser realizadas diariamente até 8 a 10 procedimentos.
Procedimentos principais de auto-hemoterapia devem ser feitos a cada segundo dia até 6 -8
procedimentos.
As insuflações retais com mistura de ozônio / oxigênio devem ser feitas de acordo com o esquema. o
A dose inicial é de 200 ml, o que deve ser aumentado adicionando mais 100 ml por dia até
dose requerida (ver formulários e métodos para usar materiais ozonizados).
Os resultados recebidos, que podem testemunhar a eficiência da terapia com ozônio nesta categoria de
pacientes, são apresentados na tabela "Os resultados da terapia com ozônio em pacientes com
Encefalopatia circulatória "

Os Resultados da Terapia do Ozônio em Pacientes com Encefalopatia Circulatória


Gravidade do Número de Resultados do Tratamento
Doença Pacientes Positivo satisfatório inaceitável
Eu 30 26 2 2
II 26 16 5 5
III 5 5 --- ---
Resultados de
78% 11% 11%
Tratamento (%)

Manifestações neurológicas de osteocondrose espinhal


O efeito analgésico do ozônio foi utilizado com sucesso no tratamento de pacientes com dor vertebrogenica
síndrome devido a oxidação direta de algopeptídeos, supressão de radiações de isquemia e bloqueio
síntese de prostaglandinas. Injeções subcutâneas com mistura de ozônio / oxigênio no gatilho
pontos em combinação com auto-hemoterapia menor e infusões intravenosas de ozônio

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 29/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
a solução
coluna salinaou
torácica proporciona
lombar. resultado positivo na maioria dos pacientes com osteocondrose do colo do
útero,
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia menor
- Injeções para vertebral de misturas de ozônio / oxigênio
- Injeções subcutâneas de misturas de ozônio / oxigênio em pontos desencadeantes e biológicos
pontos ativos
Gestão
O curso consiste em dois esquemas alternativos de tratamento
1) Infusões intravenosas com insumos ozonados ou insuficiências rectais devem ser
complementado no mesmo dia com injeções subcutâneas ao longo da linha dos ossos nucais
36

e com injeções para-vertebrais. As injeções paravertebrais estão nos pontos de


Sensibilidade palpatória na profundidade de 5 a 6 cm com o volume de 5 a 10 ml.
1. Os procedimentos de auto-hemoterapia menores são realizados no mesmo dia com o subcutâneo
injeções de misturas de ozônio / oxigênio em pontos biologicamente ativos (V19 -V28, V40,
V57, V60, VB30, VG4, E32, E44, RP9, F9). Injeções subcutâneas em biologicamente
Os pontos ativos são feitos na profundidade de 1 -1,5cm com o volume de 1-2ml. o
O curso consiste em 8 -10 procedimentos.

Doenças do cérebro inflamatório (menigite, encefalite)


Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Auto-hemoterapia menor
- Auto-hemoterapia principal - dose de ozônio -1000-1200 μg / 100 ml de sangue
Gestão
O tratamento inclui todos os procedimentos listados acima. Auto-hemoterapia principal é feito
a cada segundo dia alternado com infusões intravenosas de solução salina ozonada ou menor
auto-hemoterapia, no total, 12-15 procedimentos.
Nota: A terapia com ozônio é realizada complementar ao tratamento antiinflamatório.

Enxaqueca, Cefalgia
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada, concentração de ozônio de 1200 μg / l
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
- Auto-hemoterapia menor
- Injeções subcutâneas com gatilhos de ozônio / oxigênio e pontos biologicamente ativos
Gestão
O tratamento consiste nos procedimentos listados acima.
Infusões intravenosas com insalução ozonada ou insuficiências rectais com mistura de ozônio / oxigênio
devem ser feitos diariamente ou a cada segundo dia até 8-10 procedimentos. A auto-hemoterapia é
feito duas vezes por semana, até 3 a 4 procedimentos.
Infusões intravenosas com solução salina ozonizada, insuficiências rectais com mistura de ozônio /
eoxigênio
a auto-hemoterapia menor pode ser substituída pela auto-hemoterapia maior de 8 a 10
procedimentos, os dois primeiros feitos diariamente e depois 2 a 3 vezes por semana.
Injeções subcutâneas com gatilhos de ozônio / oxigênio e pontos biologicamente ativos do pescoço
e a zona do colar deve ser feita diariamente no curso do tratamento.
O uso da terapia com ozônio em 132 pacientes com várias cefalógenos resultou em
melhora na condição auto-avaliada do paciente, revelada nas dores de cabeça com menos
intensidade e caráter diferente, além de períodos indolores prolongados em 83% dos pacientes

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 30/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
com enxaquecas,
gargantas em73% vertebrogenicas
cervicocraniais dos pacientes com dores deА.Д.,
(Мочалов cabeça de estresse
Котов e69%
em dos casos com
С.А., 2000).

37

Mono- e Poly-Neuropathias De Isquêmica E Compressão


Tipo
Terapia com o ozônio, embora não elimine as causas da compressão do tronco nervoso.
estimula a regeneração do nervo danificado, melhorando a hemoréologia e
microcirculação, diminuição da hipoxia e ativação do metabolismo do oxigênio no isquêmico
tecido nervoso com processos aeróbicos.
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Insuflações rectais com mistura de ozônio / oxigênio
- Auto-hemoterapia principal
Gestão
O curso consiste em qualquer uma das rotas listadas acima até 8 a 10 procedimentos. Intravenous
Infusões com solução salina ozonizada são realizadas diariamente ou alternadamente. Insuflações rectais
O ozônio / mistura de oxigênio é feito em conformidade, começando com 200ml, o que deve ser aumentado
com
Adicionando
por mais 100 ml por dia até a dose necessária (consulte Formulários e Métodos para Usar
Materiais ozonizados).
A Auto-hemoterapia principal deve ser feita a cada dois dias.
Resultados clínicos positivos devido à terapia com ozônio foram obtidos em 95% dos casos com
diminuição significativa das parestesias melhorou a sensibilidade na zona de enervação dos danos
nervo (Потехина Ю.П., 1997).

Constrangimento Circulatório Cerebral. Insultos Isquêmicos


Desequilíbrio metabólico energético e diminuição significativa dos conteúdos de macroenergética
os compostos são considerados a principal causa responsável pelas mudanças que ocorrem em
neurônios no acidente vascular cerebral isquêmico. O uso da terapia com ozônio em pacientes com infarto
para ser altamente
cerebral aparece recomendado devido ao efeito otimizador de ozônio no sangue de transporte de oxigênio
função, aumento da utilização de oxigênio por chamadas cerebrais devido à ativação da glicólise, Krebs '
ciclo -oxidação de ácidos gordurosos (Густов А.В. с соавт., 1999).
Rotas
- Infusões intravenosas com solução salina ozonizada
- Autohemoterapia principal - dose de ozônio - 1 mg / 100 ml de sangue.
Gestão
No decurso do tratamento, uma das rotas deve ser escolhida.
As primeiras infusões intravenosas de 3 a 4 com solução salina ozonizada devem ser feitas diariamente,
segundo diaas
então todas (3 -4 procedimentos) com o resto feito duas vezes por semana. O curso inclui 10-12
procedimentos.
Os primeiros 2 principais procedimentos de auto-hemoterapia são realizados diariamente, nos próximos 3 a
o
2 resto
dias, - duas vezes por semana, até 8 -9 procedimentos para o curso.
Os pacientes com AVC isquêmico apresentaram alterações positivas no sistema de sangue de transporte de
(Aumento de 43% na PO2 após a infusão salina ozonizada e aumento de 26% após a
oxigênio
curso de ozonoterapia), no sistema de coagulação do sangue (10-15% de trombócitos decrescentes
capacidade de agregação com 8-10% de ativação de fibrinólise), a melhora no espectro de lipídios

38

(10-12% de redução no colesterol total. 7-10% nas lipoproteínas β, diminuição de 12-15% em


https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 31/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
coeficiente aterogênico). Essas mudanças trouxeram resultados positivos na fase aguda da
doença em 79% dos casos e em 69% dos casos em fase de recuperação (Густов А.В. с соавт., 1999).
Nota. A terapia com ozônio está contra-indicada em acidentes vasculares cerebrais hemorrágicos e em
insultos
isquêmicahemorrágicos.
combinada eA terapia com ozônio não deve ser administrada em casos de AVC isquêmicos
com diagnóstico não confirmado

39

REFERÊNCIAS
[1] Андосов С.В., Алмазов В.И., Николаев Н.И. и др. Озонотерапия у больных с
хроническим гастритом, ассоциированным с Helicobacter Pilori.// Озон и методы
эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.65-66.
[2] Беляев А.И., Атясов Н.И., Рыгин Е.А. Использование озона в комплексном лечении
осложненной диабетической ангиопатии нижних конечностей ..// Озон и методы
эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-p. 95.
[3] Белянин И.И. Воздействие озонирования крови на течение прогрессирующего
туберкулеза легких, сочетающегося с сахарным диабетом. //. архив.-1997.-№11.-
с.44-48.
[4] Болгов В.Ф., Грибкова И.А., Масленников О.В. Озонотерапия при

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 32/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
облитерирующем атеросклерозе артерий нижних конечностей. // Озон и методы
эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с 87-88.
[5] Быков А.Т., Конторщикова К.Н., Сычева Е.И. Влияние озона на биохимические
показатели крови у больных ишемической болезнью сердца. ..// Озон и методы
эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.47.
[6] Векслер Н.Ю., Частов В.П., Германова Т.А. и др. Озонотерапия в комплексе
детоксикации у больных с заболеваниями брюшной полости, осложненными
диффузным перитонитом. .// Озон и методы эфферентной терапии в медицине-
Н.Новгород-2000.-с.71-72.
[7] Газин И.К. Озонированный физиологический раствор в коррекции эндотоксикоза
при сахарном диабете, осложненном гнойно-некротическими поражениями стоп ..//
Озон и методы эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.98-99.
[8] Горбунов С.Н., ДмитриевВ.П., Винярский А.Г. и др. Современное лечение
трофических язв стопы и голени с использрванием комплексной озонотерапии. ..//
Озон и методы эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.99.
[9] Гречканев Г.О., КачалинаО.В., КачалинаТ.С. Озонотерапия в лечении
воспалительных заболеваний нижнего отдела гениталий у женщин .// Озон и методы
эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.106-107.
[10] Густов А.В., Котов С.А., Конторщикова К.Н., Потехина Ю.П. Озонотерапия в
неврологии.-Н.Новгород.-1999.
[11] Зайцев А.Б., Ежов Ю.И. Использование озона для предоперационной
подготовки у больных с хроническим остеомиелитом голени // Озон и методы
эфферентной терапии в медицине. Тезисы докладов 3-ей Всероссийской научно-
практической конференции.-Н.Новгород.-1998.-с.85-86.
[12] Зайцев А.Б. Лечение остаточных костных полостей у больных хроническим
остеомиелитом длинных трубчатых костей с использованием озона. .// Озон и
методы эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.90-91.
[13] Змызгова А.В., Исаева Н.П., Куликова Е.А. и др. Опыт применения
медицинского озона в комплексном лечении хронических гепатитов // Озон и
методы эфферентной терапии в медицине. Тезисы докладов 3-ей Всероссийской
научно-практической конференции.-Н.Новгород.-1998.-с.108-109

40

[14] Камышева Е.П., Масик А.А., Конторщикова К.Н. Изменения некоторых


биохимических показателей у больных с различными вариантами стенокардии. //
Озон и методы эфферентной терапии в медицине. Тезисы докладов 3-©
Всероссийской научно-практической конференции.-Н.Новгород.-1998.-с.102.
[15] Каратаев С.Д., Максимов В.А., Чернышев А.П. Озонотерапия язвенной болезни
12-перстной кишки .// Озон и методы эфферентной терапии в медицине. Тезисы
докладов 3-ей Всероссийской научно-практической конференции. Н.Новгород.-
1998.-с.109-110.
[16] Качалина Т.С., Каткова Н.Ю., ГречканевГ.О К вопросу о возможности
использования озонотерапии в профилактике и лечении внутриутробных инфекций
у беременных женщин ..// Озон и методы эфферентной терапии в медицине. Тезисы
докладов 3-ей Всероссийской научно-практической конференции.-Н.Новгород.-
1998.-с.59-60.
[17] КошелеваИ.В., ИвановО.Л. Озонотерапия в комплексном лечении экземы ... //
Озон и методы эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.109-110.
[18] Криваткин С.Л., Криваткина Е.В. Озон в дерматологии: миф или реальность.
Тезисы докладов 3-ей Всероссийской научно-практической конференции .-
Н.Новгород.-1998.-с.125-127.
[19] Кузнецов Н.А., Родоман Г.В., Лаберко Л.А. и др. Озонотерапия в комплексном
лечении трофических язв нижних конечностей венозной этиологии. // Озон и
методы эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.88-89.
[20] Кузьмина Е.И., Потехина Ю.П., Перетягин С.П., Масленников О.В.
Экспериментальный подбор терапевтических доз озона на моделях in vitro и их
опробирование в клинике .// Нижегородский медицинский журнал. -1998.-№3.-с.37-
41.
[21] Кулаков В.И., Серов В.Н., Качалина Т.С. и др. Медицинский озон в лечении
https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 33/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html
акушерско-гинекологической патологии (Пособие для врачей). Н.Новгород, 2001.
[22] Максимов В.А., Чернышев А.Л., Каратаев С.Д. Озонотерапия (Пособие) .-
Москва.-1998.
[23] Масленников О.В., Конторщикова К.Н. Озонотерапия. Внутренние
болезни. (Пособие) .- Н. Новгород. 1999.
[24] Масленников О.В., Андосов С.В., Болгов В.Ф. и др. Озонотерапия в
клинической практике. // Нижегородский медицинский журнал.-2001.-№1.-с.95-99.
[25] Мочалов А.Д., Котов С.А. Озонотерапия цефалгий // Озон и методы
эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.33-34.
[26] Мошуров И.П., Глянцев В.П. Озонотерапия гнойно-воспалительных
заболеваний у больных сахарным диабетом. // Тезисы докладов 3-ей Всероссийской
научно-практической конференции.-Н.Новгород.-1998.-с.106.
[27] Миненков А.А., Филимонов Р.М., Покровский В.И. И Др. Основные Принципы
Тактика Озонотерапии. Пособие Для Врачей (№82 / 01). Москва. 2001.
[28] Потехина Ю.П. Клинико-Экспериментальное Обоснование Применения
Озонотерапии У Больных Компрессионно-Ишемическими Невропатиями. Дисс.
Канд. Мед. Наук. Н. Новгород, 1997.

41

[29] Разумовский С.Д., Зайков Г.Е. Озон и его реакции с органическими


соединениями, М., 1974
[30] К. Н. Новгород, 1997.
[31] Родоман Г.В., Лаберко Л.А., Оболенский В.Н., Никитин В.Г. Местная, системная
и комбинированная озонотерапия влечении больных с острыми гнойно-
воспалительными заболеваниями мягких тканей .// Озон и методы эфферентной
терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-с.85-86.
[32] Семенов С.В., Сингоренко А.С., Кудрявцев Б.П. Озонотерапия общего
перитонита .// Озон и методы эфферентной терапии в медицине-Н.Новгород-2000.-
с.72-73.
[33] Сингоренко А.С., Семенов С.В., Кудрявцев Б.П. Оптимальная тактика и
технологии озонотерапии синдрома энтеральной недостаточности при
перитоните ..// О О......
с.73-74.
[34] V.Bocci. Ozônio como bioregulador. Farmacologia e toxicologia da ozonoterapia
hoje. Revista de Reguladores Biológicos e Agentes Homeostáticos. 1997, v.10, no 2/3 p.31-
53
[35] Bocci V. Auto-simoterapia após tratamento de sangue com ozônio. // Areapprais. 1.-
Int.-Med.-Res.-1994.5-6.-№22 (3) .- p.131-144.
[36] Dorstewitz H. Behandlung der Virushepatitis mit Ozon. Kongressbericht der
Arztlichen Gesellschaften Fur Ozontherapie, Baden-Baden 1981.
[37] Fahmy Z. Ozon-Sauerstoff-Therapie in der Rheumatologie. OzoNachrichten 1, (1982),
56.
[38] Knoch H.-G., Klug W., Roschke W. Blutgasanalytische Untersuchungen nach realer
Insuflação von ozonisiertem Sauerstoff-Tierexperimentelle Untersuchungen.
//Coloproctology.-9 (1987). 336-340.
[39] Knoch H.-G. Rectale Sauerstofftherapie bei entzundlichen Darmerkrankungen -.
Kontorschikova CN, Peretyagin SP, Ivanova IP Propriedades físico-químicas de
solução isotónica de cloreto de sódio ozonizado. Actas do 12º Congresso Mundial da
International Ozone Association, França, 1995, p.237-240
[40] Rentschke RD Ozonotherapie in der Praxis.// Ozonarichten, 4 (1985), 66.
[41] Rilling S., Viebahn R. O uso do ozônio na medicina. Novo Jork. Haug. 1987.
[42] Wolf HH Das medizinische Ozon. Heidelberg. 1982
[43] Viebahn R. O uso do ozônio na medicina. 2ª ed.Heidelberg: Karl F. Haug
Editores, 1994,1-178

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 34/35
22/11/2017 https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html

42

https://www.pdf.investintech.com/preview/0848da48-cf33-11e7-9f8d-0cc47a792c0a/index.html 35/35