Você está na página 1de 14

VOZES VERBAIS

PROF.º ESP. ALEX OLIVEIRA DASILVA


(lex_oliveira@hotmail.com)

“Quem não lê não pensa, e quem não pensa será para sempre um servo.”
[Paulo Francis]
Definição

Indicam as formas como os verbos se


apresentam na oração a fim de
determinar se o sujeito ou pratica a ação
verbal na oração.

São três as vozes verbais:


Voz Ativa
Voz Passiva
Voz Reflexiva

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


Sujeito é agente.
VOZ ATIVA (Pratica a ação verbal ou participa ativamente de um fato. )

EXEMPLOS:

As meninas exigiram a presença da diretora.

A torcida aplaudiu os jogadores.

Ontem, o médico cometeu um erro terrível.

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


ESTRUTURA DA VOZ ATIVA

ORAÇÃO

SUJEITO PREDICADO

VERBO OBJETO DIRETO

O repórter escreveu a notícia.


O aluno comprou um caderno.

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


Sujeito é paciente.
VOZ PASSIVA (Sofre a ação verbal.)

Exemplos:
A voz passiva pode ser:
A presença da diretora foi exigida pelas crianças.
Analítica

Os jogadores foram aplaudidos pela torcida. Sintética

Ontem, a janela foi consertada por nós. AGENTE DA PASSIVA

É o termo que na voz passiva,


corresponde ao ser que realiza a
ação recebida pelo sujeito.

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


Voz Passiva Voz Passiva
Analítica Sintética

ESTRUTURA: ESTRUTURA:
(SA + VA - VP + AG PASS) (VTD / VTDI + SE + SP)

Sujeito Ser/Estar Particípio Agente da 3ª Pessoa Pronome Sujeito


Agente Ação Passiva Apassivador Paciente

Exemplos: Exemplos:
Uma notícia polêmica foi escrita. Escreveu-se uma notícia polêmica.
O menino foi penteado pela mãe. Penteou-se o menino.
As casas foram alugadas pela imobiliária. Alugam-se as casas.

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


ESTRUTURA DA VOZ PASSIVA ANALÍTICA

ORAÇÃO

SUJEITO PREDICADO

VA VP AG PASS

Uma notícia polêmica foi escrita.

Uma notícia polêmica foi escrita pelo repórter.

OBSERVAÇÃO:
O agente da passiva é introduzido pela preposição por ou de ou pela
contrações pelo(s), pela(s).
Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)
ESTRUTURA DA VOZ PASSIVA SINTÉTICA OU PRONOMINAL

ORAÇÃO

PREDICADO SUJEITO PACIENTE

VERBO + PRONOME
(VTD OU VTDI) (PA)

Escreveu - se uma notícia polêmica.


Compram - se roupas usadas.

OBSERVAÇÃO:
Na passiva sintética, o verbo concorda com o sujeito paciente.
Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)
PASSAGEM DA VOZ ATIVA PARA VOZ PASSIVA OU INVERSA

Para efetivar a transformação da ativa para a passiva e vice-versa,


procede-se da seguinte maneira:

1 – O objeto direto da voz ativa passa a sujeito da voz passiva;

2 – O verbo principal da voz ativa vai para o particípio, antecedido do


auxiliar ser ou estar;

3 – O verbo auxiliar deve ser conjugado no mesmo tempo e modo em que


se encontra o verbo na voz ativa.

4 – O verbo no particípio concorda em gênero e número com o sujeito.

5 – O sujeito agente passa a agente da passiva, que se liga ao verbo por


meio de preposição, em geral a preposição por (per).

6 – Na voz passiva sintética nunca há agente da passiva.

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


Transformação da Voz Ativa para Voz Passiva Analítica

VOZ ATIVA

Os turistas europeus contemplam as praias brasileiras sempre.


SUJEITO VERBO OBJETO CIRCUNSTÂNCIA
AGENTE TRANSITIVO DIRETO DE TEMPO
DIRETO

VOZ PASSIVA
ANALÍTICA

As praias brasileiras são contempladas pelos turistas europeus sempre.


SUJEITO LOCUÇÃO AGENTE DA CIRCUNSTÂNCIA
PACIENTE VERBAL PASSIVA DE TEMPO

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


Transformação da Voz Passiva Analítica para Voz Passiva Sintética

VOZ PASSIVA
ANALÍTICA

As praias brasileiras são contempladas pelos turistas europeus sempre.


SUJEITO LOCUÇÃO AGENTE DA CIRCUNSTÂNCIA
PACIENTE VERBAL PASSIVA DE TEMPO

VOZ PASSIVA
SINTÉTICA
Contemplam -SE as praias brasileiras sempre.
VERBO SUJEITO CIRCUNSTÂNCIA
TRANSITIVO PACIENTE DE TEMPO
DIRETO

PARTÍCULA
APASSIVADORA
Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)
VOZ REFLEXIVA Voz Reflexiva
Sujeito é agente e paciente.
(Faz e sofre a ação verbal)

Exemplos:

 A criança machucou-se. Voz Reflexiva Recíproca


Sujeito é agente e paciente.
(Um ser pratica a ação sobre o outro)
 Ele cortou-se com a faca.

 Ela arrumava-se para o namorado.


Exemplos:

 Paula e Renato amam-se.


 Os jovens agrediram-se durante a festa.
 Os ônibus chocaram-se violentamente.
Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)
VOZ PASSIVA SINTÉTICA OU SUJEITO INDETERMINADO?

VOZ PASSIVA SINTÉTICA SUJEITO INDETERMINADO


 Verbo transitivo direto.  Verbo transitivo indireto (VTDI), intransitivo
 Sujeito determinado. (VI) ou de ligação (VL).
 Verbo no plural, concordando com sujeito.  Não tem sujeito determinado.
 É possível passar para a voz passiva analítica.  Verbo na 3ª pessoa do singular.
 A transformação é impossível.
Exemplos: Exemplos:
Cortou-se a madeira. (A madeira foi cortada.) Precisa-se de madeira.
Vendem-se calçados. (Calçados são vendidos) Vive-se bem numa casa de campo.
Escreveu-se o livro. (Livros são escritos) Nunca se está livre de perguntas indiscretas.

Prof.º Esp. Alex Oliveira da Silva ( lex_oliveira@hotmail.com)


“Palavras são, na minha nada humilde opinião, nossa
inesgotável fonte de magia, capazes de causar grandes
sofrimentos e também de remediá-los.”

[Harry Potter e as Relíquias da Morte]

Bons estudos!!!