Você está na página 1de 1

MODELOS ATÔMICOS

▪Os modelos atômicos tentam explicar como a matéria é construída e organizada para que
possamos entender melhor como ocorrem os fenômenos da natureza.

A evolução do modelo atômico

▪Nem sempre o homem pensou que o átomo é como se conhece atualmente. Foi uma ideia que
evoluiu ao longo dos anos. Apesar do primeiro modelo atómico ter sido apresentado já no séc.
XIX, a ideia de que a matéria é feita de pequeníssimos corpúsculos surgiu há muito, muito
tempo. ▪Na Grécia Antiga, século V a.C., o filósofo grego Leucipo e seu discípulo Demócrito
imaginaram a matéria como sendo constituída por pequeníssimas partículas indivisíveis - os
átomos, como lhes chamaram. Concluíram que a matéria não poderia ser infinitamente divisível.
Se a partíssemos variadas vezes, chegaríamos a uma partícula muito pequena, indivisível e
impenetrável a que se denominou átomo.

A evolução do modelo atômico

▪Esta é uma palavra de origem grega que deriva de "a + thomos", que significa "sem divisão".
▪Era uma ideia muito avançada para esta altura, mas não havia possibilidade de fazer
observações que a pudessem apoiar. ▪Só muito mais tarde, com a evolução da tecnologia é que
foi possível obter evidências experimentais. ▪Assim, esta ideia de que os átomos seriam
pequenas partículas indivisíveis perdurou durante mais de vinte séculos! ▪Foram vários os
modelos atómicos propostos ao longo do tempo, até se chegar ao modelo aceito hoje.]