Você está na página 1de 3

EXTENSIVO OAB SÁBADO - CENTRO

MATÉRIA: DIREITO DO TRABALHO


PROF: MÁRCIA
DATA: 23.01.2010

Direito Coletivo Ou Direito Sindical

Conceito: é o conjunto de normas e princípios que organizam e


regulamentam as relações coletivas do trabalho.

Normas:
. Constituição Federal – CF: art. 8º;
. Consolidação das Leis do Trabalho – CLT: art. 511a 625;
. Lei 7.783/891, Lei de Greve;
. Lei 11.648/082, Lei das Centrais Sindicais que altera os arts.
590 e 591da CLT;
ALERTA: Os artigos 8º a 12 da Constituição Federal de 1.988
revogaram de 10 a 15 artigos da CLT de 1.944. Ex.: Art. 5173 da CLT:
não existe sindicato para os distritos.

Categoria: é a reunião de pessoas com interesses afins, é o


coletivo do Direito do Trabalho, ou seja, a organização sindical brasileira
é fundada no conceito de categoria.

Tipos de Categoria:
a) Econômica: destinada aos empregadores.
b) Profissional: destinada aos empregados.
c) Diferenciada: destinada aos empregados que possuem
função ou profissão definida.
As categorias organizam-se por ramo de atividade econômica.
Assim, no setor do comércio há a categoria econômica dos
comerciantes, a categoria profissional dos comerciários e pode haver a
categoria profissional diferenciada para os motoristas que trabalham no
comércio de modo que um comerciário dispensado e admitido por um
banco passa a ser bancário, mas o motorista do comércio continuará a
ser motorista no banco.

1
Lei 7.783/89 -Dispõe sobre o exercício do direito de greve, define as atividades essenciais, regula o atendimento das
necessidades inadiáveis da comunidade, e dá outras providências
2
Lei 11.648/08 - Dispõe sobre o reconhecimento formal das centrais sindicais para os fins que especifica, altera a
Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e dá outras
providências.
3
Art. 517. Os sindicatos poderão ser distritais, municipais, intermunicipais, estaduais e interestaduais. Excepcionalmente, e
atendendo às peculiaridades de determinadas categorias ou profissões, o ministro do Trabalho, Indústria e Comércio poderá
autorizar o reconhecimento de sindicatos nacionais.
§ 1º O ministro do Trabalho, Indústria e Comércio, outorgará e delimitará a base territorial do sindicato.
§ 2º Dentro da base territorial que lhe for determinada é facultado ao sindicato instituir delegacias ou secções para
melhor proteção dos associados e da categoria econômica ou profissional ou profissão liberal representada.

1
EXTENSIVO OAB SÁBADO - CENTRO
MATÉRIA: DIREITO DO TRABALHO
PROF: MÁRCIA
DATA: 23.01.2010

OBS.: Se existir norma coletiva própria, a categoria diferenciada será


adequada na categoria preponderante.

Entidades Sindicais: são os representantes legais da categoria


a quem cabe a defesa dos interesses individuais ou coletivos,
judicialmente ou extrajudicialmente.

Tipos de Entidades Sindicais:


a) Sindicato: é a entidade de primeiro grau, ou seja, é a
primeira a ser constituída, para representar determinada categoria em
determinada base territorial.
b) Federação: reúne o mínimo de cinco sindicatos de
determinada categoria com bases distintas, certo que a federação tem
uma base por reunir seus sindicatos.
c) Confederação: reúne o mínimo de três federações e tem
sede obrigatoriamente em Brasília.
ATENÇÃO: as centrais sindicais não são entidades sindicais,
portanto não representam determinada categoria, logo não assinam
acordo ou convenção coletiva, não deflagram greve, não propõem ação,
etc.
Princípios:
a) Unicidade Sindical: só é admitida uma entidade sindical por
base territorial para representar determinada categoria. Esta base não
pode ser inferior a um município ou superior ao território nacional. Logo
não há o que se falar em sindicatos para bairro ou transnacional (CF,
art.8º, II4 e CLT, art. 517(revogado parcialmente).
b) Liberdade Sindical: a categoria é livre para criar, administrar
ou extinguir sua entidade sindical.
É vedada qualquer interferência do Estado na organização
sindical brasileira, de modo que a categoria é livre para criar a federação
e a confederação, certo que se o sindicato possui base nacional será
impossível a criação de Federação e Confederação (CF, art. 8º, inc. I).
É possível a categoria eclética para reunir mais de um ramo
econômico, por exemplo, bares, restaurantes, lanchonetes e fast food.

4 III - ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões
judiciais ou administrativas;
8 I - a lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão competente,
vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical;
9 –Sum. 677 - até que lei venha a dispor a respeito, incumbe ao ministério do trabalho proceder ao registro das entidades
sindicais e zelar pela observância do princípio da unicidade.

2
EXTENSIVO OAB SÁBADO - CENTRO
MATÉRIA: DIREITO DO TRABALHO
PROF: MÁRCIA
DATA: 23.01.2010

Existe a possibilidade do desdobramento de categoria, que


significa a independência de um município ou de um ramo no caso da
eclética, mas é necessário aprovação em assembléia.
Registro das Entidades Sindicais: é realizado no Ministério do
Trabalho, Delegacia das Relações Sindicais em Brasília, independente
da base e da categoria.
O registro não é uma interferência do Estado, a quem incumbe
receber o pedido e abrir prazo de 15 dias para eventuais impugnações.
Caso o delegado do trabalho negue o registro, ainda que sob o
argumento da unicidade, caberá o MS impetrado na Vara do Trabalho
em Brasília, especificamente por se tratar de autoridade administrativa.
Certo que o MS contra ato de autoridade judiciária é impetrado no
Tribunal (súmula 6775 STF).

Órgãos Internos das Entidades Sindicais:


Assembléia: é o órgão máximo de decisão/deliberação da
categoria, sendo que é assegurada a voz a todos os membros da
categoria e voto apenas dos sócios.
OBS.: o aposentado filiado pode votar e ser votado.
Diretoria: é formada pelo mínimo de três e máximo de sete,
mais respectivos suplentes eleitos e estáveis. A diretoria é órgão
executivo (súmula 3696 TST, art. 522, 543, 853 a 855, 659, X, todos da
CLT).
Conselho: é formado por três membros, mais suplentes eleitos
e não estáveis (OJ 3657 da SDI do TST).

Órgãos das Federações e Confederações

a) Conselho de Representante: é formado por delegações que


representam os sindicatos que integram as federações ou as federações
que integram as confederações. Cada federação é composta por dois
membros com direito a um voto.
b) Diretoria: mínimo de três e sem limite máximo.
c) Conselho Fiscal: se preocupa apenas com a administração
do dinheiro.

6 Súmula 369 CLT:Não cabe recurso extraordinário, por violação de lei federal, quando a ofensa alegada for a regimento de

tribunal.