Você está na página 1de 5

INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL ATIBAIENSE LTDA

FAAT – FACULDADES
Credenciada pela Portaria nº 37, de 17 de janeiro de 2008.

Disciplina: Fenômenos de Transporte 2 Período: 1º Semestre Ano: 2017 NOTA

CURSO: Engenharia Civil/Produção Lista de Exercício Número:

Conteúdo: Transferência de Calor em Placas Planas

NOME: R.A.

INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DA LISTA DE EXERCÍCIO:

 As questões podem ser resolvidas a lápis, as respostas devem estar a caneta.


 As questões de múltipla escolha tem apenas uma alternativa correta. O valor da questão é
indicado à frente de seu número.
 Verifique se a lista de exercícios está correta, não faltando folhas ou questões.
 Coloque seu nome e R.A..

Questão 1: Um reservatório cúbico é construído com um material de condutividade térmica “k”


em Kcal/h.ºC.m. Cada lado de cada parede mede “L” em metros. A espessura “e” é dada em cm.
As faces internas das paredes estão à temperatura “t0” em oC; enquanto que as faces externas
estão à temperatura “t1” em ºC. Pede-se:

a) O fluxo de calor em Kcal/h através das paredes do reservatório;


b) A resistência térmica das paredes do reservatório;
c) A temperatura num plano interno a uma das paredes do reservatório, distante “x” cm da face
interna.

Questão 2: As superfícies internas de um grande edifício são mantidas a 20 oC, enquanto que a
temperatura na superfície externa é -20 oC. As paredes medem 25 cm de espessura , e foram
construidas com tijolos de condutividade térmica de 0,6 kcal/h.m.oC.

a) Calcular a perda de calor para cada metro quadrado de superfície por hora.
Questão 3: Um equipamento condicionador de ar deve manter uma sala, de 15 m de
comprimento, 6 m de largura e 3 m de altura a 22 oC. As paredes da sala, de 25 cm de espessura,
são feitas de tijolos com condutividade térmica de 0,14 Kcal/h.m. oC e a área das janelas podem
ser consideradas desprezíveis. A face externa das paredes pode estar até a 40 oC em um dia de
verão. Desprezando a troca de calor pelo piso e pelo teto, que estão bem isolados, pede-se o
calor a ser extraído da sala pelo condicionador.

Questão 4: Considere uma placa plana, opaca, de espessura L e feita de material com
condutividade térmica k. Uma fonte externa, localizada na face esquerda, faz com que qR''
[W/m2] incidam na placa. A refletividade da superfície vale ρ . No lado direito, fluido em
movimento resulta em um coeficiente de troca de calor igual à hD e numa temperatura igual à
TD. Suponha o regime permanente. Nestas condições, responda ou determine, quando for o
caso, justificando sempre:

• i. Temperatura da face direita, TsD


• ii. Temperatura da face esquerda, TsE
• iii. Circuito Térmico;

Questão 5: Suponha agora que a fonte libere mais energia radiante, fazendo com que o fluxo
de calor incidente na placa aumente de 50%, ou seja, q2" = 1,5 q1". Nestas condições, analise
as variações de temperatura nas duas superfícies da placa.

Questão 6: Retorne às condições iniciais deste problema (indicadas no problema 1).


Considerando agora a existência adicional de um outro fluido, agora no ambiente da esquerda,
de temperatura TE e coeficiente de troca de calor por convecção hE, pede-se:

• i. Desenhe o novo circuito térmico equivalente;


• ii. Escreva o balanço de energia para a interface da esquerda;
• iii. Escreva o balanço de energia para a interface da direita;

Questão 7: Uma parede de 5 m2 de área transversal, composta por dois materiais, aço carbono
1010 (espessura de 25 cm) e isolante com k = 1 W/m.K, (de espessura a ser determinada) são
colocados justapostos para separar dois meios. De um lado da parede, tem-se os gases da
combustão a 600 ºC e coeficiente de troca de calor por convecção igual a 500 W/m2.K e do outro,
temos ar a 25 ºC e h = 30 W/m2.K. Sabendo-se que as normas ambientais limitam a liberação
de energia à taxa de 4200 W/m2, pede-se determinar a espessura da placa de isolante, sabendo-
se que ele está disponível no almoxarifado em duas espessuras: 8 cm e 15 cm. Em seguida, nas
condições desejadas, determine a temperatura da interface aço-isolante, desprezando a
resistência térmica de contato.

Questão 8: Duas barras cilíndricas de mesmo comprimento L, mas de diâmetros não


especificados, são utilizadas como elementos de ligação, uma abaixo da outra, entre duas
grandes placas de cobre, de capacidade térmica infinita. Uma das barras é feita de aço carbono
1010 e a outra é feita de aço inoxidável 304. O sistema está no vácuo e radiação pode ser
desprezada. As temperaturas das duas superfícies são 120 ºC e 45 ºC. Responda às questões
abaixo:
a) Como as duas temperaturas extremas (na ausência de resistências térmicas de contato) e os
comprimentos das barras são iguais, os gradientes de temperatura serão também iguais. Certo
ou Errado? Justifique.
b) Ainda nas mesmas condições anteriores, em que situação os dois calores trocados serão
iguais? Justifique?
c) Determine o calor total trocado entre as duas grandes superfícies de cobre?
d) Supondo que os materiais possam ser trocados, indique a melhor maneira de se reduzir o
calor trocado pelo sistema.

Questão 9: Uma placa recebe 2800 W/m2 de uma fonte de radiação da qual 30% é absorvida,
40% transmitida e 30% refletida. A face superior da placa troca ainda calor por convecção com
um fluido a 80 C e coeficiente de troca de calor por convecção igual a 50 W/m2.K. A emissão de
radiação é desprezível. Sabendo-se que a capacidade térmica da placa é 2000 J/K.m2, pede-se
determinar a taxa de aumento de temperatura num momento em que a temperatura superficial é
de 35 ºC.

Questão 10: Imagine uma placa de cobre exposta à radiação igual a 2000 W/m 2. Sabe-se que
a refletividade deste cobre é da ordem de 0,3. A radiação incide de tal forma que o ângulo de
incidência é de 30 graus com a vertical. A superfície inferior da placa é isolada. Sabendo que a
temperatura do meio de radiação é de 300 K, a emissividade do cobre vale 0,8, o fluido ambiente
está a 28 ºC e o coeficiente de troca de calor por convecção vale 80 W/m2.K, pede-se aplicar o
balanço de energia para equacionar as formas de energia envolvidas. Qual a temperatura de
regime permanente?

Questão 11: Considere uma placa plana horizontal. Sua base e as superfícies laterais estão
isoladas. A superfície superior recebe radiação à taxa de H = 1200 Watts/m2, sendo que apenas
40% dela é absorvida, e troca radiação com o ambiente de radiação, considerado a 35 ºC, de
forma difusa. A superfície da placa é tal que podemos considerar que a emissividade seja igual
à unidade. Pede-se determinar, justificando, a temperatura no ponto médio da superfície inferior
desta placa.

Questão 12: Uma placa plana de aço carbono 1010, de espessura indeterminada, é colocada
em cima de uma placa de aço inoxidável 304. A espessura da placa de aço inóx é de 0,20 m. As
temperaturas nesta placa puderam ser medidas e os resultados foram 40 ºC para a superfície
superior dela e de 20 ºC para a superfície inferior. A superfície superior da placa de aço carbono
está em contato com um fluido a 40 ºC e com coeficiente de troca de calor por convecção forçada
de 100 W/m2.K. Energia radiante é absorvida pela placa de aço carbono à taxa de 1850 W/m2.
Podemos desprezar toda a radiação emitida pela placa, nesta situação. Pede-se determinar a
temperatura da superfície superior da placa de aço carbono. Qual é a espessura da placa de aço
carbono?

Questão 13: Uma parede, de espessura L1 = 0,10 m e condutividade térmica K1 = 70 W/mK,


separa dois meios de temperaturas TE = 150 ºC e TD = 40 ºC, cujos coeficientes de troca de calor
por convecção são hE = 40 W/m2.K e hD = 200 W/m2.K. Percebe-se que o calor trocado nestas
condições é superior ao desejado e resolve-se utilizar isolantes, que serão colocados no lado
direito da parede. Deseja-se reduzir o calor trocado para um valor de 40% do anterior, sem
isolante, usando-se apenas um tipo de isolante, entre as seguintes opções:
Material Condutividade térmica Custo (reais) espessura
Isolante 1 K = 0,04 W/m.K R$ 5.000,00 4,2 mm
Isolante 2 K = 0,08 W/m.K R$ 10.000,00 9,8 mm
Isolante 3 K = 0,05 W/m.K R$ 50.000,00 1,2 mm

Determine qual é a melhor opção para ser utilizada, o fluxo de calor obtido e os custos, sabendo-
se que a perda de 1 W/m2 custa R$10,00 reais por m2.

Questão 15: Em uma indústria farmacêutica, pretende-se dimensionar uma estufa. Ela terá a
forma cúbica de 1 m de lado e será construída de aço (K = 40kcal/h.mo.C), com 10 mm de
espessura, isolada com lã de vidro (K = 0,08 kcal/h.m.oC) e revestida com plástico (K = 0,2
kcal/h.m.oC) de 10 mm de espessura. O calor será inteiramente gerado por resistências elétricas
de 100 W, não pode ser permitida uma perda decalor superior a 10 % do calor gerado. Sabendo-
se que as temperaturas nas faces das paredes, interna e externa, são respectivamente 300 oC
e 20 oC, pede-se:

a) a resistência térmica exigida;


b) a espessura da lã de vidro.

Questão 16: A parede de um forno é constituída de uma camada de 30 cm de um refratário cuja


condutividade térmica é uma função da temperatura (k = 0,15 + 0,0001T). A temperatura na face
interna do refratário é 1050 oC e na face externa é 250 oC. Calcular o fluxo de calor através da
parede por m2 de área.

Questão 17: Uma parede de um forno é constituída de duas camadas, uma de 0,20 m de tijolo
refratário (k = 1,2 kcal/h.m.oC) e outra com 0,13 m de tijolo isolante (k = 0,15 kcal/h.m. oC). A
temperatura da superfície interna do refratário é 1675 oC e a temperatura da superfície externa
do isolante é 145 oC. Desprezando a resistência térmica das juntas de argamassa, calcule:

a) o calor perdido por unidade de tempo e por m2 de parede;


b) a temperatura da interface refratário/isolante.

Questão 18: Calcule o fluxo de calor na parede abaixo:


Questão 19: Numa usina termoelétrica nota-se que o isolamento térmico, agora existente em
uma fornalha de 30m2 de área, deve ser alterado, pois estão ocorrendo perdas excessivas de
calor, que deveriam ser no máximo de 5.000 kcal/h. A estrutura atual consiste de uma parede de
refratários de 10cm de espessura e k1 = 0,6 kcal/h.m.oC, 20cm de amianto de k2 = 0,09
kcal/h.m.oC e um revestimento externo de argamassa de 5cm de espessura e K 3 = 3 kcal/h.m.oC.
A temperatura na parede do forno é de 1.000oC e a da parede ambiente é 30oC. Determinar:

a)A perda atual de calor;


b)A espessura de amianto que deveria ser usada.

Questão 20: A figura representa uma parede de um forno, constituída por camadas de materiais
e espessuras diferentes, conforme os dados da tabela acima. A temperatura interna do forno é
420 0C e a do ar externo é 40 0C. Calcular:

a)Resistência térmica do conjunto.


b)Fluxo de calor que atravessa a parede.
c)Temperatura t1, entre a primeira e a segunda camada.