Você está na página 1de 2

1) Vazamentos de óleo (conexões, mangueiras, pistões...).

2) Guias do pistão soltos e sem lubrificação.

3) Isolantes térmicos deficientes e/ou quebrados.

4) Resistências elétricas queimadas e réguas de fixação sujas de borracha.

5) Fixadores de moldes, quebrados e muitas vezes soldados e moldes desalinhados.

6) Painéis elétricos com componentes quebrados, instrumentos sem aferição e sujos.

7) Máquinas sujas e pintura danificada.

8) Unidades hidráulicas com bobinas quebradas, fiação exposta e completamente sujas.

9) Platôs desalinhados, por ação mecânica dos moldes.

10) Máquinas não alinhadas e muitas vezes apenas apoiadas ao solo, sem qualquer
fixação.

Vamos pensar juntos a respeito destes fatos:

1) Quando compramos um automóvel e após algum tempo apresenta um pequeno


vazamento de óleo, o que fazemos? - Corremos a um lugar especializado para que seja
verificado o que está acontecendo pois podemos ter problemas mais sérios e um
automóvel é bastante caro, para ser consertado.

Pois, vejamos, a Prensa se compararmos a um automóvel é um bem tão valioso quanto


ou mais; por que pode ter vazamentos? Uma prensa não pode ter vazamento seja ele
qual for, sua empresa estará perdendo dinheiro, poderá faltar óleo no reservatório e
danificar bombas e válvulas, além da sujeira, poluição, ambiente de trabalho e o aspecto
visual, que contam muito para o mercado. Principalmente em uma Prensa Mastermac,
que utiliza as melhores conexões, mangueiras, tubos, anéis e gaxetas do mundo, basta
fazer o reaperto das conexões mensalmente.

2) Os guias (nas prensas Mastermac sempre existem), este sistema mantém o


paralelismo das placas (platôs) e o fechamento correto das mesmas. Caso estes guias
estejam soltos, isto poderá prejudicar seus moldes, forçar desnecessariamente os pistões,
podendo danificar seus guias e vedações. Devem ser freqüentemente apertados e
lubrificados.

3) Os isolantes térmicos são de suma importância para seu processo, pois permitem o
aquecimento rápido dos platôs, além de manter a temperatura. Quando estão danificados
ou inoperantes, a temperatura passa a ser transferida para a estrutura, provocando
perdas, obrigando as resistências a ficarem mais tempo ligadas, consumindo muito mais
energia elétrica (isto incide custo direto sobre as peças). Além, de aquecer em demasia
todo o equipamento, onde estão instalados, painéis elétricos e unidade hidráulica.
Recomendamos sua substituição a cada 2 anos pelo menos.
4) As resistências são projetadas de forma a permitirem uma equalização da temperatura
em todas a área do platô, quando temos alguma queimada, este setor ficará ineficiente,
obrigando as resistências a ficarem mais tempo ligadas (desperdício de energia), além
de que ocasionará ineficiência na vulcanização das peças localizadas neste setor. A
sujeira acumulada na parte interna das proteções acabam derretendo e provocando curto
circuito nas resistências, devem ser constantemente limpas.

5) Quando se utiliza de fixadores para os moldes os mesmos precisam sempre estar


devidamente paralelos com as placas, caso contrario danificaram os platôs e
conseqüentemente seus moldes. deve-se evitar ao máximo utilizar solda nos platôs. Os
moldes quando não paralelos provocam desalinhamento dos platôs e poderá até mesmo
comprometer toda a estrutura do máquina, lembrando sempre que embora não aparente,
as forças exigidas nestes equipamentos são superiores as de conformação em peças de
aço, por exemplo.

6) Os painéis elétricos são a cabeça pensante das máquinas, se não estiverem sempre
bem cuidados podem causar paradas nas máquinas (baixa na produção), devem sempre
ser tratados com muito carinho, tanto pela manutenção, como pelos operadores. Devem
ser mantidos bem limpos, pois a fuligem da borracha poderá provocar até mesmo
incêndios. Os instrumentos de tempo e temperatura precisam ser aferidos a pelo menos
cada 6 meses (3 meses é o ideal), por empresas especializadas. Lembre-se você pode
perder com a energia e com o tempo, que valem muito dinheiro.

7) Vamos voltar ao automóvel, normalmente mantemos ele sempre limpo e bem


cuidado pois é um bem valioso de grande importância, lembre-se as máquinas são bens
tão ou mais valiosos, pois elas permitem que você possa comprar vários carros durante
muitos anos. Mantenha sua máquina limpa e bem pintada.

8) As unidades motriz hidráulicas são o coração de sua máquina, todos sabemos que se
o coração parar nada mais vai funcionar e é exatamente isto que ocorre quando não
mantemos estas unidades bem cuidadas e limpas. O óleo e filtros devem ser trocados
todos os anos e os reservatórios limpos e o óleo sempre no nível indicado.

9) Os platôs devem ser constantemente verificados em seus paralelismos e danos,


pois podem prejudicar seus moldes, algumas vezes tornando-os irrecuperáveis, ou
provocando rebarbas desnecessárias nas peças.

10) A fixação das máquinas são de suma importância para a vida útil de sua
estrutura, o solo deve ser rígido o bastante para suportar o peso e bem alinhado, o
equipamento, após alinhado ao solo, deve ser fixado por chumbadores adequados,
evitando assim movimentos e torções nas estruturas. Caso faça a opção de alinhar
por apoios (borrachas amortecedores do tipo "vibra-stops"), faça a verificação
mensal do alinhamento, pois com o tempo os mesmos sofrem deformações e o
equipamento começa a operar desalinhado.

Você também pode gostar