Você está na página 1de 2

O que é um resistor?

O resistor é um componente elétrico passivo que tem a função primária de limitar o fluxo da
corrente elétrica em um circuito. Para facilitar o entendimento, observe o exemplo da água
passando por um cano representado na imagem abaixo. Neste caso, o fluxo de água é uma
analogia à corrente elétrica que flui em um circuito elétrico. Portanto, quando criamos uma
resistência ao fluxo da água, a corrente irá se reduzir.

O resistor possui uma resistência maior do que os cabos e trilhas de um circuito elétrico,
forçando a redução da corrente elétrica que passa por ele! Sendo assim, ele provoca uma
queda de tensão.

A relação entre a tensão, corrente elétrica e resistência elétrica é descrita pela Lei de Ohm.
George Ohm era um cientista alemão que em 1827 descobriu que a resistência elétrica é igual
à tensão dividida pela corrente e esta fórmula é uma das mais importantes quando falamos de
eletricidade!

Resistores elétricos: Polaridade!


Uma dúvida bem comum quando falamos de resistores, é se ele tem polaridade! A reposta é
bem simples, o resistor não tem um lado positivo e um lado negativo, não há um lado certo ou
uma polaridade determinada para ligar um resistor em um circuito. Portanto, você pode
inverter o resistor que resistência elétrica continuará a mesma.

Resistores elétricos: Aplicação!


Para exemplificar a importância da utilização de um resistor, observe o exemplo a seguir. Para
acender um LED vermelho usando uma fonte de 5V, com 20mA de corrente já é o suficiente
para acendê-lo, mas se ligarmos o LED direto na fonte, sem um resistor, o LED irá se queimar
rapidamente pois não há nada para limitar a tensão no circuito.

Para evitar este problema, você deve colocar um resistor entre a fonte de tensão e o LED, mas
não pode ser um resistor qualquer! É necessário que ele tenha uma resistência suficiente para
limitar a corrente de 20mA e que crie uma queda de tensão adequada para o funcionamento
do LED.

Resistores elétricos: Tipos de materiais!


O tipo de material do qual é feito o resistor também é muito importante. Resistores de fio são
os mais antigos e são nada mais que um fio resistivo enrolado em um material não condutor
como por exemplo, a cerâmica. Eles possuem resistência elétrica baixa, podem ser bem
precisos e também podem ser ajustáveis. A desvantagem dos resistores de fio é que como eles
são enrolados como uma pequena bobina, geram uma indutância que pode ser significativa
em circuitos de alta frequência.
Também existem os resistores de carvão ou compostos de carbono que são construídos com
uma mistura de um cerâmica não condutora e partículas finas de carbono. Embora eles
apresentem uma precisão inferior, ainda são muito usados visto que nem todo circuito exige
grande precisão.

Resistores de filme de carbono tem uma maior precisão do que os resistores de compostos de
carbono, mas de propriedades inferiores em relação aos resistores de película metálica ou
película de filme de óxido metálico. Os resistores de película metálica se parecem com os de
película de carbono, mas tem uma camada de metal ao invés de uma película de carbono.
Estes resistores tem uma precisão melhor e uma estabilidade térmica muito boa, gerando
menos ruídos nos circuitos e por isso, são os mais utilizados em circuitos de áudio.

Quando pensamos em durabilidade, os resistores de óxido de metal são os que tem uma
resistência maior à temperatura e maior confiabilidade do que os resistores de película de
metal. Eles possuem a mais alta precisão disponível e estabilidade, consequentemente são
mais caros que os demais resistores!

Você também pode gostar