Você está na página 1de 2

Watanabe apresenta: O CONCRETO http://www.ebanataw.com.br/roberto/concreto/conc9.

htm

TRAÇOS DO CONCRETO

Entende-se por "traço" a receita que diz a quantidade exata de cada componente que vai no concreto.

Como vimos, o concreto pode ser constituido de uma variedade muito grande de componentes. Nas condições brasileiras, os
materiais que mais se usa são a areia e as pedras britadas.

Como vimos, a quantidade de cada componente, inclusive a necessidade de determinados aditivos deve ser determinada por
profissional especializado, denominado Tecnólogo de Concreto, que vai empregar até análises de laboratório para saber o que vai
e quanto vai ser colocado no concreto.

Esses cuidados todos são necessários para obras de responsabilidade como prédios altos, viadutos e túneis. Nessas obras todos
os componentes devem ser medidos em pêso.

Nas obras comuns como baldrames, vigas de casas, laje de cobertura e cimentados em geral, não há a necessidade desse rigor
todo. Nem seria possível a medida dos componentes em pêso na maioria das obras residenciais.

Então as normas brasileiras permitem que os agregados sejam medidos em volume (em latas ou caixas). Entretanto, para
salvaguardar a segurança da obra, as normas determinam que seja adotado, nos cálculos, valores de resistência bem abaixo dos
valores reais.

Deste modo, embora se possa conseguir produzir concretos com resistências da ordem de 400 kgf/cm2, pelo que é determinado
nas normas, o calculista deve considerar limites da ordem de 150 kfg/cm2.

Essa diferença, entre o que se considera no cálculo e o que poderia ser medido na peça pronta, era chamada de Coeficiente de
Segurança, depois mudado para Fator de Majoração mas que traduz um fator de desconhecimento ou um fator de
inexequibilidade face às condições locais, geralmente muito precárias, e muitas vezes até por condições culturais ou
desconhecimento dos fenômenos intrínsecos que conferem dureza e resistência mecânica ao concreto.

O presente site é voltado para internauta que não dispõe de todo o aparato tecnológico para fazer uma dosagem rigorosa da
qualidade do concreto mas que, mesmo assim, desejam fazer a concretagem da laje da sua modesta casa de forma que a laje,
depois de pronta, atenda à finalidade durante muitos e muitos anos.

Os componentes do concreto considerado nas tabelas abaixo são: Cimento, Água, Areia e Pedra Britada.

O Cimento é o cimento Portland comum (CP-I) que se encontra em qualquer depósito de material de construção.

A Água é a água comum potável (aquela que você bebe) e não se usa água suja, água salobra (água do mar), água
dura, água mineral gaseificada. Pode ser de rio, de poço, freático ou artesiano, desde que seja limpa. Pode ser de
torneira, desde que não tenha cloro (quando a água sai esbranquiçada).

A areia deve ser lavada e peneirada. Não use areia bruta, isto é, aquela que foi simplesmente extraída do rio e não foi
lavada nem peneirada. O depósito vende Areia Fina, Areia Média e Areia Grossa. Quanto mais grossa melhor para a
qualidade do concreto. Não use areia fina pois ela produz muitas fissurações durante a cura.

A areia para o concreto deve estar bem seca. Se choveu e a areia está um pouco úmida, então deve-se reduzir a
quantidade de água no preparo do concreto. Um concreto muito aguado vai permitir que partículas de água façam parte
do concreto endurecido e com o tempo essa água evapora deixando vazios que vai transformar o seu concreto numa
espécie de esponja e com baixa resistência.

0 0
As Britas são rochas moídas, geralmente granito. O depósito vende Brita N 1 (grãos pequenos), Brita N 2 (grãos
0 0
médios) e Brita N 3 (grãos grandes). Não use a Brita N 1 no concreto, a não ser que o concreto seja para peças
0
muito delgadas, finas. Use sempre a Brita N 2.

TRAÇOS:

Os traços a seguir são traços baseados na composição do concreto com areia formadas a partir de silicatos e brita de
granito. É claro que existem milhares de traços possíveis onde se emprega outros componentes como brita de basalto,
seixos rolados e outros materiais. Veja mais detalhes sobre agregados em .

Além de água, cimento, areia e brita, o concreto pode ter as suas caracteristicas modificadas com a adição de aditivos
como retardadores de pega, aceleradores de cura, expansores, fluidificadores, etc. Veja mais detalhes sobre aditivos
em

1 - CONCRETO MAGRO - TRAÇO 1:4:8

O Concreto Magro não é armado e se emprega em lastros de fundo. Fundo da vala antes de levantar o
alicerce, fundo da calçada antes de receber o concreto, fundo da vala antes do concreto da sapata, etc.

2
Pode ser preparado à mão ou na betoneira e sua resistência característica é da ordem de = 90 kgf/cm .
R

O consumo médio de cimento é de 160 kgf/m3 e de água de 197 litros/m3.

PADIOLA: C = 45 cm
L = 35 cm
H = 30 cm

1 de 2 29/05/2015 10:48
Watanabe apresenta: O CONCRETO http://www.ebanataw.com.br/roberto/concreto/conc9.htm

TRAÇO 1:4:8 1 Saco de Cimento 60 litros de água 4 Padiolas de Areia 8 Padiolas de Brita

2 - CONCRETO SIMPLES - TRAÇO 1:3:4

O Concreto Simples não é armado e se emprega em obras não estruturais como calçadas, cimentados,
passeio público, etc.

2
Pode ser preparado à mão ou na betoneira e sua resistência característica é da ordem de = 110 kgf/cm .
R

O consumo médio de cimento é de 230 kgf/m3 e de água de 202 litros/m3.

PADIOLA:
C = 45 cm
L = 35 cm
H = 30 cm

TRAÇO 1:3:4 1 Saco de Cimento 40 litros de água 3 Padiolas de Areia 4 Padiolas de Brita

3 - CONCRETO ARMADO PARA LAJES E VIGAS - TRAÇO 1:2:3

O Concreto Armado neste traço é recomendado para obras estruturais como Lajes e Vigas.

2
Pode ser preparado à mão ou na betoneira e sua resistência característica é da ordem de = 180 kgf/cm .
R

O consumo médio de cimento é de 398 kgf/m3 e de água de 210 litros/m3.

Usar Lata de 18 litros.

Na Mão 1 Saco de Cimento 30 litros de água 3,5 Latas de Areia 4,5 Latas de Brita
TRAÇO 1:2:3
Na Betoneira 1 Saco de Cimento 30 litros de água 4 Latas de Areia 5 Latas de Brita

4 - CONCRETO ARMADO PARA PILARES E ESCADAS - TRAÇO 1:2:4

O Concreto Armado neste traço é recomendado para obras estruturais como Pilares, Cintas e Escadas.

2
Pode ser preparado à mão ou na betoneira e sua resistência característica é da ordem de = 160 kgf/cm .
R

O consumo médio de cimento é de 356 kgf/m3 e de água de 205 litros/m3.

Usar Lata de 18 litros.

Na Mão 1 Saco de Cimento 34 litros de água 3,5 Latas de Areia 6 Latas de Brita
TRAÇO 1:2:4
Na Betoneira 1 Saco de Cimento 34 litros de água 4 Latas de Areia 6,5 Latas de Brita

5 - CONCRETO ARMADO PARA FUNDAÇÕES - TRAÇO 1:3:4

O Concreto Armado neste traço é recomendado para obras estruturais como Blocos de fundações, viga baldrame,
sapata, brocas, estacas moldadas no local, strauss.

2
Pode ser preparado à mão ou na betoneira e sua resistência característica é da ordem de = 135 kgf/cm .
R

O consumo médio de cimento é de 315 kgf/m3 e de água de 200 litros/m3.

Usar Lata de 18 litros.

Na Mão 1 Saco de Cimento 44 litros de água 6 Latas de Areia 6 Latas de Brita


TRAÇO 1:3:4
Na Betoneira 1 Saco de Cimento 44 litros de água 6 Latas de Areia 6,5 Latas de Brita

NOTA IMPORTANTE: A execução de toda e qualquer obra de concreto, por envolver questões de segurança e de responsabilidade civil, deve ser
acompanhada por um técnico resposável com registro na Prefeitura Municipal. As dicas acima são meramente ilustrativas e só tem valor didático. Pelo
aspecto pedagógico envolvido, as matérias e figuras podem ser livremente copiadas e distribuídas.

ET-10\www\roberto\concreto\conc9.htm em 31/12/2008, atualizado em 05/07/2009.

2 de 2 29/05/2015 10:48

Você também pode gostar